Sunteți pe pagina 1din 15

CONHECENDO A PALAVRA

ESTUDO 01 - ESCREVENDO DIÁRIOS ESPIRITUAIS

OBJETIVO: Ensinar o discípulo a separar um tempo a sós para orar e estudar a palavra e ensinar
como fazer um diário espiritual.

 TEXTO BÍBLICO: SALMO 19.7-10

O que esta passagem ensina acerca da Palavra?

 FALANDO DO TEMA

APRENDENDO A FAZER DIÁRIO ESPIRITUAL

O que é um diário espiritual? Um diário espiritual é um relatório de um encontro com Deus.


Vamos usar uma forma simples de duas perguntas:

1. O Que Deus está dizendo para mim hoje?


2. O que vou fazer com base nisto?

1. A primeira pergunta pode tomar as seguintes formas:

Primeiro, você pode escrever na primeira pessoa como se Deus estivesse falando diretamente
para você.

Segundo, você pode escrever um tipo de oração expressando para Deus o que você está
sentindo com base numa passagem bíblica.

Terceiro, você pode fazer uma lista de suas observações, interpretações e aplicações com base no
seu estudo da passagem.

2. A segunda pergunta pode tomar as seguintes formas:

Primeiro, pode ser uma oração falando diretamente com o Pai, comprometendo-se a uma aplicação e
uma ação de obediência.

Segundo, pode ser uma aplicação, indicando de forma mensurável e objetiva, alguma coisa que
você pretende fazer nos próximos dias.

Terceiro, você pode ser levado por Deus a mudar de atitude em relação a algo. Identifique
alguma ação que ajudará a demonstrar se houve uma mudança de atitude.
ILUSTRAÇÃO DE UM DIÁRIO ESPIRITUAL

Texto: I João 1.1-10

1
CONHECENDO A PALAVRA

O que Deus está me dizendo? O conhecer a verdade me leva à obediência; e a obediência me


leva a conhecer a verdade. Isto é o oposto de um círculo vicioso que me deixa sempre mais
amarrado. É um círculo glorioso que me deixa cada vez mais livre e alegre! Quanto mais consigo
obedecer, mais vou viver a verdade. Quanto mais vivo a verdade, mais entendo a sabedoria de
Deus expressa nessa verdade.
O que vou fazer? Eu quero fazer o possível para evitar o pecado. Pecado me faz perder tempo e
energia, me tira a claridade de visão, impede a comunhão e o amor, e me distancia de Deus. É um
veneno que me matará, se eu continuar nele. Quem brinca com Veneno? Ninguém que tenha
mente sã.

 PERGUNTAS PARA APROFUNDAR

1. Você tem tido um tempo devocional regular? Se não, por quê? Se sim, como tem sido?

2. Quais as consequências de não ter tal tempo?

3. O que deve ser feito para que as pessoas valorizem mais o tempo devocional?
4. Quais são os efeitos da Palavra na vida do homem, conforme o Salmo 19.7-10?
5. Qual o tempo que você vai dedicar para o seu tempo devocional? Qual será o horário e o local?
__ Tempo: ______________________
__ Horário: ______________________
__ Local: ________________________

2
CONHECENDO A PALAVRA

ESTUDO 02 - VALORIZANDO A PALAVRA

OBJETIVO: Mostrar o grande valor da Palavra de Deus para a vida cristã autêntica e ensinar o
discípulo a se alimentar da Palavra.

 TEXTO BÍBLICO: ATOS 17.11

Como seria uma Igreja de cristãos como a dos Bereanos?

 FALANDO DO TEMA

Todos nós sabemos e concordamos: A Palavra de Deus é absolutamente essencial para nossa
vida pessoal e ela somente vai assumir o lugar devido quando optarmos por lê-la diariamente e
exercitarmos esta atividade.
Analise seriamente comigo por que precisamos da Palavra de Deus em nossa vida. A Bíblia é
importante em todos os aspectos de nossa vida – todas as questões da vida são cobertas pela
verdade e sabedoria contidas nesse livro precioso.
O que a Palavra de Deus faz por nós?

1. A PALAVRA DE DEUS DÁ CERTEZA QUANTO A NOSSO CAMINHO. “Então não terei de que
me envergonhar, eddc3quando considerar em todos os teus mandamentos” (Sl 119.6).
O verbo envergonhar, conforme usado aqui, significa “não ficarei embaraçado”. Em resumo,
não serei pego de surpresa se respeitar toda a Palavra do Senhor. A Palavra de Deus vai me ajudar
a evitar qualquer confusão e situações embaraçosas em minha vida.

