Sunteți pe pagina 1din 9

---- O Amor, o segredo da revolução.

----
Pr. Emerson Roberto.
P á g i n a |1

“Amor, o segredo da revolução.”


1Corintios.16.14

Ponto de Partida.
Aleluia! A vida com Jesus é muito maravilhosa. Hoje é o terceiro dia de nossa conferência e temos recebido
muito de Deus. A festa da célula ontem foi tremenda, os irmãos estão de parabéns!
Até aqui já falamos de alguns princípios fundamentais que precisamos colocar em praticar se queremos viver o
amor e cuidado em nossa igreja e ver uma grande revolução acontecendo em nossa cidade, estado, pais e nas nações.
Os amados se lembram desses princípios?

1. Ter o coração do bom Pastor.


2. O Fator Barnabé.
Hoje quero pensar com os irmãos no terceiro princípio, qual seria? “Amor, o segredo da revolução.”
O texto que lemos nos traz uma exortação poderosa do apostolo Paulo:
“Façam tudo com amor.” NVI/EP
“Todas as vossas obras sejam feitas em amor.” RA
“Que tudo o que vocês fizerem seja feito com amor.” NTLH
“Fazei tudo com grande amor fraternal”

Marque a expressão “Tudo”, você sabe o que significa a palavra tudo no grego? É simples! Significa tudo!
Paulo está dando uma ordem à igreja de Corinto que serve para nos hoje: “Façam tudo com amor.”
O amor tem que mover todas as nossas ações. Eu pergunto a você, você tem feito tudo com amor? Você educa
seus filhos com amor? Faz as tarefas de casa com amor: como jantar ou a limpeza da casa? Seu trabalho, por menor
que seja financeiramente recompensador é feito com amor? É isso que Paulo está dizendo, quando nos exorta: “tudo
com amor”.
Todas as nossas ações, pensamentos, decisões, conclusões tem que se basear no amor. Eu lhe pergunto: Você
lidera a sua célula com amor? Você prega na igreja por amor a ela e aos ouvintes? Seu discipulado, GEs, visitas são
feitos com Amor? Sem reconhecimento algum de homens, sem glória alguma da terra, movido apenas pelo bem estar e
salvação do próximo, pelo simples fato de vê-lo bem? Isso é amor!
| Igreja Batista Central |

A Bíblia diz que “as nossas obras serão provadas pelo fogo”, se são feno, palha ou se é ouro (1Co.3.13).
Eu creio que essa prova pelo fogo se baseará em quanto temos feito nossas obras com ou sem amor. O que não for
com amor, será queimado, reduzido a cinzas, a pó e a vergonha.
É interessante observar que esse foi o modo de vida de Jesus na terra. Por onde ele passou foram deixadas
marcas de seu amor pela vida de cada ser humano. Suas mãos trouxeram cura e consolo, suas palavras perdão e
reconciliação, seus olhos conseguiam enxergar o melhor de cada um, bem como a dor e a necessidade do coração
perdido. Todos os atos de Jesus foram realizados com amor: um amor ágape, sem interesse terreno, sem desejar levar
vantagem financeira, sem ser reconhecido humanamente.
Algo que precisamos responder a nós mesmos é: como têm sido os nossos atos? Eles têm sido regados com
quê? Um versículo que me faz pensar muito é 1João.2.6: “Nisto sabemos que estamos nele: aquele que diz que
permanece nele, esse também deve andar assim como ele andou.”

Pimenta Bueno__________________________________________________________________________________
02/02/2014
---- O Amor, o segredo da revolução. ----
Pr. Emerson Roberto.
P á g i n a |2

Quantas vezes eu tenho dito que sou de Jesus, que Jesus habita em meu coração, mas quantas vezes tenho
agido de forma tão distante de seus ensinamentos! Como Jesus andou em amor eu também preciso andar em amor.
Jesus é o nosso exemplo, nosso referencial em todas as áreas da vida.

Sabe amados, o discipulado um a um está revolucionando o Brasil e o mundo, através de milhares e milhares
de igrejas. Mas essa revolução do Discipulado um a um tem um segredo principal: O amor de Jesus em nossas vidas,
em nossos ministérios, em nossas células, fluindo através de nós para as pessoas perdidas a nossa volta.
Talvez você se pergunte “Pastor, Como ter mais desse amor? Porque agir em amor é importante?” E sobre isso que
quero compartilhar com você nesta noite.

Compreendendo o Amor.
Sempre quando o assunto é o amor nós nos sentimos culpados, pois somos bombardeados com o pensamento:

1. “Eu não consigo amar como Cristo ama.”


