Sunteți pe pagina 1din 12

GUIA DO

PLANEJAMENTO
ESCOLAR:
PREPARE-SE
PARA 2019
SUMÁRIO

INTRODUÇÃO

1. AVALIE OS RESULTADOS DO
PLANEJAMENTO DO ANO ANTERIOR

2. ESTIME O NÚMERO DE ALUNOS COM BASE


NA CAMPANHA DE MATRÍCULAS

3. ELABORE A LISTA DE MATERIAL DIDÁTICO

4. CONSTRUA O CALENDÁRIO ESCOLAR

5. ORGANIZE A GRADE DE HORÁRIOS

6. IMPLEMENTE NOVAS TECNOLOGIAS

CONCLUSÃO
INTRODUÇÃO
Com o ano letivo chegando ao fim, é hora de a gestão escolar se organizar para construir o
planejamento do ano seguinte.
Nesse contexto, quais os objetivos da instituição para o próximo ano letivo. Em seguida, é
importante que a equipe decida em conjunto o que deve ser feito para que esses objetivos
sejam alcançados e, por fim, defina prazos para cada ação. A partir desse plano, cada
colaborador consegue compreender melhor o seu papel no dia a dia escolar.
No entanto, construir um bom planejamento pode representar um grande desafio. De acordo
com o estudo “Práticas Comuns à Gestão Escolar Eficaz” realizado pela Fundação Victor Civita
(FVC), 82% dos gestores escolares fizeram cursos específicos voltados para a gestão, mas
20% deles ainda se sentem impotentes frente às necessidades e carências da escola.
Pensando nisso, preparamos um guia do planejamento escolar, reunindo pontos
importantes que devem ser considerados na preparação para 2019.
Boa leitura!
1 AVALIE OS RESULTADOS DO
PLANEJAMENTO DO ANO ANTERIOR

Antes de construir um novo planejamento, é essencial que a realidade em que a escola


está inserida seja analisada com cuidado. O ideal é avaliar os resultados do planejamento
do ano anterior e considerar as deficiências nos relatórios, o que pode fazer diferença nos
resultados em 2019.
Quais foram os objetivos da escola? Eles foram alcançados? Qual estratégia funcionou? Qual
estratégia não funcionou? Refletir a respeito desses aspectos irá auxiliar na definição de novos
objetivos e no direcionamento dos trabalhos.
Suponha que ao observar o balanço financeiro do último ano a escola percebeu que é
necessário melhorar a saúde financeira da instituição. Nesse caso, além de procurar reduzir
custos, a escola pode buscar outras maneiras de aumentar a sua receita, para que possa
propor investimentos em melhorias no processo pedagógico, por exemplo.
2 ESTIME O NÚMERO DE ALUNOS COM
BASE NA CAMPANHA DE MATRÍCULAS

Para planejar o ano seguinte é fundamental ter em mente quantos alunos irão estudar
na instituição. Nesse caso, a escola deve se preocupar em estimar o número de alunos
esperados para o próximo ano com base na campanha de matrículas.
Primeiro procura-se observar a quantidade de alunos matriculados no ano anterior, a evasão
escolar e quantas vagas estarão abertas para 2019. Também é possível analisar as taxas de
rematrícula anteriores para fazer uma estimativa mais precisa.
Ter um número é fundamental para que a escola se organize e faça a distribuição dos alunos
por turma. Por exemplo, caso uma determinada série tenha uma quantidade maior de
estudantes matriculados, seria viável abrir turmas extras? Ou se uma turma não tem alunos
suficientes, é possível distribuir os alunos em outras salas?

Confira uma série


de materiais para
ajudar a sua escola
na preparação
da campanha de
matrículas.
Baixe o Kit para
a Campanha de
Matrículas

BAIXAR KIT
3 ELABORE A LISTA DE
MATERIAL DIDÁTICO

Escolas que trabalham com livros didáticos ou com um sistema de ensino devem se
preocupar em divulgar a lista de material com antecedência adequada.
Para que as atividades de 2019 comecem da melhor maneira possível, é fundamental que
todos os alunos iniciem o ano com o material apropriado para que as atividades planejadas
não sejam prejudicadas - o que nem sempre acontece. De acordo com a pesquisa Cenários
da Educação, realizada pelo Todos pela Educação, somente 17% dos alunos começam com o
material didático no primeiro dia de aula, enquanto outros 28% o recebem após 2 ou 3 meses.
Como esses materiais são entregues para os alunos? Os pais devem ir até a livraria? É fácil
encontrar toda a lista de material de forma correta?
Nesse contexto, a escola pode garantir um início de ano mais tranquilo oferecendo soluções
aos pais e responsáveis que garantem comodidade na aquisição do material, ao mesmo
tempo em que asseguram que os livros ou apostilas cheguem na data adequada. A venda
online do material didático pode ajudar nesse sentido.
Dos gestores
escolares fizeram
cursos específicos
voltados para suas
funções

Deles ainda
se sentem
impotentes frente
às necessidades e
carências da escola.
4 CONSTRUA O CALENDÁRIO ESCOLAR

