Sunteți pe pagina 1din 3

A Terra recebe anualmente energia solar corresponde a 72 mil vezes o consumo

energético mundial nesse período. Praticamente todas as regiões do Brasil recebem mais
de 2200 horas de insolação por ano com um potencial equivalente a 15 milhões de TWh
(15 x 1018 Wh), correspondendo a 25 mil vezes o consumo nacional de eletricidade, que
em 2014 atingiu 590,5 TWh. A análise da matriz energética de um país ou região é de
suma importância para que ocorra um planejamento do setor energético e assim garantir a
produção e o uso adequado da energia produzida. Um dos maiores problemas vivido hoje
em dia é a busca por fontes de energias limpas, baratas e que possa suprimir a demanda
nacional. Atualmente os painéis solares estão se mostrando como uma grande alternativa
para esse problema e estão ficando cada vez mais presentes no nosso cotidiano. A
eficiência dos painéis solares comercializados atualmente encontra-se entre 18 e 26% e
estes são tipicamente instalados voltados para o norte com uma inclinação que depende
da região de instalação.

Aumentar o aproveitamento da energia solar por sistemas fotovoltaicos um ponto chave


para tornar essa tecnologia mais vantajosa e atrativa. Os seguidores solares surgem como
mecanismos com possibilidade de tornar esses painéis móveis na estrutura na qual os
painéis estão dispostos consegue seguir a orientação do Sol ao longo de todo o dia,
aumentando o tempo de exposição a radiação direta do Sol, de modo que haja maior
aproveitamento na produção de energia implicando na melhor eficiência. Por se tratar de
uma tecnologia que utiliza componentes semicondutores é preciso conhecer as condições
e as variações dos parâmetros que interferem na eficiência dos painéis solares.

Diante disso, o projeto realizado constituiu-se no desenvolvimento de um protótipo de


seguidor solar automático, utilizando sensores de luminosidade para realizar o
posicionamento da placa solar na direção do Sol ao longo do dia. O equipamento
construído é desenvolvido utilizando o Arduino como microcontrolador, sensores de
luminosidade LDR (Light-Dependent Resistor), dois servos motores oferecendo dois graus
de liberdade para o acompanhamento e uma placa solar de pequeno porte. O protótipo
construído possibilita fazer o levantamento da dinâmica necessária para a construção de
um seguidor solar de grande porte, diferença entre a radiação coletada pela placa solar
seguindo o Sol ou em uma posição fixa e também o estudo das variações das propriedades
dos painéis quando submetidos as duas situações.

Como resultado parcial do trabalho temos construído um protótipo funcional de seguidor


e comparação entre
Dentro da rotina de testes estabelecidos a estação automática monitora a radiação
solar que chega na placa solar ao longo do dia tanto em situações em que acompanha
o Sol e em posicionamento de ângulos preestabelecidos, possibilitando realizar a
comparação entre as diferentes situações.

Por tanto, a construção desse projeto visa desenvolver, em menores proporções, um


possível meio de captação de energia solar, o qual seria de grande utilidade para a questão
energética planetária, visando também o crescimento desenfreado do número de
habitantes do planeta resultando em um grande aumento no consumo energético. Os
painéis solares hoje em dia estão ficando cada vez mais presente no nosso cotidiano. Cada
painel solar que vemos tem uma posição imóvel, provavelmente no norte com um Ângulo
de 45 graus. Essa estratégia é muito fácil e podemos usá-la para a maioria das pequenas
aplicações, mas não está produzindo o máximo de energia possível. A estratégia para se
obter mais energia no painel é torná-lo móvel, seguindo o sol, produzindo mais energia
que um painel fixo. Diante disso o projeto realizado constituiu-se no desenvolvimento de
um protótipo de seguidor solar automático, utilizando sensores de luminosidade para
realizar o posicionamento da placa solar na direção do sol ao longo do dia. O equipamento
construído é desenvolvido utilizando o Arduino como microcontrolador, sensores de
luminosidade LDR (Light-Dependent Resistor), dois servos motores oferecendo dois graus
de liberdade para o acompanhamento e uma placa solar de pequeno porte. Dentro da
rotina de testes estabelecidos a estação automática monitora a radiação solar seguindo o
Sol e em ângulos preestabelecidos, possibilitando realizar a comparação entre as
diferentes situações. Nos teste realizados com a

e um dispositivo de otimização na captação de luz solar de maneira automática onde foi


necessário utilizar conhecimentos diversos, entre eles a programação e a eletrônica, que
são integrados no dispositivo, para essa capitação utilizamos sensores de luminosidade
conectado ao computador para que os software pudesse ser executado e por sua vez fazer
os cálculos iniciais para identificar a direção mais favorável para a captação da luz solar.
Além disso, a construção do dispositivo visa o aperfeiçoamento no conhecimento
teórico. Tendo como objetivo construir o protótipo de um seguidor solar, testar e
comparar o painel solar fixo com o painel com o dispositivo Os dois eixos de rotação
permitem que o seguidor alinhe as células solares para ficarem perpendiculares aos raios
de sol ao longo do dia e das estações do ano. Nosso seguidor é controlado por um
programa de computador (via arduino uno). Usamos sensores que buscam a luz mais
brilhante o tempo todo, e dois micro-servos no tamanho 9g como estrutura usamos
um Pan-Tilt e uma caixa de acrílico. Em termos simples nosso seguidor se move para a
direita e para a esquerda, para cima e para baixo. Com isso o seguidor vai se mover
seguindo o sol. MATERIAIS UTILIZADOS Pan-Tilt com 2 servos; Estrutura em metal;
Uma bread board; Um arduino; 4 Ldrs; 4Resistências de 10Kohms; 1Painel solar;
Parafusos ;Um pouco de cola quente; Fio

Conclui-se que com poucos testes feitos o protótipo do seguidor solar tem uma boa
funcionalidade.

Palavras-Chave: energia solar, placa solar, arduino, energia renovável, sustentabilidade.