Sunteți pe pagina 1din 37

Manual

Informações
Gerais

Maio de 2006.
Índice
Apresentação...................................................................................6
Estrutura Organizacional...............................................................11
Estrutura do Campus Vilhena....................................................11
Infra-Estrutura...............................................................................12
Corpo docente...........................................................................13
Corpo Técnico...........................................................................14
Ensino............................................................................................17
Graduação.................................................................................17
Pós-Graduação..........................................................................18
Pesquisa.........................................................................................20
Grupos de Pesquisa da UNIR....................................................21
Grupos de Pesquisa do Campus Vilhena...................................21
NEPE.........................................................................................22
Extensão........................................................................................23
SELL.........................................................................................23
Serviços de Apoio Acadêmico......................................................24
PROTOCOLO...........................................................................24
BIBLIOTECA...........................................................................27
SECRETARIA ACADÊMICA..................................................29
GERÊNCIA DE SERVIÇOS GERAIS.....................................29
DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA LINGUAGEM E
EDUCAÇÃO.............................................................................30
DEPARTAMENTO CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS
APLICADAS............................................................................34
COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO...........................36
Apresentação

A sociedade vilhenense possui hoje uma outra


imagem da UNIR, Campus de Vilhena. O que antes era motivo de
chacota por parte de alguns, hoje é motivo de consideração e
apreço, pois, a sociedade percebeu que a Universidade tem
compromissos e vai realizá-los.
Isso tudo não é obra do acaso mas são os resultados
de uma administração séria que soube, através do diálogo, mostrar
que a condução deste campus não é da responsabilidade de um,
mas de todos. É preciso uma mudança consciente nas atitudes das
pessoas, sobretudo, dos que fazem o funcionalismo público, para
que possamos oferecer um serviço público de melhor qualidade. A
Educação Superior não pode mais ser um prolongamento do nada.
É preciso PLANEJAMENTO E
DETERMINAÇÃO para que nossas ações não se percam nas
dobras do tempo, mas, ecoem mundo afora. Há um desânimo
orquestrado, anunciado, maquiavelicamente, que não sabemos ao
certo contra quem e para quê.
A UNIVERSIDADE PÚBLICA BRASILEIRA
deve entrar, de uma vez por todas, no Século XXI, antes que ele
passe por ela sem que seja percebido. É preciso consistência nas
nossas ações para que a UNIR deixe de lado a falsa idéia de que é
uma universidade nova. Afinal, já temos 20 (vinte) anos. É preciso
coragem para discutirmos nossas idéias e pensamentos, visando a
construção de uma universidade que realmente se faça presente no
cenário nacional e internacional.
Acreditamos nisso. Estamos fazendo a nossa parte.

