Sunteți pe pagina 1din 5

Fundação e Histórico da Igreja Cristã Maranata

Ela foi fundada em Outubro de 1967 no bairro Divino Espírito Santo conhecido como Toca em Vila Velha, ES
(Brasil),começando no coração de oito antigos membros da Igreja Presbiteriana do Centro de Vila Velha. Duas
outras cidades tiveram a mesma experiência quase que na mesma ocasião, foram elas Caratinga MG e Juiz De
Fora MG. Mais tarde estes grupos uniram-se fomando a Igreja Cristã Presbiteriana que mais tarde mudou o
nome para Igreja Cristã Maranata.

Alguns dos patrimônios da Igreja


• 20.000 Igrejas, incluindo templos, trabalhos, contatos, no Brasil e no Exterior.
• Fundação Manoel de Passos Barros
• Editora Alem da Letra
• Editora MaranataCD
• Presbitério Informativos
• Livrarias Clarim
• Presbitério Edificações
• entre outras

Doutrina e Prática
Para esta unidade do Corpo contribui decisivamente a vivência dos cinco ministérios (Efésios 4:11). No corpo
dos pastores (Presbitério) manifestam-se estes ministérios, embora ninguém seja tratado com outro título a não
ser o de pastor, que já é uma reverência bastante grande. Devido à diferente função que cada ministério tem no
Corpo, é freqüente fazer transitar um pastor de uma para outra Igreja, de modo a que as Igrejas se beneficiem da
diversidade de ministérios. Por exemplo, se uma Igreja precisa de crescer em número, é enviado um servo com
ministério de evangelista; se precisa de doutrina, um doutrinador. O doutrinador, porém, não é alguém que fala
de si mesmo, das suas conclusões pessoais de estudo da Palavra, ele fala em nome do Presbitério. A doutrina é
apostólica e emerge do Corpo, havendo unanimidade em torno daquilo que se entende como vindo do Senhor,
porque, depois de consultado, ninguém pode mais questionar. A Igreja tem Seminários destinados a formar
doutrinariamente toda a Igreja, especialmente os obreiros, onde esta doutrina é ensinada de forma sistemática.

Nas Igrejas locais existe, com abundância, o dom da profecia e a palavra de conhecimento. Mas é no meio dos
pastores que, de forma especial, se manifesta o ministério do profeta. Muitas vezes, Deus usa os profetas para
dar orientações para uma Igreja, uma região, ou mesmo para todas as Igrejas. Essas orientações, quando
reconhecidas como provenientes do Espírito de Deus, são implementadas de forma disciplinada em todas as
Igrejas; desta forma, o Senhor reina sobre o Seu povo, sem desprezar o governo que está com os ministérios -
pastores. É também nas freqüentes reuniões de pastores que os assuntos relativos a estes são tratados, incluindo
o levantamento de novos irmãos para o ministério da Palavra e demais orientações quanto a compras,
construções e reformas de templos e abertura de novas igrejas.

Todos os servos e servas podem ser usados por Deus nos dons espirituais, incluindo a profecia (I Cor. 14:1),
desde que estejam integrados e compreendam e vivam a doutrina bíblica anunciada. Uma das orientações do
Senhor há alguns anos foi o chamado culto profético. Antigamente, o pastor da Igreja, sozinho ou auxiliado por
um número muito restrito de irmãos, tomava todas as decisões respeitantes ao culto: quem ia dirigir o louvor,
quem ia pregar, a mensagem a pregar, os hinos a cantar, etc. O Senhor mostrou que queria toda a igreja
envolvida no culto e que iria dar sinais que seriam para edificação dos irmãos e para salvação de vidas.

Hoje, cada Igreja está dividida em grupos, sendo cada grupo responsável por um culto por semana. Antes de
cada culto, esse grupo (que já orou de madrugada e durante o dia) reúne-se para preparar a reunião daquele dia
(as Igrejas, em regra, têm cultos todos os dias exceto às sextas-feiras, que é dedicado ao lar). Há vários dons
espirituais que mostram a vontade do Senhor para aquela reunião. Inclusive, há sinais proféticos para as pessoas
que vão estar presentes, sejam irmãos da Igreja, sejam alguns que visitam a Igreja pela primeira vez. As
experiências têm sido notáveis, como por exemplo a revelação de que um visitante entre 20 e 30 anos precisa de
um emprego, cumprindo-se a palavra de Paulo (I Coríntios 14:25): «Os segredos do seu coração ficarão
manifestos, e assim, lançando-se sobre o seu rosto, adorará a Deus, publicando que Deus está verdadeiramente
entre vós».

