Sunteți pe pagina 1din 329

ECLESIOLOGIA - a Doutrina das

Igrejas

(locais, claro) dos Salvos do Novo Testamento.

Hélio de Menezes Silva

dos Salvos do Novo Testamento. Hélio de Menezes Silva Sola: Scriptura (TT); fé; graça; Cristo; a

Sola: Scriptura (TT); fé; graça; Cristo; a Deus toda a glória; igrejas locais. Defender e edificar.

1

Sola: Scriptura (TT); fé; graça; Cristo; a Deus toda a glória; igrejas locais. Defender e

Sola: Scriptura (TT); fé; graça; Cristo; a Deus toda a glória; igrejas locais. Defender e edificar.

ECLESIOLOGIA - a Doutrina das Igrejas (locais, claro) dos Salvos do Novo Testamento. Hélio de
ECLESIOLOGIA - a Doutrina das
Igrejas
(locais, claro) dos Salvos do Novo Testamento.
Hélio de Menezes Silva

Dedico este trabalho primeiramente a Deus, com oração de que Lhe apraza usar para fortalecimento doutrinário e espiritual de pastores, seminaristas, professores e crentes em geral.

Também dedico este escrito a quatro pastores (em ordem cronológica de quando os conheci):

1) Bob Redding, Pastor da minha igreja entre 1977 e 1981, First Baptist Church of Waterloo, Ontario, Canada. O maior e mais profundo estudioso e professor da Bíblia que eu já conheci pessoalmente, e um dos maiores entre os que conheci por escritos. Certamente a pessoa que causou maior impacto na minha vida cristã. Mestre inigualável, sua vida me foi exemplo e inspiração. 2) João Pereira de Oliveira, Pastor da Igreja Batista Regular Emanuel, João Pessoa, PB, de que tenho a honra e alegria de ser membro desde 1998, e a quem tenho aprendido a amar e admirar tanto pelos posicionamentos bíblicos que tem formado e coragem e firmeza em defendê-los, com humildade e dependência de Deus, como também pelo amor e companheirismo que tem dispensado a mim e a minha família. 3) Emídio Viana, Pastor da Igreja Batista Regular Cidade Satélite, em Natal, que desde a década de 90 tem valorosamente batalhado em defesa da posição "perfeita preservação da Bíblia, portanto através do uso incessante pelas igrejas fiéis, portanto somente através do Texto Tradicional que embasou todas as Bíblias da Reforma". Ele me tem sido um forte apoio espiritual, um exemplo e inspiração em muitas áreas espirituais, e um dos 2 ou 3 melhores amigos que Deus me deu nesta vida. 4) Calvin Gardner, Missionário e Pastor que organizou a Primeira Igreja Batista Independente em Catanduva, SP. Apesar de só nos conhecermos pela Internet, tenho aprendido a amá-lo e admirá-lo pelo cristão que é, espalhando o perfume das graças cristãs

2

mesmo através dos emails e amizade e conselhos com que me presenteia, e pela firmeza e profundidade das centenas de artigos e sermões em seu site http://www.geocities.com/wbtbrazil, que considero o mais completo em linha portuguesa, como de uma igreja batista de linha mais que fundamentalista Em 1999 ele revisou muitos capítulos deste livro eletrônico, fazendo valiosas sugestões para melhorá-lo.

Dividiremos o estudo da Eclesiologia assim:

0. PRELIMINARES E INDEX

1. A IGREJA É SUMAMENTE IMPORTANTE

2. O QUE IGREJA NENHUMA IGREJA É

a. Não é Substituição / Continuação / Expansão de Israel, nem da Lei

b. Não é "Organização Difusa" Cujos Membros não se Reúnem

c. Não é "Organização Difusa", Cujos Membros não têm Definidas e Unânimes Convicções Doutrinárias e Práticas

d. Não é "A Igreja Universal Atual na Terra", Cujos Membros nem se Reúnem, nem têm as

Mesmas e Firmes Convicções Doutrinárias e Práticas, Rigorosamente Bíblicas

e. Não é Denominação, Confissão, Convenção, Associação, União, Comunhão, Federação, Confederação, Seminário, Missão, etc.

f. Não é o Reino de Deus

g. Não é o Reino dos Céus

h. Não é o que os "Briders" Ensinam

i. Não é o Prédio

j. Não é Departamento, Célula, Pedaço de Igreja Local, Ministério Paralelo ou Independente

k.

Não é o que a Seita "A Igreja Local" Ensina

3.

OS 3 SENTIDOS DE "IGREJA"

a)

5 das 115 ocorrências da palavra "ekklesia" no Novo Testamento nada têm a ver com

uma igreja neotestamentária

b) 57 das 115 ocorrências da palavra "ekklesia" no Novo Testamento têm o 1o. sentido, o

de uma igreja local, específica, visível, atual, independente das outras igrejas, e reunindo-se num local específico sobre a terra

c) 36 das 115 ocorrências da palavra "ekklesia" no Novo Testamento também têm esse 1o.

sentido, o de uma igreja local, específica, visível, atual, independente das outras igrejas, e

reunindo-se num local específico sobre a terra

d) 16 das 115 ocorrências da palavra "ekklesia" no Novo Testamento têm simultaneamente:

- o 2o. sentido (o de igreja local tomada como substantivo abstrato; e

- o 3o. sentido (o da igreja local totalizada futura):

e) 01 das 115 ocorrências da palavra "ekklesia" no Novo Testamento só tem o 3o. sentido, a

saber, de igreja local totalizada futura

f) 00 (zero!) das 115 ocorrências da palavra "ekklesia" no Novo Testamento têm sentido de

igreja universal - difusa - atual

g) A IGREJA UNIVERSAL E INVISÍVEL: UMA TEORIA E UM MITO (Steve

Montgomery

3

4.

FIGURAS [DOS 3 TIPOS] DAS IGREJAS (SEMPRE LOCAIS)

 

a.

EDIFÍCIO (=Templo) de Deus,

b.

CORPO do Cristo

c.

NOIVA a ser unida ao Cristo

d.

RAMOS da Videira

e.

REBANHO de Ovelhas

f.

SACERDÓCIO Santo e Realesco

g.

REIS-SACERDOTES

h.

NOVA CRIAÇÃO

i.

HERDEIRO de Deus e CO-HERDEIRO com o Cristo

 

j.

LAVOURA de Deus

k.

COLHEITA de Deus

l.

SERVOS

5.

INÍCIO DAS IGREJAS locais (nos seus 3 sentidos)

a)

EDIFÍCIO (=Templo) de Deus,a) NÃO foi quando Paulo estava na prisão em Roma

b)

NÃO foi após o último relato de submersão, no Novo Testamento

 

c)

NÃO foi quando Antioquia enviou Paulo como missionário, em At 13

d)

NÃO foi quando Cornélio foi salvo, em At 10:44-45

e)

NÃO foi quando Paulo foi salvo, em At 9

f)

NÃO foi em Pentecostes, em At 2

g)

NÃO foi antes do ministério do Cristo sobre a terra

h)

Portanto, FOI durante o ministério do Cristo sobre a terra

 

i)

Seis possibilidades para o início da 1a. igreja local (seguramente nos dias do Cristo sobre

a terra)

6.

SUBMERSÃO COM / EM / DENTRO DE O ESPÍRITO SANTO

 

a.

5 Erros Comuníssimos E Que Nos Deixam Perplexos (Donde Vêm?)

b.

É Toda Submersão Em Água?

c.

Que Foi A Submersão Com / Em / Dentro De O Espírito Santo?

 

7.

CARACTERÍSTICAS DAS 1AS. IGREJAS LOCAIS

a.

Características das 1as. Igrejas Locais, Restringindo-nos Apenas ao Livro de ATOS

b.

Características das 1as. Igrejas Locais, Afora o Livro de Atos

 

c.

Quatro Razões Para O Vertiginoso Crescimento Do Cristianismo No Mundo Antigo

8.

PLANTANDO-ORGANIZANDO UMA IGREJA local

 

1o. passo: Deus chama e envia um crente obediente 2o. passo: Ele prega. Prega a Palavra. Só ela 3o. passo: Comecemos por onde há mais ouvintes e estes parecem ser mais promissores e parecem ser, se convertidos, mais importantes para levar o evangelho adiante 4o. passo: Começar a igreja em UMA, uma só ***CASA*** 5o. passo: O pregador não deve adquirir nem construir nem alugar nada para a nova igreja 6o. passo: Extremo cuidado deve ser tomado com crentes vindos de outras doutrinas e práticas 7o. passo: [mais] NOVOS nascimentos

4

8o. passo: Submersões em água 9o. passo: Alistamentos como membros votantes 10o. passo: O ideal é que a grande maioria seja de frutos deste trabalho missionário, não de "transferências" 11o. passo: Sólido ensino, discipulamento e treinamento prático, local 12o. passo: Escolha de líderes locais, pela igreja local 13o. passo: Satisfação das exigências da lei (não antibíblicas) e da sabedoria 14o. passo: Se e quando construir for incontornável

9. ORGANIZAÇÃO [interna] DE CADA IGREJA local

a. Tempos de Reunir Específicos

b. Cultuar Regularmente Através de:

c. UM, UM Padrão Doutrinário

d. Cinco Tipos de Homens que são "Dons do Espírito Santo"

e. Cartas de Recomendação

10. ANCIÃOS (presbíteros)

a. Definição em sentido mais largo e genérico, de "varão maduro"

b. Definição em sentido mais estreito e técnico, de "pastor ou diácono"

c. Mesmo neste sentido técnico, presbítero não corresponde a um cargo-ofício

d. Presbítero-pastor **E** presbítero-diácono devem ser:

11. PRESBÍTERO- PASTOR (bispo )

a. O Pastor = Bispo É Chamado De

b. Seu Dever- META

c. O Valor Do Seu Trabalho. Ele É:

d. Pré-Requisitos Que Ele Viu Dentro de Si

e. Pré-Requisitos Que A Igreja Viu Nele

f. Deveres Do Presbítero- Pastor- Supervisor Para Com A Igreja

g. Não Deve ser:

h. Deve Pregar:

i. O Presbítero- pastor Fiel -- Recompensas

j. O Presbítero- pastor Infiel -- Castigos

k. Deveres do Rebanho para com o Pastor

12. PRESBÍTEROS- SERVIÇAIS (diáconos)

a. Definições

b. Deveres- META Dos Presbíteros- Serviçais

c. Pré-Requisitos

d. Alta Recompensa

e. Todo Crente

f. Exemplos

13. GOVERNO NA IGREJA LOCAL

a. Governo Independente e Local

b. Governo Congregacional, por Votação Universal e Igualitária

c. Votação por Erguer de Mãos (ou, em casos especiais, secretamente?)

5

d.

Disciplinamento de Membro

e. Tomada de Decisões

f. Recebimento de Delegados

g. Envio de Solicitantes de Ajuda

h. Escolha e Envio de Membro como Missionário

14. ORDENANÇA MEMORIAL DA SUBMERSÃO

Preliminar: SACRAMENTO ou ORDENANÇA MEMORIAL?

a. Submersão ORDENADA

b. Submersão OBEDECIDA

c. A Submersão do Cristo DIFERE DA DE JOÃO, o Submersor

d. Submersão é IDENTIFICAÇÃO

e. Submersão é CONFISSÃO

f. Submersão PRESSUPÕE e DEMONSTRA:

g. Submersão NÃO SALVA NEM AJUDA A SALVAR

h. MODO da Submersão

i. Submersão é (simultaneamente) EM NOME DE: o PAI, e o FILHO, e o ESPÍRITO SANTO. Mt 28:19

j. QUANDO da Submersão

k. QUEM é Submerso

l. QUEM Submerge

m. ALISTAMENTO no Rol de Membros

15. ORDENANÇA MEMORIAL DA CEIA DO SENHOR

a. Nomes no Novo Testamento

b. Instituidor da Ceia

c. 3 Olhares na Ceia

d. Significado da Ceia

e. Participantes da Ceia

f. Ministrador da Ceia

g. Quando's da Ceia

h. Onde's da Ceia

i. Como's da Ceia

j. Ambiente da Ceia

k. Penalidades

l. Exortação

16. DISCIPLINA PELA IGREJA LOCAL

a. Necessidade (Obrigação!) Inescapável da igreja Disciplinar

b. A Base da Disciplina

c. Propósito do Disciplinar

d. Atitude de Coração, ao Disciplinarmos

e. Exageros Condenáveis, No Disciplinar

f. Progressão e Modos da Disciplina|

g. Esta Progressividade Só Se Aplica A Irmão Da ***MINHA*** Igreja Local, O Qual

***ME*** Ofendeu / Escandalizou

h. Perdão e Restauração

6

i.

O Escopo da Disciplina

j. 3 Reações à Disciplina:

k. Objeções e Perguntas

l. Processos Legais, por Disciplinar

17. PROPÓSITO DE CADA IGREJA local

a. O Propósito De Cada Igreja Local NÃO É - O Propósito De Cada Igreja Local É:

b.

Glorificar Deus

c.

Evangelizar TODO o MUNDO

d.

Edificar a si Mesma

e.

Purificar a si Mesma Ef 5:26-27

f.

Restringir e Iluminar o Mundo

g.

Promover Tudo que é bom para as Seguintes Pessoas

h.

Demonstrar A Graça De Deus Ef 2:7; 3:6,10; 1Pd 2:9

i.

Em Resumo

18.

O FUTURO DAS IGREJAS LOCAIS

 

a. As igrejas Locais não Converterão o Mundo

b. Cada Salvo do NT Será Arrebatado pelo Noivo

c. Será Examinado e Recompensado no Bema [o tribunal de galardoamento, por Cristo]

d. Todos Os Salvos Do NT Formarão Uma Só Igreja (Local), Uma Só Noiva

e. Esta Igreja Local Totalizada Futura Será Unida Ao Noivo, Nas Bodas Do Cordeiro

f. Cada Salvo Do NT Sentar-se-á Com Cristo, Na Ceia Das Bodas Do Cordeiro

g. Cada Salvo Do NT Reinará com o Cristo

h. Cada Salvo Do NT Compartilhará A Nova Jerusalém Com Cristo, Eternamente

i. Cada Salvo Do NT Ilustrará A Glória Do Cristo, Eternamente

19. O LUGAR DA MULHER NA IGREJA local

a. A Mulher NÃO Pode, Na Igreja

b. 2 Razões Destas Proibições

c. Respostas Às Possíveis Contestações

d. (Ante Ajuntamento Com Homens Presentes), A Mulher Pode, Regozijando

e. A Mulher Deve Reconhecer O Lar Como Principal Esfera de Atividade

f. Pode, DEVE Ensinar a Mulheres e Crianças

g) Algumas Distinções Especiais De Mulheres (adaptado da Bíblia de Thompson)

20. MÚSICA (SANTA) NA IGREJA local (SANTA)

0. Como o Diabo Está Atacando as B-O-A-S Igrejas!

1. Música no Velho Testamento

2. Música: Dom de Deus, Veio do Céu

3. Música Foi Corrompida pelo Pecado

4. Música Identifica

5. Música Carnal Corrompe

6. Música Espiritual (Santa) Alimpa

7. Instrumentos

8. Palmas

7

9.

Balanceios e Danças

10.

Testes

11.

Teste-Resumo: Agrada a Deus? Totalmente? Só a Ele?

21.

NÃO PALMAS, RITMOS E INSTRUMENTOS DE DANÇA, OU CARISMÁTICOS

1. Palmas

2. Danças

3. Os CULTOS (no Tabernáculo, no Templo, nas sinagogas, nas igrejas do N.T., e nas

igrejas primitivas) SEMPRE (!!!) FORAM SINÔNIMOS DA MAIS PROFUNDA (!!!) REVERÊNCIA (!!!)

4. O Objetivo do Verdadeiro Culto é Plenamente (!!!) Agradar a Deus, Somente (!!!) a

Deus

5. Expressões Culturais Devem Ser Filtradas, Não Somente Adotadas

6. Só Quem Quer Ser Cego Não Enxerga o Mal Que a "Música Evangélica

Contemporânea" Pode Fazer e Tem Feito às Verdadeiras e Fiéis Igrejas

7. Palmas Ritmadas, Instrumentos e Ritmos Dançáveis, Balanços do Corpo, etc., Resultam

em Mortíferos Frutos

8. O N.T. Especifica Tudo o Que Deve Compor Nossos Cultos, e Omite Palmas e Balanços

de Corpo

9. Mesmo Se No V.T. Pudessem Haver Palmas e Danças nos Cultos, Deus, no N.T.,

Aperfeiçoou o Culto

10. A Música Dos Cultos a Deus, Pelas Igrejas, Tem que Ser Espiritual, Não Pode Ser

Carnal

11. Mesmo Se Tivéssemos Todo o Direito a Palmas, Instrumentos e Músicas Dançáveis,

Balanços de Corpo, etc., Teríamos Que Renunciar a Eles, Pois

12. A Palavra do Deus de Amor, Nosso Senhor (!!!), Nos Dá Outras Instruções Que Nos

Levam a Separar-Nos Totalmente das Palmas e Danças

22. MÚSICA CULTUANDO A DEUS NO N.T. E NOS 1 OS SÉCULOS: SEM

INSTRUMENTOS?

1. Entendamos As Palavras Chave: salmo, salmodiar, hino, cantar hinos, cântico, cantar

2. Passagens Sobre Música, no N.T.

3. DEVEMOS NOS ESPELHAR SÓ NO NOVO TESTAMENTO (não na prática comum

de hoje, e não no V.T.!):

3.1 há quatro tipos de adoração no N.T.

3.2. o significado de adoração "na verdade"

3.3. a música na adoração "em verdade": foi vocal; enfatizava o espiritual; contrastava

com a do V.T.

3.4. pretextos usuais para o uso de instrumentos

4. A Música Nas Igrejas Dos Primeiros Séculos. Citações

5. Conclusão

23. Principais OBRAS CONSULTADAS

8

Todas as citações bíblicas são da (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB), autêntica herdeira da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753) e traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma) como o Textus Receptus. Para começar a ter uma idéia da gravidade de muitas das MILHARES de deturpações de

todas as "Bíblias" alexandrinas (baseadas no Texto dos incessantes Críticos), em relação às Bíblias do TR, leia, por EXEMPLO, http://solascriptura-tt.org/Bibliologia- Traducoes/AAlmeidaAtualizadaExposta-Helio.htm

http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-PreservacaoTT/ExpondoErrosNVI-Jun2000-

Emidio.htm

9

"Ekklesia" vem de "ek" ("para fora") e "klesia" ("chamado"). Etimologicamente, significaria "assembléia de chamados para fora". O termo era usado para descrever "um corpo de cidadãos, cidadãos corporal e fisicamente reunidos, reunidos com a finalidade de discutir os assuntos da sua cidade" (este é o sentido em At 19:39, onde está traduzido por "assembléia").

Esta simples consulta a todo e qualquer dicionário, mesmo o mais simples, mostra que há erros e confusões (terríveis e de terríveis conseqüências) no entendimento que a grande

maioria dos crentes (mesmo os mais sinceros), inconscientemente ou por falta de ensino e ponderação, dá ao termo "igreja", quando aplicado no sentido do Novo Testamento, às igrejas daqueles que foram salvos por crerem plenamente no Senhor Jesus Cristo e crerem plena e verbalmente na Bíblia:

- Alguns a entendem como significando o seu prédio ("A minha igreja é toda revestida de

mármore, é a mais rica do país, orgulho-me das suas torres, morro por elas. Mas não ligo muito para todas as pessoas que costumam ir à minha igreja." Etc.);

- Outros fazem certo grau de mistura da igreja com Israel e a Lei ("Vou ao meu templo, ao

santuário da minha igreja, até o altar do santíssimo do tabernáculo, oferecerei o meu holocausto, depois ouvirei o meu sacerdote, pagarei o meu dízimo aos levitas e à descendência de Arão. Foi a minha igreja que me casou, lá apresentarei o meu filhinho na

sinagoga de Cristo, e o aspergirei em lugar da circuncisão israelita. Sou da mesma igreja de Abraão e herdarei todas as promessas a ele feitas, se eu cumprir a Lei e guardar meu sábado cristão." Etc.).

- Outros a desprezam por uma tal de igreja universal ("Minha única igreja verdadeira é a

igreja invisível, ela é a única que me interessa, eu não preciso ser membro nem ser fiel a nenhuma igreja local específica, portanto eu freqüento a todas sem me amarrar a nenhuma. Abaixo as separações, abaixo as diferenças doutrinárias, sejamos uma só religião, sejamos 'A Igreja'." Etc.).

- Outros a entendem como uma organização de tamanho micro ou mega ("Eu amo a minha

Convenção Brasileira da Igreja Reformada dos Maiorais. Ela é riquíssima e nenhuma tem tão nobre tradição. O grupo local aonde eu vou é de somenos importância, o que importa é a denominação." Ou "Minha verdadeira lealdade, minha verdadeira igreja passou a ser a

Antiigreja do Apóstolo X, a ela dou todo meu dinheiro e tempo e energia." Ou "Já eu passei para a Igreja Via TV, é eletrizante chamarmos uns amigos e curtirmos o embalo cantando a plenos pulmões e balançando a pleno suor, e ninguém faz cobranças (afora dinheiro) nem nos disciplina." Etc.)

- Etc.

10

O objetivo deste livro eletrônico é, fundados somente nas Escrituras e nada mais, examinarmos com todo rigor e profundidade quais são o real significado e características e doutrinas e práticas estabelecidos por Deus para cada igreja local neotestamentária.