Prof Osvaldo Copertino Duarte


Diretor de Campus
Localização e História
A Fundação Universidade Federal de Rondônia /
UNIR – foi criada em 08 de julho de 1982, através da Lei 7.011, a
partir da incorporação do patrimônio da antiga Fundação Superior
– FUNDACENTRO – entidade vinculada à Prefeitura Municipal
de Porto Velho cuja gênese se associava ao Núcleo de Extensão da
Universidade Federal do Pará – UFPA.
Ao assumir a FUNDACENTRO, a Fundação
Universidade de Rondônia passa a responsabilizar-se pelos cursos
de Bacharelado em andamento – Administração, Ciências
Contábeis e Ciências Econômicas, contando com um efetivo de
414 alunos para 150 vagas.
Na sua estrutura inicial, a Universidade teve que
enfrentar problemas relativos à implantação de uma Instituição de
Ensino Superior localizada na Amazônia e, particularmente, ao
crescimento desordenado que caracterizou o recém-criado Estado
de Rondônia, com uma taxa de migração de 16% ao ano,
tornando-se na década de 80, o “Eldorado Brasileiro”.
Tomando por
base as diretrizes básicas
contidas no seu Plano de
Desenvolvimento elaborado
em 1984, onde destaca a
atuação da Universidade na
promoção do homem e da
região, numeramos os
seguintes aspectos:
1 – da perspectiva Amazônica, abrangendo tanto a
Amazônia brasileira como a internacional, buscando uma
percepção integrada da problemática regional;
2 – do respeito ao ecossistema, procurando sempre
identificar vias de desenvolvimento não perverso, em que o
aproveitamento dos recursos naturais seja feito sem prejudicar o
equilíbrio ecológico da Amazônia e do Centro-Oeste;
3 – do zelo pela formação de identidade cultural do
estado, com o objetivo de propiciar a integração das correntes
migratórias, sem violentar a cultura local;
A Universidade, no seu desenvolvimento histórico-
acadêmico de cursos de graduação, apresenta três perspectivas, a
saber:
1º. a criação de cursos, que visa atender o
preenchimento da máquina político-burocrático do Estado. Nesta
perspectiva, cria-se em 1985, Curso em Bacharel em Direito, além
dos Cursos de Ciências Econômicas, Administração e
Contabilidade;
2º. a necessidade de atender a enorme demanda de
professores para a rede de Ensino de 1º e 2º Graus. Neste sentido,
estruturam-se os Cursos de Licenciatura em Letras, Geografia,
História, Educação Física, Ciências (Habilitação em Matemática),
Pedagogia (Habilitação de Magistério e Supervisão Escolar);
3º. em fins da década de 80, destaca-se a
necessidade de suprir recursos humanos para a área de Saúde, tão
deficitária no Estado. Cria-se os Cursos de Enfermagem e
Psicologia (1988) e, mais recentemente, implantou-se os Cursos
de Ciências Biológicas.
Adotando uma política de interiorização de suas
atividades acadêmicas durante o quadriênio 1986 – 1989, a
Fundação Universidade Federal de Rondônia, através do primeiro
Norte de Interiorização (1988), atende não apenas as necessidades
emergenciais da comunidade rondoniense, mas também, ao artigo
60, parágrafo único, do ato das disposições transitórias da
Constituição Federal promulgada em 05.10. 1988:
“Nos dez primeiros anos de promulgação da
Constituição (...) as Universidades Públicas descentralizarão suas
atividades, de modo a estender as suas unidades de Ensino às
cidades de maior densidade populacional”.
Cria-se, portanto, os Campi de Vilhena e Ji-Paraná
(1988) com os Cursos de Ciências e, em 1989, implanta-se os
campi de Guajará-Mirim, Cacoal e Rolim de Moura, oferecendo
os Cursos de Letras, Pedagogia e Ciências Contábeis. Estes cursos
são de caráter permanente, destinados à atender as demandas
contínuas das principais cidades do Estado.
Cabe salientar que a Universidade Federal de
Rondônia, apesar de ser uma Universidade nova, apenas 20 anos e
localizada na região Amazônica, continuou crescendo a despeito
dos parcos recursos, desafiando as suas próprias dificuldades de
infra-estrutura básica (área física, acervo bibliográfico,
laboratório, equipamentos e recursos humanos entre outros),
objetivando cumprir seu papel social enquanto co-responsável no
desenvolvimento do estado de Rondônia.
Além desse esforço concentrado para democratizar
as oportunidades de acesso da população ao Ensino Superior da
Amazônia, a Universidade não deixou de buscar qualificar os
recursos humanos da Instituição, totalizando 296 técnicos
administrativos e 275 docentes, destes docentes, 111 estão em
qualificação para cursar Pós-graduação Stricto Sensu a nível de
Mestrado, Doutorado e Pós-Doutorado. Atualmente, o quadro de
docente é formado por 36 (trinta e seis) graduados, 73 (setenta e
três) especialistas, 126 (cento e vinte e seis) mestres e 40
(quarenta) doutores.
Diante da abrangência de suas ações junto à
comunidade rondoniense, a Universidade buscou redefinir seu
Plano de Desenvolvimento elaborando o documento “Diretrizes e
Metas”, aprovado pelo Conselho Universitário (Resolução número
112/95) – CONSUN), onde apresenta os seguintes objetivos gerais
para a instituição, entre outros: Prioridade de Qualidade; Elevação
do Índice de qualificação de seus recursos humanos; Ampliação do
projeto de avaliação Institucional; Ampliação da infra-estrutura
laboratorial; Preparação de recursos humanos para a Educação
básica.

Estrutura Organizacional
VISÃOGERAL CONSELHOS
DA ESTRUTURA

REITORIA

VICE-REITORIA

CAMPI
PRÓ-REITORIAS NÚCLEOS
 CGM
 PROGRAD  NCS
 CJP
 PROPEX  NED
 CC
 PROPLAN  NS
 CRM
 PRAD  NCT
 CV
ÓRGÃOS
SUPLEMENTARES
 DIRCA
 DBC

Estrutura do Campus Vilhena

CAM PUSDE REITORIA


VILHENA
VICE-REITORIA

Unidad
eagrupadahierarquicamentenaDASG/PRAD
DCV Unidad
eagrupadahierarquicamentenaBibliotecaCentral

Unidad
eagrupadahierarquicamentenaDIRCA

SCV

D1
CV D2
CV D3
CV CSG

SD1 SD2 SD3


GDAP SERCA
Infra-Estrutura
No que diz respeito à infra-estrutura básica
necessária para o desenvolvimento de suas atividades, a
Universidade dispõe de um espaço físico que totaliza 23.576 m² de
área construída que compreende salas de aula, laboratório didático
e de pesquisa, biblioteca, instalações para unidades de apoio
acadêmico-administrativas e outras, que são distribuídas nos seus
campi. Em Vilhena:

Área Construída

2002 2006

Prédio Central 1457,93 1.457,93

Blocos 1 e2 675,00 1.203,42

Cantina 48,00 48,00

Gabinetes 266,25

Biblioteca 720,00

Estacionamento 286,50

Passarelas 94,20

J ardins 1.000,00
Quantitativo de Equipamentos

Sec P RO
SER BS- Teat Dire CGA Idio Fund TOT
Dire HAC dep1 dep2 Gsg P olo
CA 02 ro ção PG mas unir AL
ção AP

