Sunteți pe pagina 1din 2

Introdução ao Estudo da mediunidade

Lucy Carneiro Leão

1997
"Caminhante Não Há caminho. O caminho se faz ao caminhar" Antônio
Machado

Página 9
Introdução
Este trabalho tem por tema a mediunidade. Não tem a pretensão de ser
completo em todos os níveis de conhecimento, antes, fornece " pista" para
todo aquele que deseja ser " aventurar" por este caminho.
É fruto das leituras na madrugada, da experiência pessoal e de outros, das
conversas são aqueles que frequentam o grupo libertação, da troca de ideias
com diferentes pessoas que apreciam assunto e das palestras assistidas em
diferentes oportunidades.
É uma forma de agradecimento a todos aqueles que oportunizam vírgula no
Convívio com o grupo libertação, o exercício da mediunidade, proporcionando
momentos e crescimento individual e coletivo.

Página 10

1 - mediunidade
Dormi e Sonhei que a vida era só alegria acordei e vi que a vida era apenas
serviço. Servir e descobri que o serviço era alegria. Rabindranath tagore

1.1 conceitos
Uma habilidade ou faculdade natural humana de estabelecer relação com os
espíritos ou outras fontes de energia.
A capacidade de sintonizar e intercambiar pensamento, emoções e
sentimentos com espíritos encarnados, desencarnados e outras formas de
energia.
É importante ressaltar que:
A mediunidade é um sistema de comunicação que tem por base os fenômenos
anímicos, suplementares ou extra sensoriais.
Não é um poder, uma arte ou um dom.
É uma habilidade encontrada em todo o ser humano e tem se manifestado ao
longo do tempo.
Independe de crença religiosa ou da ausência dela.
A pessoa que manifesta essa habilidade é chamada de MÉDIUM.
1.2 Finalidade da mediunidade

Promover o desenvolvimento intelectual, moral, cultural, social e religioso dos


seres humanos.
Proporcionar o crescimento pessoal e espiritual através do exercício de
Doação.
Favorecer uma maior integração entre o Campo de Energia pessoal e
Espiritual.
Possibilitar a Manifestação, a Orientação e a Educação das Habilidades
Anímicas ou Supramentais e Mediúnicas.
Facilitar a Comunicação entre as dimensões espirituais e os seres humanos.

1.3 dificuldades na mediunidade

Os problemas mediúnicos estão relacionados à educação mediúnica.


O exercício da mediunidade é muito afetado pelo desequilíbrio físico -
emocional - mental - espiritual. A falta de conhecimento e controle sobre os
fenômenos mediúnicos são fatores que o prejudicam.
É importante compreender que:
A pessoa que tem condição de entrar em contato com a dimensão espiritual,
não deve permitir a manifestação dos seres espirituais em qualquer lugar. É
fundamental controlar as relações com o mundo espiritual e preservar a
liberdade de sintonia com aqueles que dele fazem parte.
O objetivo da mediunidade não é tornar um médium um santo e sim, um ser
humano com:
Equilíbrio físico;
Espontaneidade diante da vida;
Respeito e amor por si, pelo próximo e pela vida ambiental.
As experiências vividas no dia a dia e o exercício da mediunidade,
proporcionam a conscientização sobre a existência, visão íntima do mundo
subjetivo e realidade objetiva, permitindo mudanças em todos os níveis da
personalidade atual e resgate de situações conflitantes em diferentes
encarnações.
A mediunidade é uma forma de ajudar as pessoas a cumprirem com o seu
propósito de vida e sua missão planetária.
Nem toda crise vivencial é sintoma de mediunidade aflorando para serviço.

1.4 ciclos mediúnicos

A mediunidade manifesta-se em determinada fase da vida pessoal vírgula que


pode ser:
Na infância - até mais ou menos 7 a 8 anos.
É considerada mais de caráter anímico ou suplementar e preservada pelos
Orientadores Espirituais.