Veremos que, no Novo Testamento, só existem: (1) cada igreja local, (2) a igreja local totalizada futura, e (3) a igreja local tomada como substantivo abstrato. A difundidíssima crença em "A Igreja Universal, Difusa, Atual" é herança de tradição humana, a pior delas, a Romanista!

Eclesiologia (a Doutrina da Igreja), apesar de ser uma das doutrinas mais importantes e mais em crise e mais criticamente necessária de ser estudada nos dias atuais, é provavelmente a mais omitida e desprezada mesmo em alguns dos mais firmes e fundamentalistas seminários e livros e púlpitos. Seria o assunto mais polêmico da cristandade, se já não fosse o mais evitado: causa-me espanto e desapontamento ver como ele é tocado de raspão ou quase que omitido em muitos dos mais firmes e fundamentalistas e profundos livros de Teologia Sistemática e púlpitos

Por isso, prezado leitor, por favor não abandone a leitura nem me tache de nada ruim logo aos 2 primeiros pontos que lhe chocarem. Por favor, prossiga, eu penso que somente ao final eu terei deixado mais claro algumas posições não mais muito usuais. Por favor, se você não concordar com 2 ou 3 pontos, não deixe isto lhe impedir de ver outros 20 ou 30 pontos, e passar a concordar que, embora não mais muito usuais, rigorosamente decorrem do Novo Testamento.

Hélio de M. Silva, 2003

11

A igreja (cada igreja local e a igreja local totalizada futura) é sumamente importante. Não há igreja universal (= católica). E, se existisse, não é a romana ou romanista, não é o romanismo. (Nota: a pedra de Mt 16:18, pedra angular ou de esquina, sobre a qual a igreja é edificada, é Cristo e não Pedro).

À luz do que os dicionários gregos trazem para o verbete "ekklesia", e à luz da Bíblia, não

há como escapar (maiores detalhes no capítulo 3) dessa definição:

"Cada igreja (ekklesia) neotestamentária é um grupo , um corpo local e organizado de pessoas que já foram salvas do caminho do Inferno (isto é, o Espírito Santo já as "chamou para fora" do mundo e do pecado, e elas biblicamente arrependeram-se, creram, foram regeneradas, convertidas. He 12:23), depois pediram e foram imersas em água e arroladas como membros daquela igreja local. Os membros de cada igreja se reúnem física e CORPORALmente, 1 OU MAIS VEZES POR SEMANA, num mesmo LOCAL FÍSICO, para, TODOS eles, [física e espiritualmente] JUNTOS, cultuarem a Deus com uma só doutrina e prática (perfeitamente definidas; e unanimemente cridas e defendidas entre os seus membros; e absolutamente neotestamentárias).".

Essa definição é o indispensável alicerce para podermos entender tudo o mais sobre quaisquer assuntos da doutrina da igreja.

À luz dessa definição, meditemos profunda e sinceramente em algumas passagens sobre a

suprema importância da igreja neotestamentária:

"Pois também eu te digo que tu és Pedro

MINHA ! igreja, e os portões do Inferno não prevalecerão contra ela;" (Mt 16:18. Ver também At 15:14; Ef 5:23; Cl 1:18; Ap 1:12-20) - Que significa "igreja", em "Eu edificarei a minha IGREJA"? Todos os protestantes (e, após a Reforma, particularmente a partir do século XX, infelizmente até mesmo alguns dos que clamam ser batistas) dizem que a igreja aqui referida (e em alguns outros versos das Escrituras) é a "igreja universal, atual e crescente, sobre toda a terra, uma organização nada definida e nada formalizada, cujos membros são definidos como sendo exatamente todos os que virão a ser salvos, de modo que quem não for membro dessa igreja universal não o é porque não está salvo". Ora, ainda que tão difundido, este é o maior erro que herdaram do romanismo, pois constitui-se na maior, na mais absurda contradição de palavras que já vimos: como pode "ekklesia" por definição exigir reunião física e regular de salvos, e por outro lado se aplicar, a dois salvos que, mesmo se tivessem absolutamente

[Nota 1]
[Nota 1]

, e sobre esta pedra [EU ! ] edificarei a

12

as mesmas doutrinas e práticas absolutamente neotestamentárias, não se reúnem 1 ou mais vezes por semana? Total, louco absurdo!

- "Eu edificarei a minha IGREJA" refere-se aos 4 seguintes tipos de igrejas:

a. A igreja local dos discípulos viajando com Cristo, a 1a. de todas as igrejas neotestamentárias (esta igreja transformou-se na abaixo (tipo b));

b. A igreja local de Jerusalém, a 1a. igreja neotestamentária com local fixo (esta igreja

desapareceu com o tempo);

c. A igreja local totalizada futura (hoje se congrega constantemente num só local, o

[terceiro] Céu; no Milênio e eternidade se congregará regularmente num só local, na cidade da nova Jerusalém); e

d. A igreja local tomada como substantivo abstrato (com aplicação a cada igreja local que

viria a existir). (vide capítulo 3, seção b, "A Igreja Local como Substantivo Abstrato),

- "EU", "MINHA": Quem edifica cada igreja local é aquele mesmo que, na eternidade

passada, com infinita e infalível sabedoria a projetou e decretou; que, na cruz, com infinito amor pagou o seu alto custo pelo seu insubstituível sangue; e que, hoje e para sempre, zelosamente a garante e assegura sua vitória constante, final e total: ele é o seu próprio dono e noivo, ele é o próprio Deus-Filho! Ó, louvado seja Deus, tudo é obra dele e não nossa! A igreja é de Cristo, não é nossa!

- "os portões do Inferno não prevalecerão contra ela" refere-se não a uma sucessão [comprovadamente inquebrada] de igrejas 100% bíblicas e que resistiram ao ataque perpetrado pelos portões (absurdo militar, portões são para defesa, não ataque; a finalidade dos portões é não deixar entrar quem está fora, nem deixar sair quem está dentro), mas sim

a que os portões do Inferno não resistirão contra o ataque [da pregação bíblica e salvadora]

pelos 4 tipos de igrejas acima descritos, ao contrário, serão vencidos [e almas que estavam indo para o Inferno serão resgatadas e irão para o Céu].

- Porque eu sou o menor ! dos apóstolos, que não sou digno ! de ser chamado apóstolo,

pois que persegui a igreja DE DEUS ! . (1Co 15:9, referindo-se primariamente à igreja de

Jerusalém; Ver também Gl 1:13,23; 1Tm 1:13)

- Olhai, pois, por vós, e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu

bispos, para apascentardes a igreja DE DEUS ! , que ele resgatou com seu próprio sangue. (At 20:28, referindo-se primariamente à igreja dos efésios)

- "DE DEUS": Cada igreja (nos sentidos a, b, c, d) não é nossa! Ela é de DEUS! É somente

a ele que ela deve agradar, não a nós mesmos, não aos nossos gostos e sentidos e preferências. Por outro lado, como cada verdadeira igreja local neotestamentária é propriedade de Deus, é ele que a edifica e guarda, e como isto nos conforta!

- Olhai, pois, por vós, e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ELE RESGATOU COM SEU

PRÓPRIO SANGUE ! . (At 20:28, referindo-se primariamente à igreja de Éfeso). Que preço de resgate, o próprio sangue do Deus-Filho! Que supremo amor o do nosso Salvador

e

Senhor Jesus o Cristo, portanto que suprema importância da igreja local totalizada futura

e

de cada igreja local!

-

Cristo

AMOU ! a igreja ! , e a si mesmo se entregou ! POR ELA ! , (Ef 5:25, referindo-se

primariamente à igreja de Éfeso. Ver também At 15:14). Como Jesus ama cada uma de suas igrejas, e a igreja local totalizada futura! O Deus-Filho se entregou pela igreja! Que amor sem igual, o amor de Cristo à igreja local totalizada futura, e à cada igreja local

13

verdadeiramente bíblica!

Regozijo-me agora no que padeço por vós, e na minha carne cumpro o resto das aflições de Cristo, pelo SEU CORPO ! , QUE É A IGREJA ! ; (Cl 1:24, referindo-se primariamente à igreja dos Colossenses). Cada igreja local (nos sentidos a, b, c, d) é o corpo do nosso Senhor Jesus, o Cristo.

Oh, quão incomparavelmente importante é a igreja local totalizada futura (portanto, hoje, é cada igreja local verdadeiramente bíblica, mesmo aquela bem pequenina, numa casinha de pé de serra)! "33 Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos! 36 Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém." (Rm 11:33,36)

A igreja local totalizada futura (portanto cada atual instância dela, cada igreja local) é a

noiva de Cristo, será que podemos apreender o quanto é isto?

A igreja local totalizada futura (portanto cada atual instância dela, cada igreja local) é a

única noiva de Cristo, é a amada, a única amada, a eternamente amada, é aquela que ele comprou com seu próprio sangue, será que podemos apreender o quanto é isto???

Nunca desprezemos a noiva de Cristo, nunca lhe joguemos lama!

E nunca a queiramos substituir por qualquer outra coisa (ou método) aparentemente muito

mais bela, mais eficiente e melhor. Nunca aceitemos alternativas paralelas, por melhor que pareçam os seus pretextos. Demos à noiva de Cristo (portanto a cada igreja local verdadeiramente bíblica) exclusividade indisputada. Demos-lhe todos os nosso amor, e lealdade, e tempo, e esforço. Nunca, jamais a pretiramos por uma organização denominacional ou a/ anti/ inter/ intra/ supra/ pró/ ajudadora/ para/ meta igreja. Nada disso tem sequer 1 átomo de suporte no Novo Testamento, onde podemos encontrar 115 vezes a palavra "ekklesia" (sempre nos sentidos a, b, c, d, nunca no sentido de "igreja universal- atual"), mas jamais encontraremos 1 só ocorrência de uma palavra tal como: seminário de várias igrejas; hierarquia ou denominação ou convenção ou associação ou comunhão ou união ou federação ou confederação ou confraternização ou aliança ou sociedade ou clube de igrejas! Nunca tenhamos uma concubina rivalizando com a noiva de Cristo, seja tal concubina a tal igreja universal-atual A, os Distribuidores Não Denominacionais de Bíblias B, o Encontro de Casais com Cristo da Denominação C, a Associação de Igrejas D, a Aliança Bíblica Adenominacional de Estudantes e Profissionais E, a Igreja Virtual Só pela TV F, Os Proclamadores Paradenominacionais do Evangelho G, etc. Nunca sejamos crentes do sub-sub-departamento D de nossa igreja local L, mas também nunca sejamos crentes de 2 igrejas da mesma denominação H, nem, pior, crentes que a cada semana freqüentam "o melhor" que houver em qualquer igreja da nossa denominação na cidade, nem, pior ainda, freqüentam o Louvorzão / Rebanhão / Evangelhão / Eventão não denominacional da cidade. Morram todas essas coisas não encontradas no Novo Testamento, vivam as igrejas locais, a bendita noiva de Cristo, que encontramos nas páginas do Novo Testamento.

14

[Nota 1]
[Nota 1]

- MT 16:18. PEDRO. A PEDRA.

Os Romanistas fazem de Mt 16:18 (segundo a mirabolante interpretação deles) talvez o seu maior pilar:

a) [Interpretando que Pedro é que é a rocha de Mt 16:18,] clamam que Pedro é a principal

pedra de esquina sobre a qual toda a única e verdadeira Igreja válida foi, está sendo, e será edificada.

b) Alegam que esta Igreja, sendo a verdadeira e a única, é necessariamente universal

(católica significa universal), de modo que quem nela não estiver não pode de modo nenhum estar salvo.

c) Ensinam que Mt 16:18 assegura que a verdadeira e única e universal Igreja válida:

jamais seria corrompida, nem destruída, nem substituída; nem poderia existir outra igreja

válida e diferente dela.

d) Clamam que Pedro foi o primeiro Papa da Igreja Católica Apostólica Romana (ICAR).

e) Dizem que todas as outras igrejas (grega ortodoxa, e todas as dezenas de denominações

da Reforma, e todos os milhares de denominações "protestantes" de hoje) saíram, apostataram da ICAR. (Ecumenismo = esforço para que todos os crentes tolos voltem a Roma, submetam-se ao papismo). f) Portanto, dizem que a verdadeira e única Igreja válida é a "Igreja Universal Apostólica Romana", todas as outras sendo diabólicas e levando ao Inferno.

Refutemos cada uma dessas loucas alegações de Roma:

a, f) CRISTO é que é a verdadeira e suprema Rocha, a principal pedra de esquina sobre quem e por quem toda a igreja local totalizada futura está sendo edificada:

- "Segundo a graça de Deus que me foi dada, pus eu, como sábio arquiteto, o fundamento, e outro edifica sobre ele; mas veja cada um como edifica sobre ele. Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é JESUS CRISTO." (1Co

3:10-11).

- "Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que JESUS CRISTO é

a principal pedra da esquina"; (Ef 2:20). Note que não é feita nenhuma distinção de nível

entre os apóstolos: cada um é igual ao outro; se Pedro fosse a pedra principal de esquina, também os outros apóstolos o seriam do mesmíssimo modo, o que é um absurdo, pois só pode haver uma pedra PRINCIPAL, de esquina.

- O próprio Pedro (assoprado pelo Espírito Santo que jamais falha em sequer uma letra!)

escreveu que Cristo é que é a verdadeira e suprema Rocha: "E, chegando-vos para ELE, PEDRA VIVA, reprovada, na verdade, pelos homens, mas para com Deus A PEDRA ELEITA E PRECIOSA, 6 Por isso também na Escritura se contém: Eis que ponho em Sião a PEDRA PRINCIPAL DA ESQUINA, ELEITA E PRECIOSA; E quem nela crer não será confundido. 7 E assim para vós, os que credes, é preciosa, mas, para os rebeldes, a PEDRA que os edificadores reprovaram, essa foi a PRINCIPAL DA ESQUINA, 8 E uma pedra de tropeço e rocha de escândalo." (1Pe 2:4,6-8). Portanto, o próprio Pedro (na realidade foi o próprio Deus-Espírito Santo, usando a pena e a tinta de Pedro) nos deixou a interpretação de Mt 16:18: A Pedra de esquina, sobre a qual

15

seria edificada a igreja local totalizada futura, é Cristo.

- Concordamos que Pedro recebeu o poder de (discernir e anunciar, não causar) ligação e desligamento:

"E eu te darei as chaves do reino dos céus; e tudo o que ligares na terra, será que já foi ligado nos céus; e tudo o que desligares na terra, será que já foi desligado nos céus." (Mt 16:19, tradução literal do TR).

- mas TODOS os apóstolos também receberam exatamente este mesmo poder de (discernir e anunciar, não causar) ligação e desligamento (Mt 18:18; Jo 20:23):

"Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra, será que já foi ligado no céu; e tudo o que desligardes na terra, será que já foi desligado no céu." (Mt 18:18, tradução literal do TR). "Àqueles a quem perdoardes os pecados, é que eles já lhes estão perdoados; e àqueles a quem os retiverdes, é que eles já estão retidos." (Jo 20:23, tradução literal do TR).

- Mesmo que Pedro e os demais dos 12 apóstolos e os 70 discípulos tivessem tido o poder

de causar ligação e desligamento no Céu (e não tiveram poder de causar, mas sim de discernir e anunciar), tal poder foi exclusivo deles (ver, por exemplo, 2Co 12:12), nada na Bíblia deixa a menor brecha para eles terem tido sequer 1 herdeiro dos mesmo poderes.

Ademais, a História está repleta de terribilíssimos erros, conflitos, contradições, pecados dos Papas, tais como a Inquisição, etc.

- Pedro foi o mais falível de todos os apóstolos. Mt 16:22,23; Gl 2:11.

- Pode a igreja ter mais do que um cabeça [Cristo+Papa]? Ef 5:23 e Cl 1:18 respondem que

não:

"Porque o marido é a cabeça da mulher, como também CRISTO é A cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo." (Ef 5:23). "E ELE é A cabeça do corpo, da igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência." (Cl 1:18).

b, f) Todo aquele que crer biblicamente no Cristo da Bíblia (portanto, também, na Bíblia do Cristo) pertencerá à igreja local totalizada futura:

- "Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida." (Jo 5:24).

- "Disse-lhe Jesus: EU sou O caminho, e A verdade e A vida; ninguém vem ao Pai, senão por MIM." (Jo 14:6).

c) No capítulo 3 mostraremos com mais detalhes, pelas Escrituras, que não há essa tal de igreja universal, atual, sobre a terra, uma organização hierárquica única bem definida e formalizada (ou nada definida e nada formalizada) cujos membros são definidos como sendo exatamente todos os que virão a ser salvos, de modo que quem não for membro dessa igreja universal não pode estar salvo. Mas por enquanto, para efeito de argumentação, suponhamos que já hoje exista essa tal "Igreja universal". Bem, e daí? Será que, em Mt16:18, Deus referiu-se a uma organização hierárquica bem definida e formal que possa hoje provar ter existido ininterrupta e

impecável e imutavelmente desde o ano 33, 34, 35,

jamais ter sido corrompida nem destruída nem substituída, nem ter existido outra igreja válida mas diferente dela? De modo nenhum, pois jamais isto foi sugerido desde a primeira

, 100, 200, 300,

até o presente, sem

16

até a última página do Novo Testamento! E, mesmo se Deus tivesse se referido a uma tal coisa, certamente ela NÃO é a ICAR, cujo sistema herético total só começou a nebulosamente despontar lá pelo século IV e só é mais definidamente reconhecível a partir do século VI (ver http://solascriptura-tt.org/Seitas/Romanismo/ListOfCatholicHeresies- Testa.htm).

d) Pedro não é propriedade exclusiva de nenhum igreja local, muito menos de toda uma denominação hierárquica, e infinitamente menos do Romanismo.

- A Bíblia não dá a menor sombra de espaço para Pedro jamais ter sequer ido a Roma. Gl

2:8 mostra que Deus deu a Paulo o ministério entre os gentios, mas reservou a Pedro o ministério entre os judeus. Segundo todos os indícios da Bíblia, Pedro jamais saiu dos confins da Judéia e Samaria e Galiléia, nunca foi bispo de Roma, pior ainda por vários anos, e de modo algum foi morto em Roma, como o dizem tantos historiadores suspeitíssimos (todos eles extremamente pró Roma). Os romanistas dizem que Paulo e Pedro foram mortos quase ao mesmo tempo, na perseguição por Nero após este ter incendiado Roma, mas ficam desmoralizados quando alguém lhes faz notar que Paulo,

escrevendo sua última epistola, a segunda carta a Timóteo, talvez poucos dias antes do incêndio e de ser morto, menciona por nome os mais relevantes crentes que estavam em Roma, mas não faz a menor das menores menção ao nome de Pedro, nem que este já por muitos anos era "o bispo de Roma" (portanto era o Papa do mundo), como o querem os romanistas, em seus delírios!!!

- Seguramente Pedro nunca foi Papa nem Romanista, pois odiou e combateu radicalmente

todas as doutrinas e práticas que, bem depois, viriam a formar a Grande Babilônia. Pedro não tem nada a ver com o Romanismo, o Papismo! **SE** Deus quisesse e ressuscitasse a Pedro nos nossos dias, este jamais aceitaria ser membro de uma filial da igreja romanista,

que abertamente viola todos os mais evidentes princípios da Bíblia (fabrica e adora ídolos; incentiva a adoração a Maria e a outras criaturas humanas, vivas e morta; proíbe o casamento de seus sacerdotes; da forma mais cruel imaginável perseguiu e torturou e matou de 45 a 75 milhões de pessoas, na Inquisição; acumula riquezas; recusa homens casados para o ministério; prega salvação com ajuda de sacramentos e igreja e obras; mata Cristo a cada missa em cada dia; o Papa aceita e a ICAR espera e exige que ele seja reverenciado pelos homens; etc.) (Novamente, ver http://solascriptura- tt.org/Seitas/Romanismo/ListOfCatholicHeresies-Testa.htm).

- Pedro seria membro de uma igreja com doutrina e prática semelhantes aos de algumas

poucas igrejas dos dias de hoje e que, mesmo que não tenham tais nomes, tenham doutrina e práticas semelhantes àquelas dos melhores anabatistas e batistas de sempre (atenção:

somente poucas das igrejas atuais, mesmo entre as que ainda usam tais nomes, ainda procuram manter as doutrinas e práticas realmente neotestamentárias).

e) Sempre, ininterruptamente houve igrejas locais (terrivelmente perseguidas e caluniadas pela ICAR) basicamente mantendo tais doutrinas e práticas realmente neotestamentárias, mesmo que fossem apenas 2 ou 3 pessoas pobres e humildes reunindo-se secretamente em casas ou cavernas ou florestas ou montanhas. Os membros de tais igrejinhas perseguidas foram chamados de Montanistas, Valdenses, Paulinenses, Catari, etc., enfim, Anabatistas. Foram chamados de hereges e foram muito caluniados. Em www.geocities.com/wbtbrazil, leia "O Rastro de Sangue ('Acompanhando os Cristãos através dos séculos,' ou 'A História dos Batistas, desde o tempo de Cristo, seu fundador, até os nossos dias.' ", J. M. Carroll,

17

um clássico, um dos melhores e mais influenciais livros jamais escritos. Prova da continuidade das igrejas fiéis: Ef 3:21 A Esse é a glória na assembléia {*}, em Cristo Jesus, para todas as gerações {*} dos séculos dos séculos . Amém. {* Prova de que, a cada geração, sempre

houve igrejas verdadeiras [mesmo Roma as tendo perseguido e morto e tentado apagar todo o rasto de sangue delas]}

18

Nenhuma igreja neotestamentária é organização onde os membros não se reúnem fisicamente, todos eles, a cada semana; nem é o seu prédio; nem é o Reino de Deus; nem é o Reino dos Céus; nem é o que os Briders ensinam; nem é o que a seita "A Igreja Local" ensina; nem é continuação de Israel ou da Lei. E não comporta um seu membro também sê-lo de outra igreja.