Não apenas na Igreja local, mas também em grandes reuniões de evangelização, que juntam 5, 20 ou até 100 mil
pessoas, a utilização dos dons espirituais tem sido constante, apesar de que não dá pra ler todos os que o Senhor
mostra. Além da mensagem de salvação, é proclamada a volta em glória do Senhor Jesus, chamando a atenção
para os sinais proféticos que hoje se estão cumprindo em todo o mundo que vai acabar logo. O resultado destas
grandes reuniões tem sido uma taxa de crescimento extraordinária das Igrejas. Nestas reuniões, geralmente
feitas em grandes recintos (até mesmo em estádios de futebol), há irmãos que cantam, tocam instrumentos,
dirigem o louvor, pregam a Palavra e oram pelas pessoas. No entanto, nestas ocasiões nenhum nome é
anunciado a não ser o de Jesus Cristo e das autoridades presentes. "A quem honra, honra...". Mas é Ele quem
recebe toda a glória.

Uma nota final sobre o trabalho com crianças e adolescentes. Há vários anos que o Senhor despertou a Igreja
para o facto de as crianças serem, não apenas a Igreja de amanhã, mas parte integrante da Igreja de hoje. Por
isso, o Senhor tem requerido uma atenção especial aos mais novos, dando-lhes não apenas instrução bíblica
como levando-os a uma experiência de salvação e de batismo com o Espírito Santo. Hoje em dia, é reconhecido
que são as crianças os melhores evangelistas das Igrejas. É impressionante como o Senhor as usa, na
simplicidade e autenticidade da sua fé. Têm sido realizadas grandes reuniões especiais com elas, cujo efeito
chega mesmo a ultrapassar o das reuniões de adultos. Ao observar como Deus abençoa os mais pequenos, é
como se o Senhor nos lembrasse constantemente que é através da fé simples e humilde dos seus servos que
Deus pode operar maravilhas e exaltar o Seu Glorioso Nome..

Atividades principais
Todas as atividades na Igreja Cristã Maranata têm o objetivo de promover a edificação da Igreja do Senhor
Jesus de acordo com os ensinamentos das Escrituras Sagradas do Velho e do Novo Testamento, buscando o
seguinte:

a) Promover a edificação de seus membros, inclusive crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos,
procurando levá-los a servirem o Senhor em alguma atividade em cada igreja local;

b) Tomar conta das necessidades psicológicas, emocionais e materiais de todos os seus membros para que nada
lhes falte;

c) Desenvolver continuamente atividades de evangelização, em cultos nas igrejas locais e em reuniões


evangelísticas especiais realizadas em grandes auditórios ou em estádios de esportes;

d) Construir templos para cultos de acordo com as necessidades do povo de Deus; e

e) Anunciar que o Senhor Jesus está vivo no meio de Seu povo fiel e que em breve ele retornará para arrebatar
Sua Igreja.

As Igrejas Maranata realizam cultos regulares em cada igreja local e desenvolvem atividades para apoiar os que
passam por necessidades materiais, visitar os enfermos e os idosos. Ademais, as Igrejas Maranata desenvolvem
continuamente atividades de evangelização e de ensino para os seus membros em Seminários e Reuniões para
obreiros, professores de Escola Dominical, jovens e senhoras.

Esses Seminários são organizados para satisfazer as necessidades das igrejas locais não apenas no Brasil mas
também em vários outros países, tais como Argentina, Canada, Chile, Coreia do Sul, Escócia, França,
Inglaterra, Irlanda do Norte, Itália, Israel, Japão, Portugal e Estados Unidos.

Além disso, a Igreja Cristã Maranata desenvolve um programa intenso de assistência espiritual a igrejas e
pastores de diferentes denominações ou associações de igrejas, sem qualquer custo para essas entidades, para
transmitir a experiência da Igreja, através de quase 40 anos, com o uso de dons espirituais e evangelização
seguida de sinais.

Para esse tipo de assistência, nos últimos cinco anos a Igreja Cristã Maranata organizou Seminários em vários
países da África, Ásia, Europa Oriental e Oriente Médio, tais como Arménia, Belarus, Casaquistão, Finlândia,
Letónia, Lituânia, Moldávia, Polónia, Quénia, Rússia, Ucrânia e Uzbequistão.

Os Maanains
“Quando Jacó os viu, disse: Este é o acampamento de Deus. E chamou àquele lugar Maanaim". (Gn. 32:2)

A ICM realiza seminários em locais denominados "Maanains" (que significa acampamento de anjos),encontra-
se em diferentes Estados do Brasil. Há 12 locais de retiro espiritual em grandes propriedades rurais chamadas de
Maanaim. Eles pertencem à Igreja Cristã Maranata e são usados para o ensino, treinamento e transmissão de
experiências a todos os membros das Igrejas com o objetivo de instruir os membros nas suas doutrinas e no
conhecimento da Bíblia .