2002 2 4 0 4 1 3 4 0 0 0 0 0 0 20

2006 2 3 6 4 2 2 4 2 64 2 11 50 2 157

Corpo docente

Corpo Docente - Quantitativo

26

8 7 7 1 7 5 5
3 0

2002 2006

Concursado Cedido Redistribuído Substituto Voluntário

Fonte: GSG/Campus Vilhena

DOCENTES CARGO TITULAÇÃO


Cassilda Duran Assist.IV-DE Mestre
Gilbert Angerami Lopes Assist. II-DE Mestre
Maria Cidalia Tojeiro Assis. I -DE Mestre
José Carlos Cintra Auxiliar IV-DE Especialista
Pedro Manoel Monteiro Assis. I -DE Mestre
Josias Kippert Assist. II-DE Mestre
Maria do Socorro Gomes Torres Joca Assist. I-DE Mestre
Elisabeth Kimie Kitamura Assist. I-DE Mestre
Maria do Socorro Pessoa Adjunto I-DE Doutora
Ismael Pontes Adjunto I-DE Doutor
Marisa Fernandes Assist. I-DE Mestre
Rômulo Oliveira Chaia Adjunto I-DE Doutor
Osvaldo Copertino Duarte Adjunto.II-DE Doutor
Rosana Nunes Alencar Assist. I-DE Mestre
Maria Ivonete Barbosa Tamboril Assist. I-DE Mestre
Maria Cristina França Marchi Assist .II-DE Mestre
Oswaldo Gomes de Oliveira Assist. II-DE Mestre
FONTE: CRD (Catálogo 2005)

Evolução da Titulação do Corpo Docente

22
18 17

1 2 6
3
2002 2006

Graduados Especialistas Mestres Doutores


Fonte: Departamentos Acadêmicos/Campus Vilhena

Corpo Técnico
Corpo Técnico - Quantitativo

25 27

3 4

1 1

2002 2006

Concursados Redistribuidos A disposição (SEDUC/SEMED)

Fonte: GSG/Campus Vilhena

SERVIDOR CARGO
Altair Rech Ass. em Administração-NI
Conceição Silva Miguel Ass. em Administração - NI
Delmira Maria Perim Correia Ass. em Administração – NI
Edvânia Leite Rodrigues Ass. em Administração - NI
Helga Back De Andrade Aux. Operacional
Jacintha Dos Santos Ass. em Administração - NI
Joana D’are Silva De Souza Aux. Administrativo – NI
João Rodrigues Alves Datilógrafo- NI
José Ferreira Costa Téc. em Contabilidade – NI
José Rodrigues De Oliveira Filho Artífice de Eletricidade
Jovanice Rodrigues Alves Porteiro – NA
Maria Aldeir De Oliveira Araújo Porteiro - NA
Maria Das Dores Brito Aux. Operacional– NA
Maria Do Céu Ferreira Da Silva Aux. de Limpeza
Maria Idalina Da Silva Souza Porteiro - NA
Maria José Nascimento Fabiano Aux. Administrativo – NI
Maria Luiza De Castro Ass. em Administração - NI
Maria Rosa Costa Agente de Portaria - NA
Marlene Shcneider Tecchio Ass. em Administração – NI
Obadias Gonçalves Desenhista - NI
Osvaldo Pereira Alves Agente de Ativ. Agropecuária
Roque Pereira Ass. em Administração – NI
Rosa Maria Carraro Aux. Administrativo – NI
Salete Aparecida Leite Chalito Aux. Operacional -
Severino Virginio De Souza Motorista Oficial – NI
Silvia Helena De Amo Téc. Ass. Educacionais – NS
Sônia Aparecida Ribas Ass. em Administração – NI
Fonte: DRH (http://www.drh.unir.br/downloads/bb50173db8ed7e68ff5daea63cfb10ef.pdf)
Ensino
Graduação
A partir da interiorização em fins da década de 80,
a Universidade passa de 707 em 1983, distribuídos em nove (09)
cursos de graduação, para catorze (14) cursos de graduação com
1580 vagas, sendo 1100 destinados ao interior do estado, quer seja
nos seus cursos permanentes, quer seja em seus cursos parcelados
e 480 vagas na capital.
Inaugura-se, em 1992, em novo Programa de
Ensino para atender ao interior do Estado com a denominação de
Cursos Parcelados, onde a Universidade oferece cursos
temporários, com o objetivo de atender às demandas periódicas,
sendo cancelados à medida que suprem a necessidade emergencial
(no momento a qualificação de professores não habilitados da
Rede Pública do Ensino Fundamental). Essas atividades são
viabilizadas através de convênios com a Secretaria de Estado da
Educação de Rondônia – SEDUC e com as Prefeituras dos
Municípios beneficiados.
Esse programa diferencia-se da estratégia anterior
do processo de interiorização na medida em que não fixa,
necessariamente, uma estrutura permanente da Universidade e, ao
mesmo tempo, utiliza a estrutura dos campi no interior e da capital
para as necessidades desses cursos, sobretudo de recursos
humanos qualificados.
No ano de 1992 concorreram ao vestibular 9318
candidatos para 1580 vagas oferecidas nos seus 14 cursos, sendo
1100 destinados ao interior e 480 para a capital. O número de
alunos matriculados alcançou 3918, sendo 2156 deles para Porto
Velho e 1762 para as vagas dos cursos do interior do Estado.
Vestibular/Vagas Ofertadas