2. A PALAVRA DE DEUS DÁ DIREÇÃO A NOSSO CAMINHO. “Lâmpada para os meus pés é a tua
palavra, e luz para os meus caminhos” (Sl 119.105).
É através do estudo cuidadoso das Escrituras que teremos um caminhar reto que agrada ao
coração de Deus. Se eu quero obedecer a Deus e viver para a sua glória, preciso estar em contato
com a sua vontade, e isto acontece por meio da Palavra.

3. A PALAVRA DE DEUS TRAZ SABEDORIA A NOSSO CAMINHO. “A lei do Senhor é perfeita e


restaura a alma; o testemunho do Senhor é fiel, e dá sabedoria aos símplices” (Sl 19.7).
A palavra símplices faz uma honesta referência às pessoas “inexperientes”. Aqui a Palavra nos é
apresentada como um recurso que assegura a sabedoria para enfrentarmos situações com as
quais não temos experiência. Conforme me alimento diariamente da Palavra, a sabedoria
necessária para viver minha vida será instilada em minha alma.

4. A PALAVRA DE DEUS GARANTE VITÓRIA A NOSSO CAMINHO. “Não cesses de falar deste
livro da lei, antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo a tudo
quanto nele está escrito; então farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido” (Js 1.8)
Ouça, há algo na leitura da Bíblia que garante não apenas nosso alimento, mas também nosso
sucesso! A promessa de sucesso, por meio da prometida presença de Deus e da revelação de seus
propósitos em nossa vida, é oferecida hoje nos mesmos termos em que o foi para Josué. Guarde a
Palavra em sua mente, em seu coração e em seus lábios. A Palavra opera – rica e poderosamente.

3
CONHECENDO A PALAVRA

5. A PALAVRA DE DEUS NOS MANTÉM PUROS EM NOSSO CAMINHO. “De que maneira poderá
o jovem guardar puro o seu caminho? Observando-o segundo a tua palavra... Guardo no coração
as tuas palavras, para não pecar contra ti” (Sl 119.9 e 11).
Outro valor da leitura diária da Bíblia é o poder que ela tem de nos manter puros. Não é apenas
um holofote que brilha e nos dá a direção a seguir; é uma luz que ilumina por dentro – mostrando,
conduzindo, corrigindo e ajustando.

 PERGUNTAS PARA APROFUNDAR

1. Você tem verdadeiramente se alimentado da Palavra ou apenas a lê como um livro qualquer?


Qual a diferença entre os dois?
2. Dos diversos princípios apresentados no comentário acima, qual a maior dádiva que você tem
alcançado em se alimentar da Palavra.
3. Trace um paralelo entre as consequências da falta de se alimentar fisicamente e a falta de se
alimentar espiritualmente.

Falta de Alimento Físico Falta de Alimento Espiritual


1. Nos deixa fraco, podendo 1. Nos deixa fraco
até cair e se machucar. espiritualmente, facilitando
2. a queda no pecado.
2.
3.
3.
4.
4.
5.
5.

4. Que compromisso você pode assumir quanto a se alimentar da Palavra?

4
CONHECENDO A PALAVRA

ESTUDO 03 - OUVINDO A PALAVRA

OBJETIVO: Levar o discípulo a entender o valor de anotar as mensagens pregadas e ouvir a Palavra
de Deus com proveito

 TEXTO BÍBLICO: HEBREUS 5.11-14

O que esta passagem fala acerca do ouvir a Palavra?

 FALANDO DO TEMA

CINCO FORMAS DE NUTRIR-SE DA PALAVRA

Desde a leitura até a meditação, há muitas formas nas quais a Bíblia se torna prática e aplicável
a nossas vidas. Os Navegadores usam a ilustração de uma mão na qual os cinco dedos
representam cinco formas de nutrir-se na Palavra.

São Elas:

1. OUVIR. “De sorte que a fé vem pelo ouvir, e o ouvir a palavra de Deus” (Rm 10.17).
. De forma geral se ganha dez vezes mais ouvindo com atenção, e ainda, ouvindo e tomando notas
daquilo que se ouve.