2. “Eu não sou capaz de exercer o amor Ágape.”
3. “Eu não consigo andar em amor.”
Você já se sentiu assim alguma vez? Bem vindo ao time! É comum nos sentirmos assim, e sabe por quê? A razão é
porque nos falta revelação sobre o amor. Eu quero pensar em duas perguntas com você por um instante.

 O que é o amor para você?


 Como você se vê nesta área de amor?

O Que é Amor?
O amor não é um sentimento. O verdadeiro amor produz sentimentos, porém, é mais do que sentimentos. Em
algumas definições amor é sinônimo de emoção. Mas, o verdadeiro amor não é uma emoção. Ele afeta a emoção, cria
emoção, causa a emoção, mas é muito maior.
Se o amor fosse uma emoção você não o controlaria, mas ele não o é. Colossenses 3.14 diz: “E, sobre tudo
isto, revesti-vos do amor, que é o vínculo da perfeição”.
O mesmo verso na Bíblia Viva diz: “Acima de tudo, deixem que o amor dirija a vida de vocês...” Cl.3.14
Muitas pessoas compreendem o amor como sendo um sentimento que se possui ou não. Um sentimento que
surge independente de nossa vontade. Se o amor fosse um sentimento não poderia ser uma ordem de Jesus. Em
Colossenses 3.14 a palavra nos diz “se revestir”, ou seja, o amor é como uma roupa que vestimos.
O amor depende de duas coisas.
a) É uma questão de escolha.
| Igreja Batista Central |

“Acima de tudo, deixem que o amor dirija a vida de vocês...” Cl.3.14

Pode-se escolher;
Pode-se controlar;
Pode-se aprender.

Sabia que você escolhe amar. Partindo dessa afirmação de que o amor é uma decisão, tudo o que fizer girará
em torno disso. Se o amor fosse um sentimento você não poderia direcioná-lo, exercê-lo. Mas como é uma escolha
você é levado por ele a lugares que o seu coração não o levaria, às ações que você não faria.

b) É uma questão de conduta.


“Não amemos de palavras, nem de língua, mas por obra e em verdade.” 1Jo.3.18:NVI

Pimenta Bueno__________________________________________________________________________________
02/02/2014
---- O Amor, o segredo da revolução. ----
Pr. Emerson Roberto.
P á g i n a |3

Você descobre ao ler este verso que o amor não é algo que você diz, mas que você faz. O amor não são
palavras, mas ações. É uma demonstração e não uma inclinação. Você já correu algum risco para ajudar alguém? Você
já abriu mão de algum beneficio pessoal em favor de outra pessoa? Você já perdeu para que o outro ganhe?
Amor é provavelmente a palavra mais mal-compreendida do mundo. O problema é que nós usamos a palavra
amor para uma porção de coisas e com isso diluímos o seu significado por excesso de utilização. Em português temos
a palavra amor e ela significa vários sentimentos.
Já no original bíblico (em grego), há quatro palavras para definir amor:
- STORGE: que significa afeição natural
- EROS: que significa atração sexual
- PHILÉ: que significa afeição emotiva ou amizade
- AGAPE: que significa amor incondicional, altruísta ou sacrificial.

Quando a Bíblia fala do amor de Deus por nós, e do tipo de amor que devemos ter por ele e pelas outras
pessoas, a palavra sempre é “ÁGAPE.”
O amor Ágape é o amor sacrificial, irrestrito; que não espera nada em troca; que põem o bem estar do outro
em primeiro lugar; que não busca os seus interesses. É um amor que pensa no bem do outro, que se sacrifica para o
bem do outro, que se entrega, que procura de todas as maneiras servir, abençoar. Isso é o que Deus fez conosco.
Este amor-ágape não faz parte da reação natural do ser humano. Ele só é possível através da ação de Deus.
Através deste amor amamos não porque a pessoa seja digna, ou seja, simpática a nós. É um amor que ama “apesar
de”:

Como Você Se Vê Nesta Área De Amor?


Você se vê uma pessoa super amorosa? Uma pessoa que transborda em amor toda hora. Ou você se vê uma
pessoa que está lutando para ser mais amorosa? Que em algumas ocasiões é amorosa, mas em outras não consegue
andar em amor. Como você se vê nesta área de amor?
Quero lhe dizer algo nesta noite meu amado, minha amada, você que já nasceu de novo, ou seja, você líder de
célula, discipulador, discípulo, membro dedicado da igreja:

 Você já tem o amor Ágape dentro de você.


