Sunteți pe pagina 1din 22
COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE ENSINO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA EXAME DE

COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE ENSINO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA

EXAME DE ESCOLARIDADE DO EXAME DE ADMISSÃO AO

CÓDIGO DA

PROVA

01

CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS – MODALIDADE ESPECIAL – BCT – 2010

PROVAS DE: LÍNGUA PORTUGUESA – LÍNGUA INGLESA – FÍSICA – CONHECIMENTOS DE INFORMÁTICA

Gabarito Provisório com resolução comentada das questões.

ATENÇÃO, CANDIDATOS!!!

A prova divulgada refere-se ao código 01 Se não for esse o código de sua prova, observe a numeração e faça a correspondência, para verificar a resposta correta.

No caso de solicitação de recurso, observar os itens 6.3 das Instruções Específicas e 9 do Calendário de Eventos (Anexo B).

AS QUESTÕES DE 01 A 30 REFEREM-SE À LÍNGUA PORTUGUESA

Essa comparação vai sendo ilustrada com exemplos ao longo do texto, nos quais o autor não exime os homens de muito poder, quando corruptos, da culpa de serem tão ladrões quanto os homens corruptos de pouco (ou nenhum) poder. Os exemplos se encontram especificamente nas linhas 16 a 22: Não só são ladrões, diz o santo, os que cortam bolsas, ou espreitam os que se vão banhar para lhes colher a roupa; os ladrões que mais própria e dignamente merecem este título são aqueles a quem os reis encomendam os exércitos e legiões ou o governo das províncias, ou a administração das cidades, os quais já com manha, já com força roubam e despojam os povos (alternativa

 

Ladrões

“Navegava Alexandre em uma poderosa armada pelo mar Eriteu a conquistar a Índia, e como fosse trazido à sua presença um pirata, que por ali andava roubando os pescadores, repreendeu-o muito

05

Alexandre de andar em tão mau ofício; porém ele, que

não era medroso nem lerdo, respondeu assim: Basta, senhor, que eu, porque roubo em uma barca, sou ladrão, e vós, porque roubais em uma armada, sois imperador? Assim é. O roubar pouco é culpa, o roubar muito é

A);

nas linhas 23 e 24: Os outros ladrões roubam um homem,

estes roubam cidades e reinos (alternativa D) e linhas 24 e 25: os

outros furtam debaixo de seu risco, estes, sem temor nem perigo (alternativa C). Apenas na alternativa B isso não ocorre, visto que não há no texto a informação de que viver na Grécia ou morar em Roma sejam exemplos da comparação entre os ladrões.

10

grandeza; o roubar com pouco poder faz os piratas, o

roubar com muito, os Alexandres. (

)

O ladrão que

furta para comer, não vai nem leva ao inferno; os que não só vão, mas levam, de que eu trato, são outros ladrões de maior calibre e de mais alta esfera; os quais

15

debaixo do mesmo nome e do mesmo predicamento distingue muito bem São Basílio Magno. Não só são ladrões, diz o santo, os que cortam bolsas, ou espreitam os que se vão banhar para lhes colher a roupa; os ladrões que mais própria e dignamente merecem este título são

02 – Leia:

 

“os que não só vão, mas levam [ao inferno], de que eu trato, são outros ladrões de maior calibre e de mais alta esfera” (linhas 12 a 14)

20

aqueles a quem os reis encomendam os exércitos e legiões ou o governo das províncias, ou a administração das cidades, os quais já com manha, já com força roubam e despojam os povos. Os outros ladrões roubam um homem, estes roubam cidades e reinos; os outros

Quanto ao trecho acima, pode-se dizer a respeito dos ladrões que

a)

conseguem manter-se impunes devido à sua soberania,

portanto livres do inferno. b) usam sua situação privilegiada para envolverem outras

25

furtam debaixo do seu risco, estes, sem temor nem perigo; os outros, se furtam, são enforcados; estes furtam e enforcam. Diógenes, que tudo via com mais aguda vista que os outros homens, viu que uma grande tropa de varas e ministros de justiça levavam a enforcar

 

pessoas em suas armações ilícitas.

c) estão imunes do pecado da corrupção por se sentirem e por serem vistos como superiores às outras pessoas.

d) aproveitam-se de sua influência sobre as pessoas da alta esfera e as levam a agir conforme os princípios da ética e da moral.

30

35

uns ladrões, e começou a bradar: Lá vão os ladrões grandes a enforcar os pequenos! Ditosa Grécia que tinha tal pregador! E mais ditosas as outras nações, se nelas não padecera a justiça as mesmas afrontas. Quantas vezes se viu em Roma ir a enforcar um ladrão por ter

RESOLUÇÃO Resposta: B Os ladrões de quem o pirata fala, no trecho, são aqueles que

roubam com muito poder, ou seja, os ricos, os poderosos, que roubam em suas armadas, que roubam povos e províncias, aqueles a quem os

roubado um carneiro; e no mesmo dia ser levado em triunfo um cônsul, ou ditador, por ter roubado uma província. E quantos ladrões teriam enforcado estes mesmos ladrões triunfantes?”

Pe. Antônio Vieira

reis encomendam exércitos e legiões ou o governo das províncias

com força roubam e despojam os povos (linhas 19 a 22). Eles têm a

seu dispor recursos financeiros e o comando, além de uma gama de

pessoas a quem podem manipular e corromper; são ladrões que mais

 

própria e dignamente merecem este título

(linhas 18 e 19). Para o

As questões de 01 a 04 referem-se ao texto anterior.

pirata, tal atitude é motivo de condenação, e o castigo seria o inferno para todos os envolvidos (os que não só vão, mas levam). Esse idéia está expressa apenas em B. Os ladrões ricos até poderiam ficar impunes no plano terreno, por gozarem de prestígio e poder para manipular as leis em favor de sua “inocência”, mas, de acordo com a afirmação do pirata, não estariam livres do inferno. Em A, a idéia é contrária à da alternativa B. Em C, afirma-se que os ladrões ricos não vão para o inferno, uma vez que não cometem o pecado da corrupção, o que contraria a idéia contida no trecho em questão (não só vão, mas levam ao inferno). Em D, afirma-se que os ladrões ricos usam de sua situação privilegiada para influenciar positivamente outras pessoas, conforme os princípios da ética e da moral. Essa idéia é oposta à do texto; na verdade, sua influência sobre os que os cercam é negativa: se cometem delitos e não se condenam nem são condenados, mas

condenam os ladrões pequenos que praticam o mesmo delito, certamente não fazem valer, nem para si nem para os outros, os

01 – Há no texto exemplos que ilustram a comparação entre os ladrões quanto ao poder que possuem. Assinale a alternativa em que isso não ocorre.

a)

cortam bolsas / comandam povos

b)

viviam na Grécia / moravam em Roma

c)

arriscam a si próprios / não necessitam temer

 

d)

roubam apenas um homem / roubam cidades e reinos

RESOLUÇÃO Resposta: B Na linhas 9, 10 e 11, há uma comparação entre os ladrões pequenos e os ladrões grandes: o roubar com pouco poder faz os piratas, o roubar com muito, os Alexandres, centrada na idéia do poder que possuem.

princípios da ética e da moral.

 

Página 3

03

– No texto, enforcam (linha 27) é uma atitude que se refere

05

– Observe:

a)

aos ladrões grandes, que, por terem prestígio, manipulam a lei e acumulam ao seu delito mais um crime.

I-

A

curta existência de Álvares de Azevedo, um legítimo

representante do Mal do Século, não permitiu que houvesse

b)

apenas aos ministros de justiça, pois são os únicos que têm autoridade para aplicar punições aos criminosos.

uma edição de sua obra em vida.

II-

A

maior parte das histórias de Joaquim Manuel de Macedo é

c) aos dois tipos de ladrões, com maior prejuízo dos ladrões pequenos.

ambientada no Rio de Janeiro, e nelas os heróis e as heroínas enfrentam obstáculos para a realização amorosa. III- Castro Alves, a voz mais importante da terceira geração romântica, não apenas defendeu os escravos, mas também escreveu versos expressivos.

Constituem períodos compostos por coordenação:

d) aos ladrões pequenos, sempre vistos pelos filósofos como vítimas.