Antes de tudo, relembremos a definição extraída dos dicionários de grego e das páginas do Novo Testamento (compare, por exemplo, com At 2:37-47):

"Cada igreja (ekklesia) neotestamentária é um grupo , um corpo local e organizado de pessoas que já foram salvas do caminho do Inferno (isto é, o Espírito Santo já as "chamou para fora" do mundo e do pecado, e elas biblicamente arrependeram-se, creram, foram regeneradas, convertidas. He 12:23), depois pediram e foram imersas em água e arroladas como membros daquela igreja local. Os membros de cada igreja se reúnem física e CORPORALmente, 1 OU MAIS VEZES POR SEMANA, num mesmo LOCAL FÍSICO, para, TODOS eles, [física e espiritualmente] JUNTOS, cultuarem a Deus com uma só doutrina e prática (perfeitamente definidas; e unanimemente cridas e defendidas entre os seus membros; e absolutamente neotestamentárias).".

Agora, comecemos este segundo capítulo deste livro eletrônico:

O QUE NENHUMA IGREJA É:

a. Não é Substituição / Continuação / Expansão de Israel, nem da Lei

Em todos os 3 sentidos de igreja (cada igreja local; a igreja local totalizada futura; e a igreja tomada como um substantivo abstrato), ela não é substituição / continuação / expansão das sinagogas; nem da Aliança com Abraão em Gn 12 ("Teologia do Pacto"); nem começou com Adão em Gn 3. Ver o capítulo "5. Início das igrejas locais".

Pensar que a igreja (em qualquer dos seus 3 sentidos) é a substituição / continuação /

expansão de Israel (ou seja, do Pacto com Abraão, Gn 12)

[Nota1]
[Nota1]

ou a substituição /

19

continuação / expansão do regime da Lei (Ex 19:8 + 2:2-17), é erro gravíssimo, que nunca deve ser cometido, senão:

- aplicaremos a nós mesmos promessas e exigências do Velho Testamento que são

específicas aos judeus;

- aplicaremos as nossas promessas e bênçãos a Israel;

- faremos da Doutrina das Últimas Coisas um caos absurdo;

- poderemos resvalar para Judaísmo Cristão, Cristianismo Messiânico, legalismo,

Adventismo do 7o. Dia, Israelismo Britânico, Mormonismo, Teologia do Pacto, etc.

Versos chaves mostrando que "ekklesia" difere de Israel:

Tiago, no Concílio de Jerusalém, diferenciou entre igreja e Israel / Lei: "13 E, havendo-se eles calado, tomou Tiago a palavra, dizendo: Homens irmãos, ouvi-me: 14 Simão relatou como primeiramente Deus visitou os gentios, para tomar deles um povo para o seu nome. 15 E com isto concordam as palavras dos profetas; como está escrito: 16 Depois disto voltarei, E reedificarei o tabernáculo de Davi, que está caído, Levantá-lo-ei das suas ruínas, E tornarei a edificá-lo. 17 Para que o restante dos homens busque ao Senhor, E todos os gentios, sobre os quais o meu nome é invocado, Diz o Senhor, que faz todas estas coisas, 18 Conhecidas são a Deus, desde o princípio do mundo, todas as suas obras. 19 Por isso julgo que não se deve perturbar aqueles, dentre os gentios, que se convertem a Deus. 20 Mas escrever-lhes que se abstenham das contaminações dos ídolos, da prostituição, do que é sufocado e do sangue. 21 Porque Moisés, desde os tempos antigos, tem em cada cidade quem o pregue, e cada sábado é lido nas sinagogas." (At 15:13-21)

"Nem se deita vinho novo em odres velhos; aliás rompem-se os odres, e entorna-se o vinho, e os odres estragam-se (*); mas deita-se vinho novo em odres novos (**), e assim ambos se conservam." (Mt 9:17) A lição é que o novo (a igreja local) não deve ser misturado com o velho. Israel (e a dispensação da Lei) e as igrejas locais (e a dispensação da Graça) não podem ser misturados nem confundidos em sequer 1 só milímetro. (*) Não se pense que um odre novo agüentaria a pressão da fermentação: nenhum odre, velho ou novo, o faria! O que é necessário é que aquilo que é novo não seja contaminado pelo que é antigo: ao se abrir o odre velho, a crosta nele depositada contamina-se em contato com o ar; e o novo e puro suco de uva, que nele vier a ser colocado, fermentará, e o romperá. (**) Sem resíduos velhos, contaminantes.

"18 Não te glories contra os ramos; e, se contra eles te gloriares, não és tu que sustentas

a raiz, mas a raiz a

não presumais de vós mesmos): que o endurecimento veio em parte sobre Israel, até ! que a plenitude dos gentios haja entrado. 26 E assim todo o Israel será salvo, como está escrito: De Sião virá o Libertador, e desviará de Jacó as impiedades." (Rm 11:18, 25, 26). As igrejas locais não substituíram nem são a continuação de Israel.

25 Porque não quero, irmãos, que ignoreis este mistério (para que

"Portai-vos de modo que não deis escândalo (1) nem aos JUDEUS, (2) nem aos

GREGOS, (3) nem à IGREJA de Deus." (1Co 10:32). Note que "judeus

gregos

20

igreja

e incontornável: Israel, os gentios, e as igrejas locais, são as 3 partições disjuntas da humanidade! Ninguém pertence a duas dessas partições, elas nada têm em comum uma com outra, cada pessoa está em uma e somente uma delas.

" são três coisas diferentes! Este é o verso chave, o verso mais claro, irrespondível

"De maneira que a lei nos serviu de AIO, para nos conduzir a Cristo, para que pela FÉ fôssemos justificados. Mas, depois que veio a fé, já não estamos debaixo de AIO. Porque todos sois FILHOS de Deus pela FÉ em Cristo Jesus." (Gl 3:24-26)

Outras referências: Rm 10:1 ("irmãos" é diferente de "Israel"); Rm 11:1

- "IRMÃOS, o bom desejo do meu coração e a oração a Deus por ISRAEL é para sua

salvação." (Rm 10:1) Notemos a distinção entre "irmãos" (os salvos da igreja local que

havia dentro da cidade de Roma) e "Israel".

- "Digo, pois: Porventura rejeitou Deus o seu povo (*) ? De modo nenhum; porque

também eu sou israelita, da descendência de Abraão, da tribo de Benjamim." (Rm 11:1) (* Israel). Deus não rejeitou Israel, não a substituiu pelas igrejas locais. Cada uma das promessas e características de Israel continua valendo literalmente, para a Israel literal.

"Igreja" (ekklesia) nunca se refere a uma nação; ao passo que "Israel" sempre o faz!

Resposta a possíveis objeções:

- Fp 3:3 não anula os versos acima, apenas deve ser visto no seu contexto imediato de

condenar os judaizantes, falsos cristãos que estavam pressionando os verdadeiros a se circuncidarem e guardarem a lei cerimonial dos judeus. Tudo o que Fp 3:3 ensina é que nós não precisamos de circuncisão física, basta-nos a espiritual: "Porque a circuncisão somos

nós, que servimos a Deus em espírito, e nos gloriamos em Jesus Cristo, e não confiamos na carne." (Fp 3:3). De modo algum isto anula as promessas específicas a Israel

e no-las transfere, compare com Rm 11, todo o capítulo.

- Rm 9:6, etc., não provam que somos substituto ou contaminação ou expansão de Israel,

mas sim que nem todo aquele que é fisicamente israelita o é espiritualmente. Há duas Israel, distintas: há a Israel física (cada israelita físico no máximo herdou, durante sua vida física, as promessas das bênçãos materiais ao seu corpo mortal, na terra de Israel), e há a Israel espiritual (cada israelita espiritual [de antes da cruz e de depois do arrebatamento dos salvos na dispensação das igrejas], durante o Milênio virá a herdar toda a plenitude das bênçãos que lhe foram prometidas, tanto as espirituais quanto as materiais): "Não que a

palavra de Deus haja faltado, porque nem todos os que são de Israel (*) são israelitas (**);" (Rm 9:6) (* Israelitas físicos, só pela descendência física) (** Israelitas físicos e espirituais, crendo de todo o coração e obedecendo de todas as forças, em toda a sinceridade, portanto crendo Cristo)

A igreja é composta por "NOVOs HOMENs":

"Na sua carne desfez a inimizade (*) isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois (**) um NOVO ! HOMEM, fazendo a paz," (Ef 2:15. Também Cl 3:11) (*) Note que esta mortal inimizade era entre judeus e gentios. (**) Note que esses dois são, de um lado os judeus, de outro lado os gentios.

21

Cada "igreja neotestamentária, local, de chamados para fora", constitui uma nova classe formada por EX-gentios e EX-israelitas, agora crentes. Antes da cruz, o mundo se dividia em 2 classes (judeus e gentios); depois da cruz, se divide em 3 classes (judeus, gentios, e cristãos). E não faz diferença se eu era judeu ou gentio antes de ser salvo: agora, sou apenas cristão, sem nenhum laço com o passado. (Esses modismos que se auto intitulam de "judaísmo cristão", "cristianismo judaico", "judeus messiânicos", etc., são completas heresias antibíblicas dos últimos dias).

Contraste "Ekklesia" vs. Israel-Lei:

Israelita individual, e Israel:

Salvo individual; e igreja local; e igreja local totalizada futura; e igreja local tomada como substantivo abstrato:

Tem promessas e provisões terrestres Ex 15:26; Dt 28 Tem promessas e provisões celestiais Ef
Tem promessas e provisões terrestres Ex
15:26; Dt 28
Tem promessas e provisões celestiais Ef 1:3;
Cl 3:1-3
É semente física de Abraão Rm 9:7
É semente espiritual de Abraão Gl 3:7
Veio por nascimento físico
Veio por nascimento espiritual
Pertence a esta terra e ao sistema do mundo
É cidadão do Céu, não da terra. Aqui é
estrangeiro, peregrino e embaixador
Forma uma só nação
Pode ser de todas as nações
Deus não é relatado como Pai de nenhum
israelita individual
Deus é relatado como Pai de cada crente
neotestamentário Rm 8:15; 1Jo 3:1
Está sob o presente julgamento da ira de
Deus Rm 10:21; 11:8
Está livre de todo presente julgamento da ira
de Deus Cl 2:13-15
É (cada crente é) filho de Deus Jo 1:12; 1Jo
Foi o servo de Deus Is 41:8
3:1
É a esposa infiel Is 54:1-17; Jr 3:1,14,20; Ez
16:1-59; Os 2:1-23
É a noiva virginal e fiel, aguardando as
núpcias, que se realizarão no Céu 2Co 11:2;
Ap 19:7-9
Cristo lhe foi pedra de tropeço 1Co 1:23;
1Pd 2:8
Cristo lhe é o Fundamento, é a Pedra
Principal de Esquina Ef 2:20-22; 1Pd 2:4-5
Jesus lhe é O Messias (O Cristo, O Ungido) e
O
Rei Jo 1:49
Cristo lhe é O Salvador, O Noivo, e A
Cabeça Ef 5:23
O
Espírito Santo rara e temporariamente
veio sobre (visitou) uns pouquíssimos
O Espírito, sem exceção e permanentemente,
habita em cada crente neotestamentário 1Co
israelitas
6:19
Tinha um só Templo físico, de pedras Ex
25:8
Cada igreja é um templo espiritual, cada
crente é um templo feito com o seu coração
espiritual Ef 2:21

Verso chave: "Portai-vos de modo que não deis escândalo: [1] nem aos JUDEUS, [2] nem aos GREGOS, nem [3] à IGREJA DE DEUS." (1Co 10:32). (Note as três classes disjuntas: judeus, gentios, igreja.)

22

b. Não é "Organização Difusa" Cujos Membros não se Reúnem

em corpo físico, pelo menos 1 vez por semana (mesmo que tenham uma só doutrina e práticas, as de alguma "Igreja Semi Virtual / Eletrônica / à Distância"), mas que substituem o culto tradicional por nada ou, no máximo, por (isoladamente ou em grupinhos informais e variáveis, através do país) meramente lerem revista ou assistem culto por TV via Satélite ou via Fitas, ou via CD, DVD, Internet, etc.

Se isto fosse uma igreja, teríamos uma louca e inadmissível contradição de termos, pois uma igreja neotestamentária é forçosamente um grupo de crentes com unânimes convicções doutrinárias e práticas (rigorosamente de acordo com o Novo Testamento, é claro) e que se reúnem física e corporalmente, 1 ou mais vezes por semana, para adorar e servir a Deus.

Portanto, coisas semelhantes a: União dos Batistas Brasileiros tipo X; Sociedade dos Presbiterianos Brasileiros tipo Y; Igreja Semi Virtual / Eletrônica / à Distância Fulano de Tal; etc., etc., etc., não são igreja, não a substituem, não devem rivalizar com ela, não aparecem nem são recomendadas no Novo Testamento,

c. Não é "Organização Difusa", Cujos Membros não têm Definidas

e Unânimes Convicções Doutrinárias e Práticas,

mesmo que se reúnam física e corporalmente 1 ou mais vezes por semana, para adorar e servir a Deus.

Portanto, coisas semelhantes a:

Gideões Pelotenses, Encontro Campineiro de Casais com Cristo, Atletas Recifenses de Cristo, OANSE-Maceió, APEC-Curitiba, ABU-Florianópolis (Aliança Bíblica Universitária), ABS-Campinas (Aliança Bíblica Secundarista), ABP-Manaus (Aliança Bíblica de Profissionais), Intervarsity-Aracajú, ABEPEC-Belém, Promise Keepers-Santos, Impact World- Fortaleza, Seminário Congregacional Fundamentalista Nacional, Sociedade Bíblica e de Folhetos Nacional, etc., etc., etc., NÃO são igreja, não a substituem, e não devem rivalizar com ela (pois não aparecem nem são recomendadas no Novo Testamento),

Essas organizações e muitas outras assemelhadas surgiram porque, em muitas áreas, as igrejas locais não estão fazendo seus papeis!

Mas a única solução bíblica é a de as igrejas locais , elas mesmas, fazerem plena e poderosamente todos os seus papéis (isto é, seus membros o fazerem, dentro delas), no poder de Deus, usando a mensagem e os métodos encontrados nas páginas do Novo Testamento:

- Uma igreja local, sozinha e soberanamente, poderia ter uma pequena mas pura escola de treinamento teológico prático para candidatos a pastores, objetivando ser "a melhor, mesmo

23

que sendo a menor do país" (e, talvez, admitindo alunos de outras igrejas locais, desde que de fé e prática absolutamente idênticas a si). Vemos apoio para isto em Paulo treinando Timóteo, e na instrução de "E o que de mim, entre muitas testemunhas, ouviste, confia-o a homens fiéis, que sejam idôneos para também ensinarem os outros." (2Tm 2:2). No Velho Testamento, vemos Elias treinando Eliseu, Eli treinando Samuel, etc. Modernamente, vemos exemplos em centenas de igrejas batistas independentes, dos USA.

- Outra igreja local, sozinha e soberanamente, poderia realizar, por exemplo, um encontro nacional bi-anual de anciãos- pastores de linha anabatista fundamentalista bíblica

independente etc

acompanhantes (na questão da circuncisão). Modernamente, vemos exemplo na Igreja Batista de Hammond realizando sua anual "Escola de Pastores". Etc.

- Outra igreja local, sozinha e soberanamente, poderia imprimir e distribuir a Bíblia da

Reforma, traduzida literal e formalmente a partir do Texto Tradicional. Vemos apoio para

este ministério de imprensa, nas scriptoria de cada igreja local dos primeiros séculos, onde os manuscritos eram cuidadosamente copiados a mão. Modernamente, vemos exemplo no Missionário Robert R. Breaker III (da Bible Baptist Church de Pensacola, Florida) imprimindo o Novo Testamendo da Valera 1602 TR. Etc

- Etc.

- Cada igreja local, sozinha e soberanamente, deveria ter todos os outros tipos de

ministérios: para casais, para rapazes, para moças; etc. Vemos apoio para isto em cada igreja local mencionada no Novo Testamento.

Vemos apoio para isto na igreja de Jerusalém recebendo Paulo e seus

d. Não é "A Igreja Universal Atual na Terra", Cujos Membros nem se Reúnem, nem têm as Mesmas e Firmes Convicções Doutrinárias e Práticas, Rigorosamente Bíblicas

A maioria dos livros de Teologia Sistemática, mesmo clamando ser de linha batista fundamentalista e mesmo pondo maior ênfase nas igrejas locais, admite que sempre houve

e há (atualmente, e aqui na terra!) uma tal de "igreja universal", difusa, permeando todas as denominações e países e diferençazinhas. Escrevem coisas lindas, que poderíamos tentar resumir como "Vejam, na realidade há um só oceano abrangendo todo o planeta, e há um só e maravilhoso fundo de oceano, mesmo que nem todos o percebam e vejam como ele é glorioso. Este fundo de oceano aqui se ergue formando uma ilha isolada, ali se ergue formando um pequeno arquipélago, acolá se ergue formando um grande continente, etc. Os habitantes de cada um desses locais talvez não percebam, mas estão todos sobre um mesmo e majestoso lençol de terra que é único e universal. Aleluia, semelhantemente é com

a igreja: há dezenas de denominações, há milhões de igrejas locais, há bilhões de crentes,

mas, aleluia, todos formamos uma só igreja universal, o conjunto de todos os crentes sobre

a terra, por sua vez parte da conjunto de todos os crentes quer sobre a terra quer já no

céu." Isto leva muitas pessoas a dizerem: "Minha igreja mesmo é a 'igreja universal, difusa

e invisível aqui na terra', ela é a única que me interessa, eu não preciso ser membro nem

ser fiel a nenhuma igreja local, eu freqüento a todas elas sem me amarrar a nenhuma. Abaixo as separações, abaixo as diferenças doutrinárias, sejamos uma só religião, sejamos 'A Igreja'."

24

Este pensar, embora prevalente, é ERRO. É erro porque, como inevitável conseqüência da definição e uso neotestamentário (rever definição no início deste capítulo), uma "ekklesia":

.

Não é o ecumenismo Romanista, nem o ecumenismo carismático-pentecostal.

.

Não é abstração generalizante e abrangente tal como "A Igreja", "A Igreja dos 1os.

Séculos", "OS Cristãos, no mundo", "A Igreja Presbiteriana, na América Latina", "OS Batistas paraibanos, de todos os grupos", etc.

Quanto a todos estes sentidos acima:

- O Novo Testamento não tem sequer a sombra de 1 átomo de insinuação de suporte a

nenhum deles! Este fato já é mais que suficiente para decidir e encerrar toda a questão!

- Eles são herança de tradição humana, a pior delas, isto é, a Romanista!

sombra de dúvida! Não podemos ser mais enfáticos sobre isto.

- São loucas e absurdas contradições de palavras, é dizermos que algo "universal-difuso e

que hoje não pode se reunir fisicamente em assembléia 1 ou mais vezes por semana", é uma "igreja neotestamentária, portanto se reúne fisicamente 1 ou mais vezes por semana, com uma só doutrina e prática"! É uma contradição ao nível de dizermos "a doçura do sal", "a presença do ausente", "os usualmente reunidos, mas que nunca se reúnem", etc!

Sem a menor

- Ver o capítulo "3. - Os 3 Sentidos de Igreja", principalmente a letra "a. - Uma Igreja Local". Ver também o capítulo "13. - Governo".

e. Não é Denominação, Confissão, Convenção, Associação, União, Comunhão, Federação, Confederação, Seminário, Missão, etc.

Ninguém pode encontrar, no Novo Testamento, sequer a sombra de 1 átomo de insinuação

de suporte a nenhum de tais organismos

(sempre que tentamos ou pensamos sê-lo, terminamos sofrendo terríveis perdas!); portanto, estes fatos já são mais que suficientes para decidir e encerrar toda a questão!

[Nota2]
[Nota2]

; ora, nós não somos mais sábios que Deus

Não adianta estar escrito no papel e ser dito pelos lábios que estas organizações (ausentes do Novo Testamento) são meros escravos a serviço da igreja local, que existem somente para fortalecer cooperação missionária, educacional, etc: Embora pareçam ter grandes vantagens, a prática e história dessas entidades mostram tão enormes perigos e prejuízos que completamente ofuscam quaisquer alegações de possíveis vantagens! (e, afinal das contas, somos nós mais sábios do que Deus?)

Desde Gn 2:24 ("deixará o homem seu pai e

ajuntamento demais entre famílias, mesmo com aquela onde nascemos; desde Babel, parece

que ajuntamento demais só tem dado confusão; semelhantemente, desde a dispersão da igreja de Jerusalém, parece que o plano de Deus também não é nenhum "ajuntamento"

entre igrejas locais!

práticas básicas e bíblicas, mas cada uma seja separada, independente, livre, soberana em tudo, todos os dias e em todos os assuntos, inclusive se, como, quando, quanto, quem,

"),

parece que o plano de Deus não é

Cada uma seja cordial para com as outras de mesmas doutrinas e

25

ajudar em caso de qual urgente e inesperada necessidade.

Em resumo, o plano de Deus (perfeito, incapaz de ser melhorado) é a igreja local, não é nenhuma organização denominacional, nem nada "a/ anti/ inter/ intra/ supra/ pró/ ajudadora/ para/ meta" igreja local. Repitamos: A igreja local não deve acolher no seu universo nada que seja "a / anti / inter / intra / supra / pró / ajudadora / para / meta" igreja local. Mais uma vez: Uma igreja local não deve ter nada a ver com qualquer coisa "maior / atrás / acima / abaixo / ao lado / além" dela. Em matéria de Eclesiologia, sejamos "SÓ A IGREJA LOCAL!"

