Sunteți pe pagina 1din 3

Sociedade Beneficente Luz, Amor e Vida 1

Fundada em 08 de abril de 2001


CNPJ sob o n. º 04.492.605/0001- 06

Casa de Caridade Oxalá e Yemanjá


Av. do Riacho, 2159 – B. Getúlio Vargas - Tel. (051)664-2914
TORRES – RS

CD – Pontos de Umbanda Zambi ele é Ogum ! Onde mora Santa Bárbara,


Oxumaré e Jesus. (bis)
DEFUMAÇÃO / CRUZAMENTO Ogunhê !
CD 01 Zambi ele é Ogum ! (bis) (Caô Cabeci ! Caô Cabeci !)

(Salve o defumador ! Salve !) (Batacorê Ogum ! Ogunhê !) Quem rola pedra na pedreira é Xangô.
(bis)
Defuma com as ervas da Jurema, E se Ogum está no céu ? Xangô do Acarajé, do Acarajé.
Defuma com arruda e guiné. (bis) Não está não ! Xangô do Acarajé, do Acarajé. (bis)
E se Ogum está na lua ?
Alecrim, benjoim e alfazema, Não está não ! (bis) (Caô Cabeci ! Caô Cabeci !)
Vamos defumar filhos de fé. (bis)
Lelê, lelê, lelê ! Meu Pai Xangô olha seus filhos !
(Salve o defumador ! Salve !) Disse Ogum está de ronda no Que eu também sou filho seu ! (bis)
(Salve o nosso terreiro ! Salve !) Humaitá !
Lelê, lelê, lelê ! Seu Atotô, Iemanjá Sobá ! (bis)
Vamos cruzar nosso terreiro, Disse Ogum está de ronda no seu
Vamos cruzar nosso congá, congá ! Bis (Caô Cabeci ! Caô Cabeci !)
Vamos cruzar a nossa gira,
Na fé de Pai Oxalá. (bis) (Batacorê Ogum ! Ogunhê !) OXUM – CD 06

(Salve o nosso terreiro ! Salve !) Se meu pai é Ogum, (Aieêu Oxum ! Aieêu Oxum !)
(Salve o Pai Oxalá ! Salve !) Vencedor de demanda,
Quando chega no reino, Ela é flor de maio !
Foi, foi Oxalá, É pra salvar filho de Umbanda. (bis) Ela é flor de maio !
Quem mandou eu pedir,
Quem mandou implorar. (bis) Ogum ! Ogum Iara ! (bis) Se a minha mãe,
É linda flor de maio !
Que as Santas Almas, Salve os campos de batalha, Aieêu é flor de maio ! (bis)
Viessem me ajudar, Salve a Sereia do Mar !
Seu Tranca na Encruza, (Aieêu Oxum ! Aieêu Oxum !)
De joelho a gargalhar. (bis) Ogum, Ogum Iara. (bis)
Ouvi o brado da Mamãe Oxum,
(Salve o Pai Oxalá ! Salve !) (Batacorê Ogum ! Ogunhê !) No alto da cachoeira.

EXÚ – CD 02 OXÓSSI – CD 04 E ela bradava tanto,


Esperando Ogum,
(Exú !) (Okê Oxossi ! Okê Caboclo !) Para jurar bandeira. (bis)

Vinha caminhando a pé, É o rei, é o rei, (Aieêu Oxum ! Aieêu Oxum !)


