Sunteți pe pagina 1din 39

VULCANISMO

E
TECTONISMO

Profº Me Guilherme Oliveira


Fonte: http://domingos.home.sapo.pt/sismos_1.html
A profundidade a que se localiza o hipocentro
varia desde a superfície até 700 km.

Os sismos classificam-se em superficiais,


intermédios e profundos conforme o foco se
situa, respectivamente, entre a superfície e os 40
km de profundidade, entre os 40 e 350 km e
para além dos 350 km.
Os sismos só se
produzem em material
rígido. Por consequência,
os sismos produzem-se
sempre na litosfera,
jamais na astenosfera
que é constituída por
material plástico.
Fonte: acbconsultores.com
A magnitude de um sismo corresponde à
energia libertada no seu foco. A escala para
avaliação da magnitude foi estabelecida, em
1935, por CHARLES F. RICHTER.

É ascendente e
compreende dez graus, de
O a 9. Cada grau
corresponde a uma energia
libertada dez vezes superior
à do precedente.
Na escala de RICHTER, um sismo
superficial (por exemplo 10 a 30 km) de
magnitude menor do que 3 sente-se na zona
próxima do epicentro. Entre 4 e 5, sente-se e
produz quedas de objetos e pequenos danos.
A partir da magnitude entre 5 e 6 os prejuízos
são apreciáveis, aumentando rapidamente
para os grandes sismos destruidores de
magnitude 7 e 8.
A magnitude de um sismo determina-se
medindo a amplitude das ondas sísmicas
registradas por um sismógrafo.

Fonte: http://tic.ipiaget.org/macedo2010/sabina/terraemtranformacao.htm
A maioria dos sismos observam-se nas
fronteiras das placas, bem como a maior parte
da atividade vulcânica. Podemos dizer que os
alinhamentos dos sismos indicam os limites
das placas tectônicas.
Distribuição Geográfica das Principais zonas sismicas

1) Zona do Círculo do Pacífico - rodeia o


oceano Pacífico, abrangendo as costas do
México e da Califórnia, Golfo do Alasca
Arquipélago das
Aleutas, Península
de Camechátca, as
Curilhas e a costa
oriental do Japão
GERAÇÃO DO
TSUNAMI
~ 100 km

~1m

O deslocamento do fundo oceânico


gera uma onda
VULCANISMO
Objetivos

Conceituar vulcaminsmos e processos


derivados;
Identificar os diferentes produtos do
vucanismos;
Compreender a analisar os sismos e seus
efeitos.
Vulcanismo

Mais de 80% da crosta, acima ou


abaixo do nível do mar, é de material
vulcânico, cuja origem associa-se a
deslocamento de placas e convecções do
manto.
Terminologia

 O termo vulcanismo é aplicado ao conjunto de


processos ígneos associados ao derramamento do
magma na superfície da Terra. (Rochas Magmáticas
extrusivas e intrusivas)
Estrutura de um Vulcão
 Câmara magmática: local onde se encontra acumulado o
magma,normalmente situado em regiões profundas das crostas
continental e oceânica.

 Chaminé : vulcânica,canal,fenda ou abertura que liga a câmara


magmática com o exterior das crostas,e por onde ascendem os
materiais vulcânicos.

 Cratera: abertura ou depressão mais ou menos circular,em forma de


um funil,localizada no topo da chaminé vulcânica.

 Cone vulcânico:elevação de forma cônica que se forma por


acumulação dos materiais expelidos do interior da
crosta(lavas,cinzas e fragmentos de rochas),durante a erupção
vulcânica.
Exemplificação Estrutural
Tipos de Magma

O magma é uma mistura complexa de


silicatos, que se encontra em fusão a
temperaturas que variam, mais ou menos,
entre os 800º C e 1200º C. Em função do
teor em sílica, os magmas podem dividir-se
em:
 silicato = rocha com alto teor de silício e oxigênio.
1) Ácidos ou félsicos, quando apresentam
mais de 60% do teor em sílica; ex.:
granito, riolito, dacito.
2) Andesíticos, quando o teor em sílica
está compreendido entre 50% e 60%, e;
ex.: andesito, diorito.
 3) Básicos ou ultramáficos, quando o teor em
sílica é inferior a 50%. Ex.: basalto, gabro.
Existe uma estreita relação entre o teor
em sílica de um magma e a sua
viscosidade.
Quanto maior for o teor em sílica, mais
baixa será a temperatura para o manter no
estado líquido e maior será a sua
viscosidade. Deste modo, os magmas
ácidos são mais viscosos que os magmas
básicos.
Exemplos de Atividades Vulcânicas

De acordo com as características (teor


em sílica, ferro, magnésio e água,
viscosidade, fluidez, temperatura) dos
magmas, de uma forma geral, podemos
considerar três tipos de atividade vulcânica:
1) Efusiva - caracterizada pela emissão
lenta de lavas, como “rios de lavas”; os
vulcões com atividade efusiva são
alimentados por magmas básicos e fluidos.
Mauna Loa, Havaí

Fonte: http://www.invivo.fiocruz.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=272&sid=9
2) Explosiva - caracterizada pela projeção
de consideráveis massas de materiais
sólidos e por uma violenta libertação de
gases;
Sarychev, Ilhas Kurilasw, Russia

Fonte: http://www.invivo.fiocruz.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=272&sid=9
3) Mista, caracterizada pela alternância de
explosões violentas e emissão lenta de
lavas. Ex.: vulcão dos capelinhos, faial,
Açores.
Distribuição dos Vulcões

Fonte: http://domingos.home.sapo.pt/vulcoes_6.html
Tipos de Lava

Conforme a sua composição e o tipo


de arrefecimento (lento ou rápido) a que
foram submetidas podem ser:

1) lavas encordoadas ou «pahoehoe»


(designação havaiana), que se caracterizam
pelo aspecto rugoso que apresentam; são
típicas de erupções efusivas.
2) lavas escoriáceas ou «aa» (designação
havaiana), caracterizam-se por
apresentarem uma superfície irregular, com
saliências pontiagudas; têm origem em
lavas viscosas, com elevada percentagem
de gases, que solidificam rapidamente; são
típicas de erupções explosivas.
3) lavas em almofada ou «pillow-lavas»,
caracterizam-se pelo seu aspecto tubular ou
em rolos; são típicas dos derrames
submarinos, sendo o seu aspecto resultante
do rápido arrefecimento da lava em contato
com a água.
Fenômenos secundários

Os fenômenos de vulcanismo
secundário mais comuns são:

1) Gêiseres, são jatos


intermitentes e
periódicos de água e
vapor de água, a
elevada temperatura.
Gêiser Castle, nos Estados Unidos

Foonte: http://vidaeestilo.terra.com.br/turismo/confira-10-geiseres-impressionantes-pelo-
mundo,86e9392625237310VgnCLD100000bbcceb0aRCRD.html
2) Fontes ou nascentes termais, são
emanações de água, vapor de água e dióxido
de carbono a elevada temperatura (cerca de
50o C); quando o calor libertado pelo magma
em ascensão encontra aquíferos, transforma
as águas em águas termais;
estas contêm sais
minerais o que
possibilita o seu
uso para fins
terapêuticos.

Fonte: cnat7.wordpress.com
3) fumarolas, são emanações gasosas
exaladas através de fissuras em zonas
próximas de vulcões ativos; as fumarolas,
com predomínio de gases sulfurados
(dióxido e trióxido de enxofre, ácido
sulfídrico) denominam-se sulfataras e
podem produzir importantes depósitos de
enxofre.
Fonte: henriquetmartinho.blogspot.com