Sunteți pe pagina 1din 3

VIII Congresso Nacional de Psicanálise, Direito e Literatura

Tempo e memória em Jane Somers e Naomi Kawase

Referências

Bosi, E. (1994). Memória e sociedade: lembranças de velhos. São Paulo:

Companhia das Letras.

Castilho, G., & Bastos, A. (2013). A função constitutiva do luto na estruturação do

desejo. Estilos da Clínica, 18(1), 89-106. Recuperado em 24 de jul.

2019, de http://bit.ly/2YAjX2R.

Castilho, G., & Bastos, A. (2015). Sobre a velhice e lutos difíceis: “eu não faço

falta”. Psicologia em Revista, 21(1), 1-14.doi:10.5752/p.1678-

9523.2015v21n1p1

Farocki, H. (2019). Empatia. In Harun Farocki: Quem é o responsável? (p. 2). Rio de

Janeiro, RJ: Instituto Moreira Salles.

Farrugia, F. (2007). Syndrome narratif et reconstruction du passé dans Les cadres

sociaux de la mémoire. In Maurice Halbwachs: Le temps, la mémoire et

l’émotion (pp. 119-146). Paris: L’Harmattan.

Halbwachs, M. (1994). Les cadres sociaux de la mémoire. Paris: Albin Michel.

Halbwachs, M. (2006). A memória coletiva. São Paulo: Centauro.

Kawase, N. (Diretor). (1992). Ni Tsutsumarete [Documentário]. Japão: Kumie.

Kawase, N. (1996). Naomi Kawase Official site. Recuperado em 2 ago. 2019, de

http://www.kawasenaomi.com/kumie/en/

Kawase, N. (Diretor). (2006). Tarachime [Documentário]. França/Japão: Arte France

Cinéma/Kumie.

Kawase, N. (Diretor). (2007). Mogari no More [Documentário]. Japão: Kumie.


Kawase, N. (Diretor). (2012). Chiri [Documentário]. Japão/França: Kumie.

Kawase, N. (2 ago. 2016). El cine para detener el tiempo y generar memoria

[Entrevista]. Recuperado em 12 jul. 2019, de http://bit.ly/2LYeS1J

Lessing, D. (1984). O diário de uma boa vizinha. Rio de Janeiro, RJ: Record.

Lessing, D. (2002). If the old could… In The diaries of Jane Somers (pp. 4138-7994).

London: HarperCollins E-Books/Fourth Estate.

Lopez, M. (2008). El cine en el umbral. Madri: T & B.

Montigny, G. (2005). Maurice Halbwachs: Vie, Oeuvres, Concepts. Paris: Ellipses.

Nancy, J. (1992). La Comparution/The Compearance. Political Theory, 20(3),

371-398. doi:10.1177/0090591792020003001

Nancy, J. (2008). The Inoperative Community. Minneapolis: University of Minnesota

Press.

Olick, J., Vinitzky-Seroussi, V., & Levy, D. (2011). Introduction. In The Collective
Memory Reader (pp. 3–62). New York: Oxford University Press.

Resumo

De que modo apreciar a relação entre tempo e memória em Os diários de Jane Somers?

Há proximidade com aquela desenvolvida pela cineasta Naomi Kawase? Para ambas, o

luto, a vida, a morte, são coordenadas constantes em torno das quais suas narrativas são

estruturadas. Mas, qual o lugar da velhice nos dois universos e o que significa? Analisam-

se Os diários de Jane Somers e alguns filmes de Kawase, como Em seus braços, Floresta

dos Lamentos, Vestígios e Nascimento/Mãe. Utiliza-se Maurice Halbwachs para avaliar

o uso do tempo e da memória nas obras indicadas; define-se o conceito de quadros sociais

da memória; retoma-se a distinção entre memória coletiva e memória social; ressalta-se

a força desestabilizadora da segunda e sua presença na relação entre juventude e velhice.

Aponta-se a possibilidade de associação entre memória social e comum, tal como

elaborado por Jean-Luc Nancy, e a ênfase por ele concedida à dimensão de finitude.
Palavras-chave: memória social, memória coletiva, velhice, comum

José Coimbra
@arcoim