Diga comigo: “Eu já tenho o amor Ágape dentro de mim!”, agora olhe para o seu vizinho e diga para ele:
“Você já tem o amor Ágape dento de você.”
Não sei se você já se deu conta disso, mas não existe na Bíblia nem um texto que nos exorte a pedir mais amor
da parte de Deus. Os apostolo nunca pediram para Deus lhes dar mais amor e nem pediram para que Jesus os fizesse
mais amorosos. O que eles pediam era para que Deus abrisse os seus olhos espirituais para que eles tivessem mais
revelação do amor que eles já tinham dentro deles. Do amor que eles já eram.
Meu querido, minha querida você já tem todo o amor que você precisa para amar a sua célula, as pessoas
| Igreja Batista Central |

perdidas sem Cristo, as pessoas difíceis de relacionar, isso porque você já é o amor Ágape de Deus. Você duvida
disso? Então vejamos alguns textos das Escrituras Sagradas:
Veja o que nos diz Romanos 5.5: “E a esperança não nos decepciona, porque Deus derramou seu amor
em nossos corações, por meio do Espírito Santo que ele nos concedeu.” Em Romanos capitulo cinco, Paulo nos
coloca diante dos dois lados da vida cristã. Por um lado, estamos completos em Cristo (somos aceitos nele diante de
Deus, e estamos seguros em seu sacrifício); por outro lado, precisamos nos apropriar daquilo que somos em Cristo
Jesus, precisamos crescer em Cristo (a fim de ser cada vez mais semelhantes a ele).
Agora há algo interessante que Paulo diz sobre nós no verso 5: “...porque Deus derramou seu amor em
nossos corações, por meio do Espírito Santo que ele nos concedeu”. Deus fez o que irmãos? “Deus derramou o
seu amor em nossos corações!

Pimenta Bueno__________________________________________________________________________________
02/02/2014
---- O Amor, o segredo da revolução. ----
Pr. Emerson Roberto.
P á g i n a |4

Agora lhe pergunto: qual é o amor de Deus? É o amor Ágape! E onde este amor está amados? Diga: “Em
meu coração!” O amor de Deus enche nossas vidas e nos capacita a amar como ele ama e alcançar a outros. Se você
já nasceu de novo o amor Ágape já foi derramado em seu coração.
Mas não é só isso, eu gosto da tradução da Almeida Revista e Atualizada, pois ela nos traz uma revelação mais
profunda deste texto: “...e a esperança não desaponta, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos
corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.”
Marque a expressão “...o amor de Deus está derramado em nossos corações.” Essa tradução contempla a
idéia original do texto, pois o tempo verbal aqui traz a idéia de algo que foi realizado no passado na medida completa e
de uma vez por todas, sem a necessidade de ser repetida.
O que isso significa? Significa que o amor Ágape já foi derramado dentro de você de uma vez por todas, ou
seja, esse amor nunca mais precisa ser derramado dentro de você. O amor Ágape de Deus já foi derramado em seu
coração amplamente, já foi derramado de forma total em seu coração, ou seja, você não precisa orar pedindo mais
amor, pois todo amor que Deus é, já está em seu coração. Ele já flui em toda a sua intensidade em você. Aleluia! O
que você precisa é se apropriar deste amor e exercê-lo.
Agora veja comigo 1Timoteo 1.7: “Porque Deus não nos deu o espírito de covardia, mas de poder, de
amor e de moderação.” O que esse texto diz que Deus nos deu? “O espírito de poder, de amor e de moderação!”
Paulo menciona três características de todo crente em cristo Jesus: “poder, amor e domínio próprio”.
Entre elas eu quero destacar o amor. O amor Ágape esta a nossa disposição porque o Espírito Santo vive em
nós. Aleluia! Diga comigo: “Deus já me deu espírito de poder!” “Deus já me deu espírito de amor!” Agora
olhe para alguém atrás de você e diga para ele: “Deus já lhe deu espírito de amor!”. Deus já lhe deu todo amor que
você precisa, oh glória!
Filipenses 1.9-11 nos diz algo poderoso: “E isto peço em oração: que o vosso amor aumente mais e mais
no pleno conhecimento e em todo o discernimento, para que aproveis as coisas excelentes, a fim de que sejais
sinceros, e sem ofensa até o dia de Cristo; cheios do fruto de injustiça, que vem por meio de Jesus Cristo, para
glória e louvor de Deus.”
Irmãos qual era a oração de Paulo para os Cristãos Filipenses? “Que vosso amor aumente mais e mais no
pleno conhecimento e em todo discernimento” O que Paulo quer dizer com isso? É simples! Quanto mais
conhecimento, quanto mais revelação você tiver da verdade espiritual, assim o seu amor vai aumentar mais e mais. Ele
vai materializar mais e mais. Ele vai se manifestar mais e mais.
O segredo está no fato de que na realidade espiritual você já tem o amor Ágape dentro de você, mas se você
não tiver revelação disso esse amor não vai aparecer. Você quer que seu amor aumente mais e mais, ele vai aumentar
em pleno conhecimento. Quanto mais revelação você tiver do amor que você já tem e do que você já é. Mais esse
amor vai poder aparecer através de você. A realidade é que você já tem amor Ágape infinito dentro de você.
Veja o que nos diz 1 João.4.8: “Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor.” Marque
a expressão “Deus é amor”. A palavra amor aqui é Ágape. Deus é Ágape. Agora leia comigo 1Coríntios 6.17: “Mas,
| Igreja Batista Central |

