Sunteți pe pagina 1din 2

PONTOS A PONDERAR

NÉFI VIU O ESTABELECIMENTO DE DOIS GRANDES REINOS

Há apenas Dois Grandes Reinos nos Últimos Dias


Uma característica dos últimos dias será a polarização da sociedade, a partir do que as pessoas
serão atraídas por uma das duas grandes influências. Uma delas foi denominada reino de Deus, e a outra
reino do diabo. Assim como há um reino de Deus tanto na terra como nos céus, também existe um reino
do diabo aqui na terra e no inferno. No reino de Deus, o Senhor governa através de profetas, a fim de
trazer os homens a Deus. No reino do diabo, Satanás procura afastar os homens da presença de Deus.
Nos últimos dias, ambos os reinos estarão em combate mortal pelas almas dos homens.
Em visão, Néfi viu o estabelecimento do reino de Deus na terra, e também o do reino do diabo.
O esboço a seguir mostra como foram fundados esses dois reinos, conforme se acha registrado em 1
Néfi 13.

O Estabelecimento do Reino de Deus nos Últimos Dias


Colombo foi inspirado pelo Espírito Santo a descobrir a América (vers. 12).
Os Peregrinos chegaram à América, em busca de um lugar onde pudessem adorar a Deus (vers.
13).
O poder de Deus libertou os colonizadores das mãos de seus opressores (vers. 16-19).
A Bíblia tornou-se um instrumento entre o povo da América como preparativo para a restauração
(vers. 20-25).
O evangelho foi restaurado, e o Livro de Mórmon e outras escrituras foram dadas, a fim de
conduzir o povo à verdade (vers. 34-41).

O Estabelecimento do Reino do Diabo.


Satanás influencia os desejos, apetites e paixões dos homens, para que ambicionem as coisas do
mundo (vers. 7, 8).
Buscando obter a glória do mundo, os membros do reino do diabo perseguiram os justos e
combateram contra Deus (vers. 9).
Verdades claras e preciosas, foram retiradas das escrituras, para que os homens cedam com
maior facilidade às seduções de Satanás (vers. 26-28).
Muitas pessoas tropeçaram em virtude da adulteração da Bíblia (vers. 29).
Que evidência temos de que a mão de Deus guiou o descobrimento da América? Como a Bíblia,
ajudou a preparar o clima para a Restauração? (Ver Joseph Smith 2:5-14.) Qual é um dos propósitos do
Livro de Mórmon na Restauração? (Ver 1 Néfi 13:40.)
De que maneira as obras do diabo e da grande e abominável igreja se manifestaram, no esforço
de impedir o estabelecimento da América e a restauração da Igreja de Jesus Cristo?

Chegou o Grande Chamado de Coligação


"Nos primeiros tempos da existência da Igreja, foram indicados lugares específicos para a
coligação dos santos, e o Senhor informou que tais lugares não deviam ser mudados, porém com uma
condição: "Até o dia em que não houver mais lugar para eles; e então lhes designarei outros lugares que
tenho, e que se chamarão estacas, para as cortinas ou a força de Sião." (D&C 101:21.)
Na conferência de área realizada na Cidade do México, em agosto de 1972, o Élder Bruce R.
McConkie, do Conselho dos Doze teceu alguns comentários a respeito deste assunto, em seu
extraordinário discurso, do qual cito algumas frases:
“ A respeito desses gloriosos dias de restauração e congregação, outro profeta nefita disse o
seguinte: ... O Senhor fez ( convênio) com toda a casa de Israel, que virá, o tempo de sua restauração à
verdadeira igreja e rebanho de Deus; e que serão juntados na terra de sua herança e estabelecidos em
todas as suas terras de promissão (2 Néfi 9: 1-2.)
Agora desejo chamar vossa atenção para os fatos expostos nestas escrituras, de que a coligação
de Israel consiste em juntar-se à verdadeira igreja; em vir a conhecer o verdadeiro Deus e suas verdades
salvadoras; e em adorá-Io nas congregações dos santos em todas as nações e entre todos os povos. Notai
que estas palavras reveladas falam do rebanho do Senhor; de Israel ser juntada na terra de sua herança,
de Israel ser estabelecida em todas as suas terras de promissão; e da existência de congregações do
povo do convênio do Senhor em todas as nações, seja qual for a língua e entre todo povo, quando o
Senhor retomar. 11
O Élder McConkie então conclui suas palavras, que certamente salientaram a grande
necessidade de se ensinar e treinar liderança local, a fim de edificar a Igreja dentro dos próprios países;
O lugar de reunião para os santos mexicanos é o México; o lugar de reunião para os santos
guatemaltecos é na Guatemala; o lugar de reunião para os santos brasileiros é no Brasil; e assim por
diante, em todas as longitudes e latitudes do mundo. O Japão é para os japoneses; a Coréia para os
coreanos; a Austrália para os australianos; toda nação é o lugar de reunião para o seu próprio povo. 11
(Harold B. Lee, "Fortalecimento das Estacas de Sião", Discursos da Conferência Geral, abril de 1973,
p. 22.)