Todas as escolas devem oferecer uma carga horária escolar mínima que varia para cada
segmento, mas é preciso considerar se a instituição irá oferecer atividades extras para
os alunos ou mesmo o ensino integral. Para construir o calendário escolar e fazer um
planejamento, é essencial mapear os dias letivos, considerando feriados e recessos.
Afinal, essas datas podem influenciar no trabalho da equipe ao longo do ano no que diz
respeito aos objetivos traçados pela escola, inclusive em relação à reposição de aulas.
Além disso, atividades extraclasse, excursões, festivais ou eventos também devem ser
considerados, visto que, para realizá-los, é preciso abrir mão de alguns horários de aula.
5 ORGANIZE A GRADE DE HORÁRIOS

Uma vez que o calendário e a previsão do número de turmas foram definidos, é possível
organizar a grade de horários. Por mais simples que possa parecer, esse aspecto do
planejamento requer um cuidado especial.
Isso porque as necessidades específicas de cada docente devem ser consideradas.
Enquanto alguns trabalham em mais de uma escola, outros podem ser indicados para
determinada série escolar. Além disso, é necessário levar em conta se há alguma mudança
na equipe de professores, como transferência de unidade, aposentadoria ou mesmo
desligamento.
É importante lembrar, também, que cada disciplina possui uma carga horária mínima que
deve ser respeitada, o que é essencial ao montar a grade de horários. Alguns aspectos
podem ajudar a definir melhor a distribuição das horas, como a duração e recorrência das
aulas e o espaço disponível, no caso de disciplinas que usam o laboratório de ciências ou de
informática, por exemplo.
As ferramentas digitais
também podem ser
diferenciais na hora da
aquisição de novos alunos.
Quer saber como?
Baixe o e-book: Como as
ferramentas digitais podem
ser diferenciais para a escola
na aquisição de alunos

BAIXAR O E-BOOK

6 IMPLEMENTE NOVAS TECNOLOGIAS

A tecnologia pode ir muito além de beneficiar as práticas pedagógicas e também pode se


tornar uma aliada nos processos de gestão escolar na administração da instituição e na
comunicação com as famílias dos alunos. Muitas mudanças no contexto educacional estão
relacionadas às ferramentas digitais e ao uso da internet no dia a dia dos alunos.
A escola deve se atentar às novas tecnologias para implementar melhorias para os
estudantes, para suas famílias e também para a própria instituição. Nesse sentido,
ferramentas como portais de comunicação, sistemas de acompanhamento de notas e
frequência e ferramentas voltadas para o processo de aprendizagem, por exemplo, podem
trazer diversos benefícios.
É no momento do planejamento que a instituição deve avaliar a adoção de ferramentas
e soluções que ajudam em seus processos. Existem opções de planilhas para registro e
ferramentas para organização de documentos, além de soluções que facilitam o pagamento
da matrícula e a venda do material didático de forma online.
CONCLUSÃO
Na hora de estruturar o planejamento para 2019, alguns pontos podem ser de grande
auxílio da gestão escolar para que os objetivos propostos sejam alcançados.
Neste e-book você leu sobre a importância de se avaliar o contexto em que a escola
está inserida e analisar os resultados do ano anterior a fim de traçar um novo
caminho para que novas ações sejam colocadas em prática.
Além disso, atentar-se para aspectos como a campanha de matrículas, a elaboração da
lista de material didático, o calendário escolar e a grade de horário é essencial para que
o seu planejamento seja efetivo e que as aulas comecem sem muitos imprevistos.
Por fim, o momento de construir o planejamento é ideal para refletir sobre os
benefícios de implementar novas tecnologias, que podem contribuir não apenas
para o relacionamento com as famílias, mas também para a resolução de problemas
de logística que são inerentes ao dia a dia escolar.

Preparamos um material que


traz 5 exemplos de ferramentas
nesse sentido:
BAIXE O E-BOOK: 5 FERRAMENTAS DIGITAIS QUE AJUDAM
A RESOLVER OS PROBLEMAS DE LOGÍSTICA DA ESCOLA

Referências
Pesquisa “Práticas Comuns à Gestão Escolar Eficaz”, realizada pela Fundação Victor Civita
Pesquisa “Cenários da Educação”, realizada pelo portal Todos Pela Educação
A Livro Fácil surgiu em 1991 para que as escolas possam se concentrar
em prover uma educação de excelência. Nossa missão é facilitar a venda
de material didático e temos orgulho de fazer parte da educação e
desenvolvimento dos nossos mais de 200 parceiros distribuídos em todo o
território nacional.
Nosso serviço é a maneira mais prática, rápida e segura da família adquirir
o material do aluno para a volta às aulas, desonerando a escola de
responsabilidades relacionadas à venda de material didático.
A Livro Fácil oferece às escolas a opção da venda do livro didático de forma
online, por meio de um e-commerce que garante mais comodidade e
praticidade aos familiares.

SAIBA MAIS SOBRE A LIVRO FÁCIL

blog.livrofacil.com