Sunteți pe pagina 1din 28
Informativo Técnico Logix SPED Contábil & FCONT Versão 11.00 TOTVS – Unidade Joinville Avenida Santos

Informativo Técnico Logix

SPED Contábil & FCONT Versão 11.00

TOTVS – Unidade Joinville Avenida Santos Dumont, 831 – Bom Retiro Fone: (47) 2101-3000 – Fax: (47) 2101-3001 89222-900 – Joinville – Santa Catarina www.totvs.com.br

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

ÍNDICE

SPED - SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL

3

1 - Escrituração Contábil Digital - ECD (SPED Contábil)

3

2 -

Cadastros

4

2.1 - Cadastro de informações da empresa para o envio ECD (CON10164)

4

2.2 - Cadastro de outras inscrições da empresa (CON10165)

5

2.3 - Relacionamento plano de contas Referencial (CON10166)

6

2.4 - Cadastro dos signatários da escrituração (CON10167)

6

2.5 - Relacionamento do signatário com a empresa (CON10168)

7

2.6 - Cadastro das contas contábeis do Patrimônio Líquido (CON10169)

8

2.7 - Cadastro informações do Participante (CON10178)

8

2.8 - Relacionamento do Participante (CON10179)

9

2.9 - Contas do Participante (CON10180)

10

2.10- Demonstrações Contábeis para o ECD (CON10181)

11

2.11- Indicador da Situação Especial da empresa (CON10182)

12

2.12- Finalidade do Livro Diário Auxiliar (CON10183)

13

2.13- Relacionamento Livro Diário Auxiliar e Geral (CON10184)

15

2.14- Empresas para Escrituração Descentralizada (CON10185)

16

3 - MOVIMENTOS AUXILIARES

18

4 - GeraÇÃO ARQUIVO PARA ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL DIGITAL (ECD)

19

5 - fluxograma para a geração do arquivo para o ecd

21

6 - FCONT - Controle Fiscal Contábil de Transição (IN RFB nº 949/09)

22

7 - GERAÇÃO DO ARQUIVO PARA IMPORTAÇÃO NO FCONT

24

Contábil de Transição (IN RFB nº 949/09) 22 7 - GERAÇÃO DO ARQUIVO PARA IMPORTAÇÃO NO

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

SPED - SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL

1 - ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL DIGITAL - ECD (SPED CONTÁBIL)

O SPED Contábil é parte integrante do projeto SPED que busca promover a integração dos fiscos federais, estaduais e futuramente municipais, e dos Órgãos de Controle.

Seu objetivo é padronizar, racionalizar e compartilhar informações contábil e fiscal digitais, assim como integrar todo o processo relativo às notas fiscais com a substituição de papel por documento eletrônico, com validade jurídica para todos os fins. Para tanto, todos os documentos eletrônicos serão assinados digitalmente com uso de Certificados Digitais padrão ICP Brasil.

Com o módulo SPED Contábil a escrituração contábil das empresas será enviada em formato digital ao Ambiente Nacional SPED, em que os diversos órgãos de controle e as várias instâncias do fisco terão acesso devidamente controlado. Como o arquivo digital contendo a escrituração contábil está assinado digitalmente, em conformidade com as regras do ICP Brasil, esse arquivo tem validade jurídica para todos os fins nos termos da Medida Provisória nº 2.200-2, de 24 de agosto de 2001.

Este documento reporta os cadastros necessários que devem ser efetuados para a completa geração do SPED Contábil e os procedimentos para geração do arquivo digital.

devem ser efetuados para a completa geração do SPED Contábil e os procedimentos para geração do

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

2 - CADASTROS

Para iniciar o processo de geração do SPED Contábil deverão ser cadastradas algumas informações que não existem no Logix e são necessárias para geração do arquivo a ser enviado à Escrituração Contábil Digital (ECD). Para efetuar tais cadastros foram desenvolvidos alguns programas que devem ser obrigatoriamente executados antes de iniciar o processo de geração do arquivo. Esses programas estão localizados no menu padrão da contabilidade (Contabilidade / Processo / Escrituração contábil digital / Sped contábil) conforme detalharemos a seguir.