RESOLUÇÃO Resposta: A Estes furtam e enforcam. É com esta incisiva afirmação que o pirata critica a atitude dos ladrões grandes (estes – referindo-se aos comandantes e administradores de povos – linhas 19 a 23), os quais se beneficiam do poder e do prestígio que possuem para manter os privilégios próprios da condição de líderes e livrar-se de qualquer penalidade por suas ações ilícitas. É possível interpretar que o ato de enforcar os ladrões pequenos representa a tentativa dos ladrões grandes de parecerem, aos olhos alheios, os benfeitores da sociedade, quando na verdade esse papel a eles não pertence, pois praticam o mesmo delito dos que os condenados por eles. Isso posto, as alternativas C e D tornam-se incorretas, pois a atitude de enforcar é atribuída apenas aos ladrões grandes e sofrida pelos pequenos (os outros [que cortam bolsas e pegam roupas], se furtam, são enforcados – linhas 25 e 26). Na alternativa B, a incorreção está em relacionar o ato de enforcar apenas aos ministros de justiça, pois no texto eles o praticam juntamente com os ladrões grandes (uma grande tropa de varas – autoridades – e ministros de justiça – linha 28).

a)

I, II e III

b)

I e II

c)

I e III

d)

II e III

RESOLUÇÃO

Resposta: D

 
 

O

período I é formado por subordinação, isto é, uma oração

principal A curta existência de Álvares de Azevedo, um legítimo representante do Mal do Século, não permitiu e outra subordinada substantiva objetiva direta que houvesse uma edição de sua obra em vida, que completa o verbo permitiu da oração principal. No período II, há uma oração coordenada assindética A maior parte das histórias de Joaquim Manuel de Macedo é ambientada no Rio de Janeiro, e outra coordenada sindética aditiva e nelas os heróis e as heroínas enfrentam obstáculos para a realização amorosa. No período III, há uma oração coordenada assindética Castro Alves, a voz mais importante da terceira geração romântica, não apenas defendeu os escravos e outra sindética, conhecida como série aditiva enfática, que costuma ser usada quando se pretende enfatizar o conteúdo da segunda oração mas também escreveu versos expressivos.

04

– O texto, escrito no século XVII, trata de um problema

06

– A regência nominal está incorreta em:

a)

desatualizado, uma vez que não existe mais no Brasil condenação à forca.

a)

Os estadunidenses têm aversão a estrangeiros.

b)

Ele se formou bacharel em Direito no ano de 1993.

b)

restrito à época de Vieira, pois refere-se unicamente aos roubos ocorridos naquele tempo.

c)

A jovem senhora não estava acostumada por afazeres da casa.

c)

atual, porque o roubo praticado tanto por piratas quanto por Alexandres ainda é uma realidade.

d)

Devemos ter respeito aos outros idiomas tanto quanto ao nosso.

d)

superado, afinal já ficaram para trás os dias em que a sociedade era composta somente de reis e de piratas.

RESOLUÇÃO

Resposta: C

 

RESOLUÇÃO Resposta: C O problema tratado no texto, o ato de roubar pelos ladrões pequenos e pelos ladrões grandes (representados metaforicamente por piratas e por Alexandres, com forte crítica a estes), é atual, pois, apesar da distância entre as épocas, ainda há, na sociedade, inúmeros casos de ladroagem, desvios de verbas públicas, superfaturamentos, entre outros, envolvendo pessoas dentro e fora do poder. Nesse sentido, as outras alternativas tornam-se incorretas, pois apresentam sentido contrário a essa idéia.

 

O

adjetivo acostumada rege as preposições a, com: A jovem

senhora não estava acostumada a/com afazeres da casa. Nas demais frases, a regência nominal está correta: aversão a; bacharel em; respeito a.

07

– O verbo em Finalmente, abriram-se as pesadas portas do

templo está na voz

a)

ativa.

b)

passiva analítica.

c)

passiva sintética.

d)

reflexiva.

 

RESOLUÇÃO Resposta: C Voz verbal é a maneira como se apresenta a ação expressa pelo verbo em relação ao sujeito. Em Finalmente, abriram-se as pesadas portas do templo, essa relação é de passividade, e o verbo está na voz passiva sintética (verbo transitivo direto abriram + pronome apassivador se). Transpondo-se a frase para a passiva analítica, tem-se:

Finalmente, foram abertas as pesadas portas do templo.

Página 4

08 – Assinale a alternativa em que não ocorre erro de grafia.

RESOLUÇÃO Resposta: D Verbos irregulares são aqueles que não seguem os paradigmas das conjugações, ou seja, apresentam variações de forma nos radicais ou nas desinências. Frear e recear

a)

A

esposa tinha verdadeira obsessão pelo marido, o que

explica seus cuidados exessivos para com a saúde do rapaz, que sofria de vertigem.

b)

Tanta abstenção na seção de câmara se justifica pela dificuldade de ascesso dos vereadores ao local logo após o terrível temporal daquele dia.

apresentam modificação no radical, na primeira e na segunda pessoas do plural no presente do indicativo: freio, freias, freia, freamos, freais, freiam; receio, receias, receia, receamos, receais, receiam.

c)

O tráfego da Avenida Itapevi ficou paralizado por duas horas devido à devastadora enchurrada. Razão: contenção de verbas da prefeitura nas obras de canalização do Rio Salgado.

O fantástico concerto dado pelo pianista propiciou-lhe um vultoso prêmio e a tão almejada ascensão ao cargo de Diretor Cultural da Fundação.

 

O

verbo ser (é, terceira pessoa do singular do presente do

d)

indicativo) também apresenta grandes irregularidades, sendo considerado anômalo (sou / era / fui). Os demais verbos são regulares, isto é, obedecem precisamente a um paradigma da respectiva conjugação: tremo (tremer) e pensar, segunda e

primeira conjugação, respectivamente.

RESOLUÇÃO Resposta: D Em D, não há erro na grafia das palavras. Eis algumas:

concerto (espetáculo musical), em contraposição com conserto (reparo, restauração); vultoso (que faz vulto, volumoso), em contraposição com vultuoso (intumescido, inchado); ascensão (derivado de ascender, elevar-se).

11 – Assinale a alternativa em que há discurso indireto.

a)

“O papel de Helena não estava acabado; diminuía contudo, e Estácio interveio para que a irmã tivesse, enfim, alguns dias de absoluto repouso. Ela recusou, dizendo que o repouso perdido seria aos poucos recuperado.”

b)

 

A

grafia correta das palavras das outras alternativas é: a)

 

“Esses homens que entram diariamente no edifício têm em geral o ar grave e angustiado. Será tão importante assim o que

excessivos; b) sessão (espaço de tempo que dura uma reunião), em contraposição com seção (divisão, departamento); acesso; c) paralisado (derivado de paralisia), enxurrada (após en- usa-se x).

os

preocupa? E por mais sério que seja o motivo, não estará em

desproporção com a cara fechada com que se apresentam?”

c)

“A mulher agradeceu e ficou olhando as fitas enquanto esperava. Era melhor que a outra não aparecesse, mesmo. Tinham se separado. Nunca mais tinham se visto. Que tipo de conversa poderiam ter?”

09 – Qual a alternativa em que as locuções adjetivas não correspondem aos adjetivos indicados?

a)

de

sonho = onírico; de chuva = pluvial

d)

“– Não conte a ninguém sobre isso – concluiu ele. – Caso contrário, minha vida correrá perigo.”

b)

de lebre = lupino; de fera = felino

c)

de

águia = aquilino; de prata = argênteo

RESOLUÇÃO Resposta: A No trecho dizendo que o repouso perdido seria aos poucos recuperado, o narrador incorporou, ao seu próprio falar, uma informação da personagem (Helena), transmitindo ao leitor apenas seu conteúdo, por meio de um verbo declarativo dizendo que introduz uma oração subordinada substantiva. Tem-se, dessa maneira, discurso indireto. Em B, há apenas narração, entremeada de indagações do narrador. Em C, Que tipo de conversa poderiam ter? caracteriza-se como discurso indireto livre, no qual o narrador inseriu uma “fala- pensamento” da personagem (a mulher) ao seu próprio discurso

(dele), valendo-se de uma interrogação na forma por que teria sido realmente proferida – e isso sem a presença da subordinação.

d)

de

rocha = rupestre; de vento = eólio

RESOLUÇÃO Resposta: B Locução adjetiva é o conjunto de duas ou mais palavras, (em geral preposição + substantivo) com valor de adjetivo. Há muitos adjetivos que mantêm certa correspondência de significado com locuções adjetivas e vice-versa, transformando essa equivalência em mais uma ferramenta para o aprimoramento dos textos, pois oferece possibilidades de variação vocabular. Assim, a locução adjetiva de lebre corresponde ao adjetivo leporino. Lupino é o adjetivo correspondente a de lobo. A locução adjetiva de fera corresponde ao adjetivo ferino. Felino é o adjetivo correspondente a de gato. Nas alternativas A, C e D, as locuções e os adjetivos se correspondem.

 

E,

em D, ocorre discurso direto, em que o narrador deixou a

personagem expressar-se por si mesma, limitando-se a reproduzir- lhe as palavras, utilizando-se do verbo declarativo concluiu e da

 

pontuação característica desse discurso, o travessão.

10 – Observe:

Sempre que freamos o carro bruscamente, receamos que algo grave aconteça, mas quase sempre é apenas motivo de susto. Ainda bem, pois tremo só em pensar na possibilidade de um acidente.

12 – Coloque C (certo) ou E (errado) para a concordância nominal das frases abaixo. Depois, assinale a alternativa com a seqüência correta.

(

) O contador da empresa não somou direitos os valores.

Entre os verbos destacados, classificam-se como irregulares:

(

) Joana se afastou e se despediu com um obrigada.