o que se une ao Senhor é um só espírito com ele.”


Há uma revelação forte aqui. A matemática de Deus é diferente da que dos homens. Na matemática dos
homens 1 + 1 = 2. Na matemática de Deus 1 + 1 = 1. Veja o que diz o texto de 1Coríntios 6.17: “mas aquele (eu e
você) que se une ao Senhor (1 + 1) se torna um só espírito com ele (= 1).
Quando você nasceu de novo o seu espírito foi amalgamado com o Espírito de Deus e no mundo espiritual
você se tornou um só espírito com Deus. Entenda bem, eu não estou falando que você é Deus, o que estou dizendo é
que no mundo espiritual você se tornou um só espírito com Deus. Isso não sou eu que estou dizendo, mas as Escrituras
Sagradas.
Agora se Deus é amor e você se tornou um só espírito com ele, você é o que? É lindo e profundo o que é dito
em 1João.4.8, esse texto não diz que Deus tem Ágape apenas, ele diz que é Ágape.

Pimenta Bueno__________________________________________________________________________________
02/02/2014
---- O Amor, o segredo da revolução. ----
Pr. Emerson Roberto.
P á g i n a |5

Deus apenas não tem Ágape, ele é o própria Ágape. O que faz o próprio espírito dele é o próprio Ágape. Agora
quando você nasceu de novo o seu espírito foi amalgamado com Deus. Então, agora ao nascer de novo, ao ser
regenerado, uma nova espécie que não nasceu antes veio a existir (2Co.5.17), e essa espécie se chama Ágape.
Diga: “eu sou o próprio Ágape”, aleluia! Você é o Ágape de Deus. Deus te vê como a essência do próprio
amor. Deus te vê como uma pessoa que ele derramou por completo o seu Ágape através do Espírito Santo que habita
em você.
Todos nós que recebemos ao Senhor Jesus temos o amor, temos a fonte geradora do amor. Resta-nos
manifestar este amor de forma prática.
Jesus é amor. Jesus é o próprio Deus e Deus é amor, se Jesus vive através de nós, nós podemos amar a
qualquer pessoa, inclusive aquela com a qual temos uma barreira. O amor que o mundo entende é amor dedicado aos
simpáticos, mas o Senhor nos manda ir além do que o mundo acha.

Por Que O Amor É Importante.


Talvez você me pergunte: Porque fazer tudo com amor é importante? Quero lhe apresentar algumas razões.

Nada resiste ao amor.


“Porque o amor de Cristo nos constrange, julgando nós assim: que, se um morreu por todos, logo todos
morreram.” 2Co.5.14
Quando olhamos para a história de Paulo, o que nos é mais marcante é a sua incansável dedicação ao Senhor
Jesus. mas, o que levou o grande perseguidor da igreja primitiva se tornar um dos seus maiores mártires? A Resposta é
“Amor”.
Paulo diz: “O amor de Cristo nos constrange.” O significado desta palavra pode ter muitos sentidos.
Atualmente, quando ouvimos a palavra “constrangimento”, logo vem à nossa mente a idéia de embaraço, vergonha.
Mas, não é isso que o Apostolo Paulo quer dizer, ele usa essa palavra com a idéia impelir, motivar. Vindo da
pena de alguém como o apóstolo Paulo, é muito significativo!
O que aconteceu na vida do homem que fez tal declaração? Quem é ele? Não é o ex-perseguidor da igreja? O
mesmo homem que arrastava pessoas violentamente aos tribunais e alguns para pena de morte, como aconteceu com
Estevão? Algo aconteceu.
“Dura Coisa é recalcitrares contra os aguilhões” (At. 26.14) . Foi com esta frase, e com uma luz mais
intensa do que o próprio sol, que Saulo, o tenaz perseguidor da Igreja, foi confrontado com o seu pecado. Seu zelo
ardoroso tornou-se na mais profunda miséria de sua vida. Tudo o que ele era, desmoronou-se. Ruiu, como que um
monte de pedras que rolando do monte, formando terrível e avassaladora avalanche e um montão de escombros.
Aquele grande campeão de sua religião; erudito e prodígio; cheio de si mesmo, orgulhoso, derreteu-se como
que se fosse uma manteiga diante de um maçarico.
O apóstolo sentia-se constrangido por esse amor, que conforme ele mesmo coloca em Efésios 2.4,5 “Mas
Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou, e estando nós mortos em
| Igreja Batista Central |