Na versão 11 do Logix, todos os programas relacionados ao SPED contábil estão centralizados em uma rotina (CON10186 – SPED Contábil) com a finalidade de facilitar o acesso e tornar o procedimento mais rápido e prático.

o acesso e tornar o procedimen to mais rápido e prático. 2.1 - Cadastro de informações

2.1 - Cadastro de informações da empresa para o envio ECD (CON10164)

Esse programa permite ao usuário cadastrar as informações de todas as empresas do grupo necessárias para emissão do arquivo ECD. Ao informar o código da empresa, o programa automaticamente exibirá as informações já cadastradas no LOG0200 (Empresas) e que são similares as que devem ser enviadas para o ECD, sendo necessário apenas complementar as informações para envio ao SPED Contábil.

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00 2.2 - Cadastro de outras inscrições da empresa (CON10165)

2.2 - Cadastro de outras inscrições da empresa (CON10165)

Esse programa permite efetuar o cadastro das inscrições cadastrais do empresário ou sociedade empresária, que legalmente tenham direito de acesso ao livro contábil digital, exceto Secretaria da Receita Federal do Brasil e Secretaria de Estado da Fazenda que jurisdicionam o estabelecimento do empresário/sociedade empresária.

do Bras il e Secretaria de Estado da Fazenda que jurisdicionam o estabelecimento do empresário/sociedade empresária.

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

2.3 - Relacionamento plano de contas Referencial (CON10166)

Esse programa permite efetuar o relacionamento entre a conta cadastrada no plano de contas Logix e a conta relacionada cadastrada na instituição responsável pela manutenção do plano de contas referencial.

Para facilitar o cadastro do relacionamento entre o plano de contas referencial com o plano de contas Logix, foi desenvolvido o entre o plano de contas referencial com o plano de contas Logix, foi desenvolvido um programa conversor (CNC0050) que efetua a carga do Plano de Contas Referencial. Depois de executado este conversor, o sistema disponibilizará a relação de contas que compõem o plano de contas referencial, conforme a instituição responsável informada no campo “Instituição responsável” permitindo efetuar a consulta por meio da opção “Zoom” do campo “Conta plano referencial”.

“ Zoom ” do campo “ Conta plano referencial ”. 2.4 - Cadastro dos signatários da

2.4 - Cadastro dos signatários da escrituração (CON10167)

Nesse programa será efetuado o cadastro das informações dos Contabilistas e Signatários da empresa.

Deverão ser cadastrados no mínimo dois signatários para a escrituração, entre eles um deverá ser o Contabilista. tários para a escrituração, entre eles um deverá ser o Contabilista.

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00 2.5 - Relacionamento do signat ário com a empresa

2.5 - Relacionamento do signatário com a empresa (CON10168)

Nesse programa será efetuado o relacionamento da empresa com os respectivos signatários. Somente devem ser relacionados os CPFs dos participantes que serão considerados para o ECD como signatários da empresa e que estejam previamente cadastrados no CON4150 (Informações do Contabilista).

o ECD como signatários da empresa e que es tejam previamente cadastrados no CON4150 (Informações do

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

2.6 - Cadastro das contas contábeis do Patrimônio Líquido (CON10169)

Nesse programa será efetuado o cadastro das contas contábeis que compõem o patrimônio líquido da empresa para envio ao ECD.

o patrimônio líquido da empresa para envio ao ECD. 2.7 - Cadastro informações do Participante (CON10178)

2.7 - Cadastro informações do Participante (CON10178)

Nesse programa será efetuado o cadastro das informações para identificar as pessoas físicas e jurídicas com as quais a empresa possui algum tipo de relacionamento específico conforme tabela abaixo.

tipo de relacionamento específico conforme tabela abaixo. Participantes sem movimentação no período não deverão

Participantes sem movimentação no período não deverão ser informados. Somente devem ser informados os participantes com os quais a empresa tenha um dos seguintes relacionamentos:

01

Matriz no exterior;

02

Filial, inclusive agência ou dependência, no exterior;

03

Coligada, inclusive equiparada;

04

Controladora;

05

Controlada (exceto subsidiária integral);