(

) O artilheiro do campeonato chutou pesado as bolas, mas não fez nenhum gol.

a)

freamos, tremo

b)

é, pensar

(

) Custavam caros os móveis da III Feira do Lar.

c)

d)

tremo, pensar

freamos, receamos

a)

C,

C, E, C

b)

E,

E, C, E

 

c)

E, C, C, E

d)

C,

E, E, C

Página 5

RESOLUÇÃO

 

15

– Leia:

 

Resposta: C

 
 

Em

O contador da empresa não somou direitos os valores

“Terminado o Congresso de Educação, sabendo da falta de comprometimento dos representantes do governo quanto à reforma das escolas públicas, os professores deixaram o anfiteatro desapontados.”

No texto acima, podem-se classificar as orações subordinadas adverbiais reduzidas, respectivamente, como

e em Custavam caros os móveis expostos na III Feira do Lar,

ocorre erro de concordância, pois tanto direito quanto caro são adjetivos adverbializados e devem ficar invariáveis, pois imprimem circunstância às formas verbais somou e custavam, respectivamente: somou direito e custavam caro.

 

O

termo pesado também é um adjetivo adverbializado,

 

equivalente ao advérbio de modo pesadamente, e por isso também deve ficar invariável: chutou pesado. O termo obrigado (= agradecido) deve fazer a concordância em gênero e em número com o termo a que ele se refere. Em Joana se afastou e se despediu com um obrigada, o termo em destaque está corretamente empregado,

pois concorda com o termo Joana (feminino singular).

a)

concessiva e final.

 

b)

temporal e causal.

c)

condicional e comparativa.

 

d)

conformativa e consecutiva.

RESOLUÇÃO Resposta: B As orações subordinadas adverbiais podem ser desenvolvidas (com verbos conjugados) ou reduzidas (com verbos numa das formas nominais: particípio, gerúndio ou infinitivo). As orações reduzidas têm a mesma classificação das desenvolvidas, conforme as circunstâncias que expressam:

13 – O acento indicador de crase está empregado corretamente em:

a)

O apaixonado rapaz chegou afinal à casa de sua amada.

tempo, causa, finalidade, etc. No texto analisado, a oração principal é os professores deixaram o anfiteatro desapontados. A oração Terminado o Congresso de Educação, classifica-se como adverbial temporal reduzida de particípio (terminado), que corresponde a Quando terminou o Congresso de Educação. A oração sabendo da falta de comprometimento dos representantes do governo quanto à reforma das escolas públicas indica a causa do desapontamento dos professores, por isso classifica-se como adverbial causal reduzida de gerúndio (sabendo), que corresponde a porque sabiam da falta de comprometimento

b)

Foi

entregue só à algumas pessoas aquele questionário.

c)

Eu

provei à ela que o tempo não perdoa quem quer que seja.

d)

Durante

o

espetáculo,

começaram

à

gritar

assustadora-

mente.

 

RESOLUÇÃO

Resposta: A

 

O

substantivo casa (lar) rejeita o artigo a e, por

conseqüência, não pode haver crase. Vindo, entretanto, tal substantivo com modificador (de sua amada), o a passa a receber acento: à casa de sua amada. Nas demais alternativas, o acento indicador de crase está incorretamente empregado, pois não

ocorre crase diante de palavras que não podem ser precedidas de artigo feminino, como é o caso do pronome indefinido algumas, do pessoal ela e do verbo gritar.

16

– Quanto ao tipo de predicado, coloque

 

(1) verbo-nominal

 

(2)

verbal

( ) A proposta foi julgada inviável pelo político. ) Até altas horas, os jovens estavam de pé para o baile. Ouviu-se bastante elogio ao corajoso piloto. ( ) Na faixa esquerda, os carros passavam rápidos

(

(

)

14 – Em qual alternativa o termo destacado classifica-se como agente da passiva?

(3)

nominal

a)

A fã torcia pelo sucesso do lindo cantor.

   

b)

A carta foi selada pelo funcionário do correio.

 

e, a seguir, assinale a alternativa com a seqüência correta.

c)

Aquele político prometeu lutar pelo bem-estar do povo.

a)

1, 2, 2, 3

 

d)

Os

bandeirantes caminhavam pelo abismo das florestas.

b)

2,

1, 3, 3

RESOLUÇÃO Resposta: B Agente da passiva é o complemento de um verbo na voz passiva (foi selada). Ele vem precedido da preposição por ou de e sempre corresponde ao sujeito do verbo na voz ativa: A carta foi selada pelo funcionário do correio./ O funcionário do correio selou a carta.

c)

2,

3, 1, 2

d)

1, 3, 2, 1

 

RESOLUÇÃO

 

Resposta: D

 

predicado verbo-nominal tem como núcleos um verbo

transitivo ou intransitivo e um nome ao mesmo tempo: A proposta foi julgada inviável pelo político (= a proposta foi julgada (é é) inviável.

O

trans. direto

nome

Na faixa esquerda, os carros passavam (e eram) rápidos.

 

Em

A, pelo sucesso do lindo cantor é o complemento do

verbo torcia, ou seja, trata-se de um objeto indireto.

Em

C, o verbo lutar é transitivo indireto, portanto pelo bem-

estar do povo é objeto indireto.

     

intrans.

nome

 

Em

D, caminhavam é verbo intransitivo e pelo abismo das

No predicado nominal, o núcleo é um nome ou expressão de valor nominal. Ele traz um verbo de ligação, cuja função é indicar estado, qualidade ou condição do sujeito. Toda locução que indicar estado do sujeito implica a existência de um predicado nominal:

florestas indica a circunstância de lugar acrescida ao verbo, ou seja, é um adjunto adverbial.

Página 6

 

Até altas horas, os jovens estavam de pé para o baile.

19 – Observe as orações:

 

v. lig.

locução.

 

O predicado é verbal quando o núcleo é o verbo transitivo ou intransitivo ou expressão de valor verbal:

Ouviu-se bastante elogio ao corajoso piloto.

I-

Ao passar pela mata, ouvia-se uma cantiga de longe em

longe. II- Após as enchentes, as casas ficaram cobertas de lama escura. III- Quando olhava as fotos, chorava com a lembrança de sua namorada. IV- Depois daquele vôo, ninguém mais teve notícia dele.

O complemento nominal foi empregado em:

trans. direto

 

17 – Classifique o sujeito das orações em Desde 1990, precisava-se de algumas mudanças ortográficas na Língua Portuguesa, e hoje já está elaborado o acordo entre os países do nosso idioma. A seguir, assinale a alternativa com a seqüência correta.

a)

I e II

b)

II e III

 

c)

III e IV

a)

simples, simples

d)

apenas IV

b)

oculto, indeterminado

RESOLUÇÃO Resposta: C Complemento nominal é o complemento de um nome (substantivo, adjetivo ou advérbio) e vem ligado por preposição a esse nome cujo sentido integra ou limita. Em III, o complemento nominal está representado pelo substantivo namorada, acompanhado dos seus modificadores:

de sua namorada. A palavra que tem o seu sentido completado encerra uma idéia de relação, e o complemento é o objeto dessa relação. Em IV, o complemento nominal é representado pelo pronome ele, acompanhado de seu modificador: de. A palavra notícia tem seu sentido completado por esse complemento. As orações I e II não apresentam complemento nominal, pois a expressão de longe em longe (em I), indica circunstância do verbo ouvia, portanto é adjunto adverbial, e a expressão de lama (em II) é o agente da passiva, já que a oração está na voz

passiva, que corresponde, na voz ativa, à frase: A lama escura cobriu as casas.

c)

indeterminado, simples

d)

indeterminado, indeterminado

RESOLUÇÃO Resposta: C Quando não se quer ou não se pode identificar claramente a quem o predicado da oração se refere, surge o chamado sujeito indeterminado. Uma das maneiras de indeterminar o sujeito de uma oração é usar o verbo acompanhado do pronome se, que atua como índice de indeterminação do sujeito. Essa construção ocorre com verbos que não apresentam complemento direto (verbos intransitivos, transitivos indiretos e de ligação), como é o caso do verbo precisava, verbo transitivo indireto, seguido da partícula se. Na segunda oração, o sujeito apresenta um único núcleo:

acordo (o acordo entre os países do nosso idioma), portanto o sujeito é simples.

18 – Observe as palavras em destaque:

Adriana trabalhava numa firma de representantes de roldanas e, como errava demais na datilografia, o chefe lhe comunicou que iria despedi-la, deixando o serviço nas mãos de Glória. Ela saiu e resolveu assistir a um espetáculo criativo no Teatro Municipal.

Classificam-se como ditongos:

20 – Faça a correspondência entre as figuras de linguagem e os trechos destacados que as exemplificam. Em seguida, assinale a alternativa com a seqüência correta.

(1) metonímia

(

) “Nasce o Sol, e não dura mais que um [dia Depois da luz, se segue a noite escura Em tristes sombras morre a formosura, Em contínuas tristezas, a alegria.”