Para ver se encontrava, É o Rei do Panaiá e da Jurema. (bis)
A minha cigana de fé. (bis) Olha Oxum no Nagô !
Lá na Jurema Rompe Mato é o rei, No Nagô Oxum !
Parou e leu minha mão, É o Rei do Panaiá e da Jurema. (bis) Olha Oxum no Nagô,
E disse-me toda a verdade: No Nagô Oxum,
Só queria saber, aonde mora, (Okê Oxossi ! Okê Caboclo !) Ieiêu, olha Oxum nazueira, eia. (bis)
Pomba-Gira Cigana. (bis)
Hoje tem alegria no terreiro do meu pai, IANSÃ – CD 07
(Larô Exú !) Sarava seu Rompe Mato,
Que ele é chefe de congá. (bis) (Eparrê Oyá ! Eparrê Iansã !)
Santo Antônio de Batalha,
Faz de mim batalhador. (bis) Embala eu, babá ! Iansã Orixá de Umbanda,
Embala eu ! (bis) Rainha do nosso gonga. (bis)
Corre gira Pomba-Gira, Embala eu, babá !
Tranca-Rua e Marabô. (bis) Embala eu ! (bis) Sarava Iansã lá na Aruanda,
Santo Antônio de Batalha, Eparrê, parrê !
Faz de mim batalhador. (Okê Oxossi ! Okê Caboclo !) Iansã venceu demanda.
Corre gira Pomba-Gira,
Tranca-Rua e Marabô. Naquela estrada de areia, Iansã saravou Pai Xangô,
Aonde a lua clareou. (bis) No céu trovão roncou,
(Larô Exú ! Exu !) E lá na mata leão bradou,
Onde os caboclos paravam, Sarava Iansã !
Oi na beirada do caminho, Para ver a procissão, Saravá Xangô. !
Este gongá tem segurança, De São Sebastião. (bis)
Oi na porteira tem vigia, (Eparrê Oyá ! Eparrê Iansã !)
A meia-noite o galo canta. (bis) (Okê Oxossi ! Okê Caboclo !)
(Salve São Sebastião !) Oyá é moça rica,
(Larô Exú ! Exu !) Ela é filha de Xangô. (bis)
XANGÔ – CD 05
OGUM – CD 03 Iansã sentou na Umbanda,
(Caô Cabeci ! Caô Cabeci !) No seu reino saravou. (bis)
(Batacorê Ogum ! Ogunhê !)
Dizem que Xangô mora na pedreira, (Eparrê Oyá ! Eparrê Iansã !)
Na lua nova, Mas não é lá sua morada verdadeira.
Na Umbanda ele é Ogum. (bis) (bis) Eh ! Iansã !
Eh ! Iansã !
Ogunhê ! Xangô mora numa cidade de luz, Segura seu ererê Iansã ! (bis)
Sociedade Beneficente Luz, Amor e Vida 2

Fundada em 08 de abril de 2001


CNPJ sob o n. º 04.492.605/0001- 06

Casa de Caridade Oxalá e Yemanjá


Av. do Riacho, 2159 – B. Getúlio Vargas - Tel. (051)664-2914
TORRES – RS

Eu vi Nanã, (bis) (Oni Beijada ! Oni Beijada !)


Oh ! Iansã !. Eu vi Nanã, (bis)
Oh ! Iansã ! Auê ! PRETO-VELHO CD 12
Segura seu ererê ! (bis) É Nanã Boruquê !
É Nanã Boruquê ! (Adorei as almas ! Adorei as almas !)
Eh ! Iansã ! É Nanã Boruquê ! (bis)
Eh ! Iansã ! Foi numa noite de lua,
Segura seu ererê Iansã ! (bis) (Saluba Nanã ! Nanã Saluba !) Eu vi Tia Maria chegar. (bis)

Oh ! Iansã !. OBALUAÊ – CD 10 Ela estava tão serena,


Oh ! Iansã ! Sentada em seu gongá. (bis)
Segura seu ererê! (bis) (Abaluaê!) Erê, rê, rê, rê, ê...
Ela veio saravar,
(Eparrê Oyá ! Eparrê Iansã !) Ele é um grande Orixá, Erê, rê, rê, rê, ê...
Ele é o chefe da calunga, Pra seus filhos abençoar.
IEMANJÁ – CD 08 Ele é seu Atotô.
O Abaluaê ! (Adorei as almas ! Adorei as almas !)
(T – Ó doce Iába ! Ó doce Iába !) Ele é seu Atotô.
O Abaluaê ! Quando o galo canta,
Ó que barco tão lindo!... Ele é seu Atotô. As almas se levantam,
Que vem sobre as ondas do mar!... O Abaluaê ! E o mar recua,
Os anjos do céu,
R - Ele trás as vibrações, (Atotô ! Abaluaê !) Dizem amém,
De nossa Mãe Iemanjá!...(bis)
Cadê a chave do baú ? Tia Maria diz aleluia !
TR - Iemanjá!... Iemanjá!... Só com o Mestre Omulú ! (bis) Diz aleluia, diz aleluia!
Ela é a Rainha do Mar! (bis) Cadê a chave do baú ? Tia Maria diz aleluia ! (bis)
Só com o Mestre Omulú ! (bis)
(T – Ó doce Iába !) Diz aleluia, diz aleluia!
(R – Ó doce Iába !) (Atotô ! Abaluaê !) Tia Maria diz aleluia ! (bis)

T – Brilhou, brilhou, brilhou, Seu Omulú eh ! (Adorei as almas ! Adorei as almas !)