2. LER. “Bem-aventurados aqueles que lêem e aqueles que ouvem as palavras da profecia e
guardam as cousas nela escritas...” (Ap 1.3).
. É ótimo ter um plano de leitura anual da Bíblia. O Segredo é disciplina e perseverança. Ler
mesmo guando não se está com vontade. Você pode ler uma primeira vez mais rápido para se ter
uma visão panorâmica da Bíblia. Depois, numa segunda leitura, pode-se ler mais devagar, atendo-se
aos detalhes.

3. ESTUDAR. “Ora, estes de Beréia eram mais nobres que os de Tessalônica; pois receberam a
palavra com toda avidez, examinando as Escrituras todos os dias para ver se as cousas eram de
fato assim” (Atos 17.11).
. No estudo da Palavra seria bom estudar uma passagem cuidadosamente, gastando um bom
tempo, pelo menos uma vez por semana. Se o ouvir e o ler são formas de nutrir-se da Palavra, o
estudar é saborear um banquete!

5
CONHECENDO A PALAVRA

4. MEMORIZAR. “De que maneira poderá o jovem guardar puro o seu caminho? Observando-o
segundo a tua palavra... Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti” (Salmo
119.9,11)
. Um bom alvo neste sentido poderia ser memorizar um ou dois versículos chaves por semana,
sempre lembrando de repassar os versículos já memorizados.

5. MEDITAR. “Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios ... antes o seu
prazer está na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite.” (Sl 1.1-2).
. O meditar é o polegar da mão. Deve ir junto com cada um dos outros quatro dedos para poder agarrar
bem a Palavra de Deus.

 PERGUNTAS PARA APROFUNDAR

1. Á luz desta passagem você está mais necessitando hoje de... ( ) Leite ( ) Alimento Sólido
Por quê?
2. Quais as consequências de sermos bebês espirituais ou adultos na fé?

Consequência de ser bebê Consequência de ser adulto


1. Não conseguimos digerir 1. Podemos nos alimentar de
comida pesada das comida mais pesada. Assim
Escrituras. estudando mais seriamente
a Palavra.
2. 2.

3. 3.

4. 4.

3. Você se considera um cristão “apto para discernir não somente o bem, mas também o mal”?
Por quê?

4. Como você tem desfrutado dos sermões que você ouve? O que faz para não esquecer o que
ouviu?

6
CONHECENDO A PALAVRA

ESTUDO 04 - LENDO A PALAVRA

OBJETIVO: Levar o discípulo a tomar gosto pela leitura bíblica e a desenvolver um plano de leitura
sistemática da Bíblia

 TEXTO BÍBLICO: II TIMÓTEO 3.14-17

De que maneira a Palavra de Deus pode influenciar a vida de uma pessoa?

 FALANDO DO TEMA

A leitura a seguir é um resumo do terceiro capítulo do livro, Como estudar a Bíblia Sozinho, escrito por
Tim LaHaye (Ed. Betânia – 1994).

Qualquer que seja meu objetivo, ler é a atividade básica do aprendizado. Alguém já disse:
“Quem sabe ler, pode aprender qualquer outra coisa.
Para tirarmos o máximo proveito da leitura, consideremos com atenção as seguintes
observações:

1. LER DIARIAMENTE. A leitura diária da Bíblia é para a vida espiritual aquilo que a
alimentação diária é para a vida física. A maioria das pessoas gosta de ler a Palavra de Deus,
devocionalmente, pela manhã. É melhor programar a leitura para um horário que você possa
dedicar atenção.

2. MARCAR A DURAÇÃO DO TEMPO. Quanto tempo devemos dedicar à leitura da Bíblia


diariamente? Não existe uma resposta pronta a esta pergunta. Eu penso que quinze minutos, no
mínimo, é necessário para a leitura de 2 a 3 capítulos por dia.

3. LER COM UM LÁPIS NA MÃO. O maior problema da leitura é deixar os olhos correrem pelas
palavras e pensar que a passagem foi lida. O melhor modo de sintonizar o pensamento é pegar um
lápis ou caneta e preparar-se para receber a mensagem de Deus. Anote tudo que Deus falar,
sublinhe, risque e anote perguntas.

