Sunteți pe pagina 1din 3

2012

Oficina de formação “A Biblioteca Escolar 2.0”

Sessão 8 - Tarefa 2

Potencialidades das redes sociais na educação e no trabalho da biblioteca

É inegável o profundo movimento de mudança que se tem vindo a sentir na sociedade. Este movimento é caracterizado por um extraordinário desenvolvimento tecnológico o qual afeta permanentemente, e por vezes de forma inconsciente, a nossa forma de viver, os nossos comportamentos, as nossas atitudes, a maneira como nos relacionamos com os outros e mesmo a forma como tudo se passa à nossa volta. As redes sociais, são sem dúvida também responsáveis por esta mudança, uma vez que se têm incorporado de tal modo na vida social, que passaram a fazer parte do modo de vida das sociedades atuais. Atualmente é difícil educar e incutir valores aos nossos alunos, sem se contar com as redes sociais. Esta inovação colocou novos desafios à escola para que acompanhe este movimento de mudança. É importante que funcione como um espaço aberto às influências do meio, tendo em conta a sua dimensão sociológica. “As grandes linhas da evolução da escola têm de seguir as grandes linhas da evolução da sociedade” (Ponte, 1997: 55). As Tecnologias de Informação têm um papel fundamental no incremento dessa inovação, principalmente as redes sociais que poderão ser um auxiliar em todas as áreas do ensino. Para isso o educador deve agir como um assessor pedagógico dos alunos construtores da sua própria aprendizagem. Nesta nova sociedade, torna-se de primordial importância que a biblioteca escolar contribua para que se desenvolva nos alunos capacidades para saberem onde procurar, selecionar, hierarquizar, interpretar e processar corretamente todo o manancial de informação que surge constantemente a um ritmo vertiginoso. As redes sociais têm crescido de uma forma acelerada nos mais diversos domínios e de um modo particular nas áreas da educação. No contexto educativo são uma mais valia, que permite com apenas num clic, ler, ver, viajar, conhecer, contactar…com rapidez e no conforto da nossa cadeira, encurtando distâncias com novas culturas e novos saberes. Grandes

Maria José Fernandes Domingues

1

2012

Oficina de formação “A Biblioteca Escolar 2.0”

alterações no modo de trabalhar, de viver e de ensinar, são consequências da entrada das redes socias na nossa sociedade. Tal como nas diferentes atividades sociais a biblioteca também deitou mão das enormes potencialidades das redes sociais. Convém no entanto que o seu uso seja controlado, pois poderá contribuir para o isolamento das crianças que já têm propensões para a solidão ou um utilizador mal-intencionado também poderá criar uma página com dados falsos para atrair um determinado tipo de pessoas com o intuito de as enganar, importunar ou explorar” segundo o texto facultado “Introdução à temática - As redes socias, ou ainda praticar o Cyberbulling, entre outras. A biblioteca poderá ajudar a alertar os jovens para estes e outros perigos, ao promover ações de responsabilização no uso de redes sociais.

A biblioteca, ao usar as redes sociais, terá que ter em conta a sua

aplicação pedagógica. O seu uso deverá estar sempre aliado ao serviço de objetivos bem definidos, proporcionando atividades significativas e ambientes de aprendizagem motivadores e inovadores. As redes sociais têm inúmeras vantagens. Permitem ter conhecimento sobre a cultura de vários países, permanecer em contacto com inúmeras

línguas, manter-se atualizado com notícias recentes de todo o mundo. A biblioteca, ao utilizar as redes sociais, jamais será vista apenas como um caráter tecnicista. Agora também ela será vista como uma rede de serviços, leitura, informação e aprendizagem. Através deste processo poder-se-á interagir frequentemente com o público- alvo das nossa bibliotecas, através de estímulos para a pesquisa em rede, de desafios que poderão servir de base para alcançar um objetivo, coordenar trabalhos e verificar se as metas estarão a ser atingidas.

A biblioteca, através das redes sociais, será simultaneamente um lugar

para fornecer recursos e um espaço onde a maior parte dos serviços da biblioteca estarão permanentemente disponíveis. As redes sociais não são responsáveis pelo total dever de fornecimento de informações para os seus utilizadores, mas aumenta a relevância social da biblioteca. Segundo o texto

fornecido nesta sessão, as redes sociais permitem:

Chegar onde estão os utilizadores;

Uma relação mais próxima com os utilizadores;

Maria José Fernandes Domingues

2

2012

Oficina de formação “A Biblioteca Escolar 2.0”

Uma maior visibilidade na web;

Oferecer conteúdos de qualidade;

Campanha de marketing viral;

Dinamização de atividades;

Estabelecer e manter contactos;

Aumentar a comunicação em ambas direções, dando assim a utilizadores a possibilidade de comunicarem connosco;

Intercâmbios de informação em distintos formatos: imagens, vídeos, texto e um longo etc. É importante ressaltar que a nossa preocupação é com a informação e

formas tradicionais de fornecimento de

informações e as redes socias operam lado a lado, uma complementando a

não

com

as

redes

socias.

As

outra.

Maria José Fernandes Domingues

3