Existem 8 períodos, todos mostrando as mesmas doutrinas apenas mais aprofundadas.

Principiantes, doutrina básica da igreja, e outros 7 períodos.

Evangelizações
Desde 1968 a Igreja Cristã Maranata faz um plano de evangelizações de âmbito nacional, e internacional, tendo
igrejas e contatos em 90 países, mais de 20.000 igrejas, trabalhos, etc.

Em 21 de abril de 2006, a Igreja Cristã Maranata realizou uma Grande Evangelização no segundo maior estádio
de futebol do Brasil, o "Mineirão", localizado em Belo Horizonte, Minas Gerais. Foi a maior reunião já
promovida pela Igreja: 100 mil pessoas presentes. Foi a maior evangelização vista pela televisão, transmitida
para mais de 150.000 membros do Brasil, que viam por video conferencia junto com seus convidados nas
Igrejas, foi transmitida por várias redes de televisão, cerca de 500 mil pessoas estavam conectadas pela internet,
seus membros do exterior.

A Igreja Cristã Maranata sempre foi muito atuante na área de Evangelização. A atividade básica é o testemunho
pessoal do Senhor Jesus por cada um dos crentes. Também nas igrejas locais há cultos regulares em que a
ênfase é uma mensagem de salvação.

Não apenas na igreja local mas também nas grandes reuniões de evangelização que congregam 5.000, 20.000 ou
até 100.000 pessoas, após o anúncio do Evangelho do Senhor Jesus, há uma assistência pessoal aos visitantes
acompanhada de oração e do uso dos dons espirituais, ocasião em que o Senhor revela os segredos de seus
corações.

Nesses grandes eventos, além da mensagem de salvação, a volta gloriosa do Senhor Jesus é proclamada,
chamando a atenção dos presentes aos sinais proféticos que estão se cumprindo ao redor do mundo.

Nessas ocasiões, nenhum nome é anunciado, exceto do de Jesus Cristo. Ele é o único que recebe toda a glória.

Em 2005, 1.000 pessoas foram salvas, num culto para 5.000 pessoas no Distrito Federal.

Em nota, revistas de Belo Horizonte, São Paulo, Espírito Santo, e muitos outros locais, afirmam que a ICM é a
Igreja mais organizada do Brasil, senão uma das mais organizadas do mundo.

Querem usar o Maracanã, e o Morumbi, ainda por estes anos.


Suas evangelizações são calmas, não é usada como um "movimento", feito por muitas igrejas. O que
impressiona é perfeição das atividades, conduzidas por pastores e membros, detalhe todos voluntários honrando
verdadeiramente o Evangelho.

Doutrina Básica
As doutrinas e estrutura organizacional da Igreja Cristã Maranata baseiam-se na Bíblia, interpretada com base
em revelações atribuídas ao Espírito Santo, procurando, segundo o conhecimento assim desenvolvido, imprimir
às igrejas associadas a vivência e experiências espirituais descritas particularmente no livro de Actos dos
Apóstolos e nas cartas do apóstolo Paulo.

Para esta unidade do Corpo contribui decisivamente a vivência dos cinco ministérios (Efésios 4:11). No corpo
dos pastores (Presbitério) manifestam-se estes ministérios, embora ninguém seja tratado com outro título a não
ser o de pastor. Devido à diferente função que cada ministério tem no Corpo, é frequente fazer transitar um
pastor de uma para outra Igreja, de modo a que as Igrejas se beneficiem da diversidade de ministérios. Por
exemplo, se uma Igreja precisa de crescer em número, é enviado um servo com ministério de evangelista; se
precisa de doutrina, um doutrinador. O doutrinador, porém, não é alguém que fala de si mesmo, das suas
conclusões pessoais de estudo da Palavra. A Igreja tem Seminários destinados a formar doutrinariamente toda a
Igreja, especialmente os obreiros, onde esta doutrina é ensinada de forma sistemática.

Todos os servos e servas podem ser usados por Deus nos dons espirituais, incluindo a profecia (I Cor. 14:1).
Uma das orientações do Senhor há alguns anos foi o chamado culto profético. Antigamente, o pastor da Igreja,
sozinho ou auxiliado por um número muito restrito de irmãos, tomava todas as decisões respeitantes ao culto:
quem ia dirigir o louvor, quem ia pregar, a mensagem a pregar, os hinos a cantar, etc. Depois decidiram que a
igreja seria envolvida no culto.

Hoje, cada Igreja está dividida em grupos, sendo cada grupo responsável por um culto por semana. Antes de
cada culto, esse grupo (que já orou de madrugada e durante o dia) reúne-se para preparar a reunião daquele dia
(as nossas Igrejas, em regra, têm cultos todos os dias excepto às sextas-feiras, que é dedicado ao lar).