4. LER A BÍBLIA DEVOCIONALMENTE. A bíblia é um livro vivo, escrito por um Deus de amor,
dirigido aos seus filhos. Nela aprendemos princípios básicos, orientação e inspiração para a vida. A
melhor maneira de se ler a Palavra de Deus devocionalmente é, em oração, pedir ao Senhor
alguma mensagem para o dia. A leitura devocional proporciona a cada crente a inspiração
espiritual de que precisa para o viver diário, a qual deverá estar sempre baseada na verdade
revelada na Bíblia.

5. ESCREVER UM DIÁRIO ESPIRITUAL. O melhor recurso é fazer um diário espiritual. Já falamos


sobre a importância disto no primeiro encontro.

MÉTODOS DE LEITURA DA BÍBLIA

7
CONHECENDO A PALAVRA

Existem quatro tipos recomendados de leitura:

1. LEITURA LIVRO POR LIVRO. Os livros da Bíblia foram escritos ou para indivíduos ou para
grupos de pessoas, e por esta razão devem ser lidos em sua inteireza. Deste modo, conservamos
em mira a mensagem total do livro, e temos menos possibilidade de cometermos o erro de retirar
um versículo do seu contexto.

2. LER VÁRIAS VEZES. Um dos melhores meios de se chegar a conhecer bem um livro é lê-lo
todo, diariamente, durante trinta dias. No fim de trinta dias, conheceremos aquele livro muito
bem. Este método aplica-se apenas a livros pequenos.

3. LER DE ACORDO COM A NECESSIDADE. Nossas carências espirituais muitas vezes irão
determinar que passagem deveremos ler, e, principalmente, o número de vezes que as leremos.

4. LER TODA A BÍBLIA. Todos os crentes deveriam ler a Bíblia toda, do começo ao fim,
começando pelo Novo Testamento.

. Para ter autodisciplina, ajuda se fizermos três coisas:


1. Ler quando tem e quando não tem vontade.
2. Fazer um voto sagrado ao Senhor. Sem Bíblia não há café.
3. Não abrir exceções. Se abrir mão uma vez, fará sempre.

 PERGUNTAS PARA APROFUNDAR

1. Por que é importante ter um plano de leitura da Bíblia?


2. O que mais te impede de ler a Bíblia com regularidade?
( ) Falta de motivação
( ) Dificuldade na concentração
( ) Falta de Tempo
( ) Dificuldade para entender o que está lendo
( ) Outro: ________________________________
3. Como você planeja superar esta dificuldade? O que fazer?
4. O que mais te impactou no seu tempo com a Palavra esta Semana? O Que Deus te falou?

8
CONHECENDO A PALAVRA

ESTUDO 05 - ESTUDANDO A PALAVRA

OBJETIVO: Ensinar o discípulo a fazer um estudo cuidadoso da Palavra de Deus.

 TEXTO BÍBLICO: HEBREUS 4.12-13

 FALANDO DO TEMA

. Qualquer estudo bíblico sério terá três passos, são eles: Observação, Interpretação e
Aplicação.
. Abaixo daremos algumas dicas sobre isto, depois faremos um exercício com base em Hb 4.12-
13.

I. OBSERVAÇÃO

. Na observação respondemos à pergunta: “O que diz a passagem?”. Esta resposta é objetiva.


Uma vez comentada, se for uma observação correta, todos irão concordar, não importa sua
interpretação ou perspectiva teológica.

. O que segue são algumas formas para se fazer observações:


1. Comece orando, pedindo que Deus te guie em seu estudo bíblico.
2. Descubra qual foi o contexto histórico no qual o autor escreveu. Perguntas chaves podem
incluir: Quem escreveu o livro? Por que o escreveu? A quem escreveu? Quando foi escrito? Do que
fala?
3. Compare outras passagens sobre o mesmo assunto.
4. Olhar o contexto. O que vem antes da passagem estudada? O que vem depois? Se está
estudando um ou dois versículos, o que indica o contexto do parágrafo? Existem palavras como
“portanto”, ou “Porém” que conectam a passagem com o texto anterior?
5. Questionar a passagem. O que me fala de Deus? O que fala de como devo viver ou agir?
6. Identificar os verbos principais, especialmente os imperativos.
7. Identificar as palavras chaves.
8. Encontrar o tema central
9. Identificar o tipo de texto: poesia, profecia, ensino, história, parábola, etc.
10. Notar os contrastes no texto.
11. Fazer uma lista dos pontos principais da passagem.
12. Fazer um esboço com base na observação.