nossos delitos, nos deu vida, juntamente com Cristo, pela graça sois salvos”.
Paulo conheceu um amor tão profundo, que desejava que sua “largura, comprimento, altura e profundidade”,
que, aliás, nem se pode medir, pois “excede todo entendimento”( Ef.3.19), fosse pregado a todos os homens. Ele
afirmou ainda na epístola aos Romanos 5.8: “Mas Deus prova seu próprio amor para conosco pelo fato de ter
Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores”.
A Cruz, esse objeto repugnante, de tortura e dor, de miséria e sofrimento, de morte, foi o objeto do olhar de
Paulo, para nela visualizar um amor tão grande e profundo que o constrangia. Nela ele pôde visualizar o Salvador, o
Deus encarnado que se humilhou, fez-se homem, viveu vida santa e perfeita, e se deu por nós, não, sem antes, ser
submetido à tortura da cruz. Suas mãos traspassadas, seu lado perfurado, sua angustia e dor profundas, a ausência do
próprio Deus, por haver se tornado maldição e pecado, era algo que movia profundamente o coração de Paulo, a ponto
de o constranger; o impelir, o obrigar. Esse constrangimento gerou nele um senso de compromisso constante. Ele diz

Pimenta Bueno__________________________________________________________________________________
02/02/2014
---- O Amor, o segredo da revolução. ----
Pr. Emerson Roberto.
P á g i n a |6

que o amor de Cristo nos constrange. O tempo do verbo está no presente (aoristo), como se fosse uma ação pura, sem
tempo para terminar, algo permanente.
Ao enxergar o amor de Deus, Paulo sabia se tratar de algo tão grandioso que excede a nossa compreensão. A
Palavra diz, em 1 João 1.5 que “…Deus é amor”. A Palavra diz também que Deus é eterno, portanto, seu amor é
eterno. Assim como Deus não teve principio, seu amor também não teve. E assim como Deus é eterno, seu amor
também não tem fim. Não tem limites. É eterno com Deus. Ele o é em Deus. Ele nos escolheu antes da fundação do
mundo “em amor” (Ef. 1.4,5). E, seu amor é o que é porque é! Trata-se de um amor gratuito, espontâneo, livre. (Dt.
7.7,8 ). Enquanto em nós há tudo que poderia fazer Deus detestar-nos, Ele decidiu amar-nos.
João Calvino afirma que “Deus nos amou enquanto nos odiava”, por causa de nossos pecados. Este é,
portanto, um amor soberano, que não depende de nossas obras. Ele faz tudo conforme o conselho de sua vontade. O
amor de Deus é um amor prático, pois Ele “amou o mundo de tal maneira, que deu seu filho unigênito… Ele deu seu
filho. Ele agiu. Ele fez. Ele planejou e executou. Ele viu o problema [do pecado e da separação eterna com o homem] e
planejou a solução, e a executou cabal e plenamente. Seu amor materializou-se na pessoa, vida e obra de Cristo, seu
filho unigênito. Seu amor é gracioso, por isso não poupou seu filho da miséria, da aflição, da dor, da humilhação e
perseguição, por amor a seu povo.
Assim, ao visualizar um amor destes, Paulo declara que esse amor nos obriga, nos impele, nos constrange: O
Amor gera amor. Deus nos amou primeiro, por isso nós agora O amamos.
Quando descobrimos que somos amados e experimentamos esse amor através de ações todas as nossas
resistências cai. Se você que é o amor Ágape de Deus manifestar esse amor na vida das pessoas que vão a sua célula,
que vem as reuniões aqui no prédio da igreja, teremos que traçar as portas com cadeados bem grandes se quisermos
manter elas lá fora.
Nada causa mais impacto na vida de uma pessoa que o amor. O amor de Cristo nos constrange, significa dizer
que Ele nos conquistou. Não fomos nós quem amou primeiro, mas Ele. O sentido aqui é daquele que conquista a sua
amada e ela sente-se constrangida por seu amor e, conhecendo-o, o ama também. Quantos não estavam entregues a
própria sorte, contudo, Cristo se aproximou com seu amor e os resgatou? Este amor nos constrange! Hoje, a Igreja
como noiva de Cristo pode dizer: “ Eu sou do meu amado”! o amor de Cristo nos constrange pelo fato de que não
éramos dignos deste amor. A Bíblia diz; “Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós,
sendo nós ainda pecadores” Rm 5: 8. Nós merecíamos a condenação. Sim, todos os que são sinceros reconhecem que
não existe mérito humano que mereça a salvação. Todos nós fomos colocados debaixo do pecado e, individualmente
sabemos disso. Só que este amor incomparável nos alcançou.
O amor de Cristo nos constrange pelo fato de que Ele não nos abandona. Não se divorcia! Não nos trai. Ao
contrário, Ele investe em nós, alimenta este amor, nos renova nele, mantém a sua fidelidade. Em Filipenses 1: 6 está
escrito que “Aquele que começou em vós a boa obra a aperfeiçoará até o dia de Cristo”.Nunca partirá de Cristo a
infidelidade nem o abandono. A Bíblia diz: “Se somos infiel, Ele permanece fiel; porque não pode negar-se a si
mesmo” 2Tm.2.13.

