Sunteți pe pagina 1din 37

Tecido nervoso

- Comunicação Neural -
Características do Sistema Nervoso que possibilitam a
comunicação/comportamento

1. Os componentes estruturais
das células nervosas
individuais
2. Os mecanismos pelos quais
os neurônios produzem
sinais dentro e entre eles
3. Os padrões de conexões
(célula-célula / célula-
tecidos )
4. Moléculas sinalizadoras
Características do Sistema Nervoso que possibilitam a
comunicação/comportamento

1. Os componentes estruturais das células nervosas individuais


• Células nervosas são as unidades sinalizadoras
• Estruturas comuns às células (corpo celular)
Características do Sistema Nervoso que possibilitam a
comunicação/comportamento

1. Os componentes estruturais das células nervosas individuais


• Membrana Neuronal!  Produzir, Conduzir e Transmitir
sinais elétricos (excitabilidade)
Características do Sistema Nervoso que possibilitam a
comunicação/comportamento

1. Os componentes estruturais das células nervosas individuais


• Membrana neuronal  potencial elétrico (voltagem)

Transporte de íons
- Gradiente de concentração favorável
- Canais iônicos

Movimento de íons = Corrente elétrica

Depende

Potencial elétrico

íons: átomos ou moléculas que possuem carga elétrica  Na+ K+ Ca2+ Cl-
Características do Sistema Nervoso que possibilitam a
comunicação/comportamento
• Membrana neuronal  potencial elétrico (voltagem)

• Potencial de membrana depende da concentração iônica:

K+ está mais concentrado no meio intracelular Gradiente


Na+ e Ca2+ estão mais concentrados no meio extracelular de concentração

Gradiente de concentração
vs.
Potencial elétrico
Características do Sistema Nervoso que possibilitam a
comunicação/comportamento

1. Os componentes estruturais das células nervosas individuais


• Potencial de membrana = voltagem da membrana neuronal
• Potencial de membrana em repouso
2. Os mecanismos pelos quais os neurônios produzem
sinais dentro e entre eles
• Potencial de ação = variação brusca no potencial de
membrana: potencial de repouso negativo  para
potencial positivo

Etapas:
- Etapa de repouso: membrana “polarizada”
- Etapa de despolarização: membrana torna-se permeável aos
íons Na+ (carrega positivamente o interior celular)
- Etapa de repolarização: canais de Na+ começam a se fechar e
os canais de K+ se abrem  rápida saíde de K+ para meio
extracelular  potencial negativo
2. Os mecanismos pelos quais os neurônios produzem
sinais dentro e entre eles
• Potencial de ação

Canais de sódio voltagem dependente


2. Os mecanismos pelos quais os neurônios produzem
sinais dentro e entre eles

Vm = -65 mV Repouso: -90mV  -65mV


limiar para estimulação / despolarização
2. Os mecanismos pelos quais os neurônios produzem
sinais dentro e entre eles
• Potencial de ação
Geração: qualquer fator que aumente permeabilidade da
membrana ao Na+ (abertura dos canais)

mecânico, químico ou elétrico


2. Os mecanismos pelos quais os neurônios produzem
sinais dentro e entre eles
• Potencial de ação
Propagação do PA = impulso nervoso
Por que os canais de Na+ controlados por voltagem se fecham quando a célula está
despolarizada?
DESPOLARIZAÇÃO REPOLARIZAÇÃO

MAIS LENTOS
2. Os mecanismos pelos quais os neurônios produzem
sinais dentro e entre eles
• Potencial de ação
Velocidade do impulso nervoso (da propagação):
0,25m/s (fibras amielínicas) --- 100m/s (fibras mielínicas)
2. Os mecanismos pelos quais os neurônios produzem
sinais dentro e entre eles

• Células da glia = Oligondendrócitos e Células de Schwann

Bainha de Mielina

SNC
1 célula  vários axônios
Não regenera
vs.
SNP
Várias células  1 axônio
Regenera
3. Os padrões de conexões (célula-célula / célula-tecidos )

19
Os padrões de conexões (célula-célula / célula-tecidos )
• Sinapse= local de “contato” entre 2 neurônios
• Transmissão sináptica= passagem da
informação
• Elétrica  Elétrica
• Elétrica  Química
3. Os padrões de conexões (célula-célula / célula-tecidos )
• Elétrica  Elétrica = Junção comunicante
3. Os padrões de conexões (célula-célula / célula-tecidos )
• Sinapse= local de “contato” entre 2 neurônios
• Transmissão sináptica= passagem da informação
(elétrica  química)

- Elementos da sinapse
Axodentritica
Axosomática
Axoaxônica
Dendrodentríticas
Somatossomáticas
3. Os padrões de conexões (célula-célula / célula-tecidos )
• Sinapse= local de “contato” entre 2 neurônios
• Transmissão sináptica= passagem da informação
(elétrica  química)

Etapas:
- Síntese, transporte e armazenamento do neurotransmissor /
neuromediador
- Liberação do neuromediador na fenda sináptica
- Reconhecimento do neuromediador pela célula pós-sináptica
- Potencial pós-sináptico
- Desativação do neuromediador
Síntese, transporte e armazenamento
do neurotransmissor /
neuromediador
Liberação do neuromediador na fenda sináptica
3. Os padrões de conexões (célula-célula / célula-tecidos )
• Sinapse= local de “contato” entre 2 neurônios
• Transmissão sináptica= passagem da informação
(elétrica  química)

Etapas:
- Síntese, transporte e armazenamento do neurotransmissor /
neuromediador
- Liberação do neuromediador na fenda sináptica
- Reconhecimento do neuromediador pela célula pós-sináptica
- Potencial pós-sináptico
- Desativação do neuromediador

Fuções:
- Excitatória  potencial pós-sináptico despolarizante
- Inibitória  potencial pós-sináptico hiperpolarizante
Desativação do neuromediador
• Fim da transmissão sináptica:
Recaptação e degradação
Desativação do neuromediador
O que é um neurotransmissor?

4. A molécula deve ter um mecanismos específico de remoção.