Algumas ferramentas úteis neste passo são:


1. Usar diferentes traduções bíblicas.
2. Usar as notas de rodapé das Bíblias.
3. Usar um dicionário.
4. Fazer uma cópia do texto, o que permite rabiscar melhor.
5. Ferramentas para ajudar quanto ao idioma original (Grego ou Hebraico).
6. Usar recursos de mapas geográficos.

II. INTERPRETAÇÃO

9
CONHECENDO A PALAVRA

O Segundo passo é a interpretação. Este passo responde a pergunta: “O que significa a


Palavra?”
Existem alguns princípios que auxiliam na interpretação. Vou destacar apenas alguns:

A. PRINCÍPIOS GERAIS DE INTERPRETAÇÃO


1. Trabalhe partindo da pressuposição de que a Bíblia é autoridade.
2. A Bíblia é seu próprio intérprete; a própria Escritura se explica.
3. Interprete a experiência pessoal à luz da Escritura, e não a Escritura à luz da experiência
pessoal.
4. Os exemplos bíblicos só tem autoridade quando amparados por uma ordem.
5. O propósito primário da Bíblia é mudar as nossas vidas, não aumentar o nosso
conhecimento.

B. PRINCÍPIOS GRAMATICAIS DE INTERPRETAÇÃO


1. A Escritura tem somente um sentido, e no geral deve ser tomada literalmente.
2. Interprete as palavras no sentido que tinham no tempo do autor.
3. Interprete a palavra em relação à sua sentença e ao seu contexto.
4. Interprete a passagem em harmonia com o seu contexto.

C. PRINCÍPIOS HISTÓRICOS DE INTERPRETAÇÃO


1. Sendo que a Escritura originou-se num contexto histórico, só pode ser compreendida à luz da
história bíblica.
2. Embora a revelação de Deus nas Escrituras seja progressiva, tanto o Velho como o Novo
Testamento são partes essenciais desta revelação e formam uma unidade.
3. Os fatos ou acontecimentos históricos se tornam símbolos de verdades espirituais, somente
se as Escrituras assim os designarem.
D. PRINCÍPIOS TEOLÓGICOS DE INTERPRETAÇÃO
1. Você precisa compreender gramaticalmente a Bíblia, antes de compreendê-la
teologicamente.
2. Uma doutrina não pode ser considerada bíblica, a não ser que resuma e inclua tudo o que a
Escritura diz sobre ela.
3. Quando parecer que duas doutrinas ensinadas na Bíblia são contraditórias, aceite ambas
como bíblicas, crendo confiantemente que elas se explicarão dentro de uma unidade mais
elevada.
4. Um ensinamento simplesmente implícito na Escritura pode ser considerado bíblico quando
uma comparação de passagens correlatas o apoia.

III. APLICAÇÃO

O terceiro passo de estudo bíblico indutivo, depois de observação e interpretação, é aplicação.


Abaixo seguem alguns passos que podem ajudar na aplicação. Aqui se reponde a pergunta: “O que
significa a Palavra para mim hoje?”

1. O que isto tem haver comigo e com a minha vida.


2. Escrever o que você sente que Deus quer que faça em seu diário pessoal.
3. Compartilhar com alguém a bênção do estudo e a aplicação que você quer fazer.
4. Pedir a alguém que o ajude a prestar contas quanto a essa aplicação.

10
CONHECENDO A PALAVRA

ESTUDO 06 - MEMORIZANDO A PALAVRA

OBJETIVO: Levar o discípulo a enxergar a necessidade de memorizar versículos bíblicos como


arma na luta contra o pecado.

 TEXTO BÍBLICO: SALMO 1.1-3

O que esta passagem está falando sobre o valor da Palavra de Deus para o crente?

 FALANDO DO TEMA

. Dawson Trotman, o fundador do grupo “Navegadores”, disse: “Nada paga dividendos mais
elevados na proporção do tempo investido, do que o hábito de gravar a Palavra de Deus nas
tábuas do coração”.

. A maioria das pessoas se queixa de um bloqueio mental, quando se fala em memorizar, mas
somente em casos muito raros é que isto é verdade. Sinceramente, a memorização da Bíblia exige
dedicação e esforço, mas resulta em maiores dividendos para a vida espiritual.

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DA MEMORIZAÇÃO?

