Sunteți pe pagina 1din 5

Conceitos básicos de Logística

O Council of Logistics Management (1996), define o termo logística como, o processo de


planeamento, implementação e controle do fluxo e armazenamento eficiente e económico de
matérias-primas, matérias semiacabados e produtos acabados, bem como as informações a eles
relativas, desde o ponto de origem até o ponto de consumo, com propósito de atender as exigências
dos clientes.

Para Ballou (1999), “Logística é o processo de planeamento do fluxo de materiais, objetivando a


entrega das necessidades (produto ou serviço) na qualidade desejada no tempo certo, otimizando
recursos e aumentando a qualidade nos serviços”.

Todas as actividades envolvidas na movimentação de bens para o lugar certo no momento certo
podem ser descritas dentro dos termos gerais logísticos.

A cadeia logística envolve dois elementos indispensáveis que são, o transporte e a informação.
Muitas vezes, a actividade de transporte é considerada como logística. O transporte não é logística.
O transporte, na verdade, é uma importante actividade dentro da logística.

A cadeia logística pode ser dividida em três partes:


1. Suprimentos – que gerencia a matéria-prima e os componentes. Compreendendo pedido
ao fornecedor, o transporte, a armazenagem e a distribuição.
2. Produção – trata da gestão e controle dos matérias, mão-de-obra e informações no
processo produtivo, ou seja, o que é fabricado e quando e onde os produtos são fabricados.
3. Distribuição – pode ser compreendida como o fluxo de tarefas que viabiliza a entrega de
mercadorias aos respectivos clientes dentro do prazo estabelecido.

Logística – Breve historial


Na verdade o surgimento da logística não tem data definida. Sabe-se que algumas técnicas foram
usadas em campanhas de guerras. A logística existe desde os tempos mais antigos. Na preparação
de guerras, líderes militares já se utilizavam da logística.

1
A actividade logística tem sua origem nas actividades militares. Do grego logístikos, do qual o
latim logisticus é derivado, surge a palavra logística, compreendida com cálculo e logica, na
acepção matemática da expressão. Essa palavra era usada entre os militares do exército, no sentido
de “analisar matematicamente”.

A palavra logística é de origem francesa (do verbo loger “alojar”), era um termo militar que
significava a arte de transportar, abastecer e alojar as tropas.

A logística passou a ser um termo que definia algumas actividades de planeamento durante a
guerra, depois, a logística passou a ter um significado mais amplo, tanto no contexto militar, quanto
no contexto das organizações civis, sendo compreendida como a arte de administrar o fluxo de
matérias e informações, desde a sua origem até o usuário final.

A Segunda Guerra Mundial (1939-1945) trouxe um grande impulso a tecnologia, bem como a
necessidade de aprimoramento das formas de suprir as tropas em combate. A Segunda Guerra
Mundial é considerada berço da logística moderna, isso porque tivemos o surgimento da logística
como ciência, uma vez que a guerra necessitava não apenas de atitudes rápidas, como de
mantimento no lugar certo e no tempo necessário.

Evolução histórica do conceito de logística

De acordo com Figueiredo e Arkader (2001), fala-se em cinco eras para a logística, desde o século
XX até os dias atuais.

EVOLUÇÃO HISTÓRICA DO CONCEITO DE LOGÍSTICA


1ª Fase 2ª Fase 3ª Fase 4ª Fase 5ª Fase
Início do século 1940 até o início Iniciada na década 1970 até a metade Desde a década
Período

XX da década de 60 de 60 até início da da década de 80 de 80 até os dias


década de 70 actuais

Campo ao mercado Funções Funções integradas Foco no cliente A logística


Denominação

segmentadas como elemento


diferenciador

2
Tinha como Na qual havia Com um foco mais Concentrou-se na Considerando
principal preocupação com amplo nas atividades aplicação de fatores como a
preocupação as a movimentação de transportes, métodos e modelos globalização, a
tecnologia da
Foco

questões de de materiais, distribuição, quantitativos às


informação, a
transporte para o armazenamento e armazenagem, questões logísticas responsabilidade
escoamento da transporte de estoque e manuseio produtividade e social e a
produção agrícola. bens. de materiais. custos de estoques. ecologia.

O papel da logística na actualidade

As empresas, para se diferenciar no mercado, necessitam oferecer algo a mais em seus serviços.
Não basta a empresa apresentar um bom produto aos consumidores, com preços justos, se não
oferecer serviços diferenciados, que agreguem valor ao produto, aos olhos do consumidor.

A busca pela satisfação do cliente é algo essencial para a vida de uma empresa nos dias atuais. O
que imediatamente vem à mente quando se fala na satisfação do cliente é a qualidade; porém em
um mundo globalizado isso passou de diferencial para obrigação. As empresas tem como
objectivos, a maximização de lucros, aumento da qualidade e que tenham diferencial competitivo
perante outras empresas. Esse assunto é de suma importância, uma vez que absorve quantias
consideráveis do orçamento operacional de uma instituição. Por isso, os investimentos nessa área
devem ser muito bem planeados e objetivando sempre o aumento de qualidade, com redução dos
custos. Podem citar-se como serviços diferenciados os serviços logísticos os serviços logísticos,
que por meio de estratégias logísticas, promovem um aumento de competitividade para as
organizações.

Segundo Ballou (2001), a missão da logística é dispor o produto ou o serviço certo, no lugar certo,
no tempo certo e nas condições desejadas, ao mesmo tempo em que fornece a maior contribuição
à empresa.

3
De acordo com Bowersox (2001), o objetivo da logística é tornar disponíveis produtos e serviços
no local onde são necessários e no momento em que são desejados.
Um cliente satisfeito não é aquele que se contenta apenas com um produto de qualidade, mas
também com um menor preço e menor prazo de entrega. Garantir o cumprimento do prazo é um
dos objectivos da logística.

Os pontos básicos da logística


 Movimentação de produtos – um dos principais elementos da logística é o produto. O
que vai garantir a movimentação do produto até o consumidor final.
 Movimentação de informação – para que haja a circulação dos produtos é necessário algo
mais do que transporte, mas também informação.
 O tempo – o tempo decorrido entre o pedido do cliente e a entrega do produto é um dos
factores principais da eficiência da cadeia logística.

4
 Os custos – os custos que não foram agregados ao processo de transformação do produto,
devem ser controlados pela logística.
 O serviço – é a percepção pelo cliente da qualidade de atendimento.

O trinômio das dimensões da logística

Tempo

Custos Qualidade