Sunteți pe pagina 1din 15

UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ

Nome do Aluno A

Nome do Aluno B

Nome do Aluno C

TÍTULO DO TRABALHO

Curitiba

2005
Nome do Aluno A

Nome do Aluno B

Nome do Aluno C

TÍTULO DO TRABALHO

Monografia apresentada à disciplina Projeto de


Graduação do Curso de Engenharia Elétrica da
Faculdade de Ciências Exatas e de Tecnologia da
Universidade Tuiuti do Paraná como requisito para
obtenção do grau de Engenheiro Elétrico.

Orientador: Fulano de Tal

Curitiba

2005
Agradeço aos professores do Curso de
Engenharia Elétrica pela incentivo
constante no decorrer de todo esse tempo
de estudo.
Dedico esta obra aos meus pais,
primeiramente, pelo apoio. E, em
especial, ao meu orientador, professor
Pessoa, por me abrir o campo de visão
para novos horizontes.
Educação é aquilo que resta quando nos
esquecemos daquilo que nos foi
ensinado.

Michael Hammer
SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO...........................................................................................................9
2 REFERENCIAL TEÓRICO......................................................................................10
2.1 SUBTÍTULO TAL...................................................................................................11
2.2 SUBTÍTULO TAL...................................................................................................13
2.2.1 Subtítulo Tal.......................................................................................................16
2.2.2 Subtítulo Tal.......................................................................................................18
2.3 SUBTÍTULO TAL................................................................................................19
3 CONLUSÃO.............................................................................................................23
REFERÊNCIAS...........................................................................................................24
LISTA DE FIGURAS

FIGURA 1 – TÍTULO DA FIGURA 1...........................................................................12


FIGURA 2 – TÍTULO DA FIGURA 2...........................................................................14
FIGURA 3 – TÍTULO DA FIGURA 3...........................................................................16
FIGURA 4 – TÍTULO DA FIGURA 4...........................................................................18
FIGURA 5 – TÍTULO DA FIGURA 5...........................................................................20
LISTA DE TABELAS

TABELA 1 – TÍTULO DA TABELA 1...........................................................................11


TABELA 2 – TÍTULO DA TABELA 2...........................................................................13
TABELA 3 – TÍTULO DA TABELA 3...........................................................................16
TABELA 4 – TÍTULO DA TABELA 4...........................................................................18
RESUMO

Protótipo de um veículo motorizado com o objetivo de oferecer facilidades para


deficientes visuais. Apresenta o código Braille e dispositivos eletrônicos que utilizam
modo de voz. É baseado na teoria do doutor Oliveira Tal, “o pai da visão por tato”.
Discorre sobre as vantagens de um carro controlado por voz e inovação do painel
em Braile.

Palavras-chave: Deficiência Visual; Braille; Modo de Voz; Veículo Motorizado.


9

1 INTRODUÇÃO

Na introdução o assunto é apresentado como um todo, sem detalhes,

estabelecido de forma clara. Deve-se contextualizar, ou seja, fazer uma

relação do que é a pesquisa com a situação atual, como é visto nos dias de

hoje ou qual o problema, a dificuldade em que a comunidade se encontra.

Apresentar a justificativa do trabalho, ou seja, explicar (e convencer o

leitor) o porquê a pesquisa é importante, relevante ou pertinente.

Indicar os objetivos e finalidade do trabalho e referir-se aos tópicos

principais do texto, dando o roteiro ou sua ordem de exposição.


10

2 REFERENCIAL TEÓRICO

O Texto (Desenvolvimento) é a parte do trabalho em que o assunto é

apresentado e desenvolvido. Pode ser dividido em seções ou capítulos e subseções.

2.1 EXEMPLO DE TÍTULO SECUNDÁRIO

No manual da ABNT encontra-se a informação que títulos e textos devem

ser separados por dois espaços duplos. A UFPR utiliza apenas um espaço em

branco, como foi feito neste gabarito (observe títulos acima e abaixo desse texto). A

UTP não menciona nada a esse respeito.