06

Subsidiária integral;

07

Controlada em conjunto;

08

Entidade de Propósito Específico (conforme definição da CVM);

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

09

Participante do conglomerado, conforme norma específica do órgão regulador, exceto as que se enquadrem

10

Vinculadas (Art. 23 da Lei 9.430/96), exceto as que se enquadrem nos tipos precedentes;

11

Localizada em país com tributação favorecida (Art. 24 da Lei 9.430/96), exceto as que se enquadrem nos

A maioria dos clientes e fornecedores das empresas não preenche os requisitos para serem incluídas nos registros 0150.

os requisitos para serem incluídas nos registros 0150. 2.8 - Relacionamento do Participante (CON10179) Nesse

2.8 - Relacionamento do Participante (CON10179)

Nesse programa será efetuado o relacionamento do participante com a empresa para um determinado período, de acordo com a tabela abaixo:

Tabela de Relacionamentos

Código

Descrição

01

Matriz no exterior

02

Filial, inclusive agência ou dependência, no exterior

03

Coligada, inclusive equiparada

04

Controladora

05

Controlada (exceto subsidiária integral)

06

Subsidiária integral

07

Controlada em conjunto

08

Entidade de Propósito Específico (conforme definição da CVM)

09

Participante do conglomerado, conforme norma específica do órgão regulador, exceto as que se enquadrem nos tipos precedentes

10

Vinculadas (Art. 23 da Lei 9.430/96), exceto as que se enquadrem nos tipos precedentes

11

Localizada em país com tributação favorecida (Art. 24 da Lei 9.430/96), exceto as que se enquadrem nos tipos precedentes

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00 2.9 - Contas do Participante (CON10180) Nesse programa deverão

2.9 - Contas do Participante (CON10180)

Nesse programa deverão ser informadas as contas contábeis na qual o participante está relacionado. Para relacionar o código do participante as partidas dos lançamentos são necessárias o relacionamento das contas contábeis com o participante.

o relacionamento das cont as contábeis com o participante. A obrigatoriedade de inclusão dessa informação refere-se

A obrigatoriedade de inclusão dessa informação refere-se apenas aqueles participantes relacionados pela Receita Federal por meio do Ato Declaratório Executivo COFIS nº 36 de 18 de dezembro de 2007 que dispõe sobre as regras de validação e as tabelas de códigos aplicáveis à Escrituração Contábil Digital.

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00 2.10 - Demonstrações Contábeis para o ECD (CON10181) Esse

2.10 - Demonstrações Contábeis para o ECD (CON10181)

Esse programa permite o desenvolvimento da estrutura das contas agrupadas por seqüência de item, para os demonstrativos contábeis para o ECD. Os demonstrativos Oficiais para o ECD são o Demonstrativo do Resultado do Exercício e o Balanço Patrimonial.

A seqüência do item será concatenada ao tipo do demonstrativo para formar o “Código de Aglutinação” para o SPED Contábil.

item será concatenada ao tipo do demonstrativo para formar o “Código de Aglutinação” para o SPED

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00 O CON10181 (Demonstrativos Contábeis para o ECD) substituiu o

O CON10181 (Demonstrativos Contábeis para o ECD) substituiu o CON10067

(Cadastro dos Balanços), o CON10069 (Geração de Demonstrações Financeiras) e

o CON10070 (Gerador de Relatórios). Sendo assim, não será preciso efetuar qualquer manutenção nesses programas e as parametrizações no LOG2240 (Manutenção Parâmetros do sistema).

- Para simular a emissão do demonstrativo, foi desenvolvida uma rotina que exibe em tela a totalização da sequência do item e o indicador (Despesa, Receita, Devedor, Credor, Subtotal Positivo ou Subtotal Negativo), para o período informado em tela.

- Permite efetuar a conferência das informações dos demonstrativos, com a emissão do Balancete Parcial para o agrupamento das contas informadas na seqüência do item, para o período em questão.

na seqüência do item, para o período em questão. 2.11 - Indicador da Situação Especial da

2.11 - Indicador da Situação Especial da empresa (CON10182)

Esse programa permite o cadastro da data do evento da situação especial da empresa.