 

a)

mãos, datilografia

b)

comunicou, demais

(2) hipérbole

(

 

c)

criativo, saiu

) “Senhora, partem tão tristes meus olhos por vós, meu bem, que nunca tão tristes vistes outros nenhuns por ninguém.”

 

d)

RESOLUÇÃO Resposta: B Classificam-se como ditongos o encontro de uma vogal com uma semivogal ou de uma semivogal com uma vogal, pertencentes, obviamente, a uma mesma sílaba: comunicou (co- mu ni-cou), demais (de-mais), mãos (mãos), saiu (sa-iu) e Glória (Gló-ria). Nas demais palavras, datilografia (da-ti-lo-gra-fi-a), criativo (cri-a-ti-vo) e Teatro (Te-a-tro), os encontros classificam-se como hiatos: duas vogais num vocábulo, sempre separados quando da divisão silábica.

Teatro, Glória

 

(3) antítese

(

) “Por entre lírios e lilases desce A tarde esquiva: amargurada prece Põe-se a Lua a rezar.”

(4) prosopopéia

(

)

a [canseira De inexorabilíssimos trabalhos.”

Chorei

bilhões

de

vezes

com

a)

1, 3, 2, 4

 

b)

2, 4, 1, 3

c)

3, 1, 4, 2

d)

4, 2, 3, 1

Página 7

RESOLUÇÃO Resposta: C No verso Em contínuas tristezas, a alegria há a figura de

23 – Coloque C (certo) ou E (errado) para a classificação dos termos destacados nas orações abaixo. A seguir assinale a alternativa com a seqüência correta.

linguagem denominada antítese, que é o emprego de palavras ou expressões contrastantes, geralmente na mesma frase: tristezas opõe-se à alegria. Partem tão tristes meus olhos por vós apresenta a figura de linguagem metonímia porque houve a substituição de um nome por outro, em virtude de haver entre eles relacionamento: olhos (parte) substitui corpo (todo).

(

) A saudade do amigo levou-a às lágrimas. (objeto indireto)

(

) Quero que tu me aqueças neste inverno.

(objeto direto)

(

) O tema da peça não agradou aos atores. (objeto indireto)

(

) O astro glorioso segue a eterna estrada. (objeto direto)

a)

E

- E - C - C

 
 

A

prosopopéia é a atribuição de qualidades e sentimentos

b)

C

- E - C - E

humanos a seres irracionais e inanimados. A personificação do astro

c)

E

- C - E - C

em Põe-se a Lua a rezar exemplifica com clareza essa figura. Em Chorei bilhões de vezes encontra-se um exemplo de hipérbole. O conceito de bilhões associado à ação de chorar impede

a

leitura literal da frase, revelando o plano conotativo do exagero.

d)

C

- C-

E – E

RESOLUÇÃO Resposta: A Na 1ª frase, a palavra destacada classifica-se como complemento nominal: do amigo, pois prende-se ao nome saudade; na 2ª, como adjunto adverbial: neste inverno, que modifica o verbo aqueça. Objeto direto é o complemento que se liga ao verbo diretamente, sem auxílio de preposição, como ocorre em segue na 4ª frase: a eterna estrada. E na 3ª frase, aos atores é o objeto indireto do verbo agradou, isto é, o complemento que se liga ao verbo por meio de preposição.

21 – No texto

 

“O mundo é para quem nasce para o conquistar E não para quem sonha poder conquistá-lo, ainda que tenha [razão.”

a

oração destacada classifica-se como subordinada

a)

substantiva objetiva direta.

 

b)

substantiva predicativa.

24 – A concordância verbal está incorreta em:

 

c)

adjetiva explicativa.

d)

adjetiva restritiva.

a)

Finalmente chegaram o pai e a noiva.

RESOLUÇÃO

 

b)

Alguns de nós recebemos bons prêmios.

Resposta: D

c)

Era duas e vinte da madrugada exatamente!

 

A

oração adjetiva equivale a um adjetivo, pois modifica um

d)

No Congresso, chutavam-se ministro e senador.

termo de natureza substantiva, cuja função é de adjunto adnominal do termo que ela modifica: quem sonha = aquele que sonha = aquela pessoa sonhadora.

RESOLUÇÃO Resposta: C Nas indicações de tempo, o verbo ser concorda com a expressão numérica mais próxima: Eram duas e vinte da madrugada exatamente! Em A, Finalmente chegaram o pai e a noiva, com o sujeito composto posposto ao verbo, a concordância se faz com o núcleo do sujeito mais próximo ou, no plural, com a totalidade do sujeito: chegaram/chegou. Em B, quando o sujeito é um pronome interrogativo ou indefinido plural (quais, quantos, alguns, poucos, muitos, quaisquer, vários) seguido de de nós ou de vós, o verbo pode concordar com o primeiro pronome (na terceira pessoa do plural) ou com o pronome pessoal: Alguns de nós recebemos/receberam bons prêmios. Em D, quando houver idéia de reciprocidade, a concordância é feita obrigatoriamente no plural: No Congresso, chutavam-se ministro e senador.

 

É

uma adjetiva restritiva porque está restringindo o sentido

do termo quem (equivalente a aquele/aquela pessoa), que ela modifica. As orações adjetivas sempre são iniciadas por pronome relativo. Quem é um pronome relativo que se refere a pessoas. É denominado relativo indefinido quando aparece, como nesse texto, sem nome antecedente. Para efeito de análise, ele é decomposto em aquele que.

22 – Assinale a alternativa em que as duas palavras dispensam acentuação gráfica.

a)

índio - armazém

b)

zulú - rítmo

25 – Em qual alternativa a palavra é primitiva?

 

c)

jurití

-

hífen

d)

afável - penúgem

a)

rinite

 

RESOLUÇÃO Resposta: B As palavras zulu e ritmo não são acentuadas graficamente por se tratar de oxítona terminada em u e paroxítona terminada em o, respectivamente. Não recebem acento gráfico também juriti e penugem, por se tratar de oxítona terminada em i e paroxítona terminada por em, respectivamente. Acentuam-se as palavras índio, hífen, e afável, por serem paroxítonas terminadas em ditongo crescente io: índio, em n: hífen e em l: afável, assim como as oxítonas terminadas por em: armazém.

b)

nuvem

c)

censura

d)

benquisto

RESOLUÇÃO Resposta: B Nuvem é palavra primitiva porque não resulta de processo de formação vocabular. O contrário do que acontece com as palavras das alternativas A, C e D, que são resultados de processo de formação, a saber: rinite – derivação sufixal: radical rin(o) = nariz + sufixo -ite = inflamação; censura – derivação regressiva:

 

palavra deverbal, derivada do verbo censurar, e benquisto – composição por justaposição: advérbio bem (ben) + adjetivo quisto (querido).

Página 8

26 – Leia:

28 – Segundo a norma culta, qual alternativa apresenta erro de regência verbal?

Hoje não ouço mais as vozes daquele tempo:

 

Minha vó Meu avô Totônio Tomásia Rosa. Onde estão todos eles?”

a)

Queríamos perdoar as maldades aos malfeitores, mas era difícil.

b)

Durante muito tempo, ele aspirou o descanso eterno.

c)

Os

embaixadores sempre assistem aos discursos da ONU.

d)

Agradeci ao meu pai a grata surpresa no Natal.

Passando-se do verso para a prosa, assinale a alternativa correta quanto ao emprego da vírgula, conforme a norma culta.

RESOLUÇÃO Resposta: B Regência verbal é a maneira de o verbo relacionar-se com seus complementos. O verbo aspirou é transitivo indireto no sentido de pretender, desejar. Nesse caso, o complemento objeto indireto vem introduzido pela preposição a: Durante muito tempo, ele aspirou ao descanso eterno. Em A, perdoar é transitivo direto e indireto, com objeto direto de coisa (as maldades) e indireto de pessoa (aos malfeitores). Em C, o verbo assistem é transitivo indireto no sentido de ser espectador: Os embaixadores sempre assistem aos discursos da ONU. Em D, o verbo agradeci é transitivo direto e indireto, com objeto direto de coisa (a grata surpresa) e indireto de pessoa (ao meu pai).

29 – Coloque C (certo) ou E (errado) para a função do pronome destacado nas frases e, a seguir, assinale alternativa com a seqüência correta.

a)

É obrigatória a vírgula após a palavra avô .

b)

Deve-se empregar a vírgula depois de estão.

c)

Não é obrigatória a vírgula depois de .

d)

É facultativa a vírgula após hoje.