Brilhou no mar!... Seu Omulú eh !
O manto de nossa Mãe Iemanjá! Seu Omulú eh ! Tia Maria chegou no gongá,
Omulú é Orixá. (bis) Galo cantou e eu vi uma coral piar.
R – Brilhou, brilhou, brilhou,
Brilhou no mar!... Sarava seu Omulú ! Segura a pemba,
O manto de nossa Mãe Iemanjá! Omulú eê. Passa a mão na ferramenta,
Sarava seu Omulú ! Pra chamar povo de Umbanda,
TR – Brilhooouuu!... Brilhou no mar!... Omulú é Orixá. (bis) E vamos trabalhar. (bis)
O manto de nossa Mãe Iemanjá!
(bis) (Atotô ! Abaluaê !) Tira daqui,
Meu zifio, tira de lá,
(T – Ó doce Iába !) BEIJADA – CD 11 No Gongá,
(R – Ó doce Iába !) Olha a pemba de Pai Oxalá. (bis)
(Oni Beijada ! Oni Beijada !)
T – A marola no mar vai levando !... (Adorei as almas ! Adorei as almas !)
R – Iemanjá é que vai navegando !... Fui no jardim colher as rosas,
A marola no mar vai levando !... A vovozinha deu-me a rosa mais JOGA FLORES NO MAR – CD 13
Iemanjá é que vai formosa. (bis)
navegando...(bis) Cósme, Damião e Doum, (Odoiá ! Odoiá ! Odoiá ! Odoiá !)
Crispim, Crispiano, são os filhos de
(T – Ó doce Iába !) Ogum. Joga flores no mar !
(R – Ó doce Iába !) (bis) Joga flores no mar !
Bate com o pé e pede o que quer,
NANÃ BORUQUÊ – CD 09 (Oni Beijada ! Oni Beijada !) A Mamãe Iemanjá. (bis)

(Saluba Nanã ! Nanã Saluba !) Doum é amigo leal, Joga flores no mar !
Sem Doum eu não posso ficar. (bis) Joga flores no mar !
Senhora Santana, Quem tem fé não padece,
Quando andou pelos montes. (bis) Cadê a Cosme ? Quem sofre merece, precisa rezar !
Não me leva no chão !
Por onde passava, Cadê a Cosme ? (Joga flores no mar !)
Deixava uma fonte. (bis) Cadê Damião ? (bis)
Joga flores no mar !
Os anjos que vinham, (Oni Beijada ! Oni Beijada !) Joga flores no mar !
Beberam água dela, Bate com o pé e pede o que quer,
Que água tão linda, Cai, cai sereno, A Mamãe Iemanjá. (bis)
Senhora tão bela. (bis) Cai meu divino,
Me leva agora, Joga flores no mar !
(Saluba Nanã ! Nanã Saluba !) Para brincar com os meninos. (bis) Joga flores no mar !
Quem tem fé não padece,
Na coroa de Zambi eu vi Nanã ! Vou pedir licença a Zambi, Quem sofre merece, precisa rezar !
Auê, eu vi Nanã ! (bis) Ao Sagrado Coroção,
Vamos todos bater palmas, Odé, odé,
(Saluba Nanã ! Nanã Saluba !) Pra São Cosme e Damião. Odé, oda,
Odé, odè,
Sociedade Beneficente Luz, Amor e Vida 3