Somente deve ser cadastrada uma data para a situação especial quando a mesma se enquadrar em um dos itens abaixo: enquadrar em um dos itens abaixo:

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

Código

Descrição

 

0 Abertura

 

1 Cisão

 

2 Fusão

 

3 Incorporação

 

4 Encerramento

Fusão   3 Incorporação   4 Encerramento Quando o evento da situação especial oc orrer durante

Quando o evento da situação especial ocorrer durante o segmento, deve-se efetuar o encerramento contábil na data da s ituação especial orrer durante o segmento, deve-se efetuar o encerramento contábil na data da situação especial e o arquivo para o ECD deverá ter como data fim a data do evento. Um novo livro deve ser iniciado na data imediatamente seguinte a data da situação especial.

2.12 - Finalidade do Livro Diário Auxiliar (CON10183)

Esse programa permite o cadastro das finalidades do Livro Diário Auxiliar e montar a estrutura de contas ou sistemas geradores que compõem o livro, de acordo com a forma de geração informada em tela.

Esse cadastro será necessário somente quando a escrituração é do tipo “R ” (Livro Diário Geral com escrituração Resumida). R” (Livro Diário Geral com escrituração Resumida).

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00 Quando selecionado a forma de geração por Conta Contábil,

Quando selecionado a forma de geração por Conta Contábil, serão solicitadas as contas contábeis para o relacionamento com a finalidade do Livro Diário Auxiliar.

relacionamento com a finalidade do Livro Diário Auxiliar. Já na seleção da forma de geração por

Já na seleção da forma de geração por Sistema Gerador, serão solicitados os Sistemas Geradores para o relacionamento com a finalidade do Livro Diário Auxiliar.

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00 2.13 - Relacionamento Livro Diár io Auxiliar e Geral

2.13 - Relacionamento Livro Diário Auxiliar e Geral (CON10184)

Esse programa permite efetuar o relacionamento entre os Livros Diário Auxiliar com o Livro Diário Geral, para a emissão do arquivo para o ECD, quando o tipo de escrituração for igual a R” (Livro Diário Geral com Escrituração Resumida).

“ R ” (Livro Diário Geral com Escrituração Resumida). O número do Livro Diário Auxiliar deverá

O número do Livro Diário Auxiliar deverá estar relacionado ao livro Diário Geral,

ainda que este não tenha sido gerado. Cada Livro Diário Auxiliar deve obedecer a

uma seqüência própria. O sistema permite o relacionamento de vários Livros Diários Auxiliares a um único livro Diário Geral, porém ambos deverão estar com

o mesmo período informado em tela.

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00 2.14 - Empresas para Escrituração Descentralizada (CON10185)  

2.14

- Empresas para Escrituração Descentralizada (CON10185)

 

Esse

programa

permite

relacionar

a

empresas

filiais

para

a

emissão

da

Escrituração

Descentralizada.

 
da Escrituração Descentralizada.   Esse cadastro deve ser efetuado na empresa matriz e somente

Esse cadastro deve ser efetuado na empresa matriz e somente quando o empresário ou sociedade empresarial utilizar a escrituração descentralizada. O arquivo do SPED Contábil deve ser gerado obedecendo à situação atual de escrituração contábil da empresa. A empresa atualmente escritura de forma centralizada? Se sim, então a escrituração contábil no SPED Contábil deve ser demonstrada de forma centralizada, ou seja, uma única escrituração (arquivo) contábil consolidada na matriz. A empresa atualmente escritura de forma descentralizada? Se sim, então a escrituração contábil no SPED Contábil deve ser demonstrada de forma descentralizada, ou seja, uma escrituração (arquivo) para cada estabelecimento. Cada filial tem sua escrituração e a matriz tem apenas suas próprias operações.

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00 17

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

3 - MOVIMENTOS AUXILIARES

Caso a empresa utilize a escrituração contábil de forma resumida, será necessário enviar para o ECD as informações dos movimentos auxiliares. Para atender a essa necessidade, foram desenvolvidos vários programas para efetuar a carga destes movimentos a partir de cada sistema gerador, em que estes deverão ser executados antes da geração do arquivo a ser enviado à ECD.