Mensagem Focalizada
A sua mensagem está centrada na salvação eterna através de Jesus Cristo e na Sua segunda vinda para buscar a
Sua Igreja Fiel - considerada aquela que obedece as chamadas revelações do Espírito Santo. A palavra
"Maranata" significa, efectivamente, "O Senhor vem" - expressão que faz alusão à pessoa do Senhor Jesus.

A palavra “Maranata” é composta de duas palavras aramaicas que significam “O Senhor vem” ou “Senhor, vem
logo!”. No Novo Testamento, o apóstolo Paulo utiliza essa palavra em I Coríntios, 16:22. No desfecho do livro
do Apocalipse, a mesma expressão é utilizada como uma oração ou pedido, desta feita na língua grega, e
traduzida por: “Vem, Senhor”. A palavra “Maranata” era também utilizada nos cultos para invocar a presença
do Senhor na Ceia e expressar o desejo de seu retorno para estabelecer seu Reino. Equivale ao pedido feito pela
Igreja na oração dominical: “Venha o teu Reino”. Com relação à volta do Senhor Jesus, “Maranatha” tinha um
duplo sentido: era uma oração – “Vem, Senhor” – e uma expressão de fé – “O Senhor está voltando!”. O uso da
palavra nos tempos do Novo Testamento indicava a forte expectativa dos crentes de que o Senhor Jesus voltaria.
Essa fé e a disposição de anunciar a volta do Senhor Jesus eram reforçadas pelo poder, pelos dons espirituais e
por sinais que o Senhor operava em seu meio, demonstrado que ele estava vivo no meio do Seu povo!

Na época do Velho Testamento, o Rei viajava para fazer justiça. Um arauto ia adiante dele tocando a trombeta e
advertindo o povo: “O Rei está vindo!”. Aqueles que esperavam por justiça desejavam a vinda do Rei. O povo
da terra a ser visitada preparava-se para Sua chegada limpava e reparava os caminhos, demonstrando assim
obediência e desejo de agradar ao Rei.

Da mesma forma, hoje a Igreja que vive em comunhão com o Senhor e experimenta as manifestações do seu
poder com dons espirituais e sinais que confirmam a pregação da Palavra aguarda com ansiedade a volta
gloriosa do Senhor Jesus para arrebatar a Igreja, não se cansando de proclamar que “O Senhor Jesus voltará” e
de rogar: “Maranata! Vem, Senhor Jesus”.

Organização
A ICM possui uma organização central, o Presbitério Espírito-Santense, que supervisiona o trabalho das igrejas
em todo o mundo, divulga novos estudos da Palavra de Deus às igrejas, bem como chancela a legitimidade das
revelações do Espírito Santo quando a mesma diz respeito aos ministérios (ex. levantamento de ungidos ou
pastores) e às doutrinas da igreja.

Os pastores servem voluntariamente, sem remuneração, sendo que estes também ofertam o dízimo. Todo o
dinheiro é repassado às igrejas através de materiais de construção, novas igrejas e trabalhos, "Maanains" e
muitos outros usos.

Presidentes
Primeiro Presidente da Igreja: Manoel de Passos Barros

16 anos como Pastor e Presidente do Presbitério Espírito Santense da Igreja Cristã Maranata, desde 20 de agosto
de 1970 até 20 de Maio de 1986, quando veio a falecer

Segundo Presidente da Igreja: Edward Hemming Dodd

A sua história é uma composição de lutas e grandes vitórias, exemplo de dignidade que a todos engrandece, sem
nunca exigir nada, exceto de si próprio em fidelidade, perseverança, testemunho, fé e competência. Edward
Hemming Dodd nasceu em São Paulo, dia 25 de abril de 1919, em lar evangélico. Seu pai, George Saville
Dodd, foi pastor e grande engenheiro urbanista em São Paulo. Veio da Jamaica, possessão inglesa na época.
Existe uma Avenida no Morumbi SP com seu nome dado ao seu papel de grande relevância na urbanizacão
daquela localidade, a mãe, Edith Gladys Hemming Dodd, da Inglaterra, e dois irmãos Henry Dodd e Louis
Dodd. Faleceu dia 07-07-2007

• História completa de sua vida

Terceiro Presidente da Igreja: Gedelti Gueiros

Após o falecimento do querido pastor Edward Hemming Dodd, o pastor Gedelti Gueiros, vice-presidente,
assume a presidência da igreja.

Ligações externas
• Página oficial do Brasil
• Página oficial de Portugal
• Página oficial dos EUA
• Página oficial do estado de Massachusetts nos Estados Unidos
• Página oficial Internacional
• Maranata São Paulo

Obtido em "http://pt.wikipedia.org/wiki/Igreja_Crist%C3%A3_Maranata"

Categorias: Denominações evangélicas | Denominações cristãs