2002 2006
C. Contábeis 50 50
Com. Social 40 40
Letras 50 150
Pedagogia 50 100

Cursos de Graduação Permanentes

2002 2006

Letras Pedagogia
Ciências Contábeis Comunicação Social

Pós-Graduação
Com relação à Pós-Graduação Latu Sensu, a
Universidade vem oferecendo à comunidade rondoniense Cursos
de Especialização desde 1994, em parceria com a Prefeitura
Municipal de Porto Velho – RO ( Gestão Escolar – 360 horas/aula)
e com a FARO ( metodologia do Ensino Superior – 360 horas-
aula), procurando atender, a urgente necessidade de atualização e
qualificação dos egressos e de outros profissionais já estabelecidos
no mercado de trabalho.
No ano de 1998, foram oferecidos novos Cursos de
Especialização em áreas diversas, procurando também atender as
solicitações dos campi. Hoje contamos com um número de 1.264
docentes em cursos de Latu-Sensu.
Atualmente nosso parceiro primordial é a
FUNDAÇÃO RIO MADEIRA, criada para dar sustentação aos
projetos da Universidade e o saldo desta parceria é a multiplicação
na oferta de cursos de especialização.
Contamos atualmente com 6 cursos de mestrados
interinstitucionais a saber: Direito Constitucional(UFMG-UNIR),
15(quinze) vagas, Geociência(UNIR-UNESP) e Meio Ambiente
(UNESP-UNIR), com 15(quinze) vagas, Doenças Tropicais(
UFPA-UNIR), com 15( quinze vagas), Psicologia Escolar e do
Desenvolvimento Humano (UNIR-USP). Biologia Experimental,
em Porto Velho, com 30(trinta) vagas.
A Universidade Federal de Rondônia em nível de
Doutorado tem sedimentado o curso Institucional de Lingüística
Indígena, 20(vinte) vagas, Campus de Guajará-Mirim. Como
interinstitucional a Universidade desenvolve, em parceria com
outras instituições, os Cursos de Desenvolvimento Sustentável do
Trópico Úmido, UFPA-UNIR, 17(dezessete) vagas e Psicologia
Escolar e Desenvolvimento Humano USP-UNIR, com 13 vagas.
No geral estes cursos apresentam um total de 359
vagas entre Mestrado e Doutorado.
Cursos de Pós-Graduação

2002 2006

Psicopedagogia
PSF
Controladoria de Negócios e Gestão
Letras: Estudos Lingüísticos e Literários (Institucional)

Pesquisa
No que diz respeito à pesquisa a Universidade vem
desde 1992, através do Programa Institucional de Bolsa de
iniciação Científica – PIBIC, sistematizando suas atividades de
pesquisa, pois foi através deste programa, que alunos de graduação
e professores desta IFES se motivaram a pesquisar e a dar o
verdadeiro sentido de Universidade, que é a produção do
conhecimento e de tecnologia através da realização de pesquisas
científica, envolvendo em média dois professores e dois alunos
por projetos de pesquisa específicos da nossa região e para tanto
precisamos estabelecer parcerias, a fim de cobrir uma grande
demanda reprimida durante esses anos anteriores ao programa.
Possuímos hoje em decorrência de pesquisas realizadas por nossos
docentes os seguintes Centros, Laboratórios e Publicações meio
pelo qual divulgamos os resultados obtidos na pesquisa.
Grupos de Pesquisa da UNIR
GRUPO DE PESQUISA ÁREA DE ÁREA DE PESQUISA
Grupo de estudo do desenvolvimento e da cultura Ciências da Saúde – Educação Física
corporal.
Centro de estudos em desenvolvimento humano Ciências Humanas - Psicologia
Centro de Estudos Sócio Econômico p/ o Ciências Soc. Aplic. – Planej.Urb.Reg.
Desenvolvimento Regional
Centro Interdepartamental de Biologia Experimental e Ciências da Saúde – Saúde Coletiva
Biotecnologia
Laboratório de Biogeoquímica Ambiental. Ciências Exatas e da Terra – Geociência
Centro Interdisciplinar de Estudo e pesquisa em Ciências Humanas - Educação
Educação - CEPED
Pesquisa de Produtos Naturais da UNIR. Ciências Exatas e da Terra - Química
Laboratório de Geografia Humana e Planejamento Ciências Humanas - Geografia
Ambiental.
Ciências do Movimento Humano Ciências da Saúde – Educação Física
Centro de Estudo Canadenses Ciências Humanas - Educação
Centro de Pesquisa das Línguas Amazônicas. Linguist., Letras e Artes - Linguística
Cognição e Aprendizagem. Ciências Humanas - Psicologia
Centro de Estudos em Saúde do Índio em Rondônia. Ciências da Saúde – Saúde Coletiva
Centro de Est. Migratórios de Desenv. Regional e Meio Ciências Soc. Aplic. -Planej.Urb.Reg.
Ambiente.
Centro de pesquisa em subjetividade humana. Ciências Humanas - Psicologia
Centro de Estudos do Imaginário. Ciências Humanas – Antropologia.
Acqua Viva – Fund. Cent. Interdiscip. de Pesq., Ens. Ciências Exatas e da Terra – Geociência
Ext. Sobre Água
Sistemas de Informação. Ciências Exatas e da Terra – C. Comp.
Laboratório de Geoprocessamento e Cartografia Digital. Ciências Exatas e da Terra – Geociência
Centro de Hermenêutica do Presente. Ciências Humanas - História
Matemática Computacional. Ciências Exatas e da Terra – Matemática
Laboratório de Biologia Evolutiva e Conservação. Ciências Exatas e da Terra – Geociência
A União Estável e seus efeitos na sociedade de Ciências Sociais Aplicadas - Direito
Rondônia.
Estudos de Antropologia, Filosofia e Língua. Ciências Humanas – Antropologia.
Grupo de Estudos Integrados sobre Aquisição da Escrita; Ciências Humanas – Educação.