Esses programas deverão estar dispostos no menu padrão da contabilidade (Controladoria / Contabilidade / SPED Contábil / Movimentos Auxiliares), conforme tabela abaixo:

Programa

Descrição

TRB0303

Movimentos Auxiliares – TRB

CST1003

Movimentos Auxiliares - CST

MCX0300

Movimentos Auxiliares – MCX

SUP1652

Movimentos Auxiliares – SUP

CAP0052

Movimentos Auxiliares – CAP

PAT3030

Movimentos Auxiliares – PAT

RHU5229

Movimentos Auxiliares – RHU

CIA0010

Movimentos Auxiliares – CIA

CRE0179

Movimentos Auxiliares – CRE

VDP0565

Movimentos Auxiliares – VDP

MIN0010

Movimentos Auxiliares – MIN

CON4000

Consulta Movimento Auxiliar

– MIN CON4000 Consulta Movimento Auxiliar Para os clientes que já estão na ve rsão 11.00

Para os clientes que já estão na versão 11.00 do Logix, esses programas somente deverão ser executados até o mês e ano anterior a data de início da contabilização do Logix 10, informada no CON10172 (Início Contabilização Logix 10).

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

4 - GERAÇÃO ARQUIVO PARA ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL DIGITAL (ECD)

Para a geração do arquivo para o ECD, será necessário o período fechado e encerrado. Deve ser informado o tipo da escrituração para a emissão do arquivo. O Logix dispõe dos tipos de escrituração “G” (Livro Diário Geral) e “R” (Livro Diário Geral com escrituração Resumida).

O tipo de escrituração “R” está associado ao Livro Diário Auxiliar, que deverá ser gerado a

partir do CON10170 (Informações Gerais para o ECD) solicitando a escrituração do tipo “A(Livro Diário Auxiliar).

Será necessário informar a finalidade do Livro Diário Geral para a geração do arquivo, no programa de Parâmetro para emissão do Livro Diário CON10014 (Parâmetros para Emissão

do Livro Diário/Razão).

(Parâmetros para Emissão do Livro Diário/Razão). A escrituração contábil poderá se r gerada de duas

A

escrituração contábil poderá ser gerada de duas formas:

Geral (Sem escrituração auxiliar) - quando as informações contábeis não estão registradas na contabilidade de forma sumariada;

Resumida (Com escrituração auxiliar) - quando as informações contábeis estão registradas na contabilidade de forma sumariada, e nesse caso, será necessário enviar além do livro diário geral o livro diário auxiliar.

Para o tipo de escrituração Geral, deve ser informado um período fechado e selecionar a opção de menu “Processar”.

Para o tipo de escrituração Resumida, deverão ser gerados os arquivos auxiliares, informando

o número do Livro Diário Geral, conforme relacionado no programa CON10184

(Relacionamento Livro Diário Auxiliar e Geral) e na seqüência deve-se gerar o arquivo Resumido.

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

Os arquivos serão gerados no diretório informado no LOG1100 (Caminhos de Diretórios), para o sistema LST.

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

5 - FLUXOGRAMA PARA A GERAÇÃO DO ARQUIVO PARA O ECD

‘ Início
‘ Início
Ajuste Lançamentos complementares cnc4000
Ajuste
Lançamentos
complementares
cnc4000
Cadastro informações empresa CON10164
Cadastro
informações
empresa
CON10164
Cadastro outras informações CON10165
Cadastro outras
informações
CON10165
Relacionamento plano contas referencial CON10166
Relacionamento
plano contas
referencial
CON10166
Cadastro informações signatários CON10167
Cadastro
informações
signatários
CON10167

Carga movimentos Carga auxiliares – sist. geradores auxiliares – sist. geradores

Cadastro Sim Cadastro contas situação especial patrimônio CON10182 Situação especial no período? líquido
Cadastro
Sim
Cadastro contas
situação especial
patrimônio
CON10182
Situação especial no
período?
líquido
CON10169
Não
Sim
Empresa
Escrituração
escrituração
descentralizada?
descentralizada
CON10185
escrituração descentralizada? descentralizada CON10185 Não Geração arquivo SPED contábil CON10170