1. Dá-nos vitória sobre o pecado.


“Guardo no coração as tuas palavras para não pecar contra ti” (Sl 119.11). Nada melhor para
deter a tentação do que a Palavra de Deus armazenada na mente.
2. Ajuda-nos a vencer as preocupações.
As preocupações, ansiedades e temores são naturais ao homem, é por isso que a Bíblia está
cheia de orientações sobre “não temer”, “não vos perturbeis”. Mas, estas determinações das
Escrituras não serão de nenhum valor para nós, se não estiverem cimentadas em nossa mente,
para quando precisarmos delas.
3. Dá-nos segurança ao testemunharmos de nossa fé.
Logo que nos tornamos crentes, temos um desejo natural de vermos outros conhecerem a
Cristo. Mas, o maior temor que a maioria dos crentes enfrenta é o receio de não saber o que dizer.
Isto pode ser totalmente mudado, se formarmos o hábito de decorar versículos-chave.
4. Acelera o processo de desenvolvimento pessoal.
A memorização das escrituras irá acelerar o processo de desenvolvimento espiritual de maneira
notável, pois o segredo da transformação é a renovação da mente através da Palavra de Deus (Rm
12.2).
5. Ajuda-nos a descobrir a vontade de Deus para nossa vida.
Muitas vezes temos que tomar decisões súbitas, e não temos tempo de recorrer à Bíblia ou aos
nossos cadernos de anotações. Tendo um bom conjunto de versos registrados na memória, será
muito mais fácil tomar a decisão acertada.
6. Auxilia-nos no estudo de outros textos bíblicos.
O melhor comentário bíblico é a própria Bíblia. Quanto maior for o número de versos que
tivermos gravados na mente, mais fácil será entender os versículos à luz de outros textos.
7. Prepara-nos para servirmos a Deus de modo ilimitado.
Quase não há limites para o potencial do filho de Deus que possui um bom conhecimento
mental da Bíblia.

11
CONHECENDO A PALAVRA

COMO MEMORIZAR A BÍBLIA DE FORMA PROVEITOSA?

1. Escrever os versos em cartões.


Copie o verso em um pequeno cartão. Eles ajudarão a repassar os versículos várias vezes.

2. Memorize temas para cada verso.


Procure dar um tema para cada versículo memorizado. Por exemplo, versos sobre: Oração,
amor, evangelismo, salvação, etc.

3. Decore as referências.
Devemos sempre decorarmos as referências para que não fiquemos confusos, com uma porção
de textos na mente, mas sem saber onde se encontram.

4. Ler o verso em voz alta e gravar o retrato dele na mente.


A melhor maneira de memorizar é ler o verso em voz alta. Ao fixar os olhos no cartão, também
estamos fazendo um quadro mental do verso.

5. Revisão constante.
Repasse constantemente os textos memorizados. A revisão auxilia grandemente o aprendizado.
Revise os versos memorizados sempre que sentir dificuldade de lembrá-los.

12
CONHECENDO A PALAVRA

ESTUDO 07 - MEDITANDO NA PALAVRA

OBJETIVO: Capacitar o discípulo a meditar e verificar como uma pessoa pode ser abençoada
meditando nas Escrituras.

 TEXTO BÍBLICO: JOSUÉ 1.7-8

Vamos meditar nesta passagem?

Quem está falando?

Para quem está falando?

O que está falando?

Por que está falando?

Como ele deveria obedecer?

 PERGUNTAS PARA APROFUNDAR

1. Quais os imperativos destes versículos? Qual deles lhe parece ser uma ordem.
2. O que Deus está exigindo de você com estas ordens?
3. Qual destas ordens você acha mais difícil de obedecer? Por quê?
4. Como construir uma base sólida para uma vida cristã sólida? (v.8)
5. Terminem orando uns pelos outros.

 DIÁRIO ESPIRITUAL

13
CONHECENDO A PALAVRA

ESTUDO 08 - PRATICANDO A PALAVRA

OBJETIVO: Levar o discípulo a entender a necessidade da obediência e aplicação da Palavra de


Deus na vida prática.

 TEXTO BÍBLICO: TIAGO 1.22-25

Quais as razões para colocar a Palavra de Deus em prática?

