Sunteți pe pagina 1din 2

1. Como é a metodologia adotada pelo educador?

Basicamente a aula possui três partes:

Na primeira parte da aula busca-se criar um espaço para que a lição do dia possa ser passada
como conteúdo para os alunos. Nesta parte há sempre uma apresentação expositiva do
assunto através do uso de material visual.

Na segunda parte, expõe-se links com a realidade em que os alunos com a finalidade de com
isto demonstrar a aplicabilidade do que foi trabalhado na primeira parte da aula

E última parte abre-se espaço para questionamentos e debates sobre o assunto estudado.

2. a importância da disciplina para os alunos do e. Médio?

A filosofia para o Ensino Médio visa fazer com que o aluno desenvolva espírito crítico e um
olhar aberto para a realidade que o cerca. Busca-se romper com as visões pré-formatadas em
busca de uma compreensão maior de mundo onde a diversidade na forma de pensar seja
reconhecida e no mínimo respeitada.

3. O desenvolvimento da disciplina, os temas discutidos e trabalhados com os alunos são


baseados em quê? E os objetivos como são definidos?

Bom, os temas seguem parâmetros curriculares Nacionais de acordo com as propostas


estabelecidas pelo MEC. E em auxílio a isto, usamos os livros didáticos da editora positivo
como material auxiliar visando com isto que o aluno possa ter em mãos material para recorrer
em busca de recapitulação das aulas ministradas. E os objetivos são variados desde os
históricos em que através da história da filosofia podemos compreender as variadas formas de
pensar que se desenvolveram com o advento da racionalidade bem como ter um auxílio
interpretativo do mundo em que vivemos. E por fim a compreensão e respeito as mais
variadas formas de saber e cosmovisões.

4. Como é o retorno dos alunos?

Bem, para se falar em retorno, acredito que tenhamos um retorno satisfatório, pois falar de
questões de cunho abstrato e existencial nem sempre é um dispertador do paladar jovem. No
entanto, a partir de intercruzamentos com a realidade em que estamos vivendo, conseguimos
obter resultados satisfatórios diante do que se espera de retorno por parte dos alunos.

5. O processo de avaliação?
Como proposta da própria escola, é necessário que se faça um prova valendo 4 pontos, um
teste valendo três pontos, desenvolvimento de projeto de pesquisa valendo dois pontos e
participação valendo 1 ponto.

6. Projetos para a disciplina?

Até o presente momento não houve desenvolvimento de um projeto relacionado a disciplina,


até porque estou no terceiro ano de docência da mesma, mas já foi levantada a ideia de
criarmos uma olimpíada da filosofia, no entanto o projeto ainda é muito germinal.

7. Como foi construído o currículo da disciplina?

Em 2011eu entrei na escola e, seguindo orientações do MEC, desenvolvi uma grade de


conteúdos que precisavam ser aplicados dentro da disciplina já que na época não tínhamos
livro didático. Já em 2012 adotamos os livros da editora positivo como material auxiliar e de lá
para cá temos tentado manter certo alinhamento com o que já vem predisposto neste
material.

Temos apenas um período semanal de aula e o trabalho de inclusão é um dos pontos fracos
das aulas, pois não existe na filosofia uma estrutura específica para a inclusão, o que se faz são
algumas adaptações de conteúdos as realidades de alunos com dificuldades de aprendizado.