Não

Geração arquivo SPED contábil CON10170
Geração arquivo
SPED contábil
CON10170
Relacionamento do participante CON10179
Relacionamento
do participante
CON10179
Geração arquivo SPED contábil CON10170
Geração arquivo
SPED contábil
CON10170
Relacionamento signatários escrituração CON10168
Relacionamento
signatários
escrituração
CON10168
Demonstrações Escrituração Sim contábeis para Resumida com ECD diário auxiliar CON10181 Não Cadastro de
Demonstrações
Escrituração
Sim
contábeis para
Resumida com
ECD
diário auxiliar
CON10181
Não
Cadastro de
informações do
participante
Relacionamento
livro diário geral
e auxiliar
CON10178
CON10184
livro diário geral e auxiliar CON10178 CON10184 Finalidade livro diário auxiliar CON10183 Fim processo 21
Finalidade livro diário auxiliar CON10183
Finalidade livro
diário auxiliar
CON10183
Fim processo
Fim processo

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

6 - FCONT - CONTROLE FISCAL CONTÁBIL DE TRANSIÇÃO (IN RFB Nº 949/09)

O Controle Fiscal Contábil de Transição (FCONT) é um programa eletrônico no qual será

efetuada a escrituração das contas patrimoniais e de resultado, destinado obrigatoriamente e exclusivamente às pessoas jurídicas sujeitas ao Lucro Real e ao Regime Tributário de Transição (RTT). Seu objetivo é reverter os efeitos tributários oriundos dos lançamentos que modifiquem o resultado (receitas, custos e despesas) para fins de apuração do lucro real e da base de cálculo da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), instituída pela Lei nº 11.638/07 e a Lei nº 11.941/09 (RTT). Devem ser considerados, para fins tributários, os métodos e critérios contábeis vigentes em 31 de dezembro de 2007.

Etapas a serem observadas quanto à elaboração e envio do FCONT:

1 - A pessoa jurídica deverá apurar em sua escrituração contábil, o resultado do período antes

do imposto de renda e as participações, conforme a legislação societária;

2 - Em seguida, utilizar os métodos e critérios contábeis aplicados à legislação tributária que modifiquem as receitas, custos e despesas trazidas pela Lei nº 11.638/07 e pelos artigos 37 e 38 da Lei nº 11.941/09 na apuração do resultado para fins fiscais;

3 - As diferenças apuradas entre o resultado contábil e o fiscal serão ajustadas no Livro de Apuração do Lucro Real (Lalur), para fins de apuração do Imposto de Renda e a CSLL; exemplos: doações e subvenções para investimento, prêmios na emissão de debêntures etc;

4 - No FCONT será efetuada a escrituração das contas patrimoniais e de resultado em partidas

dobradas para fins tributários, considerando para fins fiscais os métodos e critérios contábeis

vigentes em 31 de dezembro de 2007 (verifica-se que e Receita Federal do Brasil quer controlar esses lançamentos para fins de identificação dos efeitos nos resultados das empresas antes e depois das alterações da Lei nº 11.638/07 e a Lei nº 11.941/09 RTT);

5 - A utilização do FCONT é necessária à realização dos ajustes para fins fiscais, não podendo ser substituído por qualquer outro controle ou memória de cálculo;

6 - O FCONT deverá ser apresentado em meio digital até as 24 horas do dia 30 de Junho;

7 - Para a apresentação do FCONT é obrigatória a assinatura digital mediante utilização de certificado digital;

digital mediante utilização de certificado digital; Fica dispensado de entrega do FCONT caso a referida Pessoa

Fica dispensado de entrega do FCONT caso a referida Pessoa Jurídica não tenha efetuado lançamentos que modifiquem os critérios de reconhecimento das receitas, custos e despesas oriundos da Lei nº 11.638/07 e a Lei nº 11.941/09.

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

Empresas do Lucro Presumido sujeitas ao RTT:

A IN RFB nº 949/09 também trata da regulamentação do RTT para as empresas do lucro

Presumido orientando quanto aos procedimentos para garantir a neutralidade fiscal de acordo com os novos métodos e critérios contábeis.