(Pessoalmente, nós somos batistas (adjetivo, iniciais minúsculas, basicamente significando todas as características que descrevemos neste livro eletrônico), mas não somos Batistas (nome próprio, iniciais maiúsculas, basicamente significando direta ou indireta identificação com alguma organização batista nacional); somos batistas regulares, mas não Batistas Regulares. Sim, somos membros da Igreja Batista Regular (no sentido de ser conservadora, ortodoxa, fundamentalista, histórica, e não ser liberal, nem modernista) Emanuel, que consideramos ser local e independente, e que se reúne na Rua Irani Almeida de Menezes, sem número, Conjunto Funcionários II, João Pessoa; mas, pessoalmente, de modo nenhum nos consideramos subalternos à Associação de Igrejas Batistas Regulares do Estado da Paraíba, nem à Nacional, nem a qualquer organização religiosa. Agradeço a Deus que esta igreja e seu pastor, pelo menos até hoje, sequer se afiliaram a nenhuma organização religiosa. Agradeço a Deus por me ter trazido a uma igreja e um pastor que já tinham essa posição.)

Vivam as iniciais minúsculas, de meros adjetivos descreventes, não as Maiúsculas, de nomes próprios! Que o mundo nos chame e nós aceitemos ser chamados de "fanáticos discípulos e imitadores de Cristo e Paulo", de "radicalmente literais crentes na Bíblia do Texto

Tradicional", de "bereanos radicais", de "continuação dos Valdenses e anabatistas e batistas originais, ferventes, radicais, bíblicos, fundamentalistas, independentes, soberanos,

separatistas quanto pecado pessoal e erro eclesiástico,

adjetivos (portanto têm iniciais minúsculas), não são substantivos próprios (que teriam iniciais maiúsculas, personalidade jurídica, inscrição nos órgãos governamentais, etc.). Sejamos sempre independentes, não afiliados, e totalmente livres para escolher, a cada dia, com quem poderemos ter comunhão. Nunca nos amarremos como servos de nenhuma Denominação, Confissão, Convenção, Associação, União, Comunhão, etc. (todas com letras maiúsculas).

",

onde todas estas palavras são

Nenhuma igreja local, no Novo testamento, comportou um seu componente também o ser de outra qualquer organização religiosa

26

- com (1) nome e (2) com fé & prática diferentes;

- nem mesmo com absolutamente iguais: (3) nome + fé & prática + fundador.

f. Não é o Reino de Deus

O Reino de Deus é aquela esfera ou terreno em que Deus é recebido como Rei e a sua

vontade é obedecida. Inclui os santos anjos, e os homens redimidos em todas as dispensações. Os verdadeiros salvos entre os membros das igrejas locais comporão a igreja local totalizada futura, a qual será o conjunto de todos os homens redimidos na atual dispensação. Portanto, a igreja local totalizada futura será uma das partes do Reino de Deus, e este inclui, também, aqueles homens e mulheres que foram salvos nas outras dispensações (Inocência, Consciência, Governo Humano, Promessa, Reino), bem como os que foram

salvos nas transições entre tais dispensações (salvos durante a 70a. Semana de Daniel, etc.).

O Reino de Deus também inclui os santos anjos de Deus.

g. Não é o Reino dos Céus

A expressão Reino dos Céus

tempo (o Milênio seguido da eternidade futura) em que Cristo, literal e corporalmente, será

o único e soberano e indisputado e glorioso rei sobre Israel e sobre todas as nações e todos

os homens, aqui na terra. Comparemos com Dn 4:25,32,34:

"25 Serás tirado dentre os homens, e a tua morada será com os animais do campo, e te farão

comer erva como os bois, e serás molhado do orvalho do céu; e passar-se-ão sete tempos por cima de ti; até que conheças que O ALTÍSSIMO TEM DOMÍNIO SOBRE O REINO DOS HOMENS, E O DÁ A QUEM QUER. 32 E serás tirado dentre os homens,

e a tua morada será com os animais do campo; far-te-ão comer erva como os bois, e passar-se-ão sete tempos sobre ti, até que conheças que O ALTÍSSIMO DOMINA SOBRE O REINO DOS HOMENS, E O DÁ A QUEM QUER. 34 Mas ao fim daqueles

dias eu, Nabucodonosor, levantei os meus olhos ao céu, e tornou-me a vir o entendimento,

e eu bendisse o Altíssimo, e louvei e glorifiquei ao que vive para sempre, CUJO DOMÍNIO É UM DOMÍNIO SEMPITERNO, E CUJO REINO É DE GERAÇÃO EM GERAÇÃO."

[Nota4]
[Nota4]

, tomada no sentido completo e futuro, se refere ao

Assim, a expressão Reino dos Céus é muito semelhante e freqüentemente usada como sinônimo de Reino de Deus, embora o Reino dos Céus inclua apenas os homens (excluindo seres angelicais) e enfatize o pleno e corporal e indisputado reinar de Cristo sobre a terra e sobre todos na terra.

No sentido incompleto e atual, Reino dos Céus se refere à cristandade meramente professa, aparente, com o joio misturado ao trigo, o fermento do mal querendo tomar toda a massa, etc.

27

Portanto, atualmente, os únicos pontos em comum entre o Reino dos Céus e os 3 tipos de igreja (igrejas locais, igreja local tomada como substantivo abstrato, e igreja local totalizada futura) são as profissões de fé que forem realmente sinceras.

h. Não é o que os "Briders" Ensinam

Em uma só frase, os batistas-noiva (também chamados de superbatistas, batistões, etc.) erradamente crêem que só os imersos, biblicamente imersos, constituirão a Noiva de

Cristo.

[Nota5]
[Nota5]

i. Não é o Prédio

onde a igreja costuma se reunir. O prédio não tem nenhuma santidade nem valor. Não é nada. Não fosse longa, uma boa placa identificatória seria, por exemplo: "Mero e temporário local de encontro da igreja neotestamentária da rua X. Imersora, independente, "

verdadeiramente crente na Bíblia-TT, guerreadora contra pecado e erro doutrinário,

No Novo Testamento, Deus não está interessado em prédios, mas sim em pessoas. Edifícios são tão secundários e incidentais que o NT não se digna sequer mencionar a construção, compra, doação, ou mesmo aluguel ou qualquer outro uso deles, pelas igrejas locais!

Mas estas coisas podem não ser más, se forem:

(a)

inevitáveis e inadiáveis;

(b)

clara, forte, consensualmente reconhecidas como absolutamente secundárias;

(c)

realmente funcionais- utilitárias, sem luxos, e forem o mínimo realmente necessário, ao

invés de serem a expressão de comodismo, luxo, vaidade, poder econômico. "E disseram:

Eia, edifiquemos nós uma cidade e uma torre cujo cume toque nos céus, e façamo-nos um nome, para que não sejamos espalhados sobre a face de toda a terra.” (Ge 11:4)

j. Não é Departamento, Célula, Pedaço de Igreja Local, Ministério Paralelo ou Independente.

Nada disso é encontrado no Novo Testamento! Nada disso pode substituir ou rivalizar com a igreja local.

Tanto nas famílias, quanto nas escolas elementares, quanto nas sinagoga judaicas, quanto no Templo judaico, quanto nas igrejas primitivas, não havia divisões por idade (sempre havia um só grupo, de 1 dia a 120 anos de idade!), nem havia divisões por classe intelectual, profissional, função, etc. Havia sempre um só grupo, individido!

28

Não estamos dizendo que departamentos, etc., são clara e expressamente proibidos por Deus, por melhores que possam ser -- só estamos dizendo que eles não existem no Novo Testamento, e que quem quiser que se arrisque, nós preferimos pisar nas mesmas pegadas explícita e indiscutivelmente ordenadas na Bíblia, ou pelo menos exemplificadas por Cristo ou seus apóstolos ou pelas igrejas locais louvadas por Deus .

Não estamos dizendo que departamentos, etc., têm forçosa e intrinsecamente que ser maus - - só estamos dizendo que temos observado muitos casos em que, em maior ou menor escala, de um modo ou de outro, eles têm sido prejudiciais; e que temos ouvido falar de igrejas locais (não só dos tempos dos apóstolos como dos nossos dias) funcionando esplendidamente bem como um só corpo individido, sem departamentos, nem comissões, nem assemelhados.

Não estamos proibindo peremptoriamente que uma igreja local que queira departamentalizar-se o faça, mas aconselhamos que pelo menos tenha muito cuidado com as suas sociedades (sociedade dos homens; das senhoras; da mocidade; etc.), com os seus departamentos (de educação cristã, de música, do coral, de missões e evangelismo, de ação social, de administração e zeladoria do patrimônio, da biblioteca e folhetos, etc.), e, principalmente, com as suas células ou classes de estudo bíblico, etc. -- para que não aconteça que os seus membros comecem a se reunir de formas mais ou menos regular e freqüente, para adorar, contribuir financeiramente, decidir, formar e manter convicções doutrinárias e práticas litúrgicas e musicais e outras, tudo isto de formas mais ou menos independentes (às vezes até rivalizando e contrárias) às do corpo da igreja como um todo.

As diretorias dessas comissões, departamentos, seções, sociedades, células, clubes, classes, etc. deverão ser escolhidas (ou pelo menos deverão ter suas escolhas homologadas) pela igreja como um todo. Reconhecendo que não são nada mais que meras partes do todo e que trabalham para o bem do todo, todas essas partes do corpo devem exercer extrema vigilância e esforço para manterem sempre a mais perfeita união e harmonia com a igreja como um todo, trabalhando sempre sob a liderança espiritual do pastor (que é o presidente ex-ofício de cada um dos departamentos e sociedades). A orientação do pastor deve ser constantemente buscada. Todas as atividades (com programação, calendário, horários, etc.) terão que se harmonizar perfeitamente ou pelo menos se subordinar às atividades da igreja como um todo. As sociedades e os departamentos poderão ter alvos específicos, mas estes deverão ser meras particularizações das metas já estabelecidas pela igreja como um todo. Assim, os alvos devem ter sido sugeridos pela iniciativa da liderança espiritual da igreja (ou, pelo menos, devem ser francamente aprovados pela liderança da igreja, antes de serem divulgados e propostos dentro da sociedade ou departamento). As orientações do pastor sobre direção e forma dos cultos deverão ser rigorosamente observadas em todos os cultos e reuniões das comissões, departamentos, seções, sociedades, células, clubes, classes, etc.

Não encorajamos que os vários departamentos e sociedades arrecadem ofertas em dinheiro, em serviços, ou em bens materiais, nem que tenham um caixa próprio. Mas, se forem arrecadadas, enfatize-se muito e sempre que devem obedecer o espírito de submissão e harmonia acima referidos, e que devem ser relativamente muito menores (tipicamente moedinhas), nem de longe prejudicando as contribuições para a igreja como um todo. As receitas deverão ser usadas estritamente segundo as metas e prioridades estabelecidas pela

29

igreja e segundo a orientação do pastor.

k. Não é o que a Seita "A Igreja Local" Ensina

Witness Lee fundou esta enganadora e perigosa seita, e a "Editora Árvore da Vida". Os adeptos de Lee usavam o nome "A Igreja Local", mas, hoje, preferem terminologias tais como "A Igreja dos Irmãos", a "A Igreja que está em São Paulo", etc. Crêem e ensinam que cada cidade só pode ter uma única igreja (a deles, claro, absorvendo todas as outras); que Satanás também é nosso salvador, levando sobre si os nossos pecados; que cada homem tem um trio dentro de si: Adão, Satanás e Deus; que o batismo nas águas regenera; que João Batista desviou-se e talvez esteve perdido; que só os de "A Igreja Local" podem ser salvos. Ao invés de ler e estudar a Bíblia, eles "oram-lêem a Palavra" (tomam um texto da Bíblia, repetindo-o muitas e muitas vezes, sem sequer procurar entendê-lo, ou, melhor dizendo, esforçando-se para não entendê-lo).

Nota1:
Nota1:

QUANDO "EKKLESIA" SE REFERE A OUTROS GRUPOS

CORPORALMENTE REUNIDOS:

Reconhecemos que, em At 7:38 e He 2:12, "ekklesia" refere-se a Israel,

- Este é o que esteve entre a CONGREGAÇÃO no deserto, com o anjo que lhe falava no

monte Sinai, e com nossos pais, o qual recebeu as palavras de vida para no-las dar. (At

7:38)

- Dizendo: Anunciarei o teu nome a meus irmãos, Cantar-te-ei louvores no meio da CONGREGAÇÃO. (He 2:12)

mas este é seu sentido não técnico (ver definição no início deste capítulo), portanto é o sentido não neotestamentário e que se aplica a qualquer agrupamento (por exemplo, em At 19:32,39,41, "ekklesia" refere-se à assembléia de uma cidade grega autogovernante).

- Uns, pois, clamavam de uma maneira, outros de outra, porque o AJUNTAMENTO era

confuso; e os mais deles não sabiam por que causa se tinham ajuntado. (At 19:32)

- E, se alguma outra coisa demandais, averiguar-se-á em legítima ASSEMBLÉIA. (At

19:39)

- E, tendo dito isto, despediu a ASSEMBLÉIA. (At 19:41)

No Novo Testamento há 115 ocorrências da palavra "ekklesia" e analisaremos todas elas no capítulo "3. Os 3 Sentidos de 'Igreja'", particularmente na seção "a. Igreja Local". 5 ocorrências referem-se a agrupamentos locais só de judeus ou só de gentios; 1 à igreja local totalizada futura; todas as demais a igrejas locais neotestamentárias e/ou a elas tomadas como substantivo abstrato; 00 (zero!) à tal de "igreja universal"!

30

Nota2:
Nota2:

DENOMINAÇÃO, CONFISSÃO, CONVENÇÃO, ASSOCIAÇÃO, UNIÃO,

COMUNHÃO, FEDERAÇÃO, CONFEDERAÇÃO, ETC.

Denominação é uma organização religiosa possuindo e governando centralizadoramente um número de congregações locais formando um único corpo legal e administrativo (Dicionário Webster).

Exemplos: "A Igreja Católica e Apostólica, que é a Romana" (ICAR))

Anglicana", etc. Confissão (um corpo religioso organizado tendo um credo em comum), na prática, é quase igual a denominação.

[Nota3]
[Nota3]

, "A Igreja

Convenção (um acordo entre igrejas locais para regulamentar assuntos afetando todas elas):

teoricamente, cada igreja local é personalidade distinta; mas, na prática, mesmo: parte do governo da igreja local é feito ou influenciado pela estrutura da convenção; cada congregação local tem que apoiar missões, seminários e projetos com os quais talvez não concorda plenamente, ou não conheça bem ! , nem conhece bem quem são seus executores, nem os controla ! (há casos de uma parte das contribuições missionárias de crentes sinceros ter sido canalizada para o terrivelmente ecumênico e liberal Concílio Mundial de Igrejas e até para comprar armas para guerrilheiros e

terroristas!

Exemplos: as grandes subdivisões Luteranas rivais, as grandes subdivisões Presbiterianas

rivais, a "Southern Baptist Convention", a "Convenção Batista Brasileira", etc.

)

Associação: teoricamente, é uma associação de congregações locais, cada uma permanecendo independente e soberana para governar a si mesma;

mas, na prática, mesmo: há pressões sutis praticamente irresistíveis

seminários, acampamentos, imprensas, livros, jornais, congressos, conferencistas, etc., que pode não satisfazer plenamente uma igreja local, mas esta é pressionada a ainda aceitar ou, pelo menos, não se opor abertamente a tais anomalias. Uma prova de que não há total e real liberdade e independência em uma associação está nestas perguntas retóricas (que ninguém precisa responder nos apoiando, nem pode responder negando): Por que há aquelas pressões sutis mas praticamente irresistíveis? Uma igreja local poderia fazer parte de 2 associações absolutamente idênticas em fé e prática, porém de nomes diferentes? Uai, por que não? É normal um igreja convidar umas e recusar outras igrejas locais das vizinhanças e da mesma associação, para um acampamento, cantata, etc.? Exemplos: "GARBC - General Association of Regular Baptist Churches", "AIBREB - Associação das Igrejas Batistas Regulares do Brasil", "AIBREP - Associação das Igrejas Batistas Regulares do Estado da Paraíba", etc. União, comunhão, federação, confederação, etc. são semelhantes à uma associação, mas pretendem ser um pouco mais fracas. Pretendem. Exemplos: "Comunhão das Igrejas Batistas Bíblicas de Tocantins", "Bible Baptist Fellowship", etc.

, há algum dos

31

Nota3:
Nota3:

ECLESIOLOGIA E SOTERIOLOGIA DO ROMANISMO (Estes são dogmas

promulgados pelos Papas! Como estes dizem-se infalíveis, então tais dogmas jamais

poderão ser "retificados"! Não somos moscas, não nos deixemos enganar com as aparentes

mudanças camaleônicas da ICAR

Alguns dogmas da ICAR pode ser resumidos em um terrível silogismo:

"- A 'Igreja Universal, Difusa, e Invisível' (o corpo místico de Cristo) e a 'Igreja Universal, Difusa, e Visível na Terra' são congruentes, idênticas, uma só coisa; - A 'Igreja Visível na Terra' é, com exclusividade, a organização chamada de 'Igreja Católica Apostólica Romana' (ICAR); - Portanto, quem não está Igreja Católica Apostólica Romana, de modo nenhum pode estar "

salvo!!!

):

REINO DOS CÉUS, 3 aspectos:Romana, de modo nenhum pode estar " salvo!!! ): a) Passado: Ao ser oferecido por João

a) Passado: Ao ser oferecido por João o batista, e por Cristo, aos israelitas, o reino estava

"próximo" (na pessoa de seu Rei; e também no sentido que estava "ao alcance da mão", bastava ser aceito que seria imediatamente instaurado);

b) Presente: É o mistério apresentado nas parábolas de Mt 13, onde o reino inclui toda a

esfera de tudo (verdadeiro ou falso) que alega ser cristão, sendo sinônimo de "cristandade professa, aparente".

c) Futuro: É profecia que será plenamente cumprida somente na dispensação "Reino dos

Céus sobre a Terra" (Milênio + Eternidade). De modo algum já estamos nele, nem podemos prever nem sequer apressar sua vinda (maiores detalhes em http://solascriptura-

tt.org/EscatologiaEDispensacoes/EscatologiaComVersos-CursoHelio.htm). Hoje, as boas novas a pregarmos aos perdidos não são as que o reino está ao alcance da mão, mas sim que 3 coisas o estão: ou a salvação; ou a morte + sofrimento eterno; ou a Grande Tribulação sem salvação para os rejeitadores de hoje.

Nota5:
Nota5:

OS LANDMARKERS (BATISTAS-MARCO). ERROS DOS BAPTIST BRIDERS

(Batistas-Noiva):

Embora não haja uniformidade entre eles, muitos baptist briders, ao combaterem justa e militantemente a herança Romanista da crença em uma "Igreja Universal- Difusa, Atual", em maior ou menor grau caem nos seguintes erros (veja http://solascriptura- tt.org/EclesiologiaEBatistas/AreYouABaptistBrider-Cloud.htm ou peça-nos "Os Erros Dos Batista-Noiva E Dos Batistas-Marco", por Hélio, 1998):

a. "a Noiva de Cristo é constituída só pelos Batistas, batistas legítimos (segundo nós, os Noiva, os definimos)". -- Resposta: contraste Jo 3:16; 11:32; Rm 16:23; 1Co 11:2. Porque Deus amou o MUNDO de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que TODO AQUELE que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. (Jo 3:16)

b. "A igreja local bíblica, válida, é quem recebeu TODA a autoridade de Cristo, em Mt 28:16-20. Se outras igrejas (ou outras organizações) não bíblicas, ou se crentes individuais, pregam, convertem, imergem, discipulam, fundam outros trabalhos, etc., nada

32

disto tem validade." -- Resposta: (1) Deus usa pessoas, e cada igreja local é somatório de pessoas; (2) são a Palavra e o Espírito, perfeitos, que operam, mesmo através de mensageiros imperfeitos.

c. "Uma igreja local só é válida se foi organizada por uma outra válida e tem, assim, um

encadeamento retroativo ininterrupto até João, o batista. Uma imersão só é válida se realizada por uma igreja local válida e tem, assim, um encadeamento retroativo ininterrupto até João, o batista". -- Resposta: essas cadeias sucessivas ininterruptas simplesmente: não são prometidas nem exigidas no Novo Testamento; não podem ser rigorosamente provadas na História.

d. "A Noiva de Cristo será composta apenas dos crentes validamente imersos em igrejas

locais válidas (por sucessão inquebrada), de doutrina Imersionista-Brider. Os demais imersores poderão ser os convidados. Os não imersores não serão salvos." -- Resposta:

contraste com Jo 14:6; 2Co 11:2; 1Ts 4:16-18.