Grupos de Pesquisa do Campus Vilhena


1.Grupo de Estudos e Pesquisas Sociolingüísticas
2.Mapa Cultural de Rondônia
3.Literatura Contemporânea
4.Grupo de Estudo Pedagógico
Pesquisa

0 0

2002 2006

Grupos de Pesquisa Projetos Finaciados pelo CNPq

NEPE
O NEPE, Núcleo de Estudos e Pesquisas do
Campus de Vilhena, é um instituto de caráter cultural, científico e
social vinculado aos Departamentos Acadêmicos do Campus de
Vilhena da Universidade Federal de Rondônia e tem por objetivo o
desenvolvimento de atividades de pesquisa e extensão, de acordo
com as áreas de formação e atuação de seus integrantes.
Pretende congregar pesquisadores da UNIR,
incentivando e apoiando o desenvolvimento dos grupos de
pesquisas do Campus da UNIR, em Vilhena; fomentando a
pesquisa cientifica nos departamentos Acadêmicos do Campus de
Vilhena, bem como projetos interdepartamentais; promovendo
convênios com entidades congêneres nacionais ou estrangeiras,
podendo a elas filiar-se, congregar e unir, pesquisadores e grupos
de pesquisas internas e externas ao Campus de Vilhena e à UNIR,
principalmente, pesquisadores e grupos de pesquisas da Região
Norte, firmando convênios, acordos e projetos de cooperação
científica, técnica e cultural entre instituições de ensino do Brasil e
exterior; promovendo o intercâmbio científico, técnico e cultural
entre discentes e docentes de instituições de ensino da região
Norte; realizando ou assessorando eventos culturais e científicos
pertinentes ao seu objetivo; promovendo e apoiando a publicação
e divulgação da produção científica realizada por seus grupos de
pesquisa.

Extensão
SELL
O SELL - Seminário de Estudos Lingüísticos e
Literários da UNIR tem como objetivo a instauração de um espaço
propício à apresentação de palestras, painéis, mesas-redondas e
comunicações de cunho artístico e/ou científico relacionadas às
áreas de Filologia e lingüística e literaturas portuguesas, Teoria
Literária e Literatura Comparada e Literaturas de língua
portuguesa de modo a incentivar e movimentar o debate
acadêmico-científico entre alunos e Professores da UNIR e
profissionais convidados, autores de trabalhos de valor
comprovado.
O evento
Participantes do SELL (Seminário
de Estudos Lingüísticos e Literários)
tem a participação de
especialistas de várias
universidades do país, com
o objetivo de promover
discussões, no que concerne
850
ao desenvolvimento dos
115 estudos lingüísticos e
2002 2005
literários e suas aplicações
no ensino.
Serviços de Apoio Acadêmico
PROTOCOLO
Horário de funcionamento:

