Sunteți pe pagina 1din 3

Logística de Canteiros

1- A logística no canteiro de obras: definição, modelos, atividades, responsabilidades.

1.1- definição, modelos, atividades

O QUE É LOGISTICA? “Logística é a parte do Gerenciamento da Cadeia de Abastecimento


que planeja, implementa e controla o fluxo e armazenamento eficiente e econômico de
matérias-primas, materiais semiacabados e produtos acabados, bem como as informações a
eles relativas, desde o ponto de origem até o ponto de consumo, com o propósito de
atender às exigências dos clientes”
- A logística ela é dividida em atividades principais onde vai gerenciar (transporte, gerenciar
estoque e processamento de pedido)
- E tem as atividades secundarias onde vai gerenciar (Armazenagem, manuseio dos
materiais, embalagem, compra de materiais)
1.2- responsabilidades.
Mas o que é a logística no canteiro de obras? Bem eu defino logística com PLANEJAMENTO!
“A logística na construção civil não é uma moda passageira. É a forma de tentarmos voltar a
estudar engenharia. Logística é planejamento, compromisso com resultados e, mesmo, com
a segurança. Muitos acidentes poderiam ter sido evitados com logística. Mas as
construtoras, em geral, não se convenceram ainda da importância da logística no canteiro
de obras. Até porque não sabem o quanto podem ganhar e perder"
Logística de canteiros é a parte que vai gerenciar toda movimentação de pessoal e material
na minha obra

2- A logística no canteiro de obras: o transporte externo e interno


2.1- O QUE É CANTEIRO DE OBRAS - definições e tipos
Definição - De acordo com a norma NR18 (1996), canteiro de obras é uma área fixa e temporária
para trabalho e desenvolvimento dos procedimentos tanto operacionais quanto executivos de uma
obra. A NBR 12284/1991 define como conjunto de áreas destinadas à execução e apoio dos
trabalhos da indústria da construção que se divide em áreas operacionais e áreas de vivência.

 Áreas operacionais: Portaria, Escritório, Almoxarifado, Depósito de diferentes materiais,


Central de concreto, Central de argamassa...
 Áreas de vivência: (alojamento, refeitório, banheiros, vestiários)
Tipos –
1 ) Restritos: Mais frequente nas cidades onde há elevado preço de construção. A construção
ocupará o terreno por completo.

2) Amplos: Comum em grandes obras, tem a característica de possuir espaço para estocagem e fluxo
de materiais devido à edificação ocupar uma pequena fração do terreno.

3) Longos e estreitos: Impossibilita o fluxo ideal de recursos e trabalhadores justamente por serem
estreitos e possuírem poucas vias de acesso.

2.2- Estudos preliminares


Antes de iniciar a execução propriamente dita do canteiro, devem ser feitos alguns estudos e
análises prévias para não haver futuros problemas tanto nas instalações temporárias quanto na
estrutura da obra:

1) Estudo dos acessos:

Portas, guaritas, acessos de carga e descarga são as vias de acesso do canteiro, tanto de
pessoal quanto de maquinário e material. É extremamente necessário fazer esse estudo
para não ocorrer problemas logísticos no decorrer da obra.

2) Reconhecimento Geomecânico:
Estudar o terreno através de sondagens e escavações é importante para que se conheça o
tipo do solo, sua resistência e características. Obviamente sondagens são feitas para se
dimensionar a fundação do empreendimento, porém a área de canteiro deve ser também
estudada para que se tomem as devidas providências, a fim de que maquinário pesado,
tais como gruas, não sejam causa de acidentes na obra.

3) Verificação da real medida do lote:


Para que não ocorram problemas com os terrenos vizinhos, é prudente que se tenha a área
bem conhecida. Assim como estudar e vistoriar as estruturas vizinhas para que se tenha
uma defesa contra futuras reclamações.

2.3- Instalações Preliminares: As principais instalações de um canteiro são: - Área de


vivência (alojamento, refeitório, banheiros, vestiários) - Engenharia (escritório) -
Almoxarifado (ferramentas) - Depósitos (armação, areia, brita, madeira, cimento) -
Transporte vertical (elevadores e grua)

2.4- Elementos Do Canteiro – Produção: Central de montagem das armaduras - Central de


montagem das fôrmas e carpintaria (geralmente em lado oposto à de armaduras) - Central
de controle tecnológico do concreto - Central de fabricação de pré-moldados
layout do canteiro de obras tendo como foco a logística de canteiro significa, de uma
maneira um tanto quanto resumida, investir em organização. Ou seja, planejar a localização
de todos os materiais, a circulação dos seus funcionários, dos equipamentos em uso, das
instalações fixas e provisórias e a realização de todos os serviços previstos. Isso sempre com
o objetivo de realizar todas as tarefas da melhor maneira possível. Ou seja, no menor tempo
possível e com uso muito racional de recursos físicos, humanos e financeiros.
O leyout é a alma da logística, porque é através do leyout que podemos de fato organizar o
planejamento de canteiro de obras.
2.5- Fases De Um Obra

3- TRANSPORTE

3.1- EXTERNO:
O planejamento do transporte está diretamente ligado à localização do depósito de
armazenagem ou fornecedor. Desta forma, em caso de depósito para fornecimento se faz
necessário um estudo de localização com melhores rotas de acesso, potencial de expansão e
disponibilidade.

a logística é um componente do gerenciamento da cadeia de suprimentos.

A logística se concentra basicamente em mover um produto ou material da maneira mais


eficiente para que chegue ao lugar certo na hora certa, gerenciando atividades como
embalagem, transporte, distribuição, armazenagem e entrega.

Por outro lado, o gerenciamento da cadeia de suprimentos envolve um conjunto amplo de


atividades, como a terceirização estratégica de matérias-primas, a busca pelos melhores
preços de bens e materiais e a coordenação da cadeia de suprimentos na rede de parceiros.