"Disse-lhe Jesus: Eu sou O caminho, e A verdade e A vida; ninguém vem ao Pai, senão por MIM." (João 14:6) "Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus; porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a Cristo." (2Co 11:2) "16 Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que 16 Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. 17 Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor. 18 Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras." (1Ts 4:16-18)

e. "Os crentes validamente imersos, e só eles, serão arrebatados e não passarão pela

Tribulação, mas constituirão a Noiva de Cristo. Os demais passarão pela Tribulação, para serem peneirados." -- Resposta: contraste com 1Ts 4:16, acima.

f. "Os imersores arrebatados, mas que não foram bastante fiéis e frutíferos, serão

publicamente envergonhados e condenados a pagarem por suas falhas. Haverá graus de punição (quanto tipo, intensidade e duração). Alguns ficarão só fora da Noiva, mas assistirão como convidados, de perto; outros, de mais longe; outros, das janelas; outros estarão nas trevas exteriores (como os escravos ficavam na senzala), alguns estarão apenas separados, outros estarão em correntes, outros no tronco/pelourinho e sendo atormentados! Quem se comportou como cachorro será tratado como cachorro, quem mereceu açoites será açoitado. Tudo isto até purgarem suas faltas (este é o verdadeiro purgatório, não para descrentes serem salvos, mas para crentes (os imersionistas) pagarem suas faltas e serem purificados)." -- Resposta: contraste 1Ts 4:16-18, acima.

O que caracteriza os Landmarker Baptist (Batistas Marco) é, em maior ou menor grau, crerem em (c). Somente alguns Landmarkers também são Briders, muitos só têm (c) em comum com estes.

33

Os 3 sentidos de "ekklesia" no Novo Testamento são apenas o de igreja local, e o de igreja local tomada como substantivo abstrato, e o da igreja local totalizada futura. Não há igreja universal - atual - invisível, mas apenas congregação, assembléia local.

a) 5 das 115 ocorrências da palavra "ekklesia" no Novo Testamento nada têm a ver com uma igreja neotestamentária:

At 7:38; 19:32,39,41; He 2:12:

Este é o que esteve entre a congregação {o grupo de todo Israel reunido corporalmente, num local} no deserto, com o anjo que lhe falava no monte Sinai, e com nossos pais, o qual recebeu as palavras de vida para no-las dar. (Atos 7:38) Uns, pois, clamavam de uma maneira, outros de outra, porque o ajuntamento {o grupo de efésios adoradores de Diana, reunidos corporalmente, num local} era confuso; e os mais deles não sabiam por que causa se tinham ajuntado. (Atos 19:32) E, se alguma outra coisa demandais, averiguar-se-á em legítima assembléia {uma assembléia dos efésios a ser legalmente organizada e reunir-se corporalmente e num local, em contraste com o turbulento ajuntamento que estava perigosamente ocorrendo, sem nenhuma ordem nem valor legal}. (Atos 19:39) E, tendo dito isto, despediu a assembléia {o grupo de efésios adoradores de Diana, reunidos corporalmente, num local}. (Atos 19:41) Dizendo: Anunciarei o teu nome a meus irmãos, Cantar-te-ei louvores no meio da congregação {o grupo de todo Israel reunido corporalmente, num local}. (Hebreus 2:12)

As 110 ocorrências restantes da palavra "ekklesia" no Novo Testamento têm algum dos 3

34

sentidos muito específicos relacionados com o contexto da atual dispensação. Estes 3

sentidos únicos encontrados na Bíblia são aqueles em que a palavra "ekklesia" se refere:

- (1o. sentido): A uma igreja local específica, visível, atual, independente das outras igrejas, e reunindo-se num local específico sobre a terra; ou

- (2o. sentido): À expressão "igreja local" tomada como um substantivo abstrato (portanto aplicando-se a cada igreja local); ou

- (3o. sentido): À igreja local totalizada futura.

Antes de analisarmos essas 110 ocorrências de "ekklesia", vejamos os dicionários e léxicos organizados pelos maiores especialistas em grego (crentes fiéis, ou mesmo infiéis, ou mesmo ateus). Estes dicionários e léxicos reconhecem que uma "ekklesia", a princípio, significava:

- "um ajuntamento de cidadãos chamados fora de suas casas para dentro de algum local público" (Thayer);

- "uma congregação, assembléia, reunião de pessoas escolhidas e chamadas para fora desde um grupo maior, e diferenciadas por um propósito comum";

- etc.

Agora, juntemos essas definições (das dezenas dos melhores dicionários e léxicos) com um estudo de todos os 110 usos da palavra "ekklesia" referindo-se a crentes neotestamentários.

Constataremos que:

b) 57 das 115 ocorrências da palavra "ekklesia" no Novo Testamento têm o 1o. sentido, o de uma igreja local, específica, visível, atual, independente das outras igrejas, e reunindo-se num local específico sobre a terra:

Mt 18:17a,17b; At 2:47; 5:11; 8:1,3; 11:22,26; 12:1,5; 13:1; 14:23,27; 15:3,4,22; 18:22; 20:17; 20:28; Rm 16:1,5,23; 1Co 1:2; 4:17; 6:4; 10:32; 11:18,22; 14:4,5,12,19,23,28,35; 16:19b; 2Co 1:1; Fp 4:15; Cl 4:15,16; 1Ts 1:1; 2Ts 1:1; 1Tm 3:5,15; 5:16; Fm 1:2; Tg 5:14; 1Pe 5:13 (não contamos, pois faz parte dos títulos e anotações, não do texto da Bíblia em si); 3Jo 1:6,9,10; Ap 2:1,8,12,18; 3:1,7,14;

E, se não as escutar, dize-o à igreja {local, de Jerusalém; ou, como substantivo abstrato, aplica-se a cada igreja local}; e, se também não escutar a igreja, considera-o como um gentio e publicano. (Mateus 18:17a) E, se não as escutar, dize-o à igreja; e, se também não escutar a igreja {local, de Jerusalém; ou, como substantivo abstrato, aplica-se a cada igreja local}, considera-o como um gentio e publicano. (Mateus 18:17b) Louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja {local, de Jerusalém} aqueles que se haviam de salvar. (Atos 2:47) E houve um grande temor em toda a igreja {local, de Jerusalém}, e em todos os que

35

ouviram estas coisas. (Atos 5:11)

E também Saulo consentiu na morte dele. E fez-se naquele dia uma grande

perseguição contra a igreja {local, de Jerusalém} que estava em Jerusalém; e todos

foram dispersos pelas terras da Judéia e de Samaria, exceto os apóstolos. (Atos 8:1)

E Saulo assolava a igreja {local, de Jerusalém}, entrando pelas casas; e, arrastando

homens e mulheres, os encerrava na prisão. (Atos 8:3)

E chegou a fama destas coisas aos ouvidos da igreja {local, de Jerusalém} que estava

em Jerusalém; e enviaram Barnabé a Antioquia. (Atos 11:22)

E sucedeu que todo um ano se reuniram naquela igreja {local, de Antioquia}, e

ensinaram muita gente; e em Antioquia foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãos. (Atos 11:26)

E por aquele mesmo tempo o rei Herodes estendeu as mãos sobre alguns da igreja

{local, de Jerusalém}, para os maltratar; (Atos 12:1) Pedro, pois, era guardado na prisão; mas a igreja {local, de Jerusalém} fazia

contínua oração por ele a Deus. (Atos 12:5)

E na igreja {local, de Antioquia} que estava em Antioquia havia alguns profetas e

doutores, a saber: Barnabé e Simeão chamado Níger, e Lúcio, cireneu, e Manaém, que fora criado com Herodes o tetrarca, e Saulo. (Atos 13:1) E, havendo-lhes, por comum consentimento, eleito anciãos em cada igreja {cada igreja local a que foram: a de Listra, a de Icônio, a de Antioquia, etc.}, orando com jejuns, os encomendaram ao Senhor em quem haviam crido. (Atos 14:23) E, quando chegaram e reuniram a igreja {local, de Antioquia}, relataram quão grandes coisas Deus fizera por eles, e como abrira aos gentios a porta da fé. (Atos

14:27)

E eles, sendo acompanhados pela igreja {local, de Antioquia}, passavam pela Fenícia

e por Samaria, contando a conversão dos gentios; e davam grande alegria a todos os irmãos. (Atos 15:3) E, quando chegaram a Jerusalém, foram recebidos pela igreja {local, de Jerusalém} e

pelos apóstolos e anciãos, e lhes anunciaram quão grandes coisas Deus tinha feito com eles. (Atos 15:4) Então pareceu bem aos apóstolos e aos anciãos, com toda a igreja {local, de Jerusalém}, eleger homens dentre eles e enviá-los com Paulo e Barnabé a Antioquia, a saber: Judas, chamado Barsabás, e Silas, homens distintos entre os irmãos. (Atos

15:22)

E, chegando a Cesaréia, subiu a Jerusalém e, saudando a igreja {local, de Jerusalém}, desceu a Antioquia. (Atos 18:22)

E de Mileto mandou a Éfeso, a chamar os anciãos da igreja {local, de Éfeso}. (Atos

20:17)

Olhai, pois, por vós, e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja {local, de Éfeso} de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue. (Atos 20:28) Recomendo-vos, pois, Febe, nossa irmã, a qual serve na igreja {local, de Cencréia}

que está em Cencréia, (Romanos 16:1) Saudai também a igreja {local, de Roma} que está em sua casa. Saudai a Epêneto, meu amado, que é as primícias da Acáia em Cristo. (Romanos 16:5) Saúda-vos Gaio, meu hospedeiro, e de toda a igreja {local, de Corinto, de onde Paulo escreveu a Epístola aos Romanos, na sua terceira visita a Corinto}. Saúda-vos Erasto,

36

procurador da cidade, e também o irmão Quarto. (Romanos 16:23)

À igreja {local, de Corinto} de Deus que está em Corinto, aos santificados em Cristo

Jesus, chamados santos, com todos os que em todo o lugar invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso: (1 Coríntios 1:2) Por esta causa vos mandei Timóteo, que é meu filho amado, e fiel no Senhor, o qual vos lembrará os meus caminhos em Cristo, como por toda a parte ensino em cada igreja {local, de cada local onde Paulo plantou uma igreja}. (1 Coríntios 4:17)

Então, se tiverdes negócios em juízo, pertencentes a esta vida, pondes para julgá-los os que são de menos estima na igreja {local, de Corinto}? (1 Coríntios 6:4) Portai-vos de modo que não deis escândalo nem aos judeus, nem aos gregos, nem à igreja {local, de Corinto} de Deus. (1 Coríntios 10:32) Porque antes de tudo ouço que, quando vos ajuntais na igreja {local, de Corinto}, há entre vós dissensões; e em parte o creio. (1 Coríntios 11:18) Não tendes porventura casas para comer e para beber? Ou desprezais a igreja {local, de Corinto} de Deus, e envergonhais os que nada têm? Que vos direi? Louvar- vos-ei? Nisto não vos louvo. (1 Coríntios 11:22)

O que fala em língua desconhecida edifica-se a si mesmo, mas o que profetiza edifica

a igreja {local, de Corinto}. (1 Coríntios 14:4)

E eu quero que todos vós faleis em línguas, mas muito mais que profetizeis; porque o

que profetiza é maior do que o que fala em línguas, a não ser que também interprete para que a igreja {local, de Corinto} receba edificação. (1 Coríntios 14:5)

Assim também vós, como desejais dons espirituais, procurai abundar neles, para edificação da igreja {local, de Corinto}. (1 Coríntios 14:12) Todavia eu antes quero falar na igreja {local, de Corinto} cinco palavras na minha

própria inteligência, para que possa também instruir os outros, do que dez mil palavras em língua desconhecida. (1 Coríntios 14:19) Se, pois, toda a igreja {local, de Corinto} se congregar num lugar, e todos falarem em línguas, e entrarem indoutos ou infiéis, não dirão porventura que estais loucos? (1 Coríntios 14:23) Mas, se não houver intérprete, esteja calado na igreja {local, de Corinto}, e fale consigo mesmo, e com Deus. (1 Coríntios 14:28)

E, se querem aprender alguma coisa, interroguem em casa a seus próprios maridos;

porque é vergonhoso que as mulheres falem na igreja {local, de Corinto}. (1 Coríntios

14:35)

As igrejas da Ásia vos saúdam. Saúdam-vos afetuosamente no Senhor Aqüila e Priscila, com a igreja {local, de Éfeso} que está em sua casa. (1 Coríntios 16:19b) Paulo, apóstolo de Jesus Cristo, pela vontade de Deus, e o irmão Timóteo, à igreja de Deus {local, de Corinto}, que está em Corinto, com todos os santos que estão em toda a Acaia. (2 Coríntios 1:1)

E bem sabeis também, ó filipenses, que, no princípio do evangelho, quando parti da

Macedônia, nenhuma igreja {local, entre todas as igrejas locais que podiam e deviam ter

ajudado} comunicou comigo com respeito a dar e a receber, senão vós somente;

(Filipenses 4:15) Saudai aos irmãos que estão em Laodicéia e a Ninfa e à igreja {local, de Colossos} que está em sua casa. (Colossenses 4:15)

E, quando esta epístola tiver sido lida entre vós, fazei que também o seja na igreja

{local, de Laodicéia} dos laodicenses, e a que veio de Laodicéia lede-a vós também.

37

(Colossenses 4:16) Paulo, e Silvano, e Timóteo, à igreja {local, de Tessalônica} dos tessalonicenses em Deus, o Pai, e no Senhor Jesus Cristo: Graça e paz tenhais de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo. (1 Tessalonicenses 1:1) Paulo, e Silvano, e Timóteo, à igreja {local, de Tessalônica} dos tessalonicenses, em Deus nosso Pai, e no Senhor Jesus Cristo: (2 Tessalonicenses 1:1) (Porque, se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da igreja {local, de Tessalônica} de Deus?); (1 Timóteo 3:5)

Mas, se tardar, para que saibas como convém andar na casa de Deus, que é a igreja {a igreja local em que Timóteo estava} do Deus vivo, a coluna e firmeza da verdade. (1 Timóteo 3:15) Se algum crente ou alguma crente tem viúvas, socorra-as, e não se sobrecarregue a igreja {a igreja local em que Timóteo estava}, para que se possam sustentar as que deveras são viúvas. (1 Timóteo 5:16)

E à nossa amada Afia, e a Arquipo, nosso camarada, e à igreja {local, de Colossos}

que está em tua casa: (Filemon 1:2) Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja {cada igreja local dos cristãos (ex-judeus) a quem Tiago escreveu}, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em

nome do Senhor; (Tiago 5:14)

A igreja {local, de Babilônia} que está em Babilônia, eleita juntamente convosco, vos

saúda, e assim o faz, Marcus meu filho (1 Pedro 5:13, King James Bible. "Ekklesia" só está implícita [e há até quem ache que a referência é a uma senhora], portanto, não

somamos este verso como uma ocorrência explícita de "ekklesia") Que em presença da igreja {igreja local em que João havia ministrado} testificaram

do teu amor; aos quais, se conduzires como é digno para com Deus, bem farás; (3 João

1:6)

¶ Tenho escrito à igreja {igreja local em que João havia ministrado}; mas Diótrefes,

que procura ter entre eles o primado, não nos recebe. (3 João 1:9) Por isso, se eu for, trarei à memória as obras que ele faz, proferindo contra nós palavras maliciosas; e, não contente com isto, não recebe os irmãos, e impede os que querem recebê-los, e os lança fora da igreja {igreja local em que João havia ministrado}.

(3 João 1:10) Escreve ao anjo da igreja {local, em Éfeso} que está em Éfeso: Isto diz aquele que tem na sua destra as sete estrelas, que anda no meio dos sete castiçais de ouro:

(Apocalipse 2:1)

E ao anjo da igreja {local, em Esmirna} que está em Esmirna, escreve: Isto diz o

primeiro e o último, que foi morto, e reviveu: (Apocalipse 2:8)

E ao anjo da igreja {local, em Pérgamo} que está em Pérgamo escreve: Isto diz

aquele que tem a espada aguda de dois fios: (Apocalipse 2:12)

E ao anjo da igreja {local, em Tiatira} de Tiatira escreve: Isto diz o Filho de Deus,

que tem seus olhos como chama de fogo, e os pés semelhantes ao latão reluzente:

(Apocalipse 2:18)

E ao anjo da igreja {local, em Sardes} que está em Sardes escreve: Isto diz o que tem

os sete espíritos de Deus, e as sete estrelas: Conheço as tuas obras, que tens nome de que vives, e estás morto. (Apocalipse 3:1)

E ao anjo da igreja {local, em Filadélfia} que está em Filadélfia escreve: Isto diz o

que é santo, o que é verdadeiro, o que tem a chave de Davi; o que abre, e ninguém

38

fecha; e fecha, e ninguém abre: (Apocalipse 3:7)

E ao anjo da igreja {local, em Laodicéia} que está em Laodicéia escreve: Isto diz o

Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus: (Apocalipse

3:14)

c) 36 das 115 ocorrências da palavra "ekklesia" no Novo Testamento também têm esse 1o. sentido, o de uma igreja local, específica, visível, atual, independente das outras igrejas, e reunindo-se num local específico sobre a terra,

mas, agora, essas 36 ocorrências de "ekklesia" estão no plural, cada uma delas se aplicando a um conjunto muito específico de 2 ou mais igrejas locais (os plurais provam que são locais, distintas, independentes!):

At 9:31; 15:41; 16:5; Rm 16:4,16; 1Co 7:17; 11:16; 14:33,34; 16:1,19a; 2Co 8:1,18,19,23,24; 11:8,28; 12:13; Gl 1:2,22; 1Ts 2:14; 2Ts 1:4; Ap 1:4,11,20a,20b; 2:7,11,17,23,29; 3:6,13,22; 22:16;

Assim, pois, as igrejaS {locais} em toda a Judéia, e Galiléia e Samaria tinham paz, e eram edificadas; e se multiplicavam, andando no temor do Senhor e consolação do Espírito Santo. (Atos 9:31)

E passou pela Síria e Cilícia, confirmando as igrejaS {locais}. (Atos 15:41)

De sorte que as igrejaS {locais} eram confirmadas na fé, e cada dia cresciam em

número. (Atos 16:5) Os quais pela minha vida expuseram as suas cabeças; o que não só eu lhes agradeço, mas também todas as igrejaS {locais} dos gentios. (Romanos 16:4) Saudai-vos uns aos outros com santo ósculo. As igrejaS {locais} de Cristo vos saúdam. (Romanos 16:16)

E assim cada um ande como Deus lhe repartiu, cada um como o Senhor o chamou. É

o que ordeno em todas as igrejaS {locais}. (1 Coríntios 7:17)

Mas, se alguém quiser ser contencioso, nós não temos tal costume, nem as igrejaS {locais} de Deus. (1 Coríntios 11:16) Porque Deus não é Deus de confusão, senão de paz, como em todas as igrejaS {locais} dos santos. (1 Coríntios 14:33)

¶ As vossas mulheres estejam caladas nas igrejaS {locais} ; porque não lhes é

permitido falar; mas estejam sujeitas, como também ordena a lei. (1 Coríntios 14:34) Ora, quanto à coleta que se faz para os santos, fazei vós também o mesmo que ordenei às igrejaS {locais} da Galácia. (1 Coríntios 16:1) As igrejaS {locais} da Ásia vos saúdam. Saúdam-vos afetuosamente no Senhor Aqüila e Priscila, com a igreja que está em sua casa. (1 Coríntios 16:19a) Também, irmãos, vos fazemos conhecer a graça de Deus dada às igrejaS {locais} da Macedónia; (2 Coríntios 8:1)

E com ele enviamos aquele irmão cujo louvor no evangelho está espalhado em todas

as igrejaS {locais}. (2 Coríntios 8:18)

E não só isto, mas foi também escolhido pelas igrejaS {locais} para companheiro da

nossa viagem, nesta graça que por nós é ministrada para glória do mesmo Senhor, e

39

prontidão do vosso ânimo; (2 Coríntios 8:19) Quanto a Tito, é meu companheiro, e cooperador para convosco; quanto a nossos irmãos, são embaixadores das igrejaS {locais} e glória de Cristo. (2 Coríntios 8:23) Portanto, mostrai para com eles, e perante a face das igrejaS {locais}, a prova do

vosso amor, e da nossa glória acerca de vós. (2 Coríntios 8:24) Outras igrejaS {locais} despojei eu para vos servir, recebendo delas salário; e quando estava presente convosco, e tinha necessidade, a ninguém fui pesado. (2 Coríntios 11:8) Além das coisas exteriores, me oprime cada dia o cuidado de todas as igrejaS {locais}. (2 Coríntios 11:28) Pois, em que tendes vós sido inferiores às outras igrejaS {locais}, a não ser que eu mesmo vos não fui pesado? Perdoai-me este agravo. (2 Coríntios 12:13)

E

todos os irmãos que estão comigo, às igrejaS {locais} da Galácia: (Gálatas 1:2)

E

não era conhecido de vista das igrejaS {locais} da Judéia, que estavam em Cristo;

(Gálatas 1:22) Porque vós, irmãos, haveis sido feitos imitadores das igrejaS {locais} de Deus que na

Judéia estão em Jesus Cristo; porquanto também padecestes de vossos próprios concidadãos o mesmo que os judeus lhes fizeram a eles, (1 Tessalonicenses 2:14 De maneira que nós mesmos nos gloriamos de vós nas igrejaS {locais} de Deus por causa da vossa paciência e fé, e em todas as vossas perseguições e aflições que suportais; (2 Tessalonicenses 1:4) João, às sete igrejaS {locais} que estão na Ásia: Graça e paz seja convosco da parte

daquele que é, e que era, e que há de vir, e da dos sete espíritos que estão diante do seu trono; (Apocalipse 1:4) Que dizia: Eu sou o Alfa e o Omega, o primeiro e o derradeiro; e o que vês, escreve-

o

num livro, e envia-o às sete igrejaS {locais} que estão na Asia: a Éfeso, e a Esmirna,

e

a Pérgamo, e a Tiatira, e a Sardes, e a Filadélfia, e a Laodicéia. (Apocalipse 1:11)

O mistério das sete estrelas, que viste na minha destra, e dos sete castiçais de ouro.