Ramal: 200
Responsável:
Salete Aparecida Chalito
Atividades desenvolvidas: recebimento e envio de
correspondências; distribuição das informações no Campus;
atendimento da central telefônica e serviços de malote.
Tabela de Ramais da Central Telefônica:
Setor Ramal
Protocolo 200
Direção 201
Secretaria da Direção 202
Sala de reuniões 203
GSG 204
Pós-Graduação 205
Sala do vigia 206
DECILE 207
DCHSA 208
Sala 1 209
Sala 2 210
Laboratório de Pesquisa 211
SERCA 212
Pólo Computacional 213
Biblioteca atual 214
PROHACAP 215
Cozinha 216
Biblioteca nova 225
FUNDUNIR 226
Gabinete dos Professores 217 a 224
Tabela de Serviços Acadêmicos conforme
Resolução nº 037/CONSAD, de 13 de janeiro de 2006:
Código Serviço Valor
01.000 Graduação
01.001 Inscrição para Processo Seletivo
01.002 Trancamento e Matrícula Especial - valor por disciplina
01.003 2ª Via de Histórico Escolar, atestado de Matrícula, e de Escolaridade
01.004 Aquisição/requisição de diploma
01.005 2ª Via de diploma
01.006 Transferência para outra IES
01.007 Ingresso portador de diploma
01.008 Apostilamento de diploma
01.009 Programa por disciplina
01.010 2ª chamada de prova
01.011 Requerimento para colação de grau em época especial
01.012 Processo para mudança de curso
01.013 Processo de reingresso
01.014 Processo de solicitação de vaga
01.015 Processo de atestado de vagas
01.016 Processo para obtenção de novo título
01.017 Certificado de conclusão - 2ª via
01.018 Alteração de dados de apostilamento em diploma
01.019 2ª via de Histórico Escolar para Diplomado
02.000 Mestrado/Doutorado/Lato Sensu
02.001 Processo seletivo
02.002 Matrícula para mestrado por semestre
02.003 Matricula para doutorado - por semestre
02.004 Diploma - 1ª via (Mestrado/Doutorado)
02.005 Diploma - 2ª via (Mestrado/Doutorado)
02.006 Certificados 1ª via (Mestrado/Doutorado)
02.007 Certificados 2ª via (Mestrado/Doutorado)
02.008 Histórico Escolar - 2ª via (Mestrado/Doutorado)
02.009 Revalidações, Registros e Apostilamento
02.010 Declarações - Mestrado e Dourorado
02.011 Matricula - Pós-Graduação Lato-Sensu
02.012 Certificado de Pós-Graduação Lato-Sensu – 1º via
02.013 Certificado de Pós-Graduação Lato-Sensu 2º via
02.014 Histórico Escolar – 2º via - Lato-Sensu
02.015 Declarações - Lato-Sensu
03.000 Cursos Complementares
03.001 Inscrição para curso de Aperfeiçoamento
03.002 Inscrição para curso de atualização e Extensão
03.003 2ª via de Certificado do curso de Aperfeiçoamento
03.004 2a via de Certificado do Curso de atualização/Extensão
04.000 Concursos e Seleções
04.001 Inscrição para Concursos Professor Auxiliar/Substituto
04.002 Inscrição para Concurso Professor Assistente
04.003 Inscrição para Concurso Professor Adjunto
04.004 Inscrição para Concurso Professor Titular
04.005 Inscrição para Concurso de Provimento de Vagas em Cargos de
Pessoal Técnico-Administrativo
05.000 Especiais
05.001 Revaliação de Diploma Estrangeiro
BIBLIOTECA
Horário de funcionamento:
Das 7 às 22 horas
Ramal: 214
Responsável: Delmira
Colaboradores: Joana,
Cirlei, Rosa Maria, Helga,
Jovanice, Benedito e Gilson
Atividades desenvolvidas: Processamento Técnico
de Livros (Classificação, Catalogação, Cadastro, Emissão de
Etiquetas com código de barras, Estatística Bibliográfica
Semestral, Senso Bibliográfico anual); Processamento Técnico de
Usuários (Cadastro, Emissão de Carteirinhas, Estatística semestral,
Senso anual); Atendimento aos Usuários (Empréstimo domiciliar,
Auxílio para Consultas Locais, Auxílio para Consulta de Títulos).
REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMOS

O empréstimo é facultado aos alunos,


professores e funcionários da UNIR, devidamente inscritos na
Biblioteca Setorial conforme as normas que seguem:
A. Inscrição:
1. Apresentação de 02 (duas) fotos 3x4;
2. Apresentação de RG original;
3. Doação de 01 (um) livro novo.
B. Empréstimo, devolução e reserva de livros,
periódicos e outros materiais:
1. Empréstimo de 07 (sete) dias para alunos e
funcionários;
2. Empréstimo de 15 (quinze) dias para
professores;
3. Empréstimo de 03 (três) obras diferentes
para alunos e funcionários;
4. Empréstimo de 04 (quatro) obras para
professores;
5. Na data da devolução o usuário poderá
renovar o empréstimo;
6. A renovação do empréstimo somente será
permitida na apresentação do material pelo
usuário na data da devolução;
7. O direito a novos empréstimos será
preservado para o usuário que devolver o
material dentro do prazo estabelecido por
este regulamento;
8. A reserva será permitida apenas aos usuários
que não estiverem de posse do material a ser
reservado;
9. Em caso de atrasos na devolução o usuário
pagará multa de R$ 1,00 (um real) por dia e
será suspenso o direito ao empréstimo até
que esteja regularizada sua situação junto à
Biblioteca Setorial;
10. Em caso de perda ou dano do material que
estiver de posse do usuário este deverá repor,
com um exemplar idêntico, o material do
acervo da Biblioteca Setorial;
11. È vedada a solicitação de empréstimo por
terceiros com a inscrição de qualquer usuário
da Biblioteca Setorial;
12. As obras de referência (dicionários,
catálogos, enciclopédias, teses, etc) não
poderão ser retiradas da Biblioteca Setorial.
Nos casos de dúvidas ou que não estejam
previstos neste regulamento consulte a bibliotecária.