A IN RFB nº 1139/11 institui a obrigatoriedade da entrega do FCONT mesmo para as

empresas que não aderiram ao RTT.

PIS/Pasep e Cofins - Aplicação ao RTT

As Pessoas Jurídicas sujeitas ao RTT também deverão efetuar os ajustes para buscar a neutralidade fiscal na apuração da base de cálculo do PIS/Pasep e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins).

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

7 - GERAÇÃO DO ARQUIVO PARA IMPORTAÇÃO NO FCONT

Para facilitar a geração do arquivo para o FCONT, foi desenvolvida uma rotina no programa de geração do arquivo para o SPED Contábil (CON10170 – Informações Gerais para o ECD). Como o leiaute do arquivo para o FCONT é semelhante ao arquivo para o ECD, não visualizamos a necessidade de desenvolver um novo programa para a sua geração. Para a geração do arquivo, devem-se seguir as seguintes etapas:

Início
Início
Ajuste Lançamentos complementares cnc4000
Ajuste
Lançamentos
complementares
cnc4000
Cadastro informações empresa CON10164
Cadastro
informações
empresa
CON10164
Cadastro outras informações CON10165
Cadastro outras
informações
CON10165
Relacionamento plano contas referencial CON10166
Relacionamento
plano contas
referencial
CON10166
Cadastro informações signatários CON10167
Cadastro
informações
signatários
CON10167
Cadastro Sim Cadastro contas situação especial patrimônio CON10182 Situação especial no período? líquido
Cadastro
Sim
Cadastro contas
situação especial
patrimônio
CON10182
Situação especial no
período?
líquido
CON10169
Não
Sim
Empresa
Geração arquivo
Escrituração
escrituração
SPED contábil
descentralizada?
descentralizada
CON10170
CON10185
descentralizada? descentralizada CON10170 CON10185 Não Relacionamento signatários escrituração CON10168

Não

Relacionamento signatários escrituração CON10168
Relacionamento
signatários
escrituração
CON10168
Fim processo
Fim processo
signatários escrituração CON10168 Fim processo No CON10170 (Informações Gerais para o EC D) geração do

No CON10170 (Informações Gerais para o ECD) geração do arquivo para o ECD deve ser informada no campo “Tipo de escrituração” a opção “F”. Informar um período que compreenda a um exercício. Na seqüência deve ser gerado o arquivo e importar o mesmo no Validador do FCONT, conforme ilustrado abaixo:

Na seqüência deve ser gerado o arquivo e importar o mesmo no Validador do FCONT, conforme

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

No FCONT, selecione a opção Escrituração / Nova / Importar (Ctrl + I), informe o arquivo gerado pelo CON10170 e selecione a opção de menu “Importar”.

CON10170 e selecione a opção de menu “ Importar ”. Será exibida a mensagem: Como o

Será exibida a mensagem:

opção de menu “ Importar ”. Será exibida a mensagem: Como o arquivo gerado já está

Como o arquivo gerado já está no formato válido para o FCONT, os blocos I200 e I250 não foram criados, portanto deve ser selecionada a opção “Sim” e continuar a importação.

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00 Na seqüência será exibida a mensagem abaixo ilustrada, e

Na seqüência será exibida a mensagem abaixo ilustrada, e devem ser selecionadas as opções Bloco I” e “Bloco J”.

será exibida a mensagem abaixo ilustrada, e devem ser selecionadas as opções “ Bloco I ”

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00 Depois da importação do arquivo, acessar a escritu ração
SPED Contábil & FCONT - versão 11.00 Depois da importação do arquivo, acessar a escritu ração

Depois da importação do arquivo, acessar a escrituração e efetuar os lançamentos de ajustes e Registros Fiscais.

Depois da importação do arquivo, acessar a escritu ração e efetuar os lançamentos de ajustes e

SPED Contábil & FCONT - versão 11.00

Com os lançamentos realizados, não existindo pendências, deve ser efetuada a assinatura da escrituração e Transmitir o arquivo para a RFB.

não existindo pendê ncias, deve ser efetuada a assinatura da escrituração e Transmitir o arquivo para