Sunteți pe pagina 1din 3

TREINAMENTO TÉCNICO DA REDE NEW HOLLAND

A CORRENTE ELÉTRICA É DIRETAMENTE


PROPORCIONAL A TENSÃO, E INVERSAMENTE
PROPORCIONAL À RESISTÊNCIA ELÉTRICA.

A resistência equivalente
Rt = R1 + R2 + R3 + . . . + Rn ou total, é a soma das
resistências parciais.

A corrente que circula


It = I1 = I2 = I3 = ... In em todos os resistores
é a mesma que sai da
fonte.

A soma das tensões nos


Vt = V1 + V2 + V3 + ... +vn resistores é igual à
tensão da fonte.
1/Rt = 1/R1 +1/R2 + 1/R3 + ... + 1/Rn

O inverso da resistência total é a soma dos inversos


das resistências parciais.

O valor da resistência equivalente sempre será menor


que o valor da menor resistência do circuito.

It = I1 + I2 + I3 + ... + In
A soma das correntes nos resistores é igual à corrente
total que sai da fonte.

Vt = V1 = V2 = V3 = ... Vn
A tensão em cada resistor é igual à tensão da fonte.

It

R1 R2

LEI DE OHM
A Lei de Ohm estabelece a relação entre tensão, corrente e resistência.
Baseado nas observações sobre o comportamento da eletricidade, verificou-se
que a corrente que circula em um circuito, é diretamente proporcional à tensão
aplicada, e inversamente proporcional às resistências existentes. Ou seja: mais
tensão, maior corrente. Mais resistência, menor corrente.
Matematicamente, essa relação se expressa, pela fórmula:

V=RxI
Onde:
V = tensão em Volts.
R = resistência em Ohms.
I = corrente em Ampères.

EMPREGO DA LEI DE OHM EM CIRCUITOS ELÉTRICOS

A Lei de Ohm pode ser usada para calcular tensões, correntes ou


resistências em circuito elétricos, desde que se tenha o valor de duas
grandezas.
Em qualquer circuito, sempre que houver uma associação de
resistores, será necessário calcular primeiramente R T, para a seguir usar
esse valor obtido, na fórmula de Lei de Ohm.

Circuito 1:
Calculando a corrente total (IT): Solução: IT = 12 10 = 1,2 A

I=?
12 V 10 

Circuito 2:
Calculando a tensão total (VT): Solução: VT = 12 x 2 = 24 V

V=? 2A
12 