SECRETARIA ACADÊMICA
Horário de funcionamento:
Ramal: 212
Responsável: Jacintha
Atividades
desenvolvidas: Controle e
Registro Acadêmico; Confecção
de diários; Estatísticas;
Confecção de Diplomas.

GERÊNCIA DE SERVIÇOS GERAIS


Horário de funcionamento:
Ramal: 204
Responsável: Maria Luíza Castro
Atividades desenvolvidas: Serviço de apoio às
atividades fins do Campus, dos serviços de manutenção e controle
patrimonial e serviços gerais; Registro detalhado do Patrimônio
móvel e imóvel do Campus; Remanejamento de funcionário,
escalas do horário de trabalho dos servidores para maior
integração entre público-instituição-servidor; Conservação da
estrutura física do prédio, com acompanhamento das reformas
necessárias para o bom andamento das atividades no Campus;
Serviços de prestação de contas do protocolo e repassadas à
Direção do Campus, semanalmente; Recursos Humanos com
controle de freqüência dos funcionários técnico-administrativos do
Campus; controle de freqüência dos docentes dos Departamentos
Acadêmicos I e II; controle de boletins de freqüência dos docentes
dos Departamentos Acadêmicos I e II; controle de pastas
individuais dos docentes; controle de pastas individuais dos
técnicos.

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA
LINGUAGEM E EDUCAÇÃO
Atividades de ensino e extensão; Revitalização dos
procedimentos didáticos e pedagógicos; Implantação e
estruturação dos cursos; Oferecimento de cursos de extensão nas
áreas pertinentes; Atuação no PROHACAP; Realização do VII
SELL – Seminário de Estudos Lingüísticos e Literários;
Realização do II Fórum de Educação e Qualidade de Vilhena;
Programa de capacitação docente; Realização do convênio.

Curso: LETRAS

Habilitações:PORTUGUÊS E LITERATURAS DA LÍNGUA PORTUGUESA


Diploma(s) Conferido(s):
Licenciado (Lic. Plena)

Modalidade: Ensino Presencial

Data de início do funcionamento do curso:01/03/1988

Prazo para integralização do curso: 9 Semestres

Carga Horária Mínima do Curso: 2745 horas/aula

Regime Letivo: SEMESTRAL


Turnos de Oferta: Matutino, Vespertino, Noturno
Vagas Diurno:50
Autorizadas: Noturno: 50
Dados Legais
Dados de Criação/Autorização:
Documento: Resolução CD/UFRO
Nº. Documento: 044 de 14/10/1988
Data de publicação: 14/10/1988
No. Parecer / Despacho:
Data Parecer /
Despacho:
Dados de Reconhecimento:
Documento: Portaria MEC
Nº. Documento: 1784 de 14/12/1993 *
Data de Publicação: 15/12/1993
Período de Validade:
No. Parecer / Despacho: 660/1993 CFE
Data Parecer /
Despacho:
Data Final:

Habilitação: PORTUGUÊS E LITERATURAS DA LÍNGUA PORTUGUESA

Curso: LETRAS
Diploma(s) Conferido(s):
Licenciado (Lic. Plena)

Modalidade: Ensino Presencial

Data de início do funcionamento do curso:01/03/1988

Prazo para integralização do curso: 9 Semestres

Carga Horária Mínima do Curso: 2745 horas/aula

Regime Letivo: SEMESTRAL


Turnos de Oferta: Matutino, Noturno
Vagas Diurno:50
Autorizadas: Noturno: 50
Dados Legais
Dados de Criação/Autorização:
Documento: Resolução CD/UFRO
Nº. Documento: 044 de 14/10/1988
Data de publicação: 14/10/1988
No. Parecer / Despacho:
Data Parecer /
Despacho:
Dados de Reconhecimento:
Documento: Portaria MEC
Nº. Documento: 1784 de 14/12/1993
Data de Publicação: 15/12/1993
Período de Validade:
No. Parecer / Despacho: 660/1993 CFE
Data Parecer /
Despacho:
Data Final:

Curso: PEDAGOGIA
DOCÊNCIA EM EDUCAÇÃO INFANTIL SÉRIES INICIAIS
DO ENSINO FUNDAMENTAL, AREAS PEDAGÓGICAS E
Habilitações:COMPETÊNCIA PARA GESTÃO EDUCACIONAL

Educação Infantil e Séries Iniciais do Ensino Fundamental


Diploma(s) Conferido(s):
Licenciado (Lic. Plena)