RESOLUÇÃO Resposta: D Entre outras funções, a vírgula é empregada para isolar o adjunto adverbial antecipado. Porém, quando ele é de pequeno corpo (um advérbio, por exemplo), como acontece no texto, costuma-se dispensar a vírgula ou empregá-la apenas por questão de ênfase para esse advérbio. Portanto, o emprego torna-se facultativo: Hoje não ouço mais as vozes daquele tempo ou Hoje, não ouço mais as vozes daquele tempo. Em A, a afirmativa está incorreta, pois o aposto de especificação não deve ser separado por vírgulas: Meu avô Totônio. Em C, é obrigatória a vírgula depois de , pois ela vai separar elementos que exercem a mesma função sintática: Hoje não ouço mais as vozes daquele tempo:

Minha vó, Meu avô Totônio, Tomásia, Rosa. Em B, também a afirmativa está incorreta, pois não se deve empregar a vírgula entre os termos essenciais da oração (sujeito e predicado), mesmo quando o sujeito é muito longo ou vem após o predicado: Onde estão todos eles? ou Todos eles onde estão?

(

) O artista olhou-se ao espelho antes do início da apresentação. (sujeito)

(

) Perguntava-se o pai se aquela cena seria um sonho. (objeto indireto)

(

) Vão-se os anéis, ficam os dedos. (palavra expletiva)

(

) Ouve-se de longe o toque do tambor indígena. (símbolo de indeterminação do sujeito)

a)

E, C, C, E

b)

C,

E, E, C

c)

E,

C, E, C

 

d)

C,

E, C, E

27 – Em qual alternativa todos os substantivos classificam-se como sobrecomuns?

RESOLUÇÃO Resposta: A Na primeira frase, o pronome se está empregado como objeto direto, pois o verbo olhou na frase é transitivo direto, portanto exige complemento objeto direto (olhou o quê? ele próprio), ou seja, olhou-se. A frase já tem sujeito: o termo O artista. Na segunda, perguntava é verbo transitivo direto e indireto,

a)

ídolo, pessoa, cadáver, vítima

b)

cônjuge, pianista, cliente, atleta

c)

colega, sósia, selvagem, criança

d)

dentista, testemunha, serpente, jovem

 

RESOLUÇÃO Resposta: A Existem substantivos que possuem um único gênero para designar pessoas de ambos os sexos; são os sobrecomuns: o ídolo, a pessoa, o cadáver, a vítima. Na alternativa C, o sósia e a criança também são sobrecomuns, mas o/a colega e o/a selvagem classificam-se como comuns-de-dois, em que a oposição masculino/feminino se efetua mediante a troca de seus determinantes. Em D, a testemunha classifica-se como sobrecomum, porém o/a dentista, o/a jovem como comum-de- dois e a serpente macho/a serpente fêmea como epiceno, gênero

portanto exige o complemento objeto direto (o quê? se aquela cena seria um sonho) e o indireto (a quem?: perguntava-se, ou seja, a si mesmo.

pronome se é empregado como palavra expletiva na

terceira frase, para realçar, com o verbo intransitivo vão, a espontaneidade do movimento do sujeito: Vão-se os anéis, ficam os dedos. Nesse caso, o se pode ser retirado da oração sem prejuízo de sentido. O pronome se é empregado como indeterminação do sujeito somente quando está junto à 3ª. pessoa do singular de verbos intransitivos. Ouve é verbo transitivo direto nessa quarta frase e está formando a voz passiva sintética (uma alternativa da passiva analítica O toque do tambor indígena é ouvido de longe):Ouve- se de longe o toque do tambor indígena. A voz passiva é exclusiva dos verbos transitivos diretos e indiretos, por isso o pronome se exerce a função de pronome apassivador.

O

em que a especificação

do sexo é feita mediante o uso das

palavras macho/fêmea. Em B, o cônjuge é sobrecomum, no entanto o/a pianista, o/a cliente e o/a atleta classificam-se como comuns-de-dois.

Página 9

30 – Assinale a alternativa que apresenta aposto.

32 – According to the text, coconut water has shown to be

 

a)

O mês de julho é dedicado às competições esportivas.

a) the substance that can cure skin diseases.

 

b)

Os atletas, felizes e dispostos, vão chegando para as disputas.

b) the syrup that relaxes everybody who tastes it.

c)

Corajosa, ela se destacava entre as jovens competidoras daquele ano.

c) an irresistible drink because of its sweet flavor.

 

d)

a beverage that can benefit the health of those drinking it.

d)

Todas as comemorações de junho dão brilho às férias escolares.

RESOLUÇÃO Resposta: D É a única alternativa que pode ser inferida do texto.

Read the text and answer question 33.

 

RESOLUÇÃO Resposta: A Aposto é o termo de caráter nominal que se junta ao substantivo, pronome, ou a um equivalente destes, a título de explicação ou de apreciação. Entre o aposto e o termo a que ele se refere há em geral pausa, marcada na escrita por uma vírgula. Mas pode também não haver pausa entre o aposto e a palavra principal quando esta é um termo genérico, especificado ou individualizado pelo aposto. É o que ocorre em O mês de julho, em que de julho é o chamado aposto de especificação. Na alternativa B, não há aposto porque os adjetivos felizes e dispostos classificam-se como predicativos do predicado verbo- nominal. Em C, há uma oração elíptica cujo corpo se reduz ao adjetivo corajosa, que funciona como predicativo: porque era corajosa. Em D, de junho equivale ao adjetivo junino, portanto trata-se de um adjunto adnominal do nome comemorações (comemorações juninas).

Cigarettes are more addictive for women than for men. This is the conclusion arrived at by research carried out amongst 6,000 people in São Paulo. The study was coordinated by psychiatrist Célia Lídia da Costa. “Most men only smoke for pleasure. On the other hand, depression affects many more women than men. Many women smoke cigarettes to forget the negative symptoms of depression and anxiety. This means women are psychologically more dependent on cigarettes than men are”, Costa says in an interview published by Folha Online. According to her, when men and women look for medical help to quit smoking, men take an average of three months to quit, while women take a year.

 

33 – According

to

the

survey

on

women’s

addiction

to

cigarettes, we can conclude that

 

a)

it is tougher for women to stop smoking than for men.

 

b)

women manage to quit their habit in less time than men.

AS QUESTÕES DE 31 A 60 REFEREM-SE À LÍNGUA INGLESA

c)

most women need a psychiatrist’s help in order to succeed in being cured.

d)

women are unable to overcome their dependence because it’s pleasant.

Read the text and answer questions 31 and 32.

RESOLUÇÃO Resposta: A É a única alternativa que pode ser inferida do texto.

Read the text and answer questions 34 and 35.

 

The sun, the beach and the coconut water – the three ingredients that guarantee a perfect summer for millions and millions of Brazilians. Nothing beats drinking cold coconut water to quench your thirsty. It is such a healthy drink that it should not be left only for summer, but should be drunk year round. Coconut water contains a high level of vitamin C and is rich in minerals.

A

good many parents still don’t know how to introduce their

 

children to the world of money in a healthy way. According to

Nutritionists say it is very beneficial to human health. It is good for the skin, and digestion, and is also a kind of natural tranquilizer. During the Second World War coconut water was used as saline solution to treat soldiers injured in combat.

GLOSSARY:

psychologists, it should start early, more precisely between the ages of three and four, emphasizing the process of autonomy, putting them in contact with social and ethical responsibility. This process, if well guided, leads to the necessary balance when planning to earn or simply use money. Something

that

,

and greatly, in the world of globalized competition.

 

nothing beats = nada melhor (expressão idiomática) saline solution = soro fisiológico

31 – The words, underlined in the text, can be, respectively, replaced by

a)

b)

to cure / spoiled

to care for / insane

There are people who are literally “sick” in their eager to spend. The fact is that the effect of buying with no moderation, for someone who is sick, has a similar effect to that taking a happiness drug. And since there is no medicine for this, you can opt for (once the disease is diagnosed) a psychological treatment

group treatment. Believe it or not: an association for this, the

Anonymous Debtors,

or

in Brazil in 1977.

c)

to take care of / upset

   

d)

to apply medical care to / wounded

34 – The correct verb tenses to fill in the blanks are, respectively

RESOLUÇÃO Resposta: D É a única alternativa em que as opções podem substituir os termos grifados sem prejudicar o aspecto semântico da oração.

a)

conquering / lacks / was created

 

b)

conquering / are lacking / created

 

c)

conquered / has lacked / had created

d)

conquer / is lacking / has been created

 

Página 10

RESOLUÇÃO Resposta: A No primeiro espaço deve-se usar o verbo no gerúndio (conquering) pois o verbo está sendo empregado como objeto da preposição “of ”. A segunda lacuna pede um verbo no presente simples (lacks) para expressar a idéia de que falta planejamento no uso do dinheiro no mundo da competição globalizada (na atualidade). Já no terceiro caso, temos uma situação de voz passiva, uma associação foi criada (was created) no Brasil em 1977 para ajudar pessoas com problemas de consumo desmedido.

20

navigation, memory recall and imagining future events, the scientists measured blood flow related to neural activity.

 

“We asked

we

could see any interesting

 

patterns in the neural activity that could tell us what

25

participants were thinking,

in this case where

they were.”, said Professor Eleanor Maguire. Are people lying? Surprisingly, just by looking at the brain data the scientists could predict exactly where the volunteers

 

30

were in the virtual reality environment. “By looking at activity over tens of thousands of neurons, we can see that there must be a functional structure – a pattern – to how these memories are encoded.”, said Professor Maguire.