2.2 PAGINAÇÃO

Todas as folhas do trabalho deverão ser contadas a partir da folha de rosto,

porém a numeração só deverá aparecer na 1ª folha dos elementos textuais, (a partir

da introdução) são numeradas em algarismos arábicos no canto superior direito da

página, a 1,5 cm da borda superior da folha. A capa não é contada na numeração

das páginas.
11

2.3 CITAÇÕES

A citação direta curta é aquela com até 3 linhas. A citação direta longa

(aquela com mais de 3 linhas), é transcrita em parágrafo independente, sem aspas,

com entrelinhamento simples e letra em tamanho menor (Times 11 ou Arial 10),

deve estar afastada 4cm da margem esquerda. Veja exemplo:

Exemplo de texto transcrito em forma de citação direta longa. Exemplo de


texto transcrito em forma de citação direta longa. Exemplo de texto
transcrito em forma de citação direta longa. Exemplo de texto transcrito em
forma de citação direta longa. Exemplo de texto transcrito em forma de
citação direta longa. Exemplo de texto transcrito em forma de citação direta
longa. (SOBRENOME, 1987, p. 65)

Para fazer a referência do autor da citação, a UTP só aceita o sistema autor-

data, que é aquele no qual aparece o sobrenome, ano e página junto com a citação,

como no exemplo acima.

2.4 ASPAS, NEGRITO E ITÁLICO

Aspas: usadas em citações diretas curtas ou no texto para dar destaque a uma

palavra ou expressão.

Negrito: usado para destacar títulos e palavras que assim o exijam.

Itálico: usado nas palavras ou expressões de línguas estrangeiras.


12

2.5 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS

Sobre a lista de ilustrações, deve-se criar uma lista específica para cada tipo

de ilustração, em páginas distintas, seguindo seqüência alfabética.

Sobre resumo, redigir com, no máximo, 200 palavras em monografias

(aproximadamente 1000 caracteres).

As palavras-chave são de 3 a 5 palavras.


13

3 CONCLUSÃO

Também intitulada de CONSIDERAÇÕES FINAIS, é a recapitulação

sintética dos resultados e da discussão do estudo ou pesquisa. Apresenta deduções

lógicas e correspondentes aos objetivos propostos, ressaltando o alcance e as

conseqüências de suas contribuições. Deve ser breve e basear-se em dados

comprovados.

Na conclusão pode estar embutido RECOMENDAÇÃO PARA TRABALHOS

FUTUROS, ou este pode ser um último capítulo pertencente aos elementos textuais

do trabalho.
14

REFERÊNCIAS

BERNARDES, A. Princípios Científicos de Enfermagem. 3ª ed. Lisboa: Livros


Técnicos e Científicos, 1993.

GATES, G. Shakespeare and his Muse. Disponível em:


<ftp://ftp.guten.net/bard/muse.txt.> Acesso em: 01 out. 1996

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. Sistema de Bibliotecas. Teses,


Dissertações, Monografias e Trabalhos Acadêmicos. Curitiba: UFPR, 2001. (Normas
para Apresentação de Documentos Científicos, 2).

UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ. Normas Técnicas. Elaboração e


Apresentação de Trabalho Acadêmico-Científico Curitiba: Gráfica Capital, 2003.

Ordenar alfabeticamente e seguir a seguinte norma:


Livros: SOBRENOME, Prenome ou iniciais. Título. Edição. Local: Editora, ano,
paginação (opcional).
Fonte eletrônica on line: SOBRENOME, Prenome ou iniciais. Nome do Artigo.
Nome do periódico (online), ano. Disponível em: endereço da Internet. Acesso em:
dia, mês, ano.
Obs.: Quando não há autor, inicia-se pelo título, sendo a 1ª palavra em
MAIÚSCULAS. O nome da Instituição ou Entidade Coletiva é usado para iniciar
quando se trata de anais de congressos ou trabalhos de cunho administrativo ou
legal.