Modalidade: Ensino Presencial

Data de início do funcionamento do curso:15/03/2000

Prazo para integralização do curso: 8 Semestres

Carga Horária Mínima do Curso: 3220 horas/aula

Regime Letivo: SEMESTRAL


Turnos de Oferta: Matutino, Noturno
Vagas
Noturno: 40
Autorizadas:
Dados Legais
Dados de Criação/Autorização:
Documento: Resolução CONSEPE/UFRO
Nº. Documento: 321 de 25/10/1999
Data de publicação: 25/10/1999
No. Parecer / Despacho:
Data Parecer /
Despacho:
Dados de Reconhecimento:
Documento:
Nº. Documento:
Data de Publicação:
Período de Validade:
No. Parecer / Despacho:
Data Parecer /
Despacho:
Data Final

Habilitação: DOCÊNCIA EM EDUCAÇÃO INFANTIL SÉRIES INICIAIS DO


ENSINO FUNDAMENTAL, AREAS PEDAGÓGICAS E COMPETÊNCIA
PARA GESTÃO EDUCACIONAL
Curso: PEDAGOGIA
Diploma(s) Conferido(s):
Licenciado (Lic. Plena)

Modalidade: Ensino Presencial

Data de início do funcionamento do curso:25/03/2002

Prazo para integralização do curso: 8 Semestres

Carga Horária Mínima do Curso: 3220 horas/aula

Regime Letivo: SEMESTRAL


Turnos de Oferta: Matutino, Vespertino
Vagas
Diurno: 50
Autorizadas:
Dados Legais
Dados de Criação/Autorização:
Documento: RESOLUÇÃO CONSEA
Nº. Documento: 061
Data de publicação: 25/03/2002
No. Parecer / Despacho:
Data Parecer /
Despacho:
Dados de Reconhecimento:
Documento:
Nº. Documento:
Data de Publicação:
Período de Validade:
No. Parecer / Despacho:
Data Parecer /
Despacho:
Data Final:

DEPARTAMENTO CIÊNCIAS HUMANAS E


SOCIAIS APLICADAS
Consolidação dos Cursos de Graduação; Seleção e
contratação e docentes; Qualificação de docentes; Elaboração de
novos mecanismos para avaliação do trabalho de conclusão de
cursos; Reuniões pedagógicas com os docentes dos cursos;
Revisão do instrumento de avaliação docente; Elaboração de
regimento interno; Discussão para reformulação dos Cursos;
Discussão acadêmica e pedagógica sobre o projeto pedagógico dos
Cursos para reestruturação curricular.

Curso: CIÊNCIAS CONTÁBEIS


Diploma(s) Conferido(s): Bacharel
Modalidade: Ensino Presencial
Data de início do funcionamento do curso:03/03/1995
Prazo para integralização do curso: 10 Semestres
Carga Horária Mínima do Curso: 2800 horas/aula
Regime Letivo: SEMESTRAL
Turnos de Oferta: Noturno
Vagas Autorizadas: 50
Dados de Criação/Autorização:
Documento: Resolução CONSEPE
Nº. Documento:
Data de publicação:
No. Parecer / Despacho:
Data Parecer /
Despacho:

Dados de Reconhecimento:
Documento: Portaria MEC
Nº. Documento: 412 de 26/09/1984
Data de Publicação: 28/09/1984
Período de Validade:
No. Parecer / Despacho: 604/1984 CFE
Data Parecer /
12/09/1984
Despacho:
Data Final:
Curso: JORNALISMO
Diploma(s) Conferido(s): Bacharel
Modalidade: Ensino Presencial
Data de início do funcionamento do curso:12/08/2002
Prazo para integralização do curso: 9 Semestres
Carga Horária Mínima do Curso: 2850 horas/aula
Regime Letivo: SEMESTRAL
Turnos de Oferta: Noturno
Vagas
40
Autorizadas:
Dados de Criação/Autorização:
Documento: Resolução/Consun
Nº. Documento: 128
Data de publicação: 30/11/1997
No. Parecer / Despacho:
Data Parecer /
Despacho:

Dados de Reconhecimento:
Documento:
Nº. Documento:
Data de Publicação:
Período de Validade:
No. Parecer / Despacho:
Data Parecer /
Despacho:
Data Final:

COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO
Horário de funcionamento: 9 às 17 horas
Ramal: 205
Responsável: Silvia Helena de Amo
Atividades desenvolvidas: Atendimento ao público
pessoalmente e por telefone;
Levantamento de demanda e
apoio técnico na elaboração
de Projetos de Cursos de Pós-
Graduação, Pesquisa e
Extensão; Acompanhamento
local do desenvolvimento dos
Projetos de Cursos de Pós-
Graduação do Campus
Vilhena; Controle e Registro Acadêmico, confecção de diários,
estatísticas, confecção de Certificados dos Curso de Pós-
Graduação; Apoio às atividades de pesquisa e extensão do Campus
Vilhena.