But the researchers stressed that the prospect of genuinely reading someone’s most intimate thoughts- or working out if they were lying- was still a long way off. It is brain diseases such as Alzheimer’s which could stand to benefit from such research.”

35 – The text provides

a)

some advice about bringing up children.

b)

some information about unmeasured consumption.

c)

d)

an explanation about children’s excessive spending.

some help for people’s group that purchase without control.

35

RESOLUÇÃO Resposta: B É a única alternativa que pode ser inferida do texto.

40

Understanding how we learn and store memories could aid our understanding of conditions in which memory is compromised and potentially help patients in the rehabilitation process,” said Professor Maguire.

Read the joke and answer question 36.

A: Why do you only take your wife to nightclubs? B: By the time she gets ready, no other place is open.

36 – According to the joke, we can conclude that

37

– Fill in the blanks with the suitable option:

a)

if

/ and

a)

whenever he picks her up she’s ready to get away.

b)

whether / or

 

b)

c)

she

she

isn’t able to have a get-together at nightclubs.

spends most of her time trying to get in shape.

c)

whether / and

 

d)

or

/ whether

d)

RESOLUÇÃO

Resposta: D

expressão idiomática “dolling herself up” significa

embonecar-se e o advérbio de intensidade “too” expressa excesso. Já “get ready”, significa aprontar-se. Está implícita na piada a idéia de que a esposa leva tempo demais (o dia todo) se embonecando, estando pronta para sair somente à noite. Por esta razão, o marido só pode levá-la a casas noturnas (“nightclubs”).

it takes her too much time dolling herself up before going out.

A

RESOLUÇÃO

Resposta: B

é uma expressão usada após um verbo

dicendi, (reporting verb: ask), para indicar duas alternativas, não importando qual delas. “Whether” é sempre colocada diante da

primeira escolha, e “or” diante da segunda. Tal estudo revelaria aos cientistas o que os participantes estariam pensando ou, no próprio experimento, onde eles estariam.

“whether

or”-

Read the text and answer questions 37 , 38 , 39, 40 and 41.

38

- Based on the text, all statements are correct except

 

Mind reading “a step closer to reality.”

a)

Mind reading comes to a step closer as scientists operate on people’s brain.

BBC, 13 March 2009

1

Wellcome Trust Center for Neuroimaging at University College London told reporters: Mind reading comes a step closer as scientists map people’s brain. The hippocampus is widely known to be integral to

memory, but researchers say they now see how images

b) The scientists used a brain scanner to decipher memories in the brain of four volunteers.

5

c) Scientists said they have understood someone’s thoughts by looking at what their brain was doing.

d)

are stored and recalled in the part of the brain. Neurons

 

The breakthrough in reading mind will help research into memory disorders such as Alzheimer’s disease.

in

the hippocampus, also known as “place cells”,

 

activate when we move around to tell us where we are. Using a computer keypad, four young male volunteers

RESOLUÇÃO

Resposta: A

 

10

navigated virtual reality rooms, choosing to “stand” in one of four locations marked by a rug. The British scientists were able to tell where an individual had been “standing” inside a virtual reality room from records of the volunteers’ brain activity. Their heads had been

 

A

alternativa A é a única que não pode ser inferida do texto.

39

– Based on the text, we can infer that

a)

the four volunteers were all men of middle age.

15

placed in a functional magnetic resonance imaging (fMRI) scanner, allowing their brain activity to be monitored. This piece of equipment highlights brain regions as they become active. Focusing on the hippocampus, the small area of the brain vital to

b)

the researchers found the cure for memory disorders.

c)

the research revealed a lack of interest in learning and storing memories.

d)

British experts can track a person’s movements around a computer-simulated room by watching the way their brain lights up.

Página 11

RESOLUÇÃO Resposta: D A alternativa “D” é a única que pode ser inferida do texto, sendo justificada pelas linhas 14 a 23.

40

– “

a

long way off.”, (line 37), means

Read the text and answer questions 43 , 44 and 45 .

 

1

An Englishman living near Sheffield recently had a most unlucky day’s fishing. He was standing on a low bridge when he had the misfortune to knock his tin of bait into the river. Leaning over the side of the

 
 

5

bridge, he tried to hook the tin and pull it out of the river. As he did so, his car keys fell out of his pocket and disappeared in the water. Feeling thoroughly annoyed with himself and his luck, the fisherman lent over the bridge to try to see

a)

at one time.

b)

far away in time.

c)

for

a limited time.

d)

for

a short period of time.

RESOLUÇÃO Resposta: B

10

where his keys had gone. As he did so, the bridge collapsed and he fell into the river. This was the last straw. The fisherman crawled out of the river and went back to his car. There he discovered that he had locked the doors and could not get in. His anti-

thief lock had immobilized his car. There was nothing left for him to do but walk sadly home.

a long way off.” significa, no contexto, muito tempo. A

expressão indica que serão necessários muitos anos de estudo para que os cientistas cheguem a um resultado cientificamente

comprovado em relação à “leitura” dos pensamentos mais íntimos de alguém.

15

43

– Reading

the

text

throughout,

we

can

come

to

the

conclusion that the man

 

41

-

marked by a rug.” , underlined in the text, is doing the

a)

b)

   

same work as a/an

shouldn’t have stood on a low bridge.

could have tried to hook the tin of bait again.

 

a) noun.

c)

shouldn’t have gotten out of his bed that day.

b) adverb.

d)

ought to have kept his car keys in a safe place.

c)

adjective.

RESOLUÇÃO Resposta: C Mediante a tantos infortúnios, conclui-se que aquele não foi um bom dia para ele sair de casa, nem mesmo da sua própria cama.

d)

relative pronoun.

RESOLUÇÃO

Resposta: C

44

– “ thoroughly”, (line 8), is closest in meaning to

 

marked

by a rug.” é uma oração reduzida de particípio na

função de um adjetivo, pois define (caracteriza) a posição em que

a) badly.

 

os participantes do experimento deveriam estar.

b) slightly.

c)

completely.

d)

accordingly.

 
Read the cartoon and answer question 42 . 42 – Fill in the blank with

Read the cartoon and answer question 42 .

42

– Fill in the blank with the suitable option.

RESOLUÇÃO Resposta: C “Thoroughly” – significa completamente. Depois the tantos infortúnios na pescaria o homem se sentiu completamente aborrecido.

45

According to the text, the last straw is

 

a)

the fall of the bridge.

 

b)

walking sadly home.

c)

the loss of the car keys.

d)

RESOLUÇÃO Resposta: A “The last straw” significa (a gota d’água). A queda da ponte (linha 10), foi a última situação de uma série de eventos desagradáveis, ultrapassando os limites toleráveis da pessoa.

the loss of the tin of bait.

a)

is.

Read the text and answer questions 46, 47 and 48.

 

b)

were.

 

Tongue Studs Cause Infections

 

c)

will be.

1

The British Dental Association has reported that the

 

d)

must be.

tongue studs used in tongue piercing cause infections, orthodontic problems and speech impediments.

studs are at risk of being swallowed or

,

RESOLUÇÃO

Resposta: B

A

estrutura “wish + past tense” indica desapontamento

5

inhaled if they become loose, not to mention causing tongues to become swollen, which then interferes with breathing in some cases. The Association also warned that non-sterilized equipment could lead to HIV and hepatitis.

GLOSSARY:

(regret). Embora ela seja constituída com um verbo no passado, sua referência temporal é presente ou futura. No cartoon, por exemplo, ela gostaria que os erros dela fossem apagados como se apagam os erros diante da tecla de um computador ao pressionar a tecla “delete” e, sendo assim, tudo pode ser recomeçado.

studs: pinos

 

Página 12

46 – Choose the best alternative to have the text completed correctly.

Take positive action Anxiety dreams, relating to a forthcoming stressful event, are very common. “If you feel that worries or concerns are being played out in advance, learn to use your dreams as motivators,” says Arnall. “Write a list of problems or obstacles that were brought to the surface – there may be things you previously didn’t consider – and take positive steps to solve them.”

a)

in addition

b) advance

in

c) purpose

on

d) response

in

RESOLUÇÃO

49

 

Resposta: A

– The correct word to fill in the blank is

 

A

expressão “in addition” significa em acréscimo, além do

a)

when.

mais. Desta forma ela é usada para acrescentar itens relacionados a assuntos mencionados anteriormente.

b)

where.

c)

which.

 

d)

wherever.

47 – Based on the text, all the alternatives are correct, except

RESOLUÇÃO Resposta: A A alternativa A é a única coerente com a idéia expressa no texto. Uma vez que as pessoas seguem as instruções dadas pelo especialista, seus sonhos recorrentes cessam e elas se acalmam ao acordarem.

 

The British Dental Association

a)

has warned tongue piercing users not to wear tongue studs.

b)

has reported that the tongue studs can cause infections.

c)

tells us that loose studs are at risk of being swallowed.

d)

has advised tongue stud users to manipulate the equipment properly.