Uma vida em amor nos protege.


“No amor não há medo; pelo contrário o perfeito amor expulsa o medo....” 1Jo.4.18
| Igreja Batista Central |

Se há algo que aprendemos com o estilo de vida de amor de Jesus, é que esse modo de andar nos leva a viver
uma vida protegida. Protegida do que? Uma vida protegida de tantos sentimentos ruins e nocivos. Você já leu que
Jesus estava ansioso ou preocupado demais com alguma coisa? Ou que Ele tinha medo ou insegurança? Será que
alguma vez Jesus achou que não teria o que comer ou onde dormir? Ou Ele ficou longas horas rolando de um lado para
o outro tentando dormir, mas não conseguia porque tinha tantas coisas para serem realizadas no dia seguinte? Os
judeus não O receberam como o Messias tão esperado, nem por isso Ele se entristeceu. Bateram nele, crucificaram-no
e ele os perdoou.
Você entende que esse amor sem esperar nada em troca, nos protege de decepcionarmos ou de frustrarmos
com aqueles que estão ao nosso redor? Se todos os nossos atos forem feitos com esse amor (ágape), estaremos
protegidos. O diabo vai tentar nos entristecer, nos preocupar, nos ferir de alguma forma, mas não vai conseguir,
porque o Amor do tipo de Deus nos guarda. Seremos intocáveis, inatingíveis pelo inimigo. Ele nem mesmo vai nos
achar, porque estaremos escondidos em Deus, ele é a nossa habitação e o diabo não pode entrar na casa do nosso Pai.

Pimenta Bueno__________________________________________________________________________________
02/02/2014
---- O Amor, o segredo da revolução. ----
Pr. Emerson Roberto.
P á g i n a |7

Andar como Jesus andou é permitir que ele mesmo ande através de nós. Porque esse tipo de amor somente Deus tem.
Nós sabemos o que é amar nossos pais e filhos (storge), amar nossa esposa e marido (eros), amar nossos amigos e
familiares (phileo), mas amar o perdido, o inimigo, aquele que nos ofende, nos rouba, nos decepciona, somente com o
amor ágape de Deus.
Portanto um desafio nos é colocado, mas com uma grande recompensa. O desafio é sermos cheios de Jesus, o
amor de Deus, para que possamos agir com seu amor nas mais diferentes situações que aparecem no nosso dia a dia.
Eu vou ser cheio desse Amor à medida que eu permitir ser moldado à Palavra de Deus. Quanto mais da Palavra de
Deus existir em minha vida, mais desse Amor também existirá. A recompensa é vivermos uma vida acima de todas as
palavras e circunstâncias desfavoráveis que também voam em nossa direção. Uma vida abundante, cheia de alegrias e
vitórias em todas as áreas da vida. Aliás, a vida é tão curta, passa tudo tão rápido que não vale a pena se entristecer por
nada que não valha a pena. Se for para se entristecer, que seja por aqueles que ainda não conhecem esse Amor! Mas
que podem conhecê-lo através das nossas atitudes transbordantes do Amor de Jesus!