As sete estrelas são os anjos das sete igrejaS {locais}, e os sete castiçais, que viste, são

as sete igrejaS {locais}. (Apocalipse 1:20) Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejaS {locais}: Ao que vencer, dar- lhe-ei a comer da árvore da vida, que está no meio do paraíso de Deus. (Apocalipse

2:7)

Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejaS {locais}: O que vencer não receberá o dano da segunda morte. (Apocalipse 2:11) Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejaS {locais}: Ao que vencer darei a comer do maná escondido, e dar-lhe-ei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe. (Apocalipse 2:17)

E ferirei de morte a seus filhos, e todas as igrejaS {locais}saberão que eu sou aquele

que sonda os rins e os corações. E darei a cada um de vós segundo as vossas obras. (Apocalipse 2:23) Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejaS {locais}. (Apocalipse 2:29) Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejaS {locais}. (Apocalipse 3:6) Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejaS {locais}. (Apocalipse 3:13) Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejaS {locais}. (Apocalipse 3:22) Eu, Jesus, enviei o meu anjo, para vos testificar estas coisas nas igrejaS {locais}. Eu sou a raiz e a geração de Davi, a resplandecente estrela da manhã. (Apocalipse 22:16)

40

Juntando as numerosas e semelhantes definições das dezenas dos melhores dicionários e léxicos, com um estudo de todos os 115 usos da palavra "ekklesia" no Novo Testamento (entre muitas, rever pelo menos a passagem de Atos 2:42-47), com o desejo de sermos crentes fiéis, maximamente fiéis, somente a Deus e à sua Palavra, não às tradições humanas, temos que nos render a uma definição tal como a seguinte:

No Novo Testamento, cada e toda igreja (ekklesia) de crentes é:

(1) um grupo, um corpo, um organismo (diferente de organização)

(2) local [

(3) organizado de (4) pessoas que já foram salvas do caminho do Inferno (isto é, o Espírito Santo já as

"chamou para fora" do mundo e do pecado

creram, foram regeneradas, convertidas [He 12:23], foram feitas novas criaturas radicalmente diferentes de antes), depois (5) pediram e foram submersas em água, e (6) foram aceitas e arroladas como membros daquela igreja local.

NOTA1]
NOTA1]

e

[NOTA2]
[NOTA2]

, e elas biblicamente arrependeram-se,

(7) Os membros de cada igreja se reúnem física e corporalmente, (8) uma ou mais vezes por semana, sob a liderança de um ancião-pastor, mestre, (9) num local físico, para, (10) todos eles (física e espiritualmente juntos), (11) cultuarem ao Deus verdadeiro, o da Bíblia, com (12) uma só doutrina + prática (13) perfeitamente definidas, (14) absolutamente neotestamentárias, e (13) unanimemente cridas e convictamente defendidas por todos os seus membros.

(14) E tendo os objetivos de: proclamar e expandir o Evangelho de nosso Senhor e Salvador Jesus, o Cristo de Deus; (15) organizar outras igrejas da mesma fé e prática; (16) edificar seus membros espiritualmente (isto inclui pregação, exortação, repreensão e, quando necessário, disciplinamento); (17) praticar amor, comunhão e beneficência entre os irmãos da igreja local; (18) praticar beneficência entre outros irmãos de outras igrejas de mesma fé e práticas, e, dentro de suas possibilidades, a quantos dela precisem; e (19) observar as 2 ordenanças memoriais simbólicas (submersão e ceia).

41

d) 16 das 115 ocorrências da palavra "ekklesia" no Novo

Testamento têm simultaneamente:

- o 2o. sentido (o de igreja local tomada como substantivo abstrato; e

- o 3o. sentido (o da igreja local totalizada futura):

Mt 16:18; 1Co 12:28; 15:9; Gl 1:13; Ef 1:22; 3:10,21; 5:23,24,25,27,29,32; Fp 3:6; Cl

1:18,24;

Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja {igreja local totalizada futura, e igreja local tomada como substantivo abstrato, portanto aplicando-se a cada igreja local, particularmente aquela que estava se formando e leria localizada em Jerusalém}, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela; (Mateus

16:18)

E a uns pôs Deus na igreja {igreja local totalizada futura, e igreja local tomada como

substantivo abstrato, portanto aplicando-se a cada igreja local}, primeiramente apóstolos, em segundo lugar profetas, em terceiro doutores, depois milagres, depois dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas. (1 Coríntios 12:28) Porque eu sou o menor dos apóstolos, que não sou digno de ser chamado apóstolo, pois que persegui a igreja de Deus {igreja local totalizada futura, e igreja local tomada como substantivo abstrato, portanto aplicando-se a cada igreja local, particularmente à de Jerusalém, que Saulo perseguira}. (1 Coríntios 15:9)

Porque já ouvistes qual foi antigamente a minha conduta no judaísmo, como sobremaneira perseguia a igreja de Deus {igreja local totalizada futura, e igreja local tomada como substantivo abstrato, portanto aplicando-se a cada igreja local, particularmente à de Jerusalém, que Saulo perseguira} e a assolava. (Gálatas 1:13)

E sujeitou todas as coisas a seus pés, e sobre todas as coisas o constituiu como cabeça

da igreja {igreja local totalizada futura, e igreja local tomada como substantivo abstrato,

portanto aplicando-se a cada igreja local}, (Efésios 1:22) Para que agora, pela igreja {igreja local totalizada futura, e igreja local tomada como substantivo abstrato, portanto aplicando-se a cada igreja local}, a multiforme sabedoria de Deus seja conhecida dos principados e potestades nos céus, (Efésios 3:10)

A esse glória na igreja {igreja local totalizada futura, e igreja local tomada como

substantivo abstrato, portanto aplicando-se a cada igreja local}, por Jesus Cristo, em todas as gerações, para todo o sempre. Amém. (Efésios 3:21) Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja {igreja local totalizada futura, e igreja local tomada como substantivo abstrato, portanto aplicando-se a cada igreja local}, sendo ele próprio o salvador do corpo. (Efésios 5:23) De sorte que, assim como a igreja {igreja local totalizada futura, e igreja local tomada como substantivo abstrato, portanto aplicando-se a cada igreja local} está sujeita a

Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos. (Efésios

5:24)

Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja {igreja local totalizada futura, e igreja local tomada como substantivo abstrato, portanto aplicando-se a cada igreja local}, e a si mesmo se entregou por ela, (Efésios 5:25) Para a apresentar a si mesmo igreja {igreja local totalizada futura, e igreja local

42

tomada como substantivo abstrato, portanto aplicando-se a cada igreja local} gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível. (Efésios

5:27)

Porque nunca ninguém odiou a sua própria carne; antes a alimenta e sustenta, como também o Senhor à igreja {igreja local totalizada futura, e igreja local tomada como substantivo abstrato, portanto aplicando-se a cada igreja local}; (Efésios 5:29) Grande é este mistério; digo-o, porém, a respeito de Cristo e da igreja {igreja local totalizada futura, e igreja local tomada como substantivo abstrato, portanto aplicando-se a cada igreja local}. (Efésios 5:32) Segundo o zelo, perseguidor da igreja {igreja local totalizada futura, e igreja local tomada como substantivo abstrato, portanto aplicando-se a cada igreja local, particularmente à de Jerusalém, que Saulo perseguira}, segundo a justiça que há na lei, irrepreensível. (Filipenses 3:6) E ele é a cabeça do corpo, da igreja {igreja local totalizada futura, e igreja local tomada como substantivo abstrato, portanto aplicando-se a cada igreja local}; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência. (Colossenses 1:18) Regozijo-me agora no que padeço por vós, e na minha carne cumpro o resto das aflições de Cristo, pelo seu corpo, que é a igreja {igreja local totalizada futura, e igreja local tomada como substantivo abstrato, portanto aplicando-se a cada igreja local}; (Colossenses 1:24)

Quanto ao 2o. sentido (o de igreja local tomada como substantivo abstrato):

Deus criou as instituições do casamento, da família, do governo, da nação, etc., no sentido, também, de substantivos abstratos (que são "patterns", padrões, abstrações, generalizações que se aplicam a cada uma de suas instâncias materializadas, mas que não podem ser

materializados e ter vida própria, enquanto coisas universais). Deus usou estes substantivos abstratos na sua Palavra. Hoje, eles são usados em frases tais como:

- "o casamento está sob ataque" (isto é, a instituição genérica do casamento está sob ataque),

- "a família é a base da sociedade" (isto é, a instituição genérica da família é a base da sociedade),

- "é qualquer governo melhor que nenhum governo?" (isto se aplica a qualquer governo, em qualquer local e qualquer tempo),

- etc.

Somente coisas específicas (tais como o casamento de Zeca, a família de Juca, o governo da Paraíba, a nação brasileira, a igreja bíblica da Rua Estreita; etc.) podem existir como substantivos concretos (isto é, como coisas realmente existentes, como instâncias ou exemplos particulares das instituições supra mencionadas, etc.)

Semelhantemente, Deus também criou a instituição da igreja local no sentido, também, de substantivo abstrato (que é um "pattern", um padrão, uma abstração, uma generalização que se aplica a cada uma de suas instâncias materializadas, se aplica a toda e cada igreja local específica - visível - atual - reunindo-se num só local sobre a terra - independente das

43

outras igrejas

universal - difusa - invisível - que não se reúne corporal e freqüentemente, etc.). Deus usou este substantivo abstrato em alguns versos que logo veremos. Hoje, muitos o usam em frases tais como:

de hoje equivale à de Laodicéia" (isto se aplica à grande massa das igrejas

mas que não pode ser materializada e ter vida própria, enquanto igreja

[NOTA3] - "a igreja do nossos dias),
[NOTA3]
- "a igreja
do nossos dias),

- etc.

Somente igrejas locais específicas (tais como aquela igreja re-submersora da Rua Estreita, como a igreja dos Valdenses da Aldeia X no século II, como a igreja anabatista da Aldeia da Redenção, etc.) podem existir como substantivos concretos, como coisas realmente existentes, como instâncias ou exemplos particulares da instituição da igreja local.

São o mais louco contra-senso as expressões: "o casamento universal - difuso", "a família universal", "o governo universal", "a nação universal", e, também, "a igreja universal - difusa", e até mesmo "os verdadeiros batistas, no universo do Estado de São Paulo".

Quanto ao 3o. sentido (o de igreja local totalizada futura):

Hoje, a igreja local totalizada futura é o conjunto de todos que, pelo Espírito Santo tendo sido "chamados para fora" do mundo e do pecado na atual dispensação, e já dormindo no Senhor, já se congregam localmente no 3o. Céu. É a "igreja local do Céu". Esta igreja local só estará completa no Arrebatamento, quando reunirá todos os salvos desta presente dispensação, passando a ser a "igreja totalizada e eterna, sendo localizada na Nova Jerusalém". Lembremos que muitos membros de igrejas locais não são verdadeiros salvos, portanto não são membros da igreja local totalizada futura. Só Deus diferencia perfeitamente entre o trigo e o joio, e Ele predisse que muitas aves (de rapina, significando demônios) se alojariam na aparente Cristandade, e que o fermento da hipocrisia e do erro totalmente corromperia a aparente Cristandade. Etc. Mt 13:24-40.

24 O reino dos céus é semelhante ao homem que semeia a boa semente no seu

campo; 25 Mas, dormindo os homens, veio o seu inimigo, e semeou joio no meio do trigo, e retirou-se. 26 E, quando a erva cresceu e frutificou, apareceu também o joio.

27 E os servos do pai de família, indo ter com ele, disseram-lhe: Senhor, não semeaste

tu, no teu campo, boa semente? Por que tem, então, joio? 28 E ele lhes disse: Um inimigo é quem fez isso. E os servos lhe disseram: Queres pois que vamos arrancá-lo?

29 Ele, porém, lhes disse: Não; para que, ao colher o joio, não arranqueis também o

trigo com ele. 30 Deixai crescer ambos juntos até à ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi

aos ceifeiros: Colhei primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar; mas, o trigo,

ajuntai-o no meu

semente, é o Filho do homem; 38 O campo é o mundo; e a boa semente são os filhos do reino; e o joio são os filhos do maligno; 39 O inimigo, que o semeou, é o diabo; e a ceifa é o fim do mundo; e os ceifeiros são os anjos. 40 Assim como o joio é colhido e queimado no fogo, assim será na consumação deste mundo. (Mateus 13:24-40)

37 E ele, respondendo, disse-lhes: O que semeia a boa

44

e) 01 das 115 ocorrências da palavra "ekklesia" no Novo Testamento só tem o 3o. sentido, a saber, de igreja local totalizada futura:

He 12:23

A universal assembléia {3831 paneguris} e igreja {1577 "ekklesia" local totalizada futura} dos primogênitos, que estão inscritos nos céus, e a Deus, o juiz de todos, e aos espíritos dos justos aperfeiçoados; (Hebreus 12:23) {3831 paneguris} era ajuntamento especialíssimo de TODOS os cidadãos de uma cidade (só os cidadãos tinham tal direito, não os forasteiros, servos, escravos), em festiva celebração pública de algo muito grandioso. Notemos que era uma reunião no sentido físico, corporal, literal, real, sobre a terra, e local.

f) 00 (zero!) das 115 ocorrências da palavra "ekklesia" no Novo Testamento têm sentido de igreja universal - difusa - atual.

A maioria dos autores dos livros de Teologia Sistemática e dos professores de seminários (mesmo clamando ser de linha batista fundamentalista e mesmo pondo maior ênfase nas igrejas locais) admite que sempre houve e há (atualmente, e aqui na terra!) uma tal de "Igreja Universal", difusa, permeando todas as denominações e países e diferençazinhas. Eles definem esta "Igreja Católica (católica significa universal)" como sendo "o corpo místico de Cristo", do qual Ele é a Cabeça viva e todos os regenerados (vivos ou já no Céu) desta dispensação são os membros. Como argumento, alegam:

1Co 12:12-13 "12 ¶ Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também. 13 Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito." Ora, isto é melhor visto como referindo-se à igreja local tomada como substantivo abstrato [portanto, aplicando-se a toda e cada igreja local], e, também, como referindo-se à igreja local totalizada futura); Ef 1:22-23 22 E sujeitou todas as coisas a seus pés, e sobre todas as coisas o constituiu como cabeça da igreja, 23 Que é o seu corpo, a plenitude daquele que cumpre tudo em todos. (Efésios 1:22-23) Ora, isto é melhor visto como referindo-se à igreja local tomada como substantivo abstrato (portando, aplicando-se a toda e cada igreja local), e, também, como referindo-se à igreja local totalizada futura (local à Nova Jerusalém); e Ef 3:4-6 "4 Por isso, quando ledes, podeis perceber a minha compreensão do mistério de Cristo, 5 O qual noutros séculos não foi manifestado aos filhos dos homens, como agora tem sido revelado pelo Espírito aos seus santos apóstolos e profetas; 6 A saber, que os gentios são coherdeiros, e de um mesmo corpo, e participantes da promessa em Cristo pelo evangelho;" Ora, isto é melhor visto como referindo-se à igreja local tomada como substantivo abstrato, e, também, como a igreja local totalizada futura).

Ademais, a maioria dos autores e dos professores escreve coisas lindas, que poderíamos tentar resumir como "Vejam, na realidade há um só oceano abrangendo todo o planeta, e há um só e maravilhoso fundo de oceano, mesmo que nem todos o percebam e vejam como

45

ele é glorioso. Este fundo de oceano aqui se ergue formando uma ilha isolada, ali se ergue formando um pequeno arquipélago, acolá se ergue formando um grande continente, etc. Os habitantes de cada um desses locais talvez não percebam, mas estão todos sobre um mesmo e majestoso lençol de terra que é único e universal. Aleluia! Semelhantemente é com a igreja: há dezenas de denominações, há milhões de igrejas locais, há bilhões de crentes, mas, aleluia, todos formamos uma só igreja universal, o conjunto de todos os crentes sobre a terra, por sua vez parte da conjunto de todos os crentes quer sobre a terra quer já no céu."

Tudo isto leva muitas pessoas a dizerem: "Minha igreja mesmo é a 'igreja universal, difusa e invisível aqui na terra', ela é a única que me interessa, eu não preciso ser membro nem ser fiel a nenhuma igreja local, eu freqüento a todas elas sem me amarrar a nenhuma. Abaixo as separações, abaixo as diferenças doutrinárias, sejamos uma só religião, sejamos 'A Igreja'."

Todo este pensar, embora prevalente, é ERRO. É simplesmente contrário ao uso de "ekklesia" em toda literatura, contrário aos dicionários e léxicos do grego, e, muito pior, contrário à Bíblia, pensar-se que há essa tal de "igreja universal" englobando os mais "sinceros, dedicados e conservadores" batistas; ou englobando também os mais "sinceros, dedicados e tradicionalistas" reformados (protestantes); envolvendo também todos os pentecostais e todos os evangélicos; envolvendo também os neopentecostais, os pragmatistas, os modernistas e liberais; e infinitamente pior envolvendo também os adventistas de 7o. dia e os católico romanos e os grego ortodoxos, enfim, envolvendo todos os que usam o nome de cristão.

Fazemos nossas as palavras de T.P. Simmons: "No entanto, a imaginária Igreja Universal, invisível, nunca funciona coletivamente. Não realiza cultos, não observa nenhuma ordenança, não envia e não sustenta nenhum missionário. É simplesmente uma colossal não-entidade [uma imaginação, uma não-existência], sem função, sem propósito, e sem razão para existir. É a igreja local que opera por [e para] Cristo. E é somente a igreja local que pode corretamente ser chamada o corpo de Cristo."

Por não sabermos escrever melhor, vamos inserir, aqui, um excelente estudo do Pr. Steve Montgomery, expondo os erros da teoria de que há uma tal de "Igreja Católica (isto é, Universal)". Pr. Montgomery, durante seu longo e frutífero e ministério, tem organizado várias igrejas batistas independentes no estado de São Paulo.

46

A IGREJA UNIVERSAL E

INVISÍVEL

UMA TEORIA E UM MITO

Muitos Protestantes e alguns Batistas acreditam numa igreja universal e invisível. Creio que este conceito é errado e não suporta um exame criterioso das escrituras.

A ORIGEM DA DOUTRINA

Até os dias da Reforma Protestante, achamos muito pouco na historia sobre uma igreja

invisível. É porque as igrejas antigas não acreditavam em tal igreja. A igreja para eles era local. A igreja era perseguida, maltratada, caçada, e em alguns casos matada. Ela era visível, pregava publicamente o evangelho, batizava os crentes feitos, tomava a ceia e praticava disciplina. Alguns acham que um homem chamado Joviano ou Joviniano pregava esta doutrina no século 4, mas não temos certeza. Foi Martinho Lutero que inventou a idéia da igreja invisível porque tinha ensinado que a igreja é uma só, a Católica, mas quando saiu desta, começou uma outra semelhante! Os outros reformadores também fizeram o mesmo.

A Igreja Católica Romana acredita numa igreja universal e visível, com hierarquia, e com a

sua sede em Roma. Quando Lutero saiu da Igreja Católica, ele rejeitou a teologia e a pratica das igrejas Anabatistas na Europa porque estas rejeitaram rigorosamente qualquer união da igreja com o estado. Os Anabatistas criam na igreja visível e local, como os Batistas verdadeiros de hoje. Lutero decidiu defender a idéia de que a igreja é universal, mas invisível, e que consiste de todos os crentes verdadeiros. Confundiu a igreja com a família de Deus!

A influência da Reforma sobre os Batistas foi tremenda. Pela liberdade política que

começaram a gozar, muitos começaram a ficar relaxados em suas relações com outros crentes. Alguns verdadeiros continuaram como Anabatistas, isto é, não aceitaram os batismos dos reformados, mas muitos acompanharam o movimento da reforma. Por esta razão alguns historiadores pensam que os Batistas começaram durante a Reforma Protestante. Isto simplesmente não é a verdade.

Hoje, muitos Batistas aceitam a tese das duas igrejas, uma local e visível e a outra invisível, e assim estão encaminhando rapidamente para o movimento liberal e ecumênico. Se todos os crentes fazem parte da mesma igreja (invisível), por que uma vai ser Batista e a outra Pentecostal ou Metodista? Onde fica o batismo? E a ceia? E a disciplina? Se não há

47

diferença entre uma igreja Batista e uma igreja Protestante, a conclusão é certa, isto é, que somos do mesmo corpo e devemos aceitar os batismos de todos e abrir a ceia para todos. Se aceitarmos esta tese, a igreja local será desprezada e prejudicada.

A DOUTRINA DEFINIDA POR SCOFFIELD

Há varias versões desta doutrina, mas a mais popular se acha na Bíblia Scoffield que diz:

"A igreja verdadeira, é composta do número inteiro das pessoas regeneradas desde Pentecostes até a primeira ressurreição (I Co. 15:52), unidas a Cristo pelo batismo do Espírito Santo (I Co. 12:12-13), no corpo de Cristo do qual Ele é a cabeça (Ef. 1:22-23)." Esta doutrina tem muitas falhas.

1. Não toma em consideração, por exemplo, que a igreja já existia durante o ministério de Jesus Cristo. Jesus chamou seus discípulos seu "pequeno rebanho" em Lc. 12:32,

e sabemos que o seu rebanho é a sua igreja. Este "pequeno rebanho" já existia antes do dia de Pentecostes. No dia de Pentecostes, quase três mil almas foram acrescentadas à igreja em Jerusalém. O pequeno rebanho ficou maior. Como pode

fazer isto se a igreja não existisse antes? Deus pôs primeiro os apóstolos na igreja (I Co. 12:28), porque ela já existia. Jesus escolheu seus apóstolos durante o seu ministério. A igreja já batizava através dos discípulos, João 4:1-2. A igreja recebeu

a

ceia antes da morte de Cristo. A igreja foi ensinada a praticar a disciplina durante

o

ministério de Cristo, Mt. 18:15-20. A igreja recebeu a grande comissão de fazer

discípulos, batizá-los e ensinar a palavra até o fim do mundo, antes do dia de Pentecostes.