 

RESOLUÇÃO Resposta: A É a única alternativa que não pode ser inferida do texto.

50

– According to the text,

a)

we can predict from our dreams what is likely to happen to our lives.

48 – A similar meaning to “could”, (line 8), is

b)

dreaming about being pregnant may be interpreted as a new period of creativity.

a)

may.

c)

the dream experts believe that is not advisable to use our dreams as daytime therapy.

the dream therapy can increase anxiety because people start thinking about their fears and worries.

b)

c)

must.

have to.

d)

d)

ought to.

 

RESOLUÇÃO Resposta: A “Could” pode ser sustituido por “may”, ambos indicam possibilidade. Portanto alternativa A é a única que procede.

RESOLUÇÃO Resposta: B A alternativa B é a única coerente com a idéia expressa no texto.

51 – “recurring dreams” means that the dreams

 

a)

probably occur.

Read the text and answer the questions 49, 50, 51, 52, 53 and 54.

b)

seldom come true.

c)

sometimes appear.

 

d)

happen several times.

Dream Therapy Did you know you’ll have about 197,100 dreams by the time you’re 60? Our dream experts reveal how to use your night visions as daytime therapy. Train your memory Dreams do have something to tell you. Keep a dream diary for two weeks to help analyse your state of mind. “Record whether you feel frightened, sad, angry or happy and note any images, pictures or phrases you remember,” advises dream specialist Professor Petruska Clarkson. This will help you work out which issues you need to deal with, and in which order.

RESOLUÇÃO

Resposta: D

 
 

A

palavra “recurring” significa recorrente, ou seja, algo que

acontece mais de uma vez.

52 – In “Dreams do have something to tell you.”, the underlined verb is being used

a)

for emphasis.

b)

as

a main verb.

c)

for questioning.

d)

instead of make.

Face your fears If you’re having recurring dreams, ask yourself whether there is

RESOLUÇÃO

Resposta: A

 

O

verbo auxiliar “do” (que também é usado em sentenças

any issue you need to face. “I encourage patients to face their pursuer or fear head on in the dream. Once they do this, the

dreams stop and they feel more at ease

says psychologist and sleep expert Cliff Arnall. Have an open mind “Don’t take dreams literally – for example, dreaming of pregnancy doesn’t mean you’re expecting a baby in real life. It may indicate you are ready to create something new in your work or relationship”, explains Clarkson.

they’re awake,”

interrogativas e negativas no presente simples e sua forma “did”

no passado simples) também é usado para dar ênfase à ação do verbo principal. Nesse caso, seu significado é “de fato” ou “realmente” – Sonhos realmente têm algo a lhe dizer.

Página 13

53 – Choose literally”

the

indirect

speech

for

“Don’t

take

dreams

55

– Fill in the blank with the suitable option:

 
 

a)

less

 

Clarkson told us

 

b)

most

a)

that we should avoid taking dreams literally.

 

c)

d)

more

worse

b)

that we wouldn’t take dreams literally.

   

c)

that we couldn’t take dreams literally.

RESOLUÇÃO Resposta: B Somente a alternativa B responde a questão, considerando-se os aspectos semântico e gramatical (comparação de adjetivos).

56

According to the author, when the issue is “flirting”,

d)

not to take dreams literally.

 

RESOLUÇÃO Resposta: D Quando o discurso direto apresenta-se no imperativo negativo, usa-se o infinitivo precedido de “not” no discurso indireto.

54 – “any”, underlined in the text, means

   

a)

words are better than actions.

 

a)

every.

b)

people’s gestures count only 7%.

 

b)

one at a time.

 

c)

people always know what to say.

c)

it doesn’t matter which.

 

d)

the most important aspect is body language.

 

d)

not one and not the other.

RESOLUÇÃO

 

RESOLUÇÃO Resposta: C “Any” foi usado para enfatizar a idéia de “livre escolha”, com o significado de – não importa qual assunto.

Resposta: D

 

A

alternativa D é a única que pode ser inferida. O início do

texto justifica a resposta correta.

 
 

57

– In “There must be something wrong with my eyes. I can’t

Read the text and answer questions 55, 56, 57, 58, 59 and 60.

take them off you”, (lines 29 and 30), the underlined sentence means

 

Choosing the Right Words

 

I cannot help

 

1

The most crucial factor in flirting is body language. What you actually say counts only 7% in your success or failure. But your love boat will never float if you don’t first break the ice with an incisive chat-up line.

a)

loving you

b)

staring at you

c)

thinking of you

5

Guides to dating and internet sites provide countless conversation-openers for introducing yourself to attractive strangers.

d)

dreaming about you

 

RESOLUÇÃO

Resposta: B

 
 

A

alternativa B é a única que possui a mesma idéia da oração

10

Unfortunately, most are terrible. Success with a line like, “That dress looks good on

you, but it would look better on my bedroom floor”, takes devastating good looks, expensive designer clothes or fame. The best that most men can expect from this is a slap on the cheek. To identify the best ice-breakers, a British company

sublinhada. O fato de não conseguir tirar os olhos de alguém implica em não conseguir parar de olhar para alguém.

58

– In “Do you believe in love at first sight

the underlined

expression means you

 

15

surveyed a thousand young adults. The successful lines include “You don’t know me but I dreamt about you last night”, “Did it hurt when you fell from heaven?” and “Do you believe in love at first sight or shall I walk past you again?”.

But the line guaranteed to bring the best results of all, at least with British women, is “Can I buy you a drink?”. The makers of the survey concluded that the best way to find love is to be simple and direct. But if you are ready to face humiliating public rejection here

a)

are

very much in love.

b)

fall

in love for the first time.

 

c)

begin to be in love with someone.

 

d)

love someone in a romantic way the first time you see them.

 

20

RESOLUÇÃO

 

Resposta: D

 

A

expressão

“love

at

the

first

sight”

significa

amor

à

primeira vista.

 

25

are some of the more ambitious approaches, “ I’ve lost my phone number, can I have yours?” ; “When they made the alphabet they should have put U and I together.”; “Was your father a thief, because he stole the stars and put them in your eyes?”; “There must be

something wrong with my eyes, I can’t take them off you”; “Hi, I need your help! My mom says that if I

don’t get a date by tomorrow, she’s putting me up for adoption.”

59

– Based on the text, we can conclude that the best way to

find love is to

 

a)

add spice to the conversation-openers.

 

b)

use

the Internet to arrange romantic meetings.

30

c)

d)

be natural and say exactly what you mean in an honest clear way.

make a list of all conversation-openers for introducing yourself.

GLOSSARY:

chat-up line: frase para iniciar uma conversa. conversation-openers: cantadas

 

RESOLUÇÃO

Resposta: C

 
 

A

alternativa C é a única coerente com a idéia expressa no texto.

 

Página 14

60 – “countless”, (line 5), can’t be replaced by a) limited. b) uncounted. c) numberless.
60 – “countless”, (line 5), can’t be replaced by
a)
limited.
b)
uncounted.
c)
numberless.
d)
innumerable.
RESOLUÇÃO
Resposta: A
A única palavra de sentido oposto a “countless” é “limited” (limitado).
AS QUESTÕES DE 61 A 80 REFEREM-SE
À FÍSICA
r r
61 – Dado os vetores A, B e C
r
dispostos no diagrama da figura,
comprimento, r r
em
cm,
do vetor resultante da operação
o r
A
+
B
C
, é de:
1 cm
1 cm
a)
4
2
r
A
b)
2
2
c)
4
r
r
d)
5
B
C
RESOLUÇÃO
Resposta: D
4 cm
r
r
r
A
+
B
C
r
r
r
r
B
3 cm
A + B
C
r
r
A
C
()A
2
2
2
+
B
C
=
3
+
4
=
25
()A
+
B
C
=
25
=
5 cm
62 – No equilíbrio do sistema esquematizado, a esfera B está na
iminência de sair do plano onde se apóia, isto é, não recebe a
reação normal do apoio. Sabe-se que o bloco A e a esfera B
pesam, respectivamente, 40 N e 60 N. Considere os fios e as
roldanas (ideais) de massas desprezíveis. O peso do bloco C, em
N, vale:
a) 90
b)
100
c) 120
d) 160
A
θ
C
B
RESOLUÇÃO
Resposta: B
P A
T
= 2 P A
⇒ roldana móvel
P A
T
= 2 x 40 = 80 N
T
∑F x = 0
y
∑F y = 0
P C .cos θ - T = 0
P
P C .sen θ - P B = 0
C
T
θ
P C .cos θ = 80
x
P C .sen θ = 60
cos θ = 80/P C
P
sen θ = 60/P C
B
sen 2 θ + cos 2 θ = 1
(60/P C ) 2 + (80/P C ) 2 = 1
(3600 + 6400)/ P C 2 = 1
P C 2 = 10000 ⇒ P C = 100 N
63 – Considerando v A , v B , ω A ω e , respectivamente,
63 – Considerando v A , v B ,
ω A ω
e
, respectivamente, as
B
velocidades escalares (v) e angulares (ω ) de duas pequenas
esferas fixadas sobre um disco, que gira com freqüência (f)
constante, nas posições A e B indicadas na figura, pode-se
afirmar que:
A
v
ω
A
A
a)
<
v
ω
B
B
B
v
v
A
B
b)
>
R
R
ω
ω
A
B
v
A
c)
< v B
ω
ω
B
A
v
ω
A
A
d)
=
v
ω
B
B
RESOLUÇÃO
Resposta: B
sendo
ω = 2πf, teremos → ω A = ω B = 2πf
sendo
v = w.R, teremos → v A = 4πf.R e v B = 2πf.R
4
π f.R
2
f
a)
π 2 < 1 (errado)
2
π f.R
< 2
π f
4
π f.R
2
π f.R
b)
>
⇒ 2 > 1 (correto)
2
π f
2
π f
4
π f.R
2
π f.R
c)
<
⇒ 2 < 1 (errado)
2
π f
2
π f
4
π f.R
2
π f
d)
⇒ 2 = 1 (errado)
64 – Um ônibus (considerado corpo extenso) gasta 10 s para
atravessar, totalmente e num único sentido, uma ponte retilínea de
67 m de comprimento. O ônibus entra na ponte com velocidade
de 36 km/h e, ao abandoná-la, possui velocidade de 18 km/h.
Supondo constante a relação entre a variação de velocidade do
ônibus e o intervalo de tempo correspondente, pode-se afirmar que
o comprimento desse ônibus, em metros, é de:
a)
8,0
b) 8,5
c) 9,0
d) 10,0
RESOLUÇÃO
Resposta: A
Sendo um MRUV o movimento do o ônibus, teremos:
V 0 = 36 km/h = 10 m/s
V = 18 km/h = 5 m/s
∆t = 10 s
67 m
L
∆X
∆ V
5
− 10
− 5
2
a
=
=
=
= − 0,5m / s
∆ t
10
10
2
V
2 =
V
2.a. ∆ X
0 +
2
2
5
10
25
− 100
2x( 0,5)
− 1
∆X = 67 + L
L = 75 – 67 ⇒
L = 8m