O amor inspira outros a amar.


Em 1Coríntios 8.1: “Com respeito aos alimentos sacrificados aos ídolos, sabemos que todos temos
conhecimento. O conhecimento traz orgulho, mas o amor edifica.”
Marque a expressão “...o amor edifica.” O que Paulo quer dizer com isso? Edificar é erguer algo a partir de
um fundamento. Na construção de uma casa ou um prédio, o que sustenta a casa ou o prédio é a fundação, ou base.
Então, o que Paulo quer dizer é que o amor sustenta a igreja como um todo, impedindo que a mesma venha
ruir.
Só que tem outra coisa aqui nesta expressão que é muito profundo. Em cada ser humano em que há amor, está
implantada, no sentido espiritual, a fundação. E o edifício que, no sentido espiritual, deve ser erguido é outra vez o
amor, e é o amor que o edifica.
Então, uma vez que o amor edifica, e o edifício que precisa ser edificado é o amor, e eu tenho essa fundação
dentro de mim, minha tarefa é edificar o amor nos outros a minha volta. O que exerce o amor Ágape influencia o amor
Ágape naquele que tem sido o alvo do seu amor. Por isso, Paulo diz que o amor edifica.

Amor é o fundamento, amor é o edifício, amor edifica. Como já vimos é Deus através do Espírito Santo que
implanta o amor Ágape em nosso coração, mas nós podemos ser o catalisador deste amor na vida daqueles que estão a
nossa volta. Pois, a medida que exercemos o amor Ágape na vida das pessoas a nossa volta as inspiramos exercer esse
amor na vida de outros.

O amor nos impele a perdoar.


1Pedro. 4.8 diz: “Acima de tudo tende amor intenso uns para com os outros, porque o amor cobre
multidões de pecados.”
A palavra “cobrir”, tanto aqui como em outros versículos, claramente envolve o perdão (Sl.32.1-3). Ela
significa “ocultar” ou “esconder”. Isso não quer dizer que o amor ignora a realidade do pecado. Ao contrário, a única
| Igreja Batista Central |

solução para o pecado é o perdão e o amor nos motiva a perdoar.


Quando alguém nos ofende precisamos perdoar. E o que deve motivar o nosso perdão é o amor Ágape. O
amor que ama apesar de. O amor Ágape, COBRE, ABAFA as transgressões que sofreu de outro. Não há retorno da
ofensa, a mesma não tem eco. Morre ali mesmo. Um gesto de amor é como uma ducha de água fria para quem agrediu.
Agora preste atenção no que vou lhe dizer, esse texto nos revela outras duas verdades preciosas:
1ª quem ama não tem prazer em expor o pecado das pessoas à execração pública. Em Gênesis temos uma ilustração
deste princípio. Noé bebendo do vinho, embriagou-se e se pôs nu dentro de sua tenda. Seu filho Cam viu a vergonha
de seu pai e contou para os outros. Então, Sem e Jafé, em amor, tomaram uma capa, puseram-na sobre os próprios
ombros de ambos e, andando de costas, rostos desviados, cobriram a nudez do pai, sem que a vissem (Gn.9.21-23).
Não deve ser muito difícil para nós cobrir os pecados dos outros, afinal, Jesus Cristo morreu para que nossos
pecados pudessem ser lavados.

Pimenta Bueno__________________________________________________________________________________
02/02/2014
---- O Amor, o segredo da revolução. ----
Pr. Emerson Roberto.
P á g i n a |8

É nesse sentido que a Bíblia diz que o amor cobre multidão de pecados. O amor se concentra ao afirmar
pontos fortes em vez de criticar as fraquezas. Ele carrega os fardos uns dos outros e assim cumpre a lei de Cristo (Gl
6.2).

2ª Ao agir com amor vencemos nossa natureza pecaminosa. Quando exercemos o amor Ágape deixamos de praticar
muitos pecados comuns a nossa carne. Em certo sentido os pecados a serem cobertos pelo amor Ágape podem ser os
do próprio praticante desse amor.

O amor é o que nos mantém juntos.