Fundada em 08 de abril de 2001


CNPJ sob o n. º 04.492.605/0001- 06

Casa de Caridade Oxalá e Yemanjá


Av. do Riacho, 2159 – B. Getúlio Vargas - Tel. (051)664-2914
TORRES – RS

Viva a Rainha do Mar, Retira a jangada do mar ! MAMÃE OXUM – CD 21


Minha Mãe Iemanjá. Mãe d’Água mandou avisar,
Que hoje não pode pescar, Eu vi Mamãe Oxum na cachoeira,
(Minha Mãe Iemanjá !) 1’’’ Pois hoje tem festa no mar ! (bis) Sentada na beira do rio,
Colhendo lírio, lírio ê,
LOUVOR A IEMANJÁ – CD 14 Eie, ie, ie, ie, ie, ie, Iemanjá !... Colhendo lírio, lírio a,
Ela é, ela é, a Rainha do Mar ! (bis) Colhendo lírio pra enfeitar,
(Odoiá ! Odoiá ! Odoiá ! Odoiá !) O seu congá. (bis)
Traz pente, traz espelho, ô, ô, ô, ô, ô... Colhendo lírio pra enfeitar,
Vamos cantar em louvor, Pra ela se enfeitar, ô, ô, ô, ô, ô... O seu congá. (bis)
A nossa Mãe Iemanjá, Traz flores, traz perfumes,
Pedindo paz e amor, Enfeita todo o mar ! Eu vi Mamãe Oxum na cachoeira,
Em nome do Pai Oxalá. Sentada na beira do rio,
SEREIA DO MAR – CD 18 Colhendo lírio, lírio ê,
As rosas brancas que vão, Colhendo lírio, lírio a,
No meu barquinho pro mar, (Odoiá! Odoiá! Salve a Rainha do Mar!) Colhendo lírio pra enfeitar,
Ó minha mãe querida, (Salve a Sereia do Mar !) O seu congá. (bis)
São nossas preces de amor.
Tarimã, Tarimã, Tarimã, Colhendo lírio pra enfeitar,
Vai meu barquinho seguindo, Tarimã ta no fundo do mar. (bis) O seu congá. (bis)
Pelo mar até o além,
Que Iemanjá nos conceda, Ó gente cadê sereia,
Felicidade sem fim. A sereia ta no fundo do mar. (bis)
E na beira do mar, brisa serena,
MÃE D’ÁGUA – CD 15 Auê maioral(á), E na beira do mar, se serenou,
Virou zi caçamba de fundo pro ar. (bis) Na areia do mar, areia areia,
(Odoiá! Odoiá !) Maré cheia e mar, marenejou.
(Salve a Nossa Mãe Iemanjá !) (Odoiá ! Odoiá !) Bis
(Salve a Sereia, a Rainha do Mar !)
Mãe d’Água, (Salve a Calunga Grande ! Auê !)
Rainha das Ondas,
Sereia do Mar ! MAMÃE DE ARUANDA – CD 19
Mãe d’Água seu canto é bonito,
Quando faz luar. (bis) (Ieparrê Iansã ! Ieparrê Iansã !)

Eh ! Iemanjá ! Iansã é a Rainha dos Ventos,


Eh ! Iemanjá ! Deusa dos Raios,
Do Corisco e Trovão. (bis)
Rainha das Ondas,
Sereia do Mar. Ieparrê, ieparrê, ieparrê !
Rainha das Ondas, Ó Mamãe de Aruanda,
Sereia do Mar. Ela vem na Umbanda,
É bonito o canto de Iemanjá, Visitar seu Elê. (bis)
Sempre faz o pescador chorar,
Quem escuta a Mãe d’Água cantar, Bate paô, Yaô, bate paô !
Vai com ela pro fundo do mar. Bate paô, Yaô,
Vai com ela pro fundo do mar. Rainha da bate paô ! (bis)
Eh ! Iemanjá !
Eh ! Iemanjá ! OXUM VAI LEVANTAR – CD 20

(Salve a Sereia do Mar !) (Ora ieiêu Mamãe Oxum !)


(Salve a Nossa Mãe Iemanjá !) (Ora ieiêu !)
(Salve todo o Povo Mar Sagrado !)
Estava sentado lá no alto da pedreira,
A onda do mar rolou... Olhando as cachoeiras, as matas e o
A onda do mar rolou... mar,
A onda do mar rolou... Iemanjá estava arrumando seu vestido,
A onda do mar rolou. Xangô lhe deu um grito,
Oxum vai levantar.
A onda do mar rolou...
A onda do mar rolou... Aieieu !
A onda do mar rolou... Oxum vai levantar !
A onda do mar rolou. Aieieu !
Oxum vai levantar !
Saravá a Rainha do Mar ! Aieieu !
Saravá a Rainha do Mar ! Oxum vai levantar !
Saravá a Rainha do Mar !
Sarava nossa Mãe Iemanjá ! Na matas virgens Oxossi assobiou,
Mamãe Iemanjá !
Aieieu !
RETIRA A JANGADA – CD 17 Oxum já levantou !
Aieieu !
(Odoiá! Odoiá!) Oxum já levantou !
(Salve Iemanjá Rainha do Mar!) Aieieu !
(Salve a Calunga Grande !) Oxum já levantou !
(Salve todo o Povo do Mar !)

Interese conexe