Sunteți pe pagina 1din 6

Te amarei

Intro: E A B7

E A E B E
Me chamaste para caminhar na vida contigo, decidi para
C#m F#7 B7 E
sempre seguir-te , não voltar atrás Me puseste uma brasa no
A E C#m F#7 B7
peito e uma flecha na alma, é difícil agora viver sem
E
lembrar-me de ti

B7 E C#m F#m
Te amarei, Senhor, Te amarei, Senhor eu só encontro a paz e a
B7 E A E
alegria bem perto de ti
B7 E C#m F#m
Te amarei, Senhor, Te amarei, Senhor eu só encontro a paz e a
B7 E A E
alegria bem perto de ti

Eu pensei muitas vezes calar e não dá nem resposta, eu


pensei na fuga esconder-me , ir longe de ti mas tua força
venceu e ao final e eu fiquei seduzido é difícil agora viver
sem saudades de ti

Refrão

Ó Jesus não me deixe jamais caminhar solitário pois conheces


a minha fraqueza e o meu coração vem ensina-me a viver a
vida na tua presença no amor dos irmãos na alegria na paz na
união.

Refrão
Glória a Deus nas alturas
Amor e Adoração

D A9
Glória a Deus nas alturas
G A9 2x
Glória a Deus nas alturas
Bm7 A9 G
E paz na terra aos homens por Ele amados

Em7 F#m7 G
Senhor Deus rei dos céus, Deus pai todo poderoso
Bm7 A9
Nós vos louvamos, vos bendizemos
G
Nós vos adoramos e glorificamos
Em7 F#m7 G A
Nós vos damos graças, por vossa imensa glória

REFRÃO 1x

Em7 F#m7 G
Senhor Jesus Cristo, filho unigênito
Bm7 A9 G A9
Senhor Deus, cordeiro de Deus, filho de Deus pai
Bm7 A9 G A9 F#
Vós que tirais o pecado do mundo tende piedade de nó os
Em7 F#m7 G A9
Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica
Bm7 A9 G9 A9 F#
Vós que estais a direita do Pai tende piedade de nó os
Em7 F#m7 G A9
Só vós sois o santo, só vós o Senhor
Bm7 A9 G
Só vós o altíssimo, Jesus Cristo
Em7 G9 A9 D A9
Com Espírito Santo na glória de Deus pai amém

REFRÃO 2x
Este pranto

A E/G# F#m F#m/E D7M Bm7 E


Muito alegre eu te pedi o que era meu, partir, um sonho tão normal
A E/G# F#m F#m/E D7M E A
Dissipei meus bens e o coração também, no fim meu mundo era
irreal

D E A F# Bm E A A7
Confiei no teu amor e voltei, sim aqui é meu lugar
D E A F#Bm E A
Eu gastei teus bens ó pai e te dou este pranto em minhas
mãos

Mil amigos conheci disseram adeus caiu, a solidão em mim.


Um patrão cruel levou-me a refletir meu pai, não trata um servo
assim

REFRÃO

Nem deixaste-me falar da ingratidão, morreu no abraço o mal que


eu fiz
Festa, roupa nova, anel, sandália aos pés. Voltei a vida, sou feliz

REFRÃO
Cordeiro
André R.

Intro: Bm

Bm Em F#7 Bm
Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo
G7M Em F#7 Bm
Tende piedade de nós, tende piedade de nós

Bm Em F#7 Bm
Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo
G7M Em F#7 Bm
Tende piedade de nós, tende piedade de nós

Bm Em F#7 Bm
Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo
G7M Em F#7 Bm
Dai nos a paz, a vossa paz.
Vejam

D Bm
Vejam, eu andei pelas vilas,
Em A
Apontei as saídas como o Pai me pediu
F# Bm
Portas, eu cheguei para abri-las,
Em A7
Eu curei as feridas como nunca se viu

Am D G A/G F#m Bm
Por onde formos também nós que brilhe a tua luz!
Em A G D
Fala, Senhor, na nossa voz, em nossa vi da
D/F# G A/G F#m Bm
Nosso caminho então conduz. Queremos ser assim!
Em A D A
Que o pão da vida nos revigore no nosso "SIM"!

2 - Vejam, fiz de novo a leitura das raízes da vida


Que meu Pai vê melhor
Luzes, ascendi com brandura para a ovelha perdida
não medi meu suor

3 - Vejam, procurei bem aqueles que ninguém procurava


E falei do meu Pai
Pobres, a esperança que é deles eu não quis ver escrava
de um poder que retrai

4 - Vejam, semeei consciência nos caminhos do povo


Pois o Pai quer assim
Tramas, enfrentei prepotência dos que temem o novo
qual perigo sem fim

5 - Vejam, eu quebrei as algemas, levantei os caídos


Do meu Pai fui as mãos
Laços, recusei os esquemas Eu não quero oprimidos,
quero um povo de irmãos

6 - Vejam, procurei ser bem claro: o meu Reino é diverso


Não precisa de rei!
Tronos outro jeito mais raro de juntar o disperso
O meu Pai tem por lei

7 - Vejam, do meu Pai a vontade eu cumpri passo a passo


Foi para isso que eu vim
Dores, enfrentei a maldade, mesmo frente ao fracasso
Eu mantive o meu "SIM"

8 - Vejam, fui além das fronteiras, espalhei a boa-nova:


Todos filhos de Deus!
Vida, não se deixe nas beiras quem quiser maior prova:
Venha ser um dos meus!