2. Um outro erro que o Scoffield ensina é que nós estamos unidos com Cristo através do batismo do Espírito. Os apóstolos todos já tinham crido em Jesus antes do dia de Pentecostes. Já estavam unidos "em Cristo." (3) A linguagem da doutrina está errada. Ninguém jamais foi batizado pelo Espírito. Não devemos dizer "batismo DO Espírito," mas, sim "batismo NO Espírito." A igreja foi batizada no Espírito no dia de Pentecostes por Jesus Cristo, mas o Espírito Santo não batizou ninguém.

3. Os três mil crentes novos no dia de Pentecostes foram batizados em água e não no Espírito. Eles foram acrescentados à igreja que já tinha sido batizada no Espírito. Pedro tinha pregado o evangelho a eles, e eles queriam saber o que fazer. A resposta foi simples em Atos 2:38. Pedro mandou que arrependessem todos. O arrependimento verdadeiro traz perdão. Pedro também mandou que cada um fosse batizado "para [por causa do] perdão dos pecados" para receber o dom do Espírito Santo. Quando foram batizados, foi em água ou em Espírito? Foi em água como em todos os outros casos no livro de Atos. Foram batizados em água de acordo com a ordem dada em Mt. 28:19-20. Quando foram feitos discípulos pelo arrependimento, então foram batizados em água e acrescentados à igreja como novos membros. Muitos anos depois, o Apostolo Paulo escreveu em Ef. 4:5 que temos "UM SÓ BATISMO" e não dois. Se o batismo que Jesus nos mandou fazer é o único, não devemos receber outro. O único batismo em nossos dias é batismo em água. Isto elimina o batismo espiritual. Se a salvação fosse um batismo espiritual, este seria o

48

único batismo e não precisaríamos ser batizados em água. Não temos DOIS batismos, mas um só.

4. Scoffield ainda erra em dizer que todos os crentes fazem parte do corpo de Cristo. A igreja é o corpo de Cristo, e para fazer parte da igreja o pecador tem que ser arrependido, batizado em água e recebido como membro pelos demais membros, Atos 2:41. O batismo em água não salva ninguém, portanto o crente tem salvação antes de ser batizado em água. Mas não faz parte de igreja nenhuma se não obedecer a Cristo no batismo único, que é batismo na água. O mesmo batismo que Jesus recebeu foi dado a sua igreja para praticar até a consumação dos séculos.

5. Um crente verdadeiro que é disciplinado pela igreja não faz mais parte da igreja. Mas não perde a sua salvação! Se ele se arrepender do erro, será perdoado e recebido de novo na igreja. Se a fé nos colocasse na igreja, isto é, no corpo de Cristo, como fica este membro disciplinado? Ele não faz parte do corpo, isto é, a igreja mas ainda é salvo.

SEU ARGUMENTO PRINCIPAL EXAMINADO

Vamos examinar I Co. 12:12-13 que Scoffield usa como prova da igreja invisível. Esta passagem da Bíblia não ensina a igreja invisível feita de todos os crentes.

1. Paulo estava ensinando sobre os dons espirituais, vs. 1.

2. Todos os membros da igreja em Corinto tinham o Espírito Santo, vs. 2-3. Logo, nenhum membro era superior ao outro.

3. Há diversos dons, mas o Espírito é um só. È o mesmo Espírito, vs. 4.

4. Há diversos ministérios, operações e manifestações, mas o Espírito Santo é o mesmo, vs. 5-11. É um só.

5. O Espírito repartia os dons "particularmente a cada um como quer," vs. 11. Por que? Paulo comparou a igreja em Corinto a um corpo físico. "Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo."

6. Não há dúvida, nenhum membro na igreja de Corinto era mais importante que os outros. Nenhum membro pôde ser exaltado acima dos outros, vs. 14-25. Por que? "Para que não haja divisão no corpo," vs. 25. Este é o ponto mais importante. Ela deve ser unida e não dividida. Ela deve ser um só corpo. Ela deve ter um só Espírito, uma só fé e um só batismo, Ef. 4:3-4. Mas, se perguntarmos, "Que corpo?" vamos encontrar a resposta em versículo 27, "Ora, vós sois o corpo de Cristo, e seus membros em particular." A igreja em Corinto era o corpo de Cristo em Corinto Cada membro da igreja era membro do corpo. O corpo de Cristo é a igreja local.

7. Em versículo 13, Paulo fala do batismo em água de cada membro da igreja em Corinto. O MESMO ESPIRITO SANTO levou cada um deles ao batismo em água para formar um só corpo em Corinto.

8. Um outro tipo de batismo faria uma divisão no corpo! O Espírito Santo não leva a pessoa a ser aspergida no lugar de batismo. Ele não leva os pais a batizar seus

49

infantes. Todos os membros devem ter o mesmo batismo que receberam depois da sua profissão de fé em Cristo. Este batismo é imersão total na água.

9. O que quer dizer ser "batizados em um Espírito"? A palavra "em" tem o mesmo significado neste versículo que tem em I Co. 10:2. "E todos foram batizados em Moisés." Os judeus foram batizados na nuvem e no mar em obediência a Moisés. E semelhantemente todos os membros da igreja em Corinto foram batizados em obediência ao mesmo Espírito Santo. O Espírito Santo dirigiu cada membro da igreja em Corinto para ser batizado em água. Nenhum membro tinha um outro batismo. Todos eram iguais. Paulo estava falando da igreja local e visível de Corinto, e não de todos os crentes do mundo, batizados misteriosa e misticamente numa igreja invisível no céu! Portanto a igreja em Corinto era o corpo de Cristo em Corinto.

QUEM FAZ PARTE DO CORPO DE CRISTO?

A Bíblia ensina que a igreja é o corpo de Cristo. Cada igreja local, que é bíblica, é um corpo de Cristo. Por exemplo, a igreja em Corinto foi chamada o corpo de Cristo em I Co. 12:27. "Ora, vós sois o corpo de Cristo, e seus membros em particular."

Quando usamos a expressão "corpo de Cristo," não estamos usando a palavra literalmente. Corpo é uma metáfora. A igreja é comparada a um corpo. Quando dizemos que Jesus é a cabeça da igreja, não estamos falando literalmente ou fisicamente. Não podemos aceitar literalmente a metáfora. A igreja em Corinto tinha Jesus como sua autoridade. Ela, por sua vez, representava Jesus na terra porque tinha o mesmo Senhor, mesma fé e mesmo batismo. Cada igreja verdadeira é um corpo de Cristo em seu devido lugar. Cada igreja está debaixo da autoridade de Cristo como um corpo está controlado pela sua cabeça.

"Estar em Cristo" significa uma relação com Cristo. Um falso profeta pode estar dentro de uma igreja mas não está em Cristo. O ladrão na cruz que foi salvo estava em Cristo, isto é, creu em Cristo e foi salvo, mas não fazia parte da igreja de Cristo. Todos os crentes do Velho Testamento estavam em Cristo, isto é, obedeciam a Cristo, mas não faziam parte da igreja do Novo Testamento. Em outras palavras, "em Cristo" mostra uma relação com Cristo. Há salvação fora da igreja, mas a igreja deve ser feita de salvos. Ela, como instituição e organização deve representar Cristo e sua doutrina e obra. Portanto, "estar em Cristo" não é a mesma coisa de "estar no corpo de Cristo."

Em Rm. 6:3 e Gl. 3:27 achamos a expressão, "batizados em Cristo." O batismo não nos coloca em lugar nenhum, muito menos em Jesus Cristo. Não é o batismo que nos coloca na igreja, e certamente não nos coloca na redenção. Não há necessidade de mistificar esta expressão. "Em Cristo" não é uma condição ou posição que nós adquirimos quando convertidos. É só comparar a frase com I Co. 10:2, que tem a mesma frase, para chegar a uma conclusão certa. Será que os Judeus que saíram do Egito ficaram numa mística posição chamada "Em Moisés"? Não, certamente. Eles seguiram Moisés ou obedeceram A Moisés e foram batizados na nuvem e no Mar Vermelho. Nós abandonamos nosso Egito e seguimos Jesus, sendo obedientes ao seu batismo, o batismo de João. É o batismo de arrependimento. Será que os Judeus entraram numa união mística com Moisés? Será que Israel ficou em alguma "posição Mosaica?"

50

Pela fé estabelecemos uma relação com Deus por Jesus. Somos filhos de Deus. Fazemos parte da Sua família. Pelo batismo também temos uma relação com Cristo porque o nosso batismo foi uma declaração que nossa vida anterior era da morte e inútil, mas agora estamos seguindo Jesus numa nova vida. Fazemos parte do seu corpo, sua igreja. Em I Co. 12:13 achamos a mesma idéia. Por UM SÓ Espírito, O Espírito Santo, os Coríntios foram levados a obedecer a Jesus no batismo em água em relação à (eis) UM corpo, a igreja local. Portanto, sejam judeus, sejam gentios fazem parte da mesma igreja, isto é, do mesmo corpo de Jesus Cristo porque foram dirigidos pelo mesmo Espírito.

A DOUTRINA DE DUAS IGREJAS

Uma versão da doutrina da Igreja Universal e Invisível ensina duas igrejas e não uma só. Vamos notar o pronunciamento da Convenção Batista do Sul nos Estados Unidos em 1962 que diz: "O Novo Testamento fala também da igreja como o corpo de Cristo que inclui todos os redimidos de todas as épocas." A palavra "também" nesta declaração indica que a Convenção crê em duas igrejas. Uma é visível e local, mas a outra consiste de todos os crentes de todos os tempos. Esta última é universal e invisível. Eles acreditam na igreja local mas também numa outra feita de todos os crentes em Cristo, com ou sem batismo, obedientes ou não! Seria um corpo de Cristo feito de pessoas em comunhão com a igreja ou mesmo contra a igreja e que nega suas doutrinas principais. Assim não há uma igreja só, mas duas! Os Fundamentalistas, os Protestantes, as Neo-Evangélicas e até alguns Batistas adotam esta idéia. Será que têm razão? Digo que não!

A DOUTRINA DOS DOIS CORPOS E DOIS BATISMOS

Conforme a interpretação popular de I Co. 12:13 quem crê em Jesus é batizado no Espírito e assim faz parte do corpo de Jesus, isto é, a igreja invisível. Dizem que o crente recebe dois batismos, um na água e outro no Espírito. Esta teoria ensina que existe a igreja local e também a igreja invisível. Eles não negam a igreja local, mas admitem outra para evitar a questão do batismo em água! Eles admitem dois batismos e também dois corpos de Cristo. Mas o que diz a Palavra de Deus em Ef. 4:4-5? "Há um só corpo e um só Espírito, como também fostes chamados em uma só esperança da vossa vocação; Um só Senhor, uma só fé, um só batismo." Então segundo as escrituras não há dois tipos de corpos de Cristo, mas um só. Não há dois Espíritos Santos, mas um só. Nós não temos dois tipos de Senhores, mas um só, Jesus Cristo. Nós temos uma fé só e ela foi dada uma vez só aos crentes, Judas 3. Há um só batismo para o crente, o batismo em água! Não precisamos de um batismo no Espírito. Se Ef. 4:5 indica um batismo espiritual, não devemos praticar o batismo em água! Porem, Jesus mandou-nos batizar em água até o fim do mundo em Mt. 28:19-20! Se devemos batizar em água, então não é necessário crer que existe um outro em Espírito. Se Paulo estava falando sobre um corpo místico, então não existe um corpo visível. Isto é um absurdo!

51

Quem crê na igreja invisível não dá o necessário valor para a igreja local. Não dá valor ao batismo em água que veio do céu, o mesmo que Jesus recebeu no Rio Jordão. Acha que o batismo é de pouco valor. Acha que não importa fazer parte de uma igreja local verdadeira que vem dos dias de Cristo. Pensa que qualquer uma é verdadeira porque prega Jesus como Salvador. O resultado deste pensamento é desprezar a igreja que Jesus instituiu e reconhecer as organizações humanas como verdadeiras igrejas. Isto é a base do interdenominacionalismo. O batista que aceita a igreja invisível torna-se cada vez menos batista e cada vez mais protestante. Se todos os crentes aceitassem a idéia da igreja invisível, logo a igreja verdadeira que é local seria uma coisa do passado! Todos os batismos seriam legítimos e nenhuma igreja poderia recusar a participação de alguém na mesa do Senhor!

O BATISMO NO ESPÍRITO SANTO

O batismo no Espírito Santo foi um fenômeno durante os tempos apostólicos somente. Há

somente quatro ocasiões em que ocorreu no Novo Testamento. (a) No dia de Pentecostes em Jerusalém com os Judeus, At. 2:1-8; (b) No meio dos samaritanos e judeus em At. 8:14- 24; (c) Em Cesaréia na casa de Cornélio com ele e outros Gentios, At. 10:14-48 e 11:15-17; (d) e em Éfeso no caso dos gentios que precisavam ser rebatizados, At. 19:1-7. Depois destas quatro vezes, não tem outra menção do assunto no Novo Testamento. O que aconteceu é diferente de nascer do Espírito ou ficar cheio do Espírito. Era necessário para autenticar a igreja e dar-lhe poder para obedecer a grande comissão, At. 1:8.

ESTA DOUTRINA ENSINA QUE A IGREJA É O REINO DE DEUS

Muitos que acreditam na teoria da igreja invisível dizem que a igreja e o reino são iguais. Eles fazem muita confusão sobre este assunto. A Bíblia não ensina que o reino e a igreja são a mesma coisa. Vamos examinar as escrituras. (1) Lc. 12:32 Jesus disse a sua igreja, "Não temais, ó pequeno rebanho, porque a vosso Pai agradou dar-vos o reino." O rebanho é a igreja; vai receber ainda o reino. Não é o reino. (2) Lc. 11:2 Jesus ensinou seus discípulos a orar, como João Batista ensinou os seus também. No "Pai nosso," o primeiro pedido é "venha o teu reino." A igreja não é o reino; ela ora a Deus para que venha o reino onde a vontade dele será feita perfeitamente. A igreja está aqui agora, mas o reino não! (3) É possível um pecador entrar na igreja sem salvação. Judas é um caso patente. Mas todos no reino estão salvos. Jesus disse a Nicodemos que o descrente não pode entrar no reino, João 3:5. O arrependido entra no reino através do novo nascimento ou salvação, mas para entrar na igreja como membro, tem que ser batizado também. João 3:3,5; Atos 2:41; Mc. 10:15. (4) O salvo não pode ser tirado do reino pelos homens, porque sua salvação está segura, João 5:24; 6:37. Mas um crente que não obedece A Cristo pode ser tirado da igreja, I Co. 5;

II Ts. 3:6,14. (5) A Bíblia nunca fala do reino de Deus no plural, mas o Novo Testamento

está cheio de passagens que usam a palavra "igrejas."

52

Daniel 2:44 fala do reino de Deus "que não será destruído; e este reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos esses reinos, mas ele mesmo subsistirá para sempre." É esta passagem que foi mal entendida nos primeiros séculos e levou as igrejas se unirem ao Império Romano para conquistar o mundo para Cristo. É a base da doutrina que a igreja vai conquistar o mundo na ausência de Jesus antes da sua volta a terra. Toda a inquisição romana foi baseada na idéia de que a Igreja Romana era o reino de Deus na terra. Recentemente li um sermão por um pregador da Convenção mencionada acima onde tentou provar a perpetuidade da igreja com Dn. 2:44! É fato que a igreja não vai morrer, mas Dn. 2:44 fala da segunda vinda de Jesus, não da primeira! A igreja não vai reinar agora nesta vida, mas depois da vinda de Cristo em glória.

O USO DA PALAVRA IGREJA NO NOVO TESTAMENTO

A palavra "ekklesia" é usada no Novo Testamento cento e quinze (115) vezes. É quase

sempre traduzida com a palavra igreja. Na maioria dos casos (mais que noventa) o sentido da palavra é assembléia ou congregação. Este é o conceito certo da palavra igreja. Nos outros casos há discussão e debate no meio de alguns crentes. Quem crê na igreja universal e invisível tem que MUDAR o sentido original da palavra nas outras ocorrências da palavra.

Os Gregos organizaram seu território em pequenas ‘cidades-estados’ ou algo semelhante aos nossos municípios. Cada cidade tinha seu próprio governo. Certos cidadãos foram escolhidos para representar seus habitantes numa "assembléia" legislativa. Estas assembléias foram chamadas, na língua grega, "ekklesia" ou ekklesia ". Foi um ajuntamento de pessoas qualificadas para liderar o povo. Quando Jesus usou a palavra em respeito dos seus seguidores, não inventou uma palavra nova. Jesus chamou seus discípulos"minha igreja." Mt. 16:18 Usou a palavra "ekklesia" que já foi entendida por todos. Naquele tempo, a palavra significava simplesmente um ajuntamento ou uma congregação. Nunca foi usada para representar algo que não congregava visivelmente. Quem crê na igreja invisível, tem que mudar o sentido original da palavra em Grego. Isto é inaceitável.

A palavra "ekklesia" ou igreja é usada no abstrato, isto é, não se referendo especialmente a

nenhuma congregação em particular em algum lugar específico, mas sim à igreja como uma instituição. Mas quando a palavra é usada normalmente, refere-se a uma congregação

particular, isto é, uma igreja LOCAL E BEM VISÍVEL.

Nós usamos a língua assim hoje. Se eu disser, "escola," não estou falando de alguma escola em particular. Eu estou usando a palavra no abstrato, não concreto. Estou falando da instituição escolar. Ou se eu falar, "o homem é a cabeça da mulher," estou falando no abstrato ou institucionalmente. Se usar a palavra no sentido concreto, poderia dizer que José é a cabeça de sua esposa, Maria. NINGUÉM pensaria que todos os homens fazem um grande homem ou marido! NINGUÉM pensaria de um grande esposo invisível, feito de todos os outros maridos!

53

Ou eu poderia dizer que o computador é uma grande invenção. Assim usei a palavra computador no abstrato. Mas se eu quero falar em particular, poderia dizer que Pastor Steve tem um bonito e bom computador. Será que alguém vai entender que só existe um computador e que ele é invisível? Claro que não. Por que os líderes religiosos nãousam o mesmo bom senso quando ensinam sobre a igreja?

A IGREJA INVISÍVEL É UMA TEORIA SOMENTE

É uma teoria porque não podemos localizar uma igreja invisível na Bíblia. Você pode

procurar à vontade, nunca vai encontrar na Bíblia uma igreja Estadual, Nacional, Internacional, ou Universal, visível ou invisível. Sempre vai encontrar um grupo de crentes em Jesus congregados visivelmente e que defendem a fé uma vez dada aos santos.

Uma passagem usada muito pelos defensores da igreja invisível é Ef. 5:23: "Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o

salvador do corpo." Será que Paulo introduz aqui uma nova definição de igreja? Creio que não. Será que este versículo diz que todos os crentes fazem parte da igreja? Também não. Se esta passagem ensina que a igreja é invisível, então também ensina que existe um grande invisível marido e uma grande invisível esposa! Observe as palavras "como também" neste versículo. Será que todos os esposos no mundo formam um grande esposo? Será que todas

as esposas formam se em uma grande esposa que é invisível? Claro que não! Esta idéia de que todos os crentes formam uma grande igreja invisível no céu é nada mais que UMA TEORIA!

A TEORIA QUE NÃO TEM VANTAGEM NENHUMA

A única maneira de demonstrar a fé cristã junto com outros crentes é através da igreja. A

verdade é que a igreja invisível nunca pregou o evangelho, nunca batizou ninguém, nunca defendeu a fé, nunca disciplinou o crente desviado, nunca tomou a ceia do Senhor, nunca recebeu uma oferta, nunca ajudou um pobre sequer, e nem mandou um missionário ao campo. Todo este trabalho é feito por congregações bem visíveis! E são locais! Não tem vantagem nenhuma uma igreja que nada faz! Quem são os membros da igreja invisível? Só Deus pode saber quem é membro. Ela nunca fez um culto, nunca ajuntou ou congregou em algum lugar. Ela não tem ordenanças, não tem pastor, nenhuma existência organizacional, nunca faz oração, nunca louva a Deus, nunca prega, não faz nada. É uma igreja fictícia, não existente. Não pode ser perseguida e seus membros não podem ser disciplinados pelos outros. Não tem missão no mundo e não tem mensagem. Não passa de uma teoria e suposição. É uma igreja que o mundo não enxerga e não precisa. É somente uma idéia teológica, sem existência no tempo e no espaço. Não tem historia. Como disse um irmão, "Ela é uma multidão sem organização, sem ação e sem existência corporal."

Irmãos, cuidado com as igrejas que pregam dois corpos, dois batismos e duas igrejas.

54

Preparado por Pr. Steve Montgomery

22 de novembro de 2000 Caixa Postal 278 Ourinhos, S.P.

Para maiores detalhes, fazer download e ler os seguinte excelentes livros:

- "O Rastro de Sangue ('Acompanhando os Cristãos através dos séculos,' ou 'A História

dos Batistas, desde o tempo de Cristo, seu fundador, até os nossos dias.' ", J. M. Carroll, um clássico, um dos melhores e mais influenciais livros jamais escritos. 6 arquivos em www.geocities.com/wbtbrazil.

- "The Myth Of The Universal Invisible Church EXPLODED" - Roy Mason, URL's desde http://www2.tnweb.com/pbc/RMason/myth1.htm até

http://www2.tnweb.com/pbc/RMason/myth8.htm.