NÉFI VIU O TRIUNFO FINAL DO . REINO DE DEUS SOBRE O REINO DO DIABO

O Senhor Estabeleceu Sua Igreja como uma Defesa e Refúgio da Tempestade.


"Quase imperceptivelmente vemos a mão do Senhor movendo-se para fazer as coisas, e isto eu
considero ser a consolidação das forças do Senhor sob a direção do profeta, como em um exército, a fim
de enfrentar uma força superior em número; as forças de nossa oposição às do mal devem ser
consolidadas, de modo que tenham a defesa mais eficaz possível
Estamos num programa de defesa. A Igreja de Jesus Cristo foi estabelecida aqui na terra nesta
época ... "para defesa, refúgio contra a tempestade e ira, quando esta for derramada sem piedade sobre
toda a terra" (D&C 115:6.)" (Harold B. Lee, em CR, outubro de 1961, p. 81.)

Nenhuma Profana Mão Impedirá o Progresso do Reino de Deus.


"Iremos avante de acordo com o cronograma divino, um cronograma pelo qual o Senhor
preparará o caminho, a fim de que ensinemos o evangelho a uma nação após a outra, tão rápido quanto
nossas forças e recursos nos permitam realizar a obra.
Néfi previu que estabeleceremos congregações de santos em todas as nações e entre todos os
povos e raças, antes que haja a prometida unidade da fé. Falando a respeito desta dispensação, ele disse:
(cita 1 Néfi 14:12).
Isto significa que, antes da era milenar, antes da época em que Cristo reinará pessoalmente sobre
a terra, os eleitos de Deus entre todas as raças, os santos de toda nação, os conversos dentre todos os
povos e nações, tendo antes crido no evangelho restaurado, irão aos templos de Deus e receberão as
ordenanças de exaltação pelas quais poderão qualificar-se a ser reis e sacerdotes ...
Verdadeiramente, como Joseph Smith profetizou: "Nenhuma impura mão poderá impedir o
progresso da obra; perseguições poderão sobrevir, motins ser convocados, exércitos reunidos, calúnias
poderão difamar, mas a verdade de Deus irá adiante majestosa, nobre e independente, até que tenha
penetrado em cada continente, visitado cada região, varrido cada país, e soado em cada ouvido, até que
os propósitos de Deus sejam alcançados, e o Grande Jeová declare que sua obra está consumada."
(Dacumentary Histary af the Church, voL 4, p. 540; também parcialmente citado em "Debates para o
Seminário de Preparação para o Templo", p. 30.)"
Néfi viveu seiscentos anos antes de Cristo; no entanto, teve o privilégio de ver a nossa época.
Agora vemos tomarem-se realidade algumas das coisas que ele viu e profetizou. Que preparativos
podemos fazer para enfrentar os conflitos vindouros? Que medidas devemos tomar, para assegurar que
estaremos entre os justos que "não precisam temer"? (1 Néfi 22:22.) O Presidente Hugh B. Brown deu
este conselho aos jovens portadores do sacerdócio, e que bem poderia servir de modelo para todos os
santos:
"Espero que todo jovem ao alcance de minha voz, decida esta noite: "Vou manter-me puro. Vou
servir ao Senhor. Vou preparar-me em todos os sentidos para prestar serviço futuro, pois quero estar
preparado, quando a batalha final chegar. “
E alguns de vocês, jovens, envolver-se-ão nessa batalha. Alguns de vocês participarão da hora da prova
final que se aproxima e está mais próxima do que podemos imaginar." (CR, outubro de 1967, pp. 115-
116; também O Novo Testamento, Seminário - Estudo Supervisado do Lar, unidade 8, semana 2, p. 2;
grifo nosso.)