 FALANDO DO TEMA

. No contexto anterior (v.19) temos a expressão “todo homem”, que indica tanto eu como você,
temos que nos empenhar em sermos prontos (rápidos) no “ouvir”, e tardios no “falar”. Isto implica
em aplicar toda a diligência no atendimento ao que ensina as Escrituras. Portanto, tirar a ira do
coração, implica em limpá-lo, deixando-o pronto para o desenvolvimento e frutificação da
semente da Palavra de Deus. Ou seja, você não pode “acolher” a Palavra poderosa de Deus em seu
coração, sem antes se livrar de toda impureza moral e de todo atos de maldade alojados em seu
homem interior. Trate, portanto, de remover esses obstáculos para que a Palavra tenha ação
completa em seu ser. Muitos, até estão querendo ser bons seguidores de Jesus, mas não estão
dispostos a acolher, obedecer e dar razão a Palavra viva de Deus. Portanto, se ouvirmos a Palavra,
mas não a praticarmos incorremos num erro fatal: “... enganando-se a sei mesmos” (v.22)

. Em Tg 1.21, a Palavra de Deus é ilustrada como uma semente através da palavra


“implantada”. A Palavra como semente, necessita de um bom solo para poder germinar, crescer e
produzir frutos poderosos para salvação. O Imperativo “despojar” (v.21) significa “livrar-se”, ou
seja, temos que ser libertos de toda a sorte de impureza e de todo o vestígio do mal. Isto mostra o
quanto é necessário mantermo-nos atentos contra as influências da velha natureza carnal, as
quais são incompatíveis com a nova vida em Cristo. Os versículos 19 e 20, de Tiago 1, nos
encorajam também a remover a “ira” do nosso coração e substituí-la por atitudes de mansidão e
de justiça.

. A palavra “mansidão” neste contexto significa reconhecer nossa total insignificância diante de
Deus. A mansidão se evidencia na maneira afável como tratamos nossos semelhantes. Ser manso
é não se deixar domesticar pela irritação ou pelas explosões de ira. Este é o motivo porque Tiago
ensina que, o caminho mais curto, pelo qual podemos superar a ira, que quase sempre resulta em
pecado, é recebendo com mansidão a palavra em nós “enxertada”.

. “Ouvir” a Palavra sem praticá-la é incorrer num sério engano. Tiago assemelha tal
procedimento ao ato de se contemplar num espelho, para logo esquecer o que viu (vv 23,24). Há
muita gente na igreja assim! Pessoas que ouvem a Palavra e o que fica depois disto é apenas uma
impressão passageira. Elas entendem que a mensagem lhes diz respeito, até prometem melhorar,
mas ao sair da reunião continuam a fazer as mesmas coisas a que estavam habituadas e da mesma
maneira, sem nenhuma mudança em suas atitudes.

. No versículo 25, Tiago ensina que o praticante da Palavra é uma pessoa livre. Ou seja, não tem
uma mente escrava dos desejos da carne e das atitudes mesquinhas da vida, mas controlado pelo

14
CONHECENDO A PALAVRA

Espírito Santo que nos guia em toda verdade (Jo 16.13). Ele diz também que tal pessoa é bem-
aventurada em tudo que faz. É alguém zeloso e de boas obras, que procura sempre o progresso do
Corpo de Cristo.

. Veja, a seguir, cinco resultados negativos de ouvirmos a Palavra e não colocá-la em prática:

1. Meu coração endurece, construindo uma barreira entre o poder da Palavra de Deus e a
minha vida (Hb 4.11-12).
2. Me torno orgulhoso (I Co 8.1) quando deveria ter tristeza e arrependimento por minha
fraqueza (Ap. 3.17-20)
3. Me engano, pensando que estou crescendo quando na verdade minha vida não está
mudando (Tg 1.22-25).
4. Engordo espiritualmente, tomando muito espaço mas sendo um guerreiro inútil para o reino
de Deus.
5. Dou um exemplo negativo aos novos convertidos do que é a vida cristã. No melhor, fico
como criança, nunca amadurecendo Hb 5.11-14; no pior, me torno hipócrita (Mt 23. 1,13).

 PERGUNTAS PARA APROFUNDAR

1. Qual tem sido sua dificuldade em praticar a Palavra?


2. Quais os resultados da obediência à Palavra?
3. O que você pretende fazer para mudar ser um praticante da Palavra?
4. Apontamos alguns resultados negativos de se ouvir a Palavra e não colocá-la em prática. Qual
ou quais destes resultados você já experimentou em sua vida? Por quê?
5. Quando você procura viver de acordo com o ensino das Escrituras, que problemas enfrenta?

15