2

π

f.R =

2

π f

X

=

=

= 75m

Página 15

65 – Considere um bloco subindo um plano inclinado que oferece atrito. De todas as
65 – Considere um bloco subindo um plano inclinado que
oferece atrito. De todas as forças que atuam no bloco quantas não
realizam trabalho?
N
F
a)
1
b)
2
F
at
67 – Dois estudantes estão alterando a disposição dos móveis
na república estudantil onde residem. Ao tentarem arrastar um
grande baú que possuem, não conseguem movê-lo. Das
alternativas a seguir assinale aquela que indica uma iniciativa,
fisicamente correta, dos estudantes para conseguirem deslocar o
baú.
c)
3
plano
P
d)
4
horizontal
a)
Colocar o baú de pé para que, diminuindo a área de contato
do
baú com o chão, possam minimizar o atrito.
RESOLUÇÃO
Resposta: A
Como podemos observar pela figura a seguir, a força N (normal)
é a única força que é perpendicular ao deslocamento do bloco.
b)
Amarrar uma corda no baú e puxá-la horizontalmente e,
dessa forma, somar às suas forças a tração que surge na
corda.
c)
N
F
Colocar um tapete embaixo do baú para que, dessa forma,
haja uma diminuição do coeficiente de atrito e,
consequentemente, da força de atrito.
F at
d)
Um dos estudantes deverá sentar sobre o baú para que
plano
P
horizontal
assim, o outro estudante consiga um maior apoio e possa
puxar mais facilmente o baú.
i
RESOLUÇÃO
Como o trabalho é calculado pela expressão:
Resposta: C
A
alternativa A está incorreta pois a área de contato não
τ
= F.d. cos θ
interfere na força de atrito.
o trabalho da força será nulo se o ângulo entre essa força e o
deslocamento for 90 o , ou seja, se a força for perpendicular ao
deslocamento.
N, portanto, é a única força, aplicada no bloco, que não
realiza trabalho.
Logo, apenas uma única força, das que atuam no bloco,
não realiza trabalho.
A
alternativa B está incorreta pois a tração é gerada em
função da força aplicada sobre a corda, portanto, não se soma às
forças dos estudantes.
A
alternativa C está correta pois a colocação do tapete
diminui o coeficiente de atrito e, consequentemente, a força de
atrito também diminui.
A
alternativa D está incorreta pois a sentar sobre o baú o
estudante aumentará a força de reação normal do solo sobre o
baú e, assim, a força de atrito aumentará.
66 – Um corpo de massa m cai de uma altura h, até o chão. Se
considerarmos o atrito com o ar, podemos concluir, corretamente,
que, nesse caso, a energia mecânica
a)
é nula, pois o atrito é uma força dissipativa.
b)
conserva-se, pois a energia não pode ser destruída e nem
criada, apenas transformada.
c)
conserva-se, pois a força peso cancela a existência de atrito
e, assim, o corpo cai com velocidade constante.
68 – O gráfico a seguir relaciona as diferentes intensidades de
forças que são aplicadas em três corpos diferentes, A, B e C, e as
respectivas acelerações que imprimem. Sendo M A , M B e M C as
massas dos corpos A,B e C, respectivamente, podemos afirmar,
corretamente que
F
A
a)
M
=M
=M
A
B
C
d)
não se conserva, pois a energia potencial não será convertida
totalmente em energia cinética.
B
b)
M
>M
>M
A
B
C
c)
M
<M
<M
A
B
C
RESOLUÇÃO
Resposta: D
Como a energia mecânica é definida como sendo a soma da
energia potencial com a energia cinética, ela só se conservará se,
em dois pontos, essa soma se mantiver a mesma. Ou seja:
C
d)
M
<M
>M
A
B
C
a
RESOLUÇÃO
Resposta: B
F
Pela Segunda Lei de Newton: F = ma, dessa forma,
m =
,
a
A
assim, podemos concluir que as grandezas massa e aceleração
h
são inversamente proporcionais.
Se observarmos atentamente o gráfico apresentado,
B
chão
notaremos que para uma mesma força F, o corpo A é acelerado
com um valor menor que o corpo B, que por sua vez é acelerado
EM(A)
=
EM(B)
com um valor menor que C. Ou seja, a A <a B <a C .
Ep(A)
+
Ec(A)
=
Ep(B)
+
Ec(B)
F
A
Ep(A)
+
0
=
0
+
Ec(B)
B
Ep(A)
=
Ec(B)
Dessa forma, para a energia mecânica se conservar é
necessário que a energia potencial seja convertida, integralmente,
em energia cinética. Mas, como há o atrito, parte da energia
potencial será convertida em outras formas de energia. Portanto,
nesse caso, a energia potencial é diferente da energia cinética.
Logo a energia mecânica não se conserva pois a energia
potencial não integralmente convertida em energia cinética.
F
C
1
a
a A
a B
a C
Logo a massa do corpo A é maior que a massa do corpo B
que, por sua vez, apresenta uma massa maior que a do corpo C.

Página 16

69 – Um corpo apresenta 80N de peso aparente quando mergulhado totalmente na água. Se o peso real desse corpo vale 120N, então sua densidade em kg/l, é igual a

72

– Uma onda passa de um meio material para outro, no qual

apresenta diferente velocidade de propagação. Neste caso, no novo meio, a onda apresenta

Dado: densidade da água igual a 1kg/l.

a)

freqüência maior que a anterior.

a)

b)

3,0

0,3

b)

c)

freqüência menor que a anterior.

a mesma freqüência que no meio anterior.

c)

0,03

d)

o

mesmo comprimento de onda que no meio anterior.

d)

0,003

RESOLUÇÃO

 

RESOLUÇÃO

Resposta: C

 

Resposta: A

P ap =P – E

passagem de uma onda de um meio para outro, provocando

diferente velocidade de propagação, chama-se refração. É sabido que a diferença de velocidade de propagação estabelece diferente comprimento de onda e que a freqüência mantém-se constante, no fenômeno da refração.

A

E=120 – 80 = 40N

E

= d l V l .g

   

Vcorpo= m/d corpo , logo

73 – Uma emissora de rádio AM transmite ondas eletromagnéticas na freqüência de 30 MHz, ou seja, dentro da faixa de ondas curtas. Supondo a velocidade de propagação das ondas eletromagnéticas no ar a mesma que no vácuo, ou seja, 3.10 8 m/s, qual o comprimento de onda relativo a essa freqüência?

E

= d l .(m/d corpo) g

E

= d

l.

.P corpo /d corpo .

40 = 1.120/d corpo

d corpo = 120/40

a) 1 mm

 

d corpo = 3kg/l

 

b) 1 cm

c)

1 m

70 – Uma bola de papel amassado flutua em equilíbrio na superfície de um lago. Considerando que a água está em repouso e que o papel seja impermeável, podemos afirmar corretamente, que

d)