Terminamos por sempre lembrar enfaticamente: "igreja universal-difusa" é um oxímoro, uma violenta e ridícula contradição de termos! Usando um editor de textos, bastará irmos aos livros que defendem tal coisa, lá irmos a toda ocorrência da expressão "igreja universal- difusa" e fazermos 3 coisas:

a) substituirmos "igreja" por uma sua definição sucinta, tal como "um grupo de crentes que

se reúne fisicamente a cada semana" (esta definição é obrigatória, adaptando-se o que os dicionários gregos têm sobre o verbete ekklesia, ao contexto cristão);

b) substituirmos "universal" por uma sua definição sucinta, tal como "abrangendo toda a

terra e céu e todos os tempos"; e

c) substituirmos "difusa" por uma sua definição sucinta, tal como "tão espalhado e tão

abrangente que um não pode sequer ver a todos, talvez não possa ver a nenhum",

e veremos a louca, estapafúrdia, ridícula, impossível, tragicômica, violenta contradição de termos que teríamos em cada expressão resultante:

"o um grupo de crentes que se reúne fisicamente a cada semana, abrangendo toda a terra e céu e todos os tempos, tão espalhado e tão abrangente que um não pode sequer ver a todos, talvez não possa ver a nenhum."

Loucura das loucuras, de onde vieste tu?

NOTA1
NOTA1

: NO NOVO TESTAMENTO, TODA E CADA IGREJA É LOCAL E

INDEPENDENTE:

Notemos que as saudações às igrejas são sempre feitas a igrejas locais, visíveis, sobre a terra, nunca a uma igreja difusa englobando uma província, um país, muito menos um

55

continente, ou toda a terra; Notemos, também, que, em Apocalipse, João dirigiu-se individualmente a cada um dos "O anjo" (homem mensageiro de Deus, o presbítero- pastor- supervisor de uma igreja local) em Apocalipse 2, 3. (Aliás, essas cartas são primordialmente aos supervisores de cada igreja, não às igrejas em si. A aplicação às igrejas é válida, mas secundária). As igrejas são endereçadas isoladamente. Etc. No Novo Testamento, toda e cada igreja é local e independente. E todos os irmãos que estão comigo, àS igrejaS da Galácia: (Gl 1:2) João, às sete igrejaS que estão na Ásia: Graça e paz seja convosco da parte daquele que é, e que era, e que há de vir, e da dos sete espíritos que estão diante do seu trono; (Ap 1:4). Ver também At 8:1; 11:22; 20:17; Rm 16:1; Cl 4:16; 1Ts 2:14)

"CHAMOU PARA FORA DO MUNDO E DO PECADO":também At 8:1; 11:22; 20:17; Rm 16:1; Cl 4:16; 1Ts 2:14) Todo e cada crente (portanto

Todo e cada crente (portanto toda e cada igreja local) é chamado para fora do mundo a fim de viver como um separado pôr e para Deus, portanto viver como um santo:

- Em 1Co 1:2 somos caracterizados como "os santificados em Cristo Jesus",

"À igreja de Deus que está em Corinto, aos SANTIFICADOS em Cristo Jesus, chamados SANTOS, com todos os que em todo o lugar invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso:" (1 Coríntios 1:2)

- Em Rm 1:7 somos caracterizados como "os chamados santos",

"A todos os que estais em Roma, amados de Deus, CHAMADOS SANTOS: Graça e paz de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo." (Romanos 1:7)

- Em 1Pe 2:9 somos caracterizados como "a nação santa".

"Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a NAÇÃO SANTA, o povo adquirido,

para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;" (1 Pedro 2:9)

"A IGREJA DE HOJE É A DE LAODICÉIA"das trevas para a sua maravilhosa luz; " (1 Pedro 2:9) Este uso de palavras não

Este uso de palavras não está errado, pois "a igreja" está sendo usado como substantivo abstrato e a declaração se aplica à grande massa das igrejas do nossos dias. Mas, pessoalmente, à luz do Novo Testamento e para evitar confusão, nós preferimos e nos esforçamos por usar somente plurais, portanto preferiríamos dizer "aS igrejaS de hoje SÃO como a de Laodicéia".

56

Principais figuras dos 3 tipos de igreja (sempre locais) e/ou dos seus membros: edifício de Deus, templo de Deus, corpo de Cristo, noiva de Cristo, ramos da videira, rebanho de ovelhas, sacerdócio santo, sacerdócio real, reino de sacerdotes, reis-sacerdotes. nova criação, co-herdeiros com Cristo, lavoura de Deus, colheita de Deus, servos do Senhor.

!!!! """"

####

$$$$ %%%%

a. EDIFÍCIO (=Templo) de Deus,

A igreja local tomada como substantivo abstrato (portanto cada igreja local), e a igreja local totalizada futura, e cada crente individual, são o edifício (templo) de Deus; cada igreja local e cada crente individual são uma das pedras compondo o alicerce do edifício (templo) de Deus:

Ef 2:19-22

20 EDIFICADOS sobre o FUNDAMENTO dos apóstolos e dos

profetas, de que Jesus Cristo é a PRINCIPAL PEDRA DA ESQUINA; 21 No qual todo o EDIFÍCIO, bem ajustado, cresce para TEMPLO santo no Senhor. 22 No qual também vós juntamente sois EDIFICADOS para MORADA de Deus em Espírito. (Aplica-se ao crente individual (Aleluia!), mas, mais propriamente, à igreja local de Éfeso, e a cada igreja local).

1Co 3:9-17

9 Porque nós somos cooperadores de Deus; vós sois lavoura de Deus e

EDIFÍCIO de Deus. 10 Segundo a graça de Deus que me foi dada, pus eu, como sábio arquiteto, o FUNDAMENTO, e outro EDIFICA sobre ele; mas veja cada um como EDIFICA sobre ele. 11 ¶ Porque ninguém pode pôr outro FUNDAMENTO além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo. 12 E, se alguém sobre este FUNDAMENTO formar um EDIFÍCIO de ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha, 13 A OBRA de cada um se manifestará; na verdade o dia a declarará, porque pelo fogo será descoberta; e o fogo provará qual seja a OBRA de cada um. 14 Se a OBRA que alguém EDIFICOU nessa parte permanecer, esse receberá galardão. 15 Se a OBRA de alguém se queimar, sofrerá detrimento; mas o tal será salvo, todavia como pelo fogo. 16 ¶ Não sabeis vós que sois o TEMPLO de Deus e que o Espírito de Deus

57

HABITA em vós? 17 Se alguém destruir o TEMPLO de Deus, Deus o destruirá; porque o TEMPLO de Deus, que sois vós, é santo. (Aplica-se ao crente individual, mas, mais propriamente, à igreja local de Corinto, e a cada igreja local). 2Co 6:16 E que consenso tem o TEMPLO de Deus com os ídolos? Porque vós sois o TEMPLO do Deus vivente, como Deus disse: Neles HABITAREI, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. (Aplica-se primariamente ao crente individual, mas também se aplica à igreja local de Corinto, e a cada igreja local).

1Tm 3:15

saibas como convém andar na CASA de Deus, a qual é uma igreja do

Deus vivo, -- uma coluna e fundação da verdade. (Aplica-se à igreja local pastoreada por Timóteo, e a cada igreja local)

O Cristo é o único e real "O fundamento", "A pedra de esquina" deste edifício-templo:

1Co 3:11, acima. Ef 2:20, acima.

1Pe 2:4-9

6

Eis que ponho em Sião A PEDRA PRINCIPAL DA ESQUINA,

eleita e preciosa; E quem nela crer não será confundido. 7 E assim para vós, os que credes, é preciosa, mas, para os rebeldes, A pedra que os edificadores reprovaram, Essa foi A PRINCIPAL DA ESQUINA,

Sobre o templo, no Novo Testamento:

A igreja local tomada como substantivo abstrato (portanto cada igreja local), e a igreja local

totalizada futura, e cada crente individual, são o edifício (templo) de Deus, e:

A. O Cristo é quem habita neste edifício-templo, através do Espírito Santo, proveniente de

Deus:

1Co 3:16 Não sabeis vós que sois o TEMPLO de Deus e que o ESPÍRITO DE DEUS habita em vós? (Aplica-se ao crente individual, mas, mais propriamente, à igreja local de Corinto, e a cada igreja local) 1Co 6:19 Ou não sabeis que o vosso corpo é o TEMPLO do ESPÍRITO SANTO, que HABITA em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? (Aplica-se primariamente ao crente individual, mas também se aplica à igreja local de Corinto, e a cada igreja local)

B. Em sentido menor, os apóstolos (portanto seus ensinos) também, sim, são fundamento

deste edifício-templo (o Cristo sendo a suprema A Rocha, o supremo O Fundamento):

Ef 2:20 Edificados sobre o FUNDAMENTO DOS APÓSTOLOS E DOS

PROFETAS, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina;

C. Cada crente é pedra viva formando este edifício-templo:

1Pe 2:5 VÓS também, como PEDRAS VIVAS, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo.

D. Os que servem a Deus como sacerdotes, neste edifício-templo, são os salvos desta

dispensação, somente desta dispensação:

58

1 Pe 2:9 Mas VÓS sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; 1Pe 2:5, acima. Ap 1:6 E NOS fez reis e sacerdotes para Deus e seu Pai; a ele glória e poder para todo o sempre. Amém. Ap 21:6 Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição;

sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo,

e reinarão com ele mil anos.

E. Do edifício-templo que será a igreja local totalizada futura, templo que está sendo

edificado para habitação de Deus, nós temos, como tipos proféticos:

- E.A) o CÉU, santuário não feito por mãos humanas:

He 9:24 Porque Cristo não entrou num santuário feito por mãos, figura do

verdadeiro, porém no mesmo Céu, para agora comparecer por nós perante a face de

Deus;

- E.B) o CORPO DO CRENTE, templo do Espírito Santo:

1Co 6:19 Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? (mas notemos que o templo de Deus em 1Co 3:16 refere-se primariamente à igreja local de Corinto, e a cada igreja local)

- E.C) cada IGREJA LOCAL:

Ef 2:21-22 No qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para templo santo no Senhor. No qual também vós juntamente sois edificados para morada de Deus em Espírito. (mas notemos que o templo de Deus em 1Co 3:16 refere-se primariamente à igreja local de Corinto, e a cada igreja local)

- E.D) o CORPO FÍSICO DO CRISTO:

Jo 2:19-21 Jesus respondeu, e disse-lhes: Derribai este templo, e em três dias o levantarei. Disseram, pois, os judeus : Em quarenta e seis anos foi edificado este templo, e tu o levantarás em três dias? Mas ele falava do templo do seu corpo.

F.

EXORTAÇÃO:

He 13:15-16 Portanto, ofereçamos sempre por ele a Deus sacrifício de louvor, isto é,

o

fruto dos lábios que confessam o seu nome. E não vos esqueçais da beneficência e

comunicação, porque com tais sacrifícios Deus se agrada.

b. CORPO do Cristo

A igreja local tomada como substantivo abstrato (portanto cada igreja local), e a igreja local totalizada futura, são o corpo do Cristo; cada crente individual, quando ajuntado biblicamente numa igreja local neotestamentária, é um dos membros do corpo do Cristo:

1Co 12:27 Ora, vós sois o CORPO DE CRISTO, e seus MEMBROS em particular.

59

("corpo" aplica-se primariamente à igreja local de Corinto; é somente secundariamente e por extensão que aplicamos a cada igreja local; "membro" aplica-se a cada crente individual.)

Ef 1:22-23 E sujeitou todas as coisas a seus pés, e sobre todas as coisas o constituiu

como cabeça da igreja, A qual é O SEU CORPO, a plenitude daquele que cumpre tudo em todos. ("corpo" aplica-se primariamente à igreja local de Éfeso; é somente secundariamente e por extensão que aplicamos à igreja local totalizada futura e à igreja local tomada como substantivo abstrato [portanto, a cada igreja local])

Ef 4:12 Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para

edificação do CORPO DE CRISTO; (idem)

Cl 1:24 Regozijo-me agora no que padeço por vós, e na minha carne cumpro o resto

das aflições de Cristo, pelo SEU CORPO, que é a igreja; ("corpo" aplica-se primariamente à igreja local de Colossos; é somente secundariamente e por extensão que aplicamos à igreja local totalizada futura e à igreja local tomada como substantivo abstrato [portanto, a cada igreja local]) Outros versos: At 9:4 (perseguir a igreja é perseguir o Cristo!); Rm 12:4-5; 1Co 10:16-17; 12:12-13,14,18,21,27-28 (abaixo); Gl 3:28; Ef 2:16; 3:6; 4:4,16; 5:23,24,30; Cl 1:18-24; 2:19-23; 3:15

Meus Deveres como Membro do Corpo do Cristo (minha igreja local):

Sendo membro de uma igreja local bíblica, submeta-me eu mais, submeta-me eu total e incondicionalmente à sua Cabeça (o Cristo), pois: a Cabeça e só ela é quem enxerga infinitamente acima, e dentro de mim, e longe; é quem sente o verdadeiro estado do meu coração; ouve o que eu secretamente digo ou penso; fala ensinando e repreendendo e animando; e controla todo o corpo. Haja mais cooperação, haja perfeita cooperação e um (unânime) só pensar e um só (total e sem acepção) amor entre os membro da minha igreja local. Pois temos igual valor, somos co-dependentes, somos conservos do mesmo Senhor. 1Co 12:12-28 12 ¶ Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também. 13 Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer

servos, quer livres, e todos temos bebido de um

não é um só membro, mas corpo, cada um deles como

necessidade de ti; nem ainda a cabeça aos pés: Não tenho necessidade de

Ora, vós sois o corpo de Cristo, e seus membros em particular. 28 E a uns pós Deus na igreja, primeiramente apóstolos, em segundo lugar profetas, em terceiro doutores, depois milagres, depois dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas.

14 Porque também o corpo

27 ¶

18 Mas agora Deus colocou os membros no

21 E o olho não pode dizer à mão: Não tenho

c. NOIVA a ser unida ao Cristo

A igreja local tomada como substantivo abstrato (portanto cada igreja local), e a igreja local totalizada futura, e cada crente individual, são a pura e virginal noiva a ser unida ao Cristo:

2Co 11:2-3 Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus; porque vos tenho

60

preparado para vos apresentar como uma VIRGEM PURA a um marido, a saber, a Cristo. Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo. (aplica-se primariamente à igreja local de Corinto; é

somente secundariamente e por extensão que aplicamos à igreja local totalizada futura e à igreja local tomada como substantivo abstrato [portanto, a cada igreja local])

Ef 5:24-32

25 Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a

igreja, e a si mesmo se entregou por ela, 26 Para a santificar, purificando-a com a

lavagem da água, pela palavra, 27 Para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas SANTA e IRREPREENSÍVEL. 29 nunca ninguém odiou a sua própria carne; antes a alimenta e sustenta, como também o Senhor aa igreja ; 30 Porque somos membros do seu corpo, da sua carne, e dos seus 32 Grande é este mistério; digo-o, porém, a respeito de Cristo e da igreja. (idem, a Éfeso)

Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demos-lhe glória; porque vindas são

as BODAS do Cordeiro, e já a sua ESPOSA se aprontou. 8 E foi-lhe dado que se

vestisse de linho fino, puro e resplandecente; porque o linho fino são as justiças dos

santos

Apo 19:7-9

(aplica-se à igreja local totalizada futura.)

Apo 20:6 E disse-me: Escreve: Bem-aventurados aqueles que são chamados à ceia

das BODAS do Cordeiro. E disse-me: Estas são as verdadeiras palavras de Deus. (idem.) Ver também Ef 3:14-21; 5:2; Ap 21:9.

A Noiva:

Deve ser fiel

Tg 4:4 Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.

Deve ser pura, resguardada; sempre lindamente ornada e preparada e anelante pelo casamento

Ap 19:7-8 Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demos-lhe glória; porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua ESPOSA se aprontou. E foi-lhe dado que se vestisse de linho fino, puro e resplandecente; porque o linho fino são as justiças dos santos.

Seu abençoado Noivo está prestes a tomá-la em união

Jo 3:29 Aquele que tem a ESPOSA é o ESPOSO; mas o AMIGO DO ESPOSO, que lhe assiste e o ouve, alegra-se muito com a voz do ESPOSO. Assim, pois, já este meu gozo está cumprido.

Ela reinará com Ele

61

2Tm 2:12 Se sofrermos, também com ele REINAREMOS; se o negarmos, também ele nos negará; Ap 5:10 E para o nosso Deus os fizeste REIS e sacerdotes; e eles reinarão sobre a terra. Ap 20:6 Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e REINARÃO com ele mil anos. Ap 22:5 E ali não haverá mais noite, e não necessitarão de lâmpada nem de luz do sol, porque o Senhor Deus os ilumina; e REINARÃO para todo o sempre.

O Amor do Noivo à Noiva é:

Imerecido, imerecível e incomprável; Incondicional; Ilimitado;

Incompreensível.

Noivas do Velho Testamento, Tipificando a "Ekklesia" (cada igreja local, e a igreja local totalizada futura):

- Adão e Eva Gn 2:18,21-24

. Eva foi feita do flanco de Adão; a igreja local foi feita do flanco do Cristo Gn 2:21-22; cf. Jo 19:34.

. Eva foi unida à primeira cabeça da criação; a igreja local totalizada futura será unida à final cabeça da criação Gn 1:28; cf. Ap 11:15.

. Eva foi "osso do seu osso e carne da sua carne" em relação a Adão; a igreja local o é em relação ao Cristo Gn 2:23 cf. Ef 5:30.

-

Isaque e Rebeca Gn 24:61-67

.

Abraão enviou seu servo de confiança a uma terra distante para escolher, convencer e

trazer uma noiva para seu filho Isaque; Deus o Pai enviou Deus o Espírito Santo (Jo 14:16)

para escolher, convencer e trazer a igreja local (cada uma, e a totalizada futura) para Deus o Filho unigênito Gn 24:4; Mt 22:2-3.

. Isaque, tendo sido previamente oferecido no Monte Moriá, contentou-se em esperar o dia

da chegada da sua noiva; o Cristo, tendo sido previamente oferecido no Monte do Calvário, contenta-se em esperar o dia da chegada da igreja local totalizada futura Gn 24:63; He

10:12-14.

. O servo, chegando à terra distante, não se ocupou em se auto-engrandecer (nem aceitaria

ser engrandecido), mas ocupou-se somente em enaltecer a Isaque e a Abraão, a fim de chamar e convencer e obter e trazer a noiva, instruindo-a e preservando-a e preparando-a no caminho, para entregá-la amorosa e pura e perfeita; o Espírito, ao chamar e convencer nossos corações, não se ocupa em se auto-engrandecer (nem aceitaria ser engrandecido), mas ocupa-se somente em enaltecer ao Cristo e a Deus-Pai, a fim de chamar e convencer

62

homens a fim de salvá-los e, assim, obter e formar e trazer cada igreja local, instruindo-a e preservando-a e preparando-a, para, no Arrebatamento, entregar ao Noivo a amorosa e pura e perfeita igreja local totalizada futura Jo 16:13-14;

. Rebeca ouve, ama ao noivo antes de vê-lo (1Pd 1:8), recebe penhor das riquezas dele (Gn

24:53; 2Co 1:22; Ef 1:14), começa sua peregrinação (viagem através de terra estranha e que não lhe atrai) para encontrar e se unir a seu noivo Gn 24:59; 1Pd 2:11; semelhantemente com cada crente individual e com cada igreja local.

. O noivo orou pela noiva Gn 24:63; o Cristo intercede por nós Jo 17:20 ; Rm 8:34.

. Rebeca é recebida na casa do seu sogro e une-se ao noivo, para sempre Gn 24:67; semelhantemente com a igreja local totalizada futura Jo 14:2.

- José e Asenate Gn 41:45.

- Moisés e Zípora Ex 2:17,21; 4:18,20; Nu 12:1.

d. RAMOS da Videira

A igreja local tomada como substantivo abstrato (portanto cada igreja local), e a igreja local

totalizada futura, e cada crente individual, são ramos da videira, que é o Cristo:

Jo 15:1-8

5 Eu sou a VIDEIRA, vós as VARAS; quem está em mim, e eu nele, esse

dá muito fruto; porque sem mim nada podeis

local pastoreada pelo Cristo enquanto ele andou fisicamente nesta terra [mesmo que ambulante, a cada dia ela se reunia num local]; é somente secundariamente e por extensão que aplicamos a cada igreja local e a cada crente individual.)

(aplica-se primariamente à igreja

Deveres do Ramo:

- Permanecer na videira, recebendo sua nutrição, sua vida, seu poder, sua natureza;

- Carregar frutos e trazê-los à luz (diferente de produzi-los por mim mesmo, criá-los do nada, fazê-los existir!)

- Somente carregar e trazer frutos à luz (o ramo não tem outra utilidade: sua madeira não

serve para móveis, nem para construção, nem mesmo dá um bom fogo

- Carregar e trazer muito fruto à luz (contraste Israel em Jz 9:7-15; Sl 80:8; Is 5:1-7; Ez

);

15:2; Os 10:1);

- Submeter-se à benéfica poda pelo lavrador.

e. REBANHO de Ovelhas

A igreja local tomada como substantivo abstrato (portanto cada igreja local) e a igreja local

totalizada futura são o rebanho de Deus; cada crente individual é uma das ovelhas do

rebanho de Deus:

Jo 10:1-18

16 Ainda tenho outras OVELHAS que não são deste aprisco; também

me convém agregar estas, e elas ouvirão a minha voz, e haverá um REBANHO e um

63