Veja o que diz Colossenses 3.14: “E, sobre tudo isto, revesti-vos do amor, que é o vínculo da perfeição.”
Vínculo significa laço, algo que liga. Tem a capacidade de unir, apertar. Uma vez que a igreja é composta de
indivíduos completamente diferentes, só podemos permanecer juntos se for por meio do amor Ágape. O amor é capaz
de ligar de forma muito mais profunda que os laços de sangue.
É interessante que nós que estávamos separados de Deus, fomos ligados a Ele, através do seu GRANDE
AMOR. O amor é um nó tão forte que não há força capaz de desatá-lo; (Rm. 8.35-39);
É o amor Ágape que nos capacita a exercer todas as demais virtudes cristã dentro do corpo de Cristo. O
Senhor lança um desafio: Suportem os mais fracos! Apóiem os que estão caindo! Visitem os que estão afastados!
Exortem em amor os que estão desobedientes! Tenham paciência com os que são teimosos! Ministrem a disciplina nos
que insistem na permanência no pecado! Ensinem os que precisam aprender e crescer na fé! Tudo isso só é possível
através do amor.
A justiça sem amor pode se tornar desumana; o conhecimento sem amor pode se torna altivo e petulante; a
beneficência sem amor é fria, sem ternura, sem simpatia humana; a fé sem amor pode se torna fanática e insolente; a
coragem sem amor pode se tornar agressiva e impetuosa.
É o amor que aperfeiçoa o dom e as ofensas. É o amor que dignifica o serviço que prestamos. É o amor que
sublima as relações que mantemos. É o amor que infunde em nossa igreja e em nossa vida cristã a ternura, a
misericórdia, a compaixão, a sinceridade.

Como Ter Mais Do Amor Ágape.

Intimidade com Deus.


“A intimidade com o Senhor é para aqueles que o buscam, a estes Ele dará a conhecer sua aliança” Sl 25.14.

Como o Pr. Abe diz: “O vertical gera o horizontal”, ou seja, nós só podemos manifestar da vida de Deus para
as pessoas a nossa volta se estivermos cheios da vida de Deus. Cristianismo é relacionamento! Eu lhe pergunto como
vai o seu tempo com Deus?
Você ouve Deus através da Palavra e não apenas a lê? Você tem dialogado com Deus? Não há como ter
relacionamento intimo com Deus quando só nós falamos. O segredo para se apropriar do Ágape de Deus é ser cheio de
| Igreja Batista Central |

Jesus.

Confesse constantemente que você está cheio do


amor Ágape.
“... porque a sua boca fala do que está cheio o coração.” Lc.6.45

A confissão precede a posse. A nossa língua é o leme da nossa vida. A fé sempre crê no coração a Palavra. A
fé sempre fala a Palavra de Deus com a boca. A fé sempre pratica a Palavra de Deus com ações.
A Palavra de Deus é maior que os nossos sentimentos. A Palavra de Deus é mais que as circunstâncias.

Pimenta Bueno__________________________________________________________________________________
02/02/2014
---- O Amor, o segredo da revolução. ----
Pr. Emerson Roberto.
P á g i n a |9

Seja proativo no amor e na reconciliação.


“Não devam nada a ninguém, a não ser o amor de uns pelos outros, pois aquele que ama seu próximo tem
cumprido a lei.” Rm.13.8

Ser proativo é sempre tomar a iniciativa. Vá atrás mesmo correndo o risco. É fácil ser uma pessoa amorosa na
célula, na igreja, mas é preciso ser amoroso em casa, no trabalho, na escola ou em qualquer lugar que estivermos.

Nunca fale mal de ninguém. Quando falamos mal do outro mostramos imaturidade.

Escolha sempre se humilhar porque você é o amor


Ágape.
“Porque todo o que a si mesmo se exaltar será humilhado, e aquele que a si mesmo se humilhar será
exaltado.” Lc.14.11
“O orgulho do homem o humilha, mas o de espírito humilde obtém honra.” Pv.29.23

A Bíblia nunca nos aconselha a pedir humildade, mas sim praticá-la. (Mt.18.4; 1Pd.5.6; Tg.4.10) A questão
não é pedir humildade, mas sim escolher se humilhar. Humildade é crucificar o égo.

Libere o Ágape através de palavras de fé e ações


de amor.
“A boca do justo é manancial de vida...” Pv.10.11

Ponto de Final.
“Agir com amor”. Uma ordem pequena, mas profunda em seus efeitos. Se tão somente praticássemos este simples
mandamento em todo ambiente por onde passamos, como seria a nossa vida e a vida das pessoas que nos cercam?
Como estaria o mundo? Quanta coisa ruim não sería evitada, não é mesmo?

| Igreja Batista Central |

Pimenta Bueno__________________